Por Gustavo Grossi

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 07/06/2017. | Atualizado em 19/05/2020


Hoje, há várias formas de entrar para o mercado de copywriting pela internet. Se você quer escolher qual oportunidade combina com o seu perfil, estas opções vão desde criar um blog até o mercado editorial.

A internet nos trouxe múltiplas possibilidades de trabalho e, cada vez mais, o redator de conteúdo para a web vem sendo requisitado por indivíduos e empresas que atuam nas mais variadas áreas. Para quem gosta de escrever e sabe produzir bons textos, atuar como redator online pode ser uma excelente opção para ganhar dinheiro, podendo se tornar sua fonte de renda principal.

Confira, a seguir, alguns dos caminhos que você pode seguir para se tornar um redator e obter sucesso com seus textos!

1. Criar um blog próprio

Ao criar um blog sobre o qual você tem total controle, você pode fazer dele seu cartão de visitas para conquistar novos clientes, além de ter um espaço em que pode praticar sua escrita e tudo o que aprender a respeito da produção de conteúdo para a web.

Um blog periodicamente atualizado com conteúdo relevante é um excelente portfólio e talvez seja a melhor forma de começar. Planeje suas postagens com antecedência e, inicialmente, dê preferência a assuntos que você domina ou pelos quais se interessa mais.

Não se esqueça de monitorar o número de visitas e observar quais textos obtêm melhores resultados, pois assim você vai desenvolvendo as estratégias que dão mais certo, descartando aquelas que não geram resultados e estabelecendo qual seu “nicho” de atuação.

O blog é ainda uma boa oportunidade para aprender a usar palavras-chave e a aplicar técnicas de SEO, além de lançar mão do link building para dar maior credibilidade e popularidade à sua página. Como administrador de seu próprio domínio, você verá, na prática, como tudo funciona — e se algo der errado, é melhor que ocorra em seu blog do que na página de um cliente, não é?

2. Colaborar com sites de notícias

Muitos portais de notícias aceitam textos de colaboradores e há, inclusive, os que pagam por artigos. Se você está começando agora como redator online, enviar textos a diversas páginas pode ser uma forma de dar mais visibilidade ao seu nome.

Faça uma busca pelos sites que publicam conteúdo voltado para as suas áreas de interesse e mande sugestões de pautas ou textos prontos que possam chamar a atenção daquele público.

Outra estratégia para se promover é sempre deixar comentários relevantes nas notícias publicadas por outros usuários, procurando demonstrar seu conhecimento sobre determinados assuntos e, eventualmente, engajando em debates saudáveis e produtivos.

Pode ser que, para começar a “vender” o que você escreve, seja preciso se dispor a publicar conteúdo sem receber por isso. Assim, pesquise bem quais os sites de melhor reputação e que lhe trarão mais benefícios, como gerar links em páginas que darão maior relevância aos textos que você produzir futuramente.

3. Escrever para blogs de empresas

Se uma organização ou empresa tem um site, é bem provável que ela também mantenha um blog, no qual apresenta conteúdo relacionado à área em que atua e promovendo os serviços ou produtos que oferece por meio do chamado inbound marketing.

A procura por bons redatores, capazes de ampliar o alcance de uma empresa e sua visibilidade na internet, é grande e já há plataformas especializadas em conectar clientes a escritores, como a Rock Content, oferecendo todas as ferramentas para que você comece a produzir tão logo realize seu cadastro e tenha seu texto aprovado. A vantagem de se associar a uma plataforma é a de não precisar correr atrás de clientes, o que lhe permite focar exclusivamente em escrever.

banner levantada de mão redação

4. Tornar-se um ghost writer

Certamente, você já se deparou com uma série de páginas que oferecem e-books para download gratuito ou mesmo com profissionais que vendem serviços e produtos que incluem esse tipo de material. Pois bem, esses e-books são apenas uma parte do que um ghost writer é contratado para escrever.

O ghost writer é, em suma, um autor que escreve uma obra em nome de outra pessoa ou organização, seguindo as diretrizes que lhe forem dadas. Nesse caso, é importante ter a habilidade de expressar a ideia e a opinião do cliente, tendo em mente não apenas o perfil do público-alvo, mas também de quem contratou você.

Para começar nesse trabalho, é bom ter alguma experiência e se dispor a prospectar clientes. Ter um blog é também uma forma de obter mais visibilidade e atrair interessados, pois ele funciona como a vitrine do seu produto.

É possível que, no início, você apenas escreva textos pequenos, folhetos de propaganda, apresentações de empresas ou postagens em nome de outras pessoas, mas à medida que seu trabalho ganhar reconhecimento, oportunidades e serviços mais interessantes — e rentáveis — surgirão.

Materiais e leituras recomendados para freelancers iniciantes:
Como se iniciar na carreira freelancer
Trabalho Freelancer: Todos os segredos desvendados!
Redator freelancer: a sua nova oportunidade de carreira!
Guia de Produção de Conteúdo para Web 2.0
Como conciliar trabalho e estudos – O guia definitivo

5. Publicar e-books de sua autoria

Se você tem uma especialidade ou até mesmo um hobby sobre o qual as pessoas possam se interessar, experimente escrever seu próprio e-book e colocá-lo à venda na internet! Escolha um assunto, pesquise bastante acerca do público-alvo e avalie qual seria a melhor forma de oferecer um conteúdo de qualidade, que atraísse a atenção do maior número de leitores possível.

E-books não precisam ser extensos, contanto que tragam informações valiosas e relevantes. Você pode disponibilizar algumas páginas gratuitamente para instigar seus leitores e colocar o material na íntegra à venda em plataformas como a Amazon ou o Scribd.

É comum que quem decida trabalhar como redator online se dedique a mais de uma atividade ou, ainda, a todas as listadas acima. Ao adquirir experiência, você vai percebendo quais trabalhos mais gosta de fazer e se aperfeiçoando em uma ou outra.

Escrever para a internet envolve estratégias que não se aplicam à redação “comum”, sendo preciso se dedicar a aprender técnicas como SEO, monitoramento de visitas, planejamento de palavras-chave, entre outras tantas habilidades necessárias a esse trabalho. Esses fatores, quando bem administrados, podem gerar uma boa renda para seus textos e, quanto melhores os resultados de suas publicações, mais possibilidades você terá de conquistar novos clientes e construir sua carreira.

E aí, sentiu-se inspirado a escrever e se tornar um redator? Acha que tem potencial para esse tipo de trabalho? Conheça alguns conteúdos que podem te inspirar ainda mais:
Como trabalhar fora do país sendo freelancer: descubra agora!
As 9 melhores opções de trabalho de fim de semana!
Trabalho autônomo: 10 opções para quem quer mudar de carreira!

E para ter ainda mais sucesso na carreira de redator freelancer, confira nosso Guia Definitivo do Texto Perfeito!

Ebook sobre Texto Perfeito

Posts populares com esse assunto