Por Samanta Jovana

Redatora da Comunidade Rock Content.

Publicado em 02/01/2018. | Atualizado em 19/05/2020


Quando pensamos na vida de freelancer, esse registro é fundamental para garantir a regularização da atividade e ainda traz alguns benefícios para o profissional. Confira aqui as principais informações sobre MEI!

Você sabia que pode ser um revisor MEI? Atuar na produção de conteúdo e ter o seu trabalho reconhecido, podendo emitir notas fiscais e aproveitar de benefícios que só são acessíveis com um CNPJ, é uma realidade. Ao longo do artigo de hoje você descobrirá o que é preciso fazer para atuar como revisor MEI e quais são as vantagens disso.

Portanto, fique atento. Se a ideia de se regularizar jamais passou pela sua cabeça, agora você vai entender por que essa é uma decisão interessante.

O que é MEI?

Mas antes, vamos falar um pouco sobre o que é ser um Microempreendedor Individual, ou MEI. A sigla diz respeito àqueles trabalhadores que executam as suas funções como pessoa jurídica e por isso tem acesso a uma série de benefícios que quem o faz como pessoa física não tem.

Pense, por exemplo, que estes profissionais podem emitir notas fiscais e tem facilidades na hora de pagar os seus impostos.

Isso porque tudo é feito com auxílio de um carnê único, que ajuda a colocar em dia a sua vida fiscal. Todavia, essa não é a única facilidade a qual os MEIs têm acesso. Estes profissionais podem também aproveitar de benefícios como a licença remunerada, caso precisem se afastar das suas funções.

Há, portanto, um conforto maior em se regularizar. Pois as incertezas típicas da vida de freelancer deixam de ser tão incertas assim. Ficou interessado? Confira os passos abaixo e entenda o que é preciso fazer para isso!

Como é feito o registro do MEI?

Para legalizar a sua atuação e obter um CNPJ, o MEI precisa apenas acessar o Portal do Empreendedor. É lá que são feitos o cadastro inicial, a retirada de um alvará de funcionamento para que você possa operar na sua casa ou em um escritório e, também, onde são emitidos os carnês tributários.

Fazer o cadastro no Portal do Empreendedor é bastante fácil. E o próprio site fornece um passo a passo que pode ser seguido pelos microempreendedores individuais. Além disso, o processo é completamente online.

Isso significa que não será preciso sair de casa para se regularizar, inicialmente. Todavia, no momento da emissão da sua primeira nota fiscal será preciso obter autorização junto a prefeitura da sua cidade. Esteja ciente disso para não atrasar seu cronograma.

Em que categoria me cadastrar?

O MEI não tem uma categoria específica dedicada à revisão. O que significa que ao fazer o seu cadastro você poderá ter dificuldades para encontrar a opção certa. Mas estamos aqui para ajudar.

Serviços de revisão ortográfica e gramatical, adequação às normas técnicas, formatação e organização textual e revisão de textos já diagramados todos se encaixam em uma só categoria. A de Editor de jornais, livros e revistas.

Mas nada o impede de se cadastrar como MEI em mais de uma categoria. Isso significa que, como revisor, você pode cadastrar-se também como Digitador.

Assim, você garante que cobriu todas as bases e que não terá problemas legais com relação ao seu registro.

Como pagar meus impostos?

Outra parte muito importante de se entender ao se cadastrar como revisor MEI é aquela que diz respeito ao pagamento de impostos. Afinal, depois de regularizar-se, será sua obrigação manter-se em dia com o fisco. É essa pontualidade que garantirá o recebimento de benefícios, como aqueles que você pode obter ao ser afastado da sua função.

Felizmente, pagar os seus impostos como MEI é muito simples. Basta acessar o Portal do Empreendedor, clicar em “Já sou MEI” e em “Pague a sua contribuição mensal”. Lá você terá as opções de fazer o pagamento por débito automático, online, por meio de um boleto ou até de parcelar o saldo devedor.

Quais impostos precisam ser pagos?

Quando você opta por se tornar um revisor MEI, tem de arcar apenas com uma taxa única mensal. Ela diz respeito a prestação de serviços e, atualmente, está fixada no valor de R$51,85.

Este valor é pago na forma de 12 parcelas iguais, uma para cada mês do ano. Você pode adiantar os pagamentos, mas cuidado para não os atrasar. Neste caso, multa e juros podem incidir sobre o valor acima, inflando-o.

Powered by Rock Convert

Quais são as vantagens de ser um revisor MEI?

Existem uma série de vantagens que você pode experimentar depois de regularizar a sua atuação profissional. E elas vão muito além da consolidação dos impostos pagos em um único carnê mensal.

É claro que é uma ótima ideia obter a isenção de uma série de impostos federais. E isso será perceptível logo no início da sua atuação. PIS, IPI, CSLL, Cofins e Imposto de Renda passarão a não mais fazer parte da sua vida.

Mas tornando-se um MEI você poderá também, por exemplo, abrir uma conta corrente como pessoa jurídica. Esse tipo de conta bancária oferece algumas vantagens que podem ser atrativas para você. Linhas de financiamento exclusivas para a compra de equipamentos, como um novo computador, são apenas uma delas.

Outro benefício óbvio de se regularizar é ter acesso à previdência federal. Isso significa auxílio maternidade e doença, aposentadoria e licenças remuneradas, como citamos anteriormente.

Como funciona a emissão de nota fiscal?

Por último, vamos falar da emissão de notas fiscais. Muita gente conhece os outros benefícios de se regularizar, mas fica com receio de ter de fazer essa parte mais “burocrática”.

Entretanto, hoje a emissão de notas é uma tarefa muito fácil. Você precisará apenas se apresentar à Prefeitura da sua cidade e eles mesmo podem fazê-la. Em geral, os portais municipais contam com uma área dedicada ao microempreendedor, onde ele pode fazer a solicitação de notas fiscais, que ficam prontas em alguns dias.

Mas emitir notas assim pode ser desconfortável. Por isso, o ideal é fazer um cadastro junto a Prefeitura e validá-lo em um cartório. Assim, você recebe um documento que o permite imprimir suas próprias notas fiscais, em qualquer gráfica.

De posse delas, basta preenchê-las conforme for necessário. Ou, adquirir um certificado digital, para fazer sua emissão pela internet.

E aí, gostou de saber o que é preciso fazer para se tornar um revisor MEI. Ficou interessado nas vantagens que você pode obter com isso? Esperamos que sim.

Aqui na Comunidade Rock Content queremos sempre incentivá-lo a fazer o que é melhor para a sua carreira. Por isso produzimos um e-book inteiro sobre o assunto. Baixe nosso Guia Definitivo para se tornar um MEI agora mesmo!

Posts populares com esse assunto