Por Renato Ribeiro

Nômade digital e produtor de conteúdo online.

Publicado em 18/06/2018. | Atualizado em 09/01/2020


Entre os empreendedores, quem é você?

O empreendedorismo avança de forma rápida no Brasil. Apesar da complexa e alta carga tributária, os brasileiros tomaram gosto pela coisa e vêm se tornando protagonistas das suas próprias histórias. Mas você sabe o que é empreendedorismo exatamente?

O conceito remete a implementar uma determinada ideia, de forma que ela se torne um projeto com potencial para gerar inovação e transformação na realidade existente. O termo também é associado ao avanço, crescimento, criação de empresas e inserção de um produto ou serviço no mercado.

Nesse contexto, é importante destacar que não existe apenas uma forma de empreender. Tudo depende do perfil do empreendedor e dos seus objetivos. No texto, definimos o que é ser empreendedor e quais são seus perfis mais comuns. Além disso, listamos alguns tipos de empreendedorismo.

Se você gosta deste assunto, já é um empreendedor ou pretende se tornar um, não deixe de conferir nossas ideias abaixo!

O que é ser um empreendedor

É bem comum associar a figura do empreendedor àquela pessoa sonhadora, que está sempre em busca de realizações e de modificar o meio em que está inserido. De fato, isso é verdade. Um empreendedor de sucesso é aquele que cria coisas novas, identifica oportunidades e concretiza sonhos.

Trata-se de um indivíduo que desenvolve a capacidade de entender como as suas ideias podem resolvem problemas ou atender necessidades. Em seguida, ele põe a mão na massa e transforma aquilo que tem em mente em produtos e serviços que serão ofertados no mercado.

O empreendedor nato gosta de assumir responsabilidades, ter sua independência e se tornar um protagonista. É aquele que tem, sim, uma motivação financeira, mas a busca por autorrealização e o sentimento de cumprir algo grandioso costumam ser bem mais intensos.

Veremos alguns dos principais perfis de empreendedores.

Tipos de empreendedores

O cético

Esse empreender está sempre questionando o sucesso dos outros. Ele examina outros tipos de negócio e busca entender por que eles cresceram. Geralmente, os céticos não acreditam que as pessoas possam ser bem sucedidas sem contarem com o universo conspirando a favor.

O imitador

Os imitadores, como o próprio nome sugere, tentam replicar as coisas que outros empreendedores já fizeram. Eles copiam planos de negócios, fazem sites idênticos e se tornam clones de companhias de sucesso. Obviamente, não há nada de errado em buscar inspirações no mercado. Mas copiar totalmente um modelo de negócio, em geral, não é algo interessante a ser feito.

O determinado

Esse tipo de empreendedor costuma ser ótimo em marketing pessoal, mas também faz o possível e o impossível para conquistar seus sonhos. Ele sabe da importância e da responsabilidade de abrir um negócio e enxerga a possibilidade do sucesso sem a necessidade de copiar ninguém. Ele aprende rápido e, ao mesmo tempo, tem a clareza de que os resultados podem demorar. Por isso, ele é focado e resiliente.

O conservador

Ele gosta e sabe muito bem fazer gestão do tempo, calcular riscos e ter os pés no chão. No entanto, esse tipo de empreendedor tem uma tendência a não deixar o negócio crescer por insegurança ou medo. O conservador esquece-se de que, ao não promover a inovação, ele pode não ter um negócio de alto impacto.

O experiente

Ele gosta de escalar a empresa e criar um legado para a vida inteira. Como tem carreira longa, esse empreendedor passa por todos os estágios de desenvolvimento de um negócio e tem muita experiência. Não por acaso, está sempre à disposição para ajudar novos empreendedores e quase sempre tem capacidade criativa para resolver problemas.

Tipos de empreendedorismo

Agora que você conheceu alguns dos principais perfis de empreendedores, mostramos alguns tipos de empreendedorismo.

Empreendedorismo informal

O empreendedorismo informal é aquele tipo que atua sem CNPJ ou nota fiscal. É bastante executado por milhares de brasileiros, que têm o sonho de ser dono da própria empresa. Para dar exemplo daqueles que praticam a informalidade com frequência, podemos destacar as barracas de rua ou lojinhas de garagem. Em algumas situações, ele faz isso porque ficou desempregado ou, mesmo com um emprego formal, empreende para complementar a renda.

Empreendedorismo Individual

Basicamente, são duas possibilidades de o empreendedor individual se formalizar: Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI) ou Microempreendedor Individual (MEI). Nas duas situações, a iniciativa de empreender é exclusiva de uma única pessoa. Esse tipo de empreendedorismo tem menor escala, mas, como é formal, tem os mesmos direitos e obrigação de uma grande empresa.

Empreendedorismo de franquias

As franquias são modelos de negócios, em tese, mais fáceis de serem executados, uma vez que o empreendedor já recebe uma empresa com processos bem claros e definidos. Alguns exemplos bem comuns são os restaurantes de fast-food e as escolas de idiomas.

Empreendedorismo digital

Esse tipo de empreendedorismo tem crescido bastante no país, principalmente por conta da forma de consumir atualmente, que é cada vez pelos meios digitais. Alguns exemplos desse modelo são os e-commerces e os infoprodutos, como cursos virtuais e e-books. Uma grandes vantagens desse modelo é a acessibilidade, ou seja, qualquer pessoa com acesso à internet pode se tornar um empreendedor digital.

Empreendedorismo social

Esse tipo de empreendedorismo busca melhorar a sociedade por meio de projetos que focam no crescimento humano e social, deixando os lucros em segundo plano. O grande objetivo e desafio é encontrar soluções para os inúmeros problemas ambientais, sociais, culturais e econômicos. O empreendedor social, em geral, carrega a missão de construir um legado e deixar uma sociedade melhor do que aquela que encontrou.

Empreendedorismo cooperativo

É um tipo de modelo de negócios que surge por meio da união de diversos empreendedores que atuam de forma individual. Eles se apoiam mutuamente e, por isso, conquistam muita força e recursos, mas sem perder as suas particularidades e sua essência.

O que achou dos perfis de empreendedores e dos tipos de empreendedorismo? Entender sua forma de trabalhar é essencial para concretizar o sonho de empreender. Se é o seu caso, agora é o momento de colocar a mão na massa e fazer acontecer.

O empreendedor é um indivíduo em constante preparação, que acredita na sua ideia e faz o possível para que ela se torne realidade. O empreendedorismo, por sua vez, é cada vez mais valorizado e praticado no país. Mesmo com as dificuldades, a tendência é que o número de empresas cresça, o que é ótimo para o Brasil.

Você se encaixa em algum perfil empreendedor? Deixe um comentário abaixo e conte para a gente.

roda da vida

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *