Técnicas de Copywriting

Técnicas de Copywriting: 12 dicas para dominar a escrita persuasiva

Confira 12 técnicas de copywriting: conheça bem o público, utilize a linguagem ideal, crie uma conexão com o leitor, seja conciso, use verbos de ação, conte histórias, venda benefícios em vez de características, invista em resultados comprovados e outras três!

Criar textos que convençam o potencial cliente durante a leitura é um problema para muitos freelancers. A mensagem é importante, no entanto, sem as técnicas certas seu texto pode se perder em meio às informações valiosas que você escreveu.

Por isso, precisamos falar sobre as técnicas de copywriting que podem conduzir o leitor naturalmente durante a jornada de compra. Assim, você consegue gerar tráfego e, até mesmo, fechar vendas — além de muitos outros benefícios, claro!

Copywriting é a arte de criar textos com o objetivo de fazer o usuário seguir a ação definida por você. Esses textos podem ser criados para diversas finalidades, tais como:

  • anúncios;
  • páginas de captura;
  • newsletter;
  • fluxos de nutrição;
  • conteúdos em blogs;
  • redes sociais, entre outros.

Este guia vai ajudar você a escrever um texto que quebre possíveis objeções e convença o leitor a realizar a ação certa, por meio das principais técnicas que promovem este poder de persuasão. Continue a leitura para descobrir.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

1. Conheça bem o público

Para criar um texto influenciador, você precisa ir além do que quer entregar e buscar entender o que o público está pedindo. Uma pesquisa de mercado vai ajudar você a entender as necessidades, mas é por um estudo de persona que você conhecerá o perfil de cada potencial cliente e como precisará se posicionar.

Buyer persona se trata da exemplificação do que seria seu cliente ideal. Ao entendê-la, você não vai escrever refletindo no público de mulheres, entre 25 a 35 anos, que tem filhos pequenos. Você vai pensar na Joana, 28 anos, jornalista, casada e grávida do primeiro filho, mas, apesar de estar feliz com a gravidez, sente-se angustiada por supor que não conseguirá conciliar o trabalho exaustivo de 10h por dia com um bebê. Então, é leitora assídua da Revista Crescer para buscar soluções de como resolver as dificuldades que virão. Percebe a diferença?

Esse estudo é importante para você entender as dores do leitor, o que ele enfrenta no dia a dia e como o negócio poderá ajudá-lo. Assim, percebe seus comportamentos e como aproveitá-los na sua técnica de copywriting para influenciá-lo na ação proposta pelo texto.

2. Utilize a linguagem ideal

Conhecer a fundo a persona é a ponta do iceberg. Esse entendimento vai ajudar você a estabelecer uma comunicação eficaz com o leitor.

Por exemplo, se o seu potencial cliente é um adolescente, usar termos como “fui ludibriado” fará o leitor achar você um chato. No entanto, se você trocar esse termo para “fui trollado”, conseguirá criar um vínculo com ele. Por isso, a comunicação adequada é importante.

Uma única palavra consegue afastar ou aproximar o potencial cliente do negócio. Com linguagem ideal você cria uma relação de proximidade e produz conteúdos que farão o leitor entender que você tem a solução para o problema dele.

3. Crie uma conexão com o leitor

Sabe quando você tem a sensação de ter um vínculo com alguém? Isso significa que vocês se conectaram, que possuem muito em comum e que conseguem entender a dor e a alegria um do outro. Você precisa criar uma conexão com seu potencial cliente.

Além disso, o diálogo é uma via de mão dupla, logo, você não é o único que fala. Deixe seu público se comunicar com você. Assim, você consegue entender o que ele pensa e deseja, logo, criam um elo emocional. Por isso, peça opinião, feedback e crie um canal para demonstrar que se interessa pelo ponto de vista dele.

Essas informações vão apontar sinais para criar um texto em copywriting onde o leitor sinta que foi produzido para ele, por meio das técnicas.

5. Escreva um texto conciso

Imagine que você precisa de uma informação. Para conseguir, começa a ler um texto que promete entregá-lo. No entanto, ele é enorme e você percebe que está gastando tempo para encontrar a resposta que tanto procura. Como se sente?

Os conteúdos longos têm um alto poder de conversão, por isso, você precisa ir direto ao ponto para prender a atenção do leitor. Isso porque as pessoas não conseguem fixar a atenção por muito tempo e ficam desmotivadas ao ler um conteúdo com uma informação-agulha num texto-palheiro.

Logo, entregue o conteúdo de um modo simples e rápido. Para isso, cite o ponto principal no começo para o leitor entender sobre o que o texto vai tratar.

Além disso, ainda que sua redação tenha uma linguagem formal, você deve explicar os termos técnicos para facilitar a leitura e o entendimento. Lembre-se que o leitor moderno não pode perder tempo com textos difíceis de entender.

6. Use verbos de ação

Atualmente, criar um texto que consiga prender a atenção do seu potencial cliente é extremamente possível. Mas, para isso, é super importante que você elimine as palavras que enganam você e o faz pensar que seu texto ficou mais rico. Aproveitamos este parágrafo para exemplificar um exemplo clássico da experiência do leitor quando você utiliza termos clichês no seu texto.

O trecho anterior fez você ficar cansado, não foi? As palavras clichês, enquanto dizem muito, também não dizem nada. Por isso, use trechos que vão direto ao ponto e retire aqueles que ocupam espaço sem agregar valor — mais conhecido como “encher linguiça”. Assim, ao retirar esses termos sem sentido você ganha escrevendo mais rápido e deixa a leitura clara e objetiva.

Além de eliminar os termos clichês, usar verbos no infinitivo facilita a compreensão da mensagem e ajuda o leitor a entender o que ele deve fazer. Esses verbos são aqueles que não estão relacionados a nenhum tempo ou modo verbal e indicam um “fazer”. 

Logo, para incentivar o leitor a realizar uma ação, você precisa utilizar as palavras certas na sua estratégia de copywriting.

7. Aplique o storytelling

Sabe aquelas histórias que você se identifica com o personagem e o cenário e, com isso, decide tomar uma ação? Muito provavelmente elas foram criadas seguindo o conceito de storytelling — que nada mais é do que a arte de contar histórias com o intuito de transmitir uma ideia.

É uma técnica muito antiga — você já deve ter se emocionado com um filme ou lendo uma biografia. Por meio do storytelling, você aplica essa técnica na sua estratégia de copywriting ao transmitir valores semelhantes aos do leitor e segurar a sua atenção.

Para ilustrar, listamos seis histórias que cativam as pessoas.

Inimigo público comum

Nesta história, você e seu público tem uma força adversária em comum. Com isso, você aponta o dedo para esse inimigo e incentiva as pessoas a se juntarem a sua causa.

A jornada do idiota

O objetivo dessa história é narrar sua trajetória de erros para mostrar como conseguiu se superar de alguma forma. Assim, você se conecta com as pessoas que estão cometendo os mesmos erros e apresenta a sua solução.

Do fracasso à fama

Nesta história, você expõe um problema específico e como fez uma descoberta que revolucionou sua vida. Logo, tornou-se referência nesse assunto e quer mostrar às pessoas como fazer o mesmo.

O herói relutante

Aqui você conta como caiu de paraquedas nesta história e, mesmo sem querer, começou a ajudar outras pessoas a resolver os mesmos problemas que você aprendeu a lidar.

Nós somos parecidos

O objetivo dessa história é buscar uma conexão rápida para reforçar a ideia de que você e o leitor tem um problema parecido, porém, você encontrou a solução e agora quer ajudá-lo a encontrar também.

A jornada do herói

A mais utilizada nos filmes de Hollywood, nesta história você conta como tinha uma vida normal e até tentou resistir a sua missão, mas, com ajuda, você enfrentou vários obstáculos e superou um desafio específico. Assim, agora sua missão é apoiar outros a também superarem o mesmo problema.

Para aprender mais sobre Storytelling!
O que é Storytelling? Tudo sobre a arte de contar histórias inesquecíveis
5 técnicas de storytelling: melhore seus conteúdos contando histórias
Exemplos de Storytelling: 7 cases de sucesso de grandes marcas
Jornada do Herói: as 12 etapas de Joseph Campbell para uma boa história
Storydoing vs. Storytelling: a diferença entre contar histórias e construí-las
Storytelling para Vendas: aprenda a fechar negócios contando boas histórias
Mini-curso de Storytelling: conquiste sua audiência contando boas histórias

Mini-curso de Storytelling: Conquiste sua audiência contando boas históriasPowered by Rock Convert

8. Venda benefícios ao invés de características

Entender a fundo os pontos fortes e fracos do negócio é um elemento fundamental para desenvolver textos com técnicas de copywriting. Logo, você vai precisar abordar as características que diferem o negócio dos seus concorrentes.

No entanto, mais importante do que falar sobre as características é explicar sobre os benefícios que o cliente ganha ao adquirir o produto ou serviço. Quando você foca neles, fornece exemplos claros do que o negócio fará pelo cliente e quais problemas pode resolver.

Por exemplo, para vender um colchão inflável, é comum encontrarmos um anúncio convencional assim:

O colchão inflável da Anônimos SA é perfeito. Ele possui material de alta resistência e válvulas duplas de escape. Aproveite a promoção e compre agora em até 3 vezes no cartão de crédito!

Ao ler este anúncio, você teria interesse em comprar esse colchão? Podemos imaginar os balões de pensamento sobre você:

Para quê eu compraria esse tipo de colchão? E daí que ele tem material de alta resistência? Outra coisa, para que eu preciso de um colchão com válvulas duplas de escape?

Agora, um texto com essa técnica de copywriting seria assim:

Você pensa em ter um colchão extra em casa para receber aquela visita, mas, desanima quando lembra a hora de guardá-lo? Com o colchão inflável da Anônimos SA você sempre tem algo confortável para oferecer, já que pode dobrá-lo. Além disso, não perde horas para guardar porque consegue desinflar rápido por meio das válvulas duplas de escape. Sua visita, sua casa e seu tempo sugeriram que você aproveite nossa promoção.

9. Invista em resultados comprovados

Dados e resultados claros demonstram o que o leitor ganha ao realizar a ação que você propõe. Com isso, passa credibilidade e confirma que suas informações são verídicas.

Ao invés de dizer que o negócio é referência no mercado, dê exemplos que demonstrem isso naturalmente. Ou, no lugar de falar que há muita procura, use fatos que confirmam essa mensagem.

Para criar textos que foquem em resultados, você pode utilizar alguns modelos, tais como:

  • métricas de dados recentes;
  • reportagens feitas por canais referências na área;
  • taxas de satisfação;
  • depoimentos de clientes;
  • seguidores nas redes sociais;
  • quantidade de vendas realizadas;
  • cases de sucesso, entre outros.

10. Otimize os textos

Não importa o quão bom sejam suas mensagens, se os seus textos tiverem informações ou visuais confusos você vai causar uma péssima impressão no leitor.

Com um texto otimizado você garante uma boa experiência do usuário ao navegar pela página. Logo, a leitura torna-se prazerosa e natural.

Para criar um texto de copywriting com técnicas otimizadas, é preciso considerar alguns pontos, tais como:

  • parágrafos e textos curtos para facilitar o entendimento do leitor;
  • uso adequado das palavras-chave e das técnicas de SEO;
  • escaneabilidade para tornar a leitura dinâmica;
  • call to action conforme o estágio do funil de vendas;
  • título atraente, introdução, desenvolvimento e conclusão;
  • link building para complementar o conteúdo e comprovar dados.
Veja uma lista de conteúdos que irão ajudar você a estruturar seus textos! ✍️
Título de texto: aprenda a causar a melhor primeira impressão
Como fazer uma introdução perfeita: o guia definitivo
Como fazer uma conclusão perfeita!
Textos Argumentativos: veja como trabalhar seus argumentos da melhor maneira
O que é resenha e qual é a diferença para o resumo?
Como fazer uma resenha: o passo a passo definitivo para uma resenha perfeita
Descubra como fazer um resumo de qualidade em 7 passos

11. Produza conteúdo autêntico

Além de produzir conteúdos originais — livre de plágios —, é importante que ele seja verdadeiro, ou seja, não venda o que o negócio não pode oferecer. Logo, entregar informações de valor pode surpreender o leitor.

Por isso, procure responder a essas perguntas na hora de criar seu texto:

  • seu público se interessa por esse conteúdo?
  • seu texto consegue ensinar algo a respeito do produto ou serviço?
  • você consegue ajudar seus leitores a resolverem um problema dentro da estratégia do negócio?

Exagerar na venda vai deixar seu conteúdo com cara de propaganda dos anos 2000. Então, não faça publicidade explícita ou escancarada. Assim, o texto de copywriting precisa ter técnicas que conduzam o leitor naturalmente no funil de vendas.

Confira um compilado de conteúdos para te inspirar a produzir textos incríveis! ✍️
Como escrever bem: 39 dicas para começar agora
Inspiração para escrever: 15 dicas de como ter ideias para escrever
Storytelling: tudo sobre a arte de contar histórias inesquecíveis
Copywriting: entenda como dominar a escrita persuasiva

12. Revise o conteúdo antes de publicá-lo

Imagine uma árvore de natal linda, reluzente e com todas as luzes e enfeites vermelhos. Porém, você percebe uma única luz verde piscando em ritmo oposto. É essa a impressão que os erros de português causam nos leitores.

Você não precisa ser um expert em língua portuguesa para criar um texto em copywriting, no entanto, deve se incomodar com os erros. Para isso, sempre revise seus textos a fim de transmitir uma mensagem compreensiva.

Ao escrever suas redações, observe se as palavras estabelecem uma relação de sentido. Caso contrário, o leitor pode se perder no meio do texto e sua estratégia vai por água abaixo.

Uma sugestão é investir nas ferramentas de redação. Com elas, é possível revisar desde erros de digitação à coesão. Assim, você vai conseguir transmitir sua mensagem sem ruídos de comunicação.

As técnicas de copywriting permitem criar textos que convençam o leitor sobre suas abordagens. Com elas, você consegue estabelecer uma ligação com seu público ao criar textos diretos que contem histórias e informações relevantes. Logo, vai produzir conteúdos de valor e leais às suas estratégias. Ao adotar essas técnicas será mais fácil influenciar o leitor a realizar a ação necessária por meio do seu texto.

Agora que você já sabe como criar textos para persuadir seus leitores, aprofunde no assunto e assista a videoaula da nossa Imersão Freelancer “Técnicas de copywriting desvendadas: como dominar a escrita com foco em conversão”.

Imersão Freelancer: 11 videoaulas gratuitas para te ajudar a ter sucesso como freelaPowered by Rock Convert