Por Livio Santos

Administrador pós-graduado em logística que se encontrou na escrita.

Publicado em 09/12/2020. | Atualizado em 10/11/2020


Fala que te escuto! Torne a sua “voz” um poderoso instrumento de conversão, engajamento e vendas em suas campanhas digitais. Trabalhar um bom roteiro para podcast é sem dúvidas uma estratégia essencial e que faz diferença na qualidade de seus conteúdos em aúdio. Confira e aproveite as dicas!

Torne-se um especialista em produção de conteúdo!Powered by Rock Convert

Se a ideia é parecer uma conversa natural, será que vale mesmo a pena definir um roteiro para podcast? A resposta é sim e o motivo é claro: quando se segue uma estrutura organizada de falas, episódios e tarefas, tudo flui de uma forma muito mais dinâmica, coerente e, principalmente, atrativa para quem está do outro lado.

Assim como qualquer outro conteúdo digital, um podcast precisa ser baseado em estratégias bem definidas para cativar o público, converter leads, engajar clientes, transmitir informação de qualidade e até mesmo vender soluções diretamente.

Por isso mesmo, se você já tem um podcast ou pretende iniciar um novo, este post pode dar aquele empurrãozinho inicial para se começar com o pé direito e não precisar mudar de estratégia no meio do caminho!

Confere aí!

Por onde começar o meu roteiro de podcast?

Antes mesmo de saber para quem e sobre o que você pretende falar, é fundamental se fazer uma outra pergunta ainda mais importante: por que você deseja lançar um podcast?

Afinal, assim como blogs, sites e canais do Youtube, um podcast pode ter intuitos variados, desde um simples hobby, até um negócio para a sua vida.

E essa definição é o pilar básico que vai direcionar os passos seguintes, como o tempo dedicado para gravar os episódios, os temas a serem abordados, o tipo de linguagem usado e o público esperado, por exemplo.

Já sabe responder isso? Sendo assim, podemos pular para outras etapas da estruturação inicial de seu podcast. Confira as dicas!

Defina quem será a sua audiência

Aqui, estamos falando de criar a sua Persona mais perfeita possível! Ou seja, o primeiro passo de um bom roteiro para podcast (realmente estratégico) deve ser a definição de uma “pessoa fictícia”, que represente o perfil mais próximo do ouvinte que você quer atingir.

Em outras palavras, é recomendado que você trace um esboço sobre quem é essa Persona, o que ela faz da vida, qual sua idade, onde mora, o que frequenta, o que gosta ou não, o que busca e precisa, o que não quer de jeito nenhum, o que sente, pensa, deseja, sonha, entre outras inúmeras possibilidades, sentimentos e emoções.

Crie pautas interessantes

Agora você já sabe quem está do outro lado com fones no ouvido esperando suas palavras, certo? Só que não basta simplesmente escolher um tema de interesse do ouvinte e começar a falar tudo o que sabe ou pensa sobre o assunto!

Fazendo isso, sem uma pauta definida, é quase certo que você resuma todo o conhecimento em um único episódio, se embole no meio do caminho, fuja do foco principal e, até mesmo, perca o rumo da conversa.

Resultado: pode tornar seu podcast confuso, menos atrativo, cansativo e, o pior, incoerente com a proposta.

Logo, definir pautas específicas para cada episódio é estratégica básica de organização, no qual você pode listar pontos mais interessantes a serem abordados ao logo da conversa, definir um tempo mais adequado para o programa e também planejar episódios futuros – com mais fluidez – para dar continuidade ao tema.

Invista em bons equipamentos

Você se vê engajado por vídeos mal feitos e de baixa qualidade no Youtube? Ou consegue acompanhar um blog poluído e com uma leitura pouco escaneável, mesmo que o assunto seja de seu interesse?

Provavelmente não. né? O mesmo vale para a percepção dos ouvintes de seu podcast!

Muito além de uma proposta legal, de bons temas e da desenvoltura de sua fala, a qualidade do material publicado depende muito dos equipamentos utilizados nas gravações.

Portanto, tenha certeza de que o microfone de seu PC ou Note dê conta do trabalho, procure se escutar antes, prepare o local das gravações, evite possíveis transferências, ruídos, ecos ou barulhos ao fundo.

O roteiro para podcast precisa ser totalmente estruturado antes de ir ao ar?

Acima, destacamos as dicas básicas para se iniciar um bom roteiro para podcast e, sim, podemos considerar estes pontos como essenciais e indispensáveis para tornar o material mais estratégico, dinâmico e atrativo aos ouvintes.

Mas em relação a pauta em si? É preciso seguir uma estrutura fixa e pré-definida? Depende muito!

O fato é que não há uma receita pronta para se lançar um podcast, e a desenvoltura do roteiro varia de acordo com diferentes fatores, entre eles, a facilidade e fluidez na fala do locutor.

Prova disto é que há diferentes formas de se montar um roteiro para podcast! Há, por exemplo, quem simplesmente destaca os tópicos principais e consegue abordar com maestria cada assunto. Outros já dependem de uma estruturação mais definida e elaborada, a fim de guiar o rumo da conversa.

Por fim, há também quem literalmente lê o roteiro do início ao fim! Nenhuma dessas práticas desmerece ou inferioriza a qualidade de seu podcast! Só pode tornar a dinâmica um pouco diferente entre eles!

Logo, ao invés de se prender a uma estrutura fixa de seu roteiro para podcasts, é mais recomendado seguir tais conselhos:

  • defina minimamente os tópicos a serem abordados no episódio;
  • estude o tema, busque fontes externas e pratique antes;
  • use uma linguagem adequada e agradável aos ouvidos do ouvinte;
  • planeje o tempo para cada abordagem;
  • busque falar naturalmente, não tenha pressa, faça pausas entre frases e valorize a boa pronúncia,
  • reserve um tempo livre para possíveis convidados, dúvidas e interações.

Há diferenças entre roteiros para podcast e roteiros para vídeos?

Sim. Se além do podcast, você também pretende investir em canais audiovisuais, saiba que as dicas acimas podem ser muito válidas, porém nem sempre suficientes para um conteúdo de qualidade em vídeo.

Afinal, neste caso, é preciso trabalhar outras estratégias ligadas a imagem também, o que inclui, por exemplo, sua desenvoltura presencial, o cenário, a edição, a qualidade da filmagem (equipamentos) etc.

Portanto, um roteiro de podcast pode até ser útil para estratégias de conteúdos em vídeo, porém não deve ser a única base para tal estratégia, entendeu?

Enfim, essas foram algumas dicas essenciais de como montar um bom roteiro para podcast e quais táticas podem ajudar você a iniciar ou desenvolver melhor seus conteúdos em áudio. Vale reforça que, independentemente dos seus objetivos principais, o segredo do sucesso de seus materiais deve se basear na organização, na fluidez e na dinâmica de suas conversas!

Curtiu? Quer mais dicas sobre como produzir conteúdos criativos e realmente interessantes à sua audiência? Então, aproveite para baixar nosso Guia Completo e aprenda a gerar materiais incríveis a partir de suas próprias experiências cotidianas. Boa leitura!

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *