tendências do marketing digital

5 Tendências do Marketing Digital vitais para todo freelancer!

Confira as 5 principais tendências do Marketing Digital para se manter atualizado como freelancer!

O estilo de trabalho informal do freelancer conta com diversas vantagens. A liberdade de produzir em home office e no horário em que for mais conveniente são algumas delas. No entanto, com a concorrência cada vez mais alta no mercado, precisamos procurar meios de nos diferenciar. Assim, é imprescindível estarmos por dentro das tendências do marketing digital.

Ora, trabalhamos o tempo todo com ele, não é? Então, não ache que é só aprender o básico dos conceitos principais de SEO e nunca mais pensar nisso. Se você pretende ter um futuro na área e ser um profissional cada vez mais reconhecido, precisa sair da zona de conforto, buscando se atualizar e acrescentar valor às suas produções.

Para isso, listamos algumas tendências que todo freelancer deve ficar de olho! Vamos lá?

1. Marketing de influência

O marketing de influência é uma estratégia de marketing digital que envolve produtores de conteúdo independentes e com influência sobre determinado tipo de público. O termo “produtor de conteúdo” aqui é bem amplo, podendo envolver não apenas redatores, mas também YouTubers ou qualquer pessoa que tenha o hábito de transmitir informações relevantes a uma comunidade engajada.

Essas pessoas podem ser grandes ou pequenos influencers digitais. Assim, não presuma que apenas aqueles com uma quantidade absurda de seguidores nas redes sociais têm mais oportunidades de negócio. Dependendo da estratégia usada e dos objetivos de uma empresa, ela consegue resultados até melhores com um micro-influenciador de um tema específico.

Um motivo forte pelo qual o marketing de influência é tendência, deve-se ao fato de que ele proporciona grande conversão por meio de uma voz já reconhecida e detentora de confiança. Ou seja, é uma forma de fazer com que leads avancem mais rápido na jornada de compras.

Tendo isso em vista, podemos concluir que qualquer pessoa pode ser uma influenciadora, inclusive você. Basta conseguir fazer com que as pessoas parem para escutar o que você tem a dizer.

2. Personalização do conteúdo

Já reparou na quantidade de textos praticamente repetidos, que não acrescentam nada de novo, temos por aí? Sem contar aqueles em que é nítido perceber que o único objetivo da postagem era apenas ranquear com a palavra-chave.

Você já deve ter ouvido falar que a cada atualização dos algoritmos do Google, os bots têm ficado mais inteligentes e favorecem artigos realmente relevantes. Mas como deixá-los interessantes para o leitor? Simples: não sendo só mais um no meio da multidão.

Assim, fazer algo genérico, ainda que a produção seja mais rápida, não trará vantagens ao seu trabalho a longo prazo. Sabe aquela abordagem sem nenhuma exclusividade, que muitas vezes recebemos em propagandas no e-mail, cujo único sentimento que nos causa é o de denunciar como spam? Pois é. Possivelmente os leitores terão essa mesma sensação se o seu conteúdo não conseguir chamar a atenção.

Portanto, umas das tendências do marketing digital mais promissoras e que dificilmente sairá de moda é criar jobs personalizados. Dessa forma, além de acrescentar informações novas, tente colocar, na medida do possível, um pouco de você em cada texto. Converse com os leitores e crie uma experiência engajadora. O resultado será uma produção mais diferenciada. Com isso, eles se lembrarão do seu artigo a cada vez que pensarem sobre aquele assunto que você citou.

Confira um compilado de dicas e leituras para seguir crescendo na carreira freelancer! 🚀
Marketing Pessoal: o que é e como trabalhar sua imagem profissional
Como criar um blog grátis personalizado: veja as 9 melhores opções!
Personal Branding: a importância de estabelecer sua marca pessoal
Trabalho Remoto: 8 sites e 10 dicas para ganhar dinheiro sem sair de casa
Como criar um portfólio de redator impressionante!
O que colocar em um currículo freelancer: tiramos todas as suas dúvidas!
As 13 melhores opções de trabalho de fim de semana!
Nômade digital: o que é, como se tornar um e as principais vantagens

3. Inteligência artificial

Nada de guerras de robôs contra humanos em um cenário distópico. Pelo menos não ainda. A Forbes, por exemplo, tem investido em inteligência artificial para ajudar jornalistas e produtores de conteúdo.

A ferramenta é capaz de recomendar temas de artigos com base nos tópicos das produções anteriores de cada colaborador. Essa tecnologia, que ainda está em versão de testes, também produz versões de artigos em que os redatores precisam apenas aperfeiçoar a qualidade, sem a necessidade de partir do zero.

O objetivo é tornar as produções mais eficientes e facilitar o consumo pelo leitores. Além disso, pode ser positivo para as empresas que precisam fazer muitas publicações mensalmente.

Mas não fique desanimado pensando que a IA roubará seu espaço no trabalho. Nós, humanos, ainda temos o diferencial da criatividade, emoção, empatia etc. Robôs nos ajudam a automatizar tarefas, mas somos nós que temos o poder de deixar um texto mais personalizado e autêntico.

Contudo, é sempre bom repetir: saia do comum e procure sempre se diversificar. Assim, você terá mais capacidade produzir conteúdos épicos.

4. Comando por voz

Quantas palavras você digita diariamente? Você sente a mão cansada e a sua coluna reclama no fim do dia? Se você é um redator que cria um alto volume de artigos, é provável que você veja vantagens na sua produtividade ao usar aplicativos de reconhecimento de voz.

E aqui não falamos apenas de assistentes virtuais já conhecidas, como Siri, Alexa e Google Assistant. Aplicativos que convertem voz em textos são a bola da vez, já que permitem mais agilidade e menos erros no momento da digitação.

Com isso, é possível evitar problemas que costumam atrapalhar o rendimento na produção diária, como lesão por esforço repetitivo (LER). Sem contar que, ao usarmos essa tecnologia, não somos obrigados a permanecer sentados. Podemos usufruí-la enquanto caminhamos ou fazemos outras atividades.

Mas as vantagens dessa modernização não acabam aí. Ela pode ser uma facilitadora na inclusão social ao permitir, por exemplo, que pessoas com deficiência visual tenham mais espaço no mercado de trabalho.

5. Produção de vídeos

Mais de 86% dos internautas assistem a vídeos na internet — e a expectativa é de que essa percentagem aumente. Essa forma de consumir conteúdos costuma trazer mais conforto, já que a pessoa não precisa parar, sentar e ler. As informações são absorvidas de um modo mais dinâmico, o que ajuda a acompanhar o ritmo acelerado de um mundo futurista. Outra vantagem que faz o vídeo se tornar cada vez mais visado é que ele tem uma possibilidade de compartilhamento até 1200% mais que textos e imagens.

Assim, será ainda mais usual vermos empresas apostando em mecanismos como webinars, aulas virtuais, stories e IGTV. Eles exercerão uma importante contribuição na conversão e na jornada de compras do consumidor.

Mas onde o freelancer entra nisso? Um dos principais papéis dele será na produção de roteiros de vídeos. Ele poderá ajudar no planejamento e a descrever o cenário, o conteúdo, a ideia-chave, a persona, a linguagem e o texto que será gravado. Afinal, vídeos, assim como artigos, precisam de uma boa preparação e uma abordagem cativante para atingir seu objetivo final.

Bem, agora que você conhece as tendências do marketing digital em 2019, só falta se adaptar a elas. É interessante que você, como um bom freelancer, faça seu dever de casa, buscando inovar, reciclando seus conhecimentos, a fim de entregar trabalhos que atendam às necessidades dos clientes e de conseguir, com isso, mais sucesso profissional.

Por falar em conquistas na profissão, que tal você saber qual próximo passo dar na sua carreira? É só fazer o quizz!

Powered by Rock Convert