Por Redator Rock Content

um dos freelancers da Comunidade. Seja também um redator!

Publicado em 01/08/2017. | Atualizado em 05/07/2018


Em síntese, o SEMrush é uma suíte de ferramentas de marketing online que fornece dados de natureza diversa sobre a concorrência. Do desempenho do site na pesquisa orgânica e no PPC até os dados de campanhas do concorrente.

Torne-se um especialista em produção de conteúdo!Powered by Rock Convert

É indiscutível que o trabalho de freelancer tem crescido exponencialmente nos últimos poucos anos. Cada vez mais profissionais buscam nesse tipo de trabalho uma forma de complementar suas rendas.

E muitos, inclusive, jogam tudo para o ar e mergulham de cabeça numa carreira freela em tempo integral.

Designers, redatores, programadores, revisores, tradutores… São inúmeras as oportunidades para as diversas áreas profissionais.

Mas, sem dúvida, o Inbound Marketing é um dos grandes responsáveis pela ascensão dessa modalidade de trabalho, especialmente na sua vertente de criação de conteúdo.

Falar em marketing de conteúdo sem citar a otimização para motores de busca, o famoso SEO, é o mesmo que fazer um rally no deserto sem usar uma bússola!

E, no nosso artigo de hoje, vamos explorar uma das melhores ferramentas de marketing do mercado, especialmente quando o assunto é a otimização do seu site nos buscadores. Estamos falando do SEMrush!

Muito bacana, não é mesmo? Veja os conteúdos que vamos tratar a seguir:

Gostou? Escolha um tópico específico ou leia tudo até o final!

Palavras-chave são importantes?

Antes, vamos tentar responder àquele debate eterno que surge neste meio: o posicionamento das palavras-chave ainda é importante?

A resposta é sim, ele é! Vejamos porque:

  • as palavras-chave mantêm seu conteúdo rastreável;
  • fornecem uma clara indicação sobre o posicionamento do seu site em relação aos concorrentes;
  • as mudanças de posições das palavras-chave ao longo do tempo são um poderoso indicador do sucesso (ou do fracasso) das suas estratégias.

Por outro lado, medir o rankeamento não é tão simples quanto digitar qualquer frase no Google para verificar a que ponto dos resultados de busca aparece o seu domínio.

Em primeiro lugar, quanto mais cresce o site, maior será o número de palavras-chave para rastrear. Depois, certamente não é tarefa fácil o rastreamento manual de mudanças e da concorrência.

Então, como fazer para controlar nossas posições no Google?

A resposta é simples: com o SEMrush, uma ferramenta poderosa capaz de fornecer praticamente todas as informações das quais você precisa.

O que é o SEMrush?

Em síntese, o SEMrush é uma suíte de ferramentas de marketing online que fornece dados de natureza diversa sobre a concorrência.

Do desempenho do site na pesquisa orgânica e no PPC até os dados de campanhas do concorrente, essa ferramenta permite-lhe gerir até mesmo as campanhas mais complexas.

Além disso, o SEMrush inclui recursos que permitem otimizar o website para as melhores performances de busca: auditoria in loco, confronto de palavras-chave do domínio e o rastreamento de posição.

Como utilizar o SEMrush para pesquisa de palavras-chave?

Se você é um produtor de conteúdo web, sabe da importância de selecionar as métricas corretas para analisar a sua evolução. Isso, além de medir com precisão a sua evolução, também trará insights para novas palavras-chave.

Em termos de pesquisa de palavras-chave, não existe ferramenta mais apurada que o SEMrush. Por isso, vamos aprender a fazer uma análise apurada dessa ferramenta.

Passo 1: criando uma conta no SEMrush

Para utilizar os recursos, antes de tudo, é necessário se registrar no SEMrush. Para isso, basta clicar em “Fazer login”, ir até a aba “Cadastre-se”, digitar um e-mail válido e escolher uma senha. Você vai receber um e-mail para confirmar e, pronto, já poderá usar a ferramenta!

Uma vez logado, você terá acesso ao dashboard, conforme figura abaixo:

Passo 2: Pesquisando palavras-chave

Uma vez logado no dashboard, vá até o menu lateral com os links para os diversos recursos do SEMrush.

Em “Análise de palavras-chave”, clique em “Visão geral”. Você será direcionado a uma tela com algumas opções. Veja:

SEMrush pesquisa

Passo 3: faça uma lista de tópicos ou temas que melhor descrevem a sua pesquisa

Para começar, pense em quaisquer termos ou tópicos que descrevam o que o seu conteúdo propõe.

Para saber se você está pensando da maneira correta, coloque-se no lugar da pessoa que vai ler o seu conteúdo. Como ele pesquisaria o assunto relacionado? O que ele pensaria ao reconhecer um problema?

Digamos, por exemplo, que você vai redigir um artigo para o blog de uma loja de roupas esportivas. Alguns tópicos que você poderia citar são, por exemplo, camisetas, moletons, bonés, entre outros.

Passo 4: coloque cada um desses tópicos na busca do SEMrush

Esses tópicos ou temas genéricos servirão como ponto de partida para uma pesquisa por novas palavras-chave.

Na página que você abriu anteriormente da análise de palavras-chave, há um campo no topo. Insira um desses termos e clique em procurar.

No box logo abaixo, em “outros países”, procure o Brasil e selecione-o (ou, se for o caso, o país específico para o qual esse conteúdo deve aparecer como mais relevante).

Vamos inserir, por exemplo, a palavra “camisetas” e fazer uma busca. O resultado é este:

SEMrush visão geral

Uma vez que você tenha feito a busca, a ferramenta mostrará uma visão geral de vários dados sobre o tópico escolhido (no nosso caso, “camisetas”).

Começando a navegar pelo SEMrush

Na aba “Visão geral”, você verá alguns dados importantes. Entre eles, estão o volume de pesquisas orgânicas e também dados de pesquisa paga, como custo por clique e a concorrência.

Logo abaixo, você verá uma relação de palavras-chave correspondentes à sua pesquisa. Vejamos o que significa alguns desses dados mais importantes:

  • Pesquisa Orgânica: essa seção mostra dados relacionados ao tráfego orgânico que essa palavra-chave recebe. O volume indica a média mensal de pesquisas para essa palavra-chave. E o número de resultados mostra quantas URLs competem para esse termo.
  • Pesquisa Paga: essa seção apresenta os dados de tráfego pago, como o custo por clique e a densidade da concorrência por essa palavra-chave.
  • Tendência: nesse gráfico, você visualiza a distribuição mensal do volume de pesquisa para essa palavra-chave. Essa métrica é ideal se você quer estabelecer sazonalidade para palavras-chave.

Os dois tópicos seguintes indicam as “palavras-chave de correspondência de frase” e as “palavras-chave relacionadas”. Esses dois relatórios são o coração e a alma de uma pesquisa de palavra-chave. Vejamos o que significam:

  • Palavras-chave de correspondência de frase: mostra as variações da principal palavra-chave que você especificou que os usuários podem usar para procurar por um produto ou serviço relacionado.
  • Palavras-chave relacionadas: mostra diferentes palavras-chave que estejam relacionadas à palavra-chave principal de uma maneira ou outra.

Clique em “Visualizar relatório completo”, abaixo de “Palavras-chave de correspondência de frase”. Você será direcionado a esta tela:

SEMrush

Este relatório dará acesso a uma lista completa de palavras-chave de correspondência de frase encontradas pelo SEMrush. No nosso caso, para a palavra “camisetas”, foram encontradas 5.072 correspondências.

Como você pode ver, ao lado da lista de palavras-chave, a ferramenta também mostra informações que podem ajudar a avaliar melhor essas palavras:

  • volume de tráfego;
  • CPC médio;
  • densidade de concorrência;
  • resultados;
  • tendências;

Ele também permite ver os dados de SERP (search engine results page) para cada palavra-chave.

Ao analisar esses dados, você pode avaliar quais palavras-chave podem ser usadas da maneira mais eficaz para atingir seu público e seus esforços de SEO.

Palavras-chave relacionadas

Agora, vamos fazer o mesmo procedimento para as palavras-chave relacionadas. Veja o relatório:

SEMrush palavras-chave relacionadas

Agora foram apresentados 1.624 resultados.

O relatório de palavras-chave relacionadas amplia a busca e mostra não somente as palavras estreitamente relevantes, mas também as relacionadas em semelhança. No nosso caso, apareceu a palavra “blusa” e seus derivados.

Este relatório é útil quando você está tentando ampliar seu conteúdo e atrair novos públicos para o site. Com o relatório de palavras-chave relacionadas, você pode identificar palavras-chave que poderia usar para construir conteúdo de relacionamento. Isto é, de início de funil.

Repita todo o processo para cada um dos tópicos que você listou no início para encontrar outros conjuntos de palavras-chave relevantes.

Passo 5: Utilizando a ferramenta Keyword Difficulty

A ferramenta chamada Keyword Difficulty, do SEMrush, permite que você descubra o quão difícil seria para se apoderar das posições de um concorrente em ranqueamentos de busca para determinada palavra-chave.

Obviamente, tudo isso é relativo e nunca será exato, apenas um cálculo da ferramenta, mas que pode ser muito útil se usado corretamente para analisar dados.

A ferramenta analisa outros domínios ranqueando para um palavra-chave e dá uma estimativa percentual do quão difícil é para ranquear essa palavra-chave.

Veja na tela abaixo o resultado da análise da dificuldade para palavras-chave relacionadas a “camisetas”:

SEMrush dificuldade de palavra-chave

Como você vê, essas palavras-chave são bastante competitivas. Use-as para estimar e planejar sua estratégia de SEO.

Enfim, o SEMrush é uma ferramenta fantástica para analisar algumas métricas essenciais de SEO, e com o uso você descobrirá novas funcionalidades para o seu serviço de freelancer.

Como usar a ferramenta para fazer uma pesquisa de palavras-chave?

Construir uma estratégia de SEO exige que você se concentre em uma coisa: palavras-chave. E ao se concentrar em certas palavras-chave que você gostaria de empregar organicamente, você está dizendo ao seu público que conhece bem aquela área.

Ao pensar no que você gostaria de anunciar, pode parecer fácil dizer no que você deseja focar, no entanto, antes de tomar essa decisão você deve realizar pesquisas de palavras-chave para garantir que as suas, em específico, estejam em um intervalo plausível de busca.

O SEMrush torna transparente a procura por uma determinada palavra-chave a fim de que você tome as devidas providências. Com ele, pequenos empreendedores e freelancers, como você, podem classificar palavras-chave com base em sua popularidade. Para fazer uma pesquisa completa, vamos começar com a análise delas.

Análise de palavras-chave

Durante a fase de análise, você começa pesquisando uma palavra que tem tudo a ver com o seu negócio (ou cliente), como “doces”. A partir daí você verá informações detalhadas que ajudarão a tomar decisões. O primeiro bloco a se notar são as seções Organic & Paid Search, que revelam informações estatísticas importantes.

Ali podemos ver o volume de pesquisas. Quando se trata de palavras-chave como essa, que têm um grande volume de pesquisa, você precisa criar ampla autoridade para sua marca a fim de conseguir se classificar bem. Você pode criar autoridade por meio de conteúdo e estabelecendo sua presença na web.

Por isso, é importante conhecer limites e entender que, inicialmente, esse não poderia ser o seu alvo. Para encontrar um alcance mais específico, seu passo inicial deveria ser conhecer a concorrência. Se você já conhece outra empresa no mesmo nicho, sinta-se livre para verificar que palavras-chave ela utiliza, pesquisando seu domínio no SEMrush.

Se não tem concorrentes diretos ou não conhece nenhum deles, não tem problema. Você pode pesquisar no SEMrush seu próprio endereço e ter uma ideia de quais palavras-chave já são associadas à sua marca.

Foque em categorias e frases

Se você não tem nenhuma palavra-chave associada ao seu domínio, tudo bem. A melhor coisa a fazer, então, é uma lista das categorias nas quais você quer classificar sua empresa ou a empresa do seu cliente. Ao fazer essa declaração, você pode determinar em que palavras-chave focar.

Ao pesquisar essas várias categorias, podemos determinar quais palavras-chave melhor se adequam aos seus esforços de SEO. Volte para a página de visão geral das palavras-chave e veja que, diretamente sob os dados orgânicos e de pesquisa paga, na parte superior, podemos ver dois relatórios que auxiliam a descoberta de novas palavras-chave.

A seção Phrase Match e Related Keywords sempre exibirá variações de palavras-chave em que você pode concentrar seus esforços de SEO. Se você agora já sabe que a palavra “doces” está fora do seu alcance, depois de encontrar as palavras-chave ou áreas que está procurando pode reduzir sua lista.

Aqui é onde você encontrará palavras-chave do tipo long tail para a sua lista. Quanto maior ela for, mais fácil será se classificar. Isso acontece porque à medida que o termo fica mais longo, a consulta se torna mais específica e limitamos a quantidade de pessoas que buscam esse termo, diminuindo a demanda por ele.

O outro quadro, de palavras-chave relacionadas, lhe dará variações do termo pesquisado, no caso “doces”. Ele vai ajudá-lo quando você quiser focar em uma categoria específica.

Aumentando as limitações de palavras-chave

É possível fazer seu relatório ficar ainda mais específico. Depois de encontrar algumas palavras-chave que deseja segmentar, adicione uma localização geográfica e especifique aos motores de busca que você gostaria de vender “doces em Belo Horizonte”.

Quanto mais específico você puder ser, melhor, como já explicamos. Qualquer pessoa que pesquisar isso no Google, provavelmente vai querer clicar em seu site devido à importância dele para essa palavra-chave.

Como funciona o Keyword Magic Tool?

A essa altura você já entendeu que pesquisar por palavras-chave envolve brainstorming e é uma atividade que precisa ser feita com regularidade, usando algumas ferramentas de SEO específicas. Para alcançar os melhores resultados, é preciso escolher as palavras-chave mais relevantes, o que é mais fácil de se falar do que fazer.

Então, muitos profissionais se perguntam: como conduzir uma pesquisa de palavras-chave dinâmica que cobre palavras-chave relevantes e que continua lucrativa com o passar do tempo, conforme os consumidores mudam de ideia sobre o que querem pesquisar? A resposta é Keyword Magic.

O SEMrush inventou uma abordagem única, compilando todas as ferramentas de pesquisa em um só lugar. Keyword Magic poupa tempo na construção das suas campanhas porque calcula automaticamente o potencial de cada palavra-chave para você, com base em métricas como o volume de cliques, o nível de competição e o custo de cada uma delas.

Além disso, a ferramenta permite que você exporte até um milhão de palavras em um único arquivo, agrupando-as em nichos. Criar conteúdo de alta qualidade, otimizado para SEO com o Keyword Magic é muito mais fácil e, se o seu orçamento permitir, construir campanhas temáticas também. Experimente!

Como funciona a análise de concorrentes?

Quem usa o SEMrush corretamente tem uma vantagem quando o assunto é análise competitiva. O foco principal da ferramenta é permitir que você visualize como seus concorrentes usam palavras-chave e você pode estabelecer, a partir dele, como cada um deles usa AdWords, as principais palavras escolhidas e quanto cada clique custa para eles.

O SEMrush lhe permite estabelecer quais são seus concorrentes principais e quais termos fornecem a eles mais tráfego. Para fazer isso, siga este passo a passo simples:

  1. digite sua própria URL na caixa de pesquisa principal e selecione a área que deseja segmentar;
  2. verifique suas palavras-chave principais e anote isso;
  3. selecione seus cinco melhores concorrentes;
  4. faça o mesmo para cada um deles;
  5. compare suas palavras-chave com as deles;
  6. clique em “positions” no menu esquerdo e examine informações mais detalhadas do seu próprio site e de cada concorrente. Isso lhe dará uma compreensão mais detalhada do desempenho das palavras-chave que cada um está usando.

O que é SEM?

Bom, você já sabe o que é SEO (search engine optimization) e aprendeu como usar o SEMrush para analisar palavras-chave para o próximo conteúdo que você vai produzir.

Mas você já ouviu falar do SEM? Sabe o que significa? E qual a diferença entre SEO e SEM?

Primeiramente, o SEO inclui todas as atividades implementadas por um especialista em motores de busca. Ele tem o objetivo de melhorar o ranqueamento dos resultados orgânicos para palavras-chave estratégicas.

Por outro lado, o SEM (search engine marketing) indica o conjunto de atividades de marketing para aumentar a visibilidade de um site por meio dos motores de busca.

Podemos dizer, ainda, que o SEM se ocupa não apenas de implementar uma variedade de estratégias de marketing. Ele também serve para avaliar os retornos de ações individuais com ferramentas de análise web específicas.

Dessa forma, podemos dizer que o SEO está incluído no SEM, já que este é mais amplo que aquele. Mas nem toda estratégia de SEM é SEO.

Isso significa, para um produtor de conteúdos web, que não basta ter noções de SEO, mas é preciso entender de diversas estratégias de marketing relacionadas aos mecanismos de busca, inclusive campanhas pagas, o que sai do campo do SEO.

O SEMrush, sem dúvidas, é um software muito relevante para uma estratégia de marketing de otimização de buscas. Dominar o seu uso é um grande facilitador para quem trabalha na produção de conteúdos!

Não basta saber escrever, um profissional de conteúdo deve conhecer profundamente sobre marketing. Somente assim conseguirá um bom relacionamento com seus clientes, os quais buscam profissionais cada vez mais capacitados e completos.

Aproveite e leia o nosso artigo especial sobre Técnicas de Redação para SEO. Nele, você encontrará informações valiosas sobre como conquistar seus leitores e ranquear no Google. Boa leitura!

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *