Por Guilherme Pimenta

Designer e escritor, percebi que era melhor desenhando com palavras.

Publicado em 14/07/2021. | Atualizado em 22/06/2021


A razão de existirem tantas alternativas de software de arte digital no mercado é a variedade de perfis em que um designer pode se encaixar, considerando desde poder de investimento até estilo de trabalho. Veja quais programas se destacam mais e por que.

O aumento recente de demanda no marketing digital, principalmente para conteúdos interativos, vem exigindo de designers freelancers um novo dinamismo em seu trabalho. Para criar peças criativas e visualmente chamativas, eles precisam de agilidade e eficiência em sua rotina.

Por isso, é fundamental para esse profissional dominar tipos variados de software digital, que atendam necessidades específicas e facilitem a execução de tarefas que destaquem a sua criatividade.

No entanto, em quais desses programas você deve reservar um tempo para aprender? Quais vão ajudar mais o artista digital em você a brilhar no mercado? Neste post, separei 9 softwares que vão ajudar muito na sua carreira. Confira!

1. Adobe Photoshop

Provavelmente não existe um designer no planeta que não conheça o Adobe Photoshop. O primeiro programa profissional de arte digital a se destacar começou lá na década de 1990 e nunca mais saiu do posto de líder de mercado.

Depois de muitas evoluções, o Photoshop continua sendo considerado o padrão da profissão e o pacote mais completo do setor, passando por pintura digital, colorização, diagramação e edição de fotos.

Infelizmente, o programa sempre foi caro, o que se torna uma barreira para profissionais iniciantes. Porém, recentemente, a Adobe migrou para o serviço de assinaturas, inclusive com condições especiais para estudantes e preços menores para quem busca apenas uma ou duas soluções da empresa.

Prós:

  • software mais usado no mercado, com muita documentação e suporte;
  • interface familiar e intuitiva;
  • um grande conjunto de features em um só lugar.

Contras:

  • o custo de 90 reais por mês pode ainda ser um impeditivo para quem está começando, mas é um investimento com excelente custo-benefício.

2. Gimp

Se você está procurando uma alternativa fiel ao Photoshop, o Gimp é o melhor software de arte digital que o mercado oferece entre as soluções grátis. O programa iniciou sua vida no Linux e hoje é disponibilizado nativamente também em Windows e MacOS.

Desde seu nascimento, ele vem crescendo em funcionalidades em paralelo ao primo maior da Adobe, dando a designers acesso a ferramentas robustas de criação e edição com um grande apoio da comunidade de artistas digitais.

Prós:

  • totalmente grátis;
  • interface familiar para quem usa Photoshop;
  • grande comunidade e volume de documentação.

Contras:

  • alguns designers apontam uma interface mais difícil de se acostumar que a do Photoshop, sendo apenas uma questão de treino.

3. Adobe Illustrator

Se você quer ter sucesso nessa carreira, não pode investir apenas em pintura digital — principalmente dentro do mercado de marketing digital, que aposta muito em comunicação, dinamismo, interação e motion design.

Se você pretende dominar também a arte vetorial, o Illustrator é o programa mais utilizado e completo disponível. O software da Adobe nasceu quase ao mesmo tempo que o Photoshop e se tornou referência da mesma forma para designers do mundo todo.

Prós:

  • uma gama enorme de funcionalidades, da edição à vetorização inteligente de imagens bitmap;
  • muitos tutoriais e materiais de referência na internet;
  • o formato “.ai” é um padrão muito utilizado para compra e venda de vetores.

Contras:

  • da mesma forma que Photoshop, o valor mensal da licença pode ser salgado para o início de carreira;
  • o programa exige um computador bom para desempenho ideal em projetos mais complexos.

4. Inkscape

Assim como o Gimp, o Inkscape é a solução no mercado que se destaca como uma alternativa grátis ao Photoshop. De código aberto e já bem maduro, o software de arte digital é uma suíte completa para a criação de trabalhos em vetores.

Prós:

  • totalmente grátis;
  • grande comunidade que oferece tutoriais, suporte e referências;
  • leve para rodar.

Contras:

  • não conta com tantas funcionalidades como o Illustrator.

5. Corel Painter

O Painter é a solução da Corel voltada principalmente para quem quer investir na pintura digital. Com foco nesse tipo de trabalho, oferece funcionalidades profissionais de customização de pincéis e texturas.

Uma ferramenta incrível do programa é a conversão de fotos em imagens com uso de Inteligência Artificial — acelerando a sua criação a partir de referências reais.

Prós:

  • grande controle de tela e pincéis;
  • funcionalidades específicas agilizar o trabalho do artista;
  • foco na pintura digital.

Contras:

  • o preço é salgado e ideal apenas para quem já está se consolidando na profissão.

6. Procreate

O Procreate é o software mais jovem nesta lista, mas isso não o impede de se tornar rapidamente um dos mais populares entre designers no mundo todo.

O aplicativo desenvolvido para iPad é uma suíte completa para arte digital como algumas alternativas aqui. Mas seu maior diferencial está em aproveitar a tela de toque da Apple para criar uma interface intuitiva e muito natural, que se aproxime do trabalho em papel com todas as vantagens do meio digital.

Prós:

  • uma das melhores interfaces do mercado;
  • funcionalidades específicas para pintura digital;
  • desempenho excelente e resposta imediata ao uso da iPen.

Contras:

  • o app em si não é caro, mas exige do designer o investimento em um iPad por ser exclusivo da plataforma.

7. Affinity Designer

O Affinity Designer é um software de edição de imagens e pintura digital que nasceu exclusivo para MacOS, mas que hoje também está disponível para Windows.

A sua maior vantagem está em uma interface e um workflow voltado para design, com simplicidade de elementos e agilidade na execução de tarefas.

Prós:

  • é vendido como licença única por 50 dólares — um investimento mais em conta para quem está começando;
  • simples de aprender e usar.

Contras:

  • software de arte digital menos utilizado no mercado, o que significa menos material de referência e tutoriais.

8. Canva

Uma das vantagens do trabalho de designer freelancer é poder trabalhar de qualquer lugar, em qualquer condição. Nesse sentido, criar uma conta no Canva é uma boa ideia para conseguir resolver pendências e produzir mesmo quando seu computador está indisponível.

Isso porque o software é completamente baseado no browser: basta fazer login com acesso à internet e você tem seus projetos, e ferramentas à mão onde quiser.

O porém, neste caso, é que o Canva é muito mais voltado para design vetorial e de composição que pintura digital. Contudo, com criatividade e foco em comunicação, é possível fazer peças incríveis com ele.

Prós:

  • tem um plano gratuito e uma assinatura premium para quem quiser expandir as funcionalidades;
  • muito simples de usar e criar;
  • oferece frameworks e elementos visuais prontos para agilizar o trabalho.

Contras:

  • é limitado na parte de pintura digital;
  • não tem todas as funcionalidades de uma suíte completa de edição;
  • só funciona online.

9. Blender

Nosso último item é um ponto fora da curva que nem sempre os designers têm em seu radar. Já pensou em oferecer no seu leque de trabalhos produções de arte digital em 3D?

Se você quer ter mais esse diferencial nas suas capacidades, o Blender é a opção mais amigável para começar: um software gratuito, com muito material de estudo, referências, ferramentas completas, desde modelagem até edição e aplicação de texturas, e iluminação.

Prós:

Contras:

  • como todo software 3D, exige uma dedicação extra para dominar.

Se você quer se aprimorar e crescer na carreira de design, investir tempo para aprender mais de um software de arte digital é um caminho para diversificação e diferencial no seu trabalho. Conheça mais dessas alternativas e encontre aquelas que se encaixam melhor no seu estilo de trabalho.

Que tal colocar esses conhecimentos em prática e trabalhar como freelancer? Entre agora para o banco de talentos da Rock Content!

Posts populares com esse assunto

Os comentários estão desativados.