Por Helena Contaldo

Publicado em 17/04/2020. | Atualizado em 17/04/2020


Trabalho em equipe é essencial em qualquer empresa, mas também pode fazer toda a diferença para quem opta por uma carreira freelancer. Descubra como isso acontece!

Trabalhar por conta própria e ter autonomia em sua rotina é o sonho de muitos jovens em início de carreira. Quem deseja abraçar a vida de freelancer precisa saber que há, sim, muitos benefícios, mas também algumas dificuldades, como em qualquer outra área.

Entre elas, a maior dúvida é se o freelancer trabalha sempre sozinho ou se existe trabalho em equipe nessa modalidade. Por isso, neste post, mostraremos que não é preciso isolar-se do mundo para ser freelancer e que há, pelo contrário, bastante interatividade. Quer saber como? Continue a leitura!

Vida de freela é solitária?

Não são poucos os freelancers em início de carreira que têm em mente que seu trabalho é solitário e que não depende de ninguém. Esse é um mito que precisa ser desvendado: a verdade é que existe toda uma rede de trabalho e, assim como quem trabalha em empresas, é preciso desenvolver habilidades interpessoais.

É claro que você não estará em um escritório cheio de gente e não terá aquele coffee break animado para conversar sobre outros assuntos. O trabalho em casa, nesse ponto, é mais solitário e silencioso, mas, por outro lado, a capacidade de concentração e a economia de tempo que seria gasto em locomoção compensam a solidão e se transformam em produtividade extra!

Quais são os benefícios da vida de freela?

É certo que trabalhar em casa exige muito foco e responsabilidade do profissional para manter a produtividade em alta. É fácil se distrair com pequenas coisas e ficar tentado a procrastinar. Porém, esses pontos podem ser superados quando pensamos nos benefícios da vida de freela. Veja os principais a seguir!

Flexibilidade

Liberdade para trabalhar nos momentos mais adequados, levar o escritório para a praia, escolher com quais clientes lidar: esses são exemplos da flexibilidade proporcionada pela vida de freelancer.

Ao escolher esse estilo de trabalho, fora da CLT, o profissional terá que se engajar para entregar as tarefas em tempo hábil e com qualidade. Somente assim obterá sucesso e conseguirá mais clientes.

Autonomia

Certamente, uma das maiores vantagens da vida freelancer é ser dono do seu tempo e das suas decisões. Trabalhar onde, quando e como quiser é um sonho, mas por trás disso existe planejamento e muita organização.

Se você pensa que a autonomia do freela vem de graça, está enganado. Ele é autônomo sim, mas para ser bem-sucedido precisa organizar sua rotina, planejar metas e destinar tempo para descanso, inclusive para manter a saúde mental.

Produtividade

Se você é seu próprio chefe, como se costuma dizer em relação à atividade freelancer, é sua responsabilidade aceitar as tarefas que realmente dará conta de cumprir. Chegar a um nível de excelência em produtividade, vencendo a procrastinação, requer atenção e autoconhecimento.

Pergunte-se quanto tempo por dia você poderá trabalhar e em quais horários. Reserve intervalos para espairecer e relaxar. De nada adianta pegar mais tarefas do que o que você poderá cumprir porque, acredite, o cansaço chega em algum momento e cobra a conta, reduzindo sua produtividade.

Como inserir o trabalho em equipe na atividade freelancer?

O trabalho remoto tem sido adotado por empresas que pretendem ter colaboradores mais produtivos e menos estressados — e isso só é possível devido às novas tecnologias. Assim, as pessoas podem fazer em casa o mesmo trabalho que fariam no escritório, sem necessidade de bater ponto. Segundo pesquisa da US Census 2020, mais de 13 milhões de pessoas nos Estados Unidos trabalham de casa pelo menos uma vez na semana.

O trabalho autônomo, assim como o trabalho intermitente e o teletrabalho, vai ao encontro do que a propõe a Reforma Trabalhista brasileira. Mesmo distante do modelo tradicional (presencial), o foco é beneficiar empregados e empregadores.

O trabalho freelancer, portanto, se insere nesse novo universo, com a diferença de que o profissional tem autonomia para trabalhar por conta própria, mas não sozinho. Veja algumas maneiras de se conectar com pessoas.

Trabalhar em lugares diferentes

Uma das opções está tão ao alcance dos freelas que, às vezes, eles nem percebem, de tão acostumados que ficam a ter o escritório ao lado do quarto. Sair de casa levando o notebook e trabalhar em uma cafeteria é um excelente recurso para sair da rotina. Melhor ainda se combinar de fazer isso com outros colegas que realizam a mesma atividade.

Participar de eventos

Eventos presenciais e online promovem interação e troca de informações. Amizades podem ser iniciadas, além de melhorar o network. Mesmo que seja um pequeno evento, como um webinar, manter contato com pessoas que têm os mesmos interesses é gratificante.

Integrar comunidades

A Comunidade Rock Content, por exemplo, reúne o maior número de profissionais de conteúdo na América Latina: são redatores, programadores, diagramadores, revisores e muitos outros que trabalham para alimentar o marketing de conteúdo.

Além de constante troca de conhecimentos, ao participar de uma comunidade você se conecta a várias pessoas, faz novas amizades e parcerias de trabalho. Assim, ninguém se sente sozinho, sabendo que muitos estão na mesma dinâmica que você.

Quer fazer parte do Space da Rock Content?

Bateu uma vontade de integrar a essa comunidade? O Space é um local não só de troca de informações sobre trabalho e produtividade, mas uma verdadeira comunidade, em que cada membro tem voz.

É um espaço de aprendizado, companheirismo e apoio para quem é freelancer. Tenha certeza de que, ao integrar uma comunidade, nunca mais você falará que trabalha “sozinho”. Pelo contrário, o trabalho em equipe se sustenta na relação entre todos os profissionais envolvidos em um projeto, buscando entregar os melhores resultados ao cliente.

Que tal conhecer um pouco mais dessa realidade? Venha para o banco de talentos Rock Content e faça parte dessa base de freelancers que é o Space!

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *