Lupa para Revisão de Conteúdo

Revisão de Conteúdo: o que eu preciso saber para começar nessa carreira?

Se você quer trabalhar com revisão, primeiro deve se perguntar como estão as suas habilidades em: leitura, linguagem, aprendizado, dar feedbacks construtivos.

A revisão de conteúdo não é uma carreira para qualquer um. Antes de ingressar nessa profissão você precisa levar em consideração uma série de fatores, que podem determinar se você se dará bem nela. Se você chegou até aqui, é provável que está considerando uma carreira em revisão de conteúdo, todavia definitivamente ainda tem as suas dúvidas.

Será que você tem as habilidades e características pessoais que formam um bom revisor de conteúdo? A vida de freelancer tem suas vantagens e desvantagens e, antes de ingressar nessa jornada, é preciso que você as considere com atenção.

Por mais que pareça simples obter uma carreira como revisor freelancer, ela vai muito além da capacidade de observar textos em detalhe. É claro que você precisará ser um profissional atento e capaz de perceber erros que outras pessoas não veriam, mas essas não são as únicas habilidades que serão necessárias para você daqui por diante.

Um bom revisor de conteúdos é, antes de tudo, uma pessoa capaz de seguir o briefing delineado pelo cliente. Ou seja, de nada adianta que este profissional corrija todos os erros em um material se ele deixa passar características que desagradam quem lhe contratou.

Talvez você tenha se contemplado muitas vezes e repetido para si mesmo que daria um ótimo revisor de conteúdo. Afinal, você tem um bom vocabulário, é habilidoso com a língua e conhece as normas gramaticais como ninguém. Confira, a seguir, as perguntas que você deveria fazer a si mesmo antes de mergulhar de cabeça nesse projeto.

Consigo passar longos períodos de tempo fazendo a leitura de conteúdos sem me cansar?

Uma das primeiras coisas que você deve considerar ao decidir trabalhar com revisão de conteúdo é a sua habilidade de leitura. É provável que você ache que esta é uma característica que todos os profissionais de revisão dominam, afinal, a maioria deles gosta de ler, não é mesmo?

Mas é aí que você se engana. Uma coisa é gostar de ler conteúdos que são do seu interesse, como livros que contam uma saga impressionante ou materiais que falam do seu hobby favorito. É outra coisa, bastante diferente, ler profissionalmente conteúdos de todas as naturezas.

Você deverá, se optar por uma carreira na revisão de conteúdo, estar preparado para passar boa parte do seu dia lendo e conferindo a coerência, coesão, gramática e ortografia das ideias de terceiros. E isso pode ser uma tarefa entediante, na melhor das hipóteses.

Lembre-se que você optou por transformar a revisão de conteúdos no seu trabalho, o que significa que a tarefa não necessariamente será prazerosa o tempo todo. É preciso ter em mente que boa parte das suas horas acordado são passadas lendo e, ingressando na carreira de revisor freelancer, mais horas ainda serão dedicadas a essa atividade.

Se você acredita que não tem o que é preciso para passar longos períodos de tempo fazendo a leitura de conteúdos sem se cansar, talvez uma carreira em revisão de conteúdo não seja para você. Agora, se você acha que pode tirar de letra essa parte da profissão é hora de conhecer outros de seus desafios.

Tenho interesse na área de linguagem?

É óbvio que um redator freelancer precisa ter uma coisa, acima de todas as outras: afinidade com o seu idioma. Mesmo porque, ele será o guardião da língua portuguesa para todos os seus clientes e garantirá que o idioma seja colocado em prática com perfeição.

Por isso mesmo é impreterível que um revisor de conteúdos freelancer tenha não apenas boas habilidades linguísticas bem como um imenso interesse na área da linguagem. Mesmo porque, é provável que você já tenha ouvido por aí a seguinte informação: a língua é viva.

Isso significa que o nosso idioma está em constante transformação e os conhecimentos que você adquiriu na escola, por exemplo, provavelmente não são mais os adequados para fazer a revisão de um texto. Pense na Reforma Ortográfica como um marco e avalie quanta coisa mudou desde que você saiu do colégio.

Ter um interesse constante na área de linguagem é o que fará com que você consiga um posicionamento bom dentro do mercado. Um revisor de conteúdo dedicado definitivamente não passa muito tempo sem aprender novas coisas e é, essencialmente, curioso.

Essa curiosidade que o move faz com que ele aprenda novas coisas o tempo todo. Ao se deparar com um termo ou palavra que desconhece, este revisor não assume que ele está errado e sim dedica parte do seu tempo para a realização de uma pesquisa.

É essa capacidade de ser apaixonado pelo próprio trabalho que faz com que uma pessoa se torne um grande revisor freelancer.

Estou em constante aperfeiçoamento?

Mas nem só de interesse vive o homem. Por mais que você tenha ampla vontade de aprender coisas sobre a língua, o estudo como autodidata nem sempre é exatamente o ideal para fazer com que isso aconteça.

Entramos então em outra das características que fazem um bom freelancer de revisão de conteúdo: a sua capacidade de investir em aperfeiçoamento constante. Estamos falando de cursos, workshops, seminários e tudo o mais que possa fazer com que você desempenhe a sua função com mais habilidade.

Ter um interesse na área de linguagem é o bastante para fazê-lo começar a se interessar pela revisão de conteúdo, mas é o constante aperfeiçoamento que garantirá a sua manutenção no mercado. Afinal, não é só a língua que muda.

As habilidades exigidas de um revisor freelancer também tendem a se diferenciar com o passar do tempo. Se antes esses profissionais trabalhavam essencialmente com livros e artigos acadêmicos, hoje boa parte do que fazem é revisar conteúdo para a web.

Você obviamente consegue perceber onde queremos chegar. Esses três tipos de jeitos de se revisar um texto são completamente diferentes e obedecem a princípios distintos. Como mencionamos, a revisão para web tem um diferencial que faz dela tão complexa: um briefing.

Por isso, estar em constante aperfeiçoamento é entender que você não pode ficar para trás quando o assunto é a sua própria carreira. E é investir em si mesmo, com a esperança de obter bons frutos no futuro.

Sou bom para passar feedbacks significativos para as pessoas?

Há, todavia, outra coisa que revisores fazem todos os dias e não qual precisam ser exímios profissionais. A transmissão de feedback.

Chamamos de feedback tudo aquilo que é dito para o redator de um texto, a fim de amplificar suas habilidades. Ao terminar o seu trabalho, é costumeiro que um revisor de conteúdo envie uma mensagem para que o escreveu, passando algumas dicas que podem ajudar essa pessoa a produzir textos ainda melhores.

Em algum momento da sua experiência como profissional de revisão isso já lhe aconteceu? Se não, é hora de começar a pensar o que você faria nesse tipo de situação.

Se um revisor de conteúdo não é bom para passar feedback para redatores, ele é um profissional incompleto. Sua atuação se limita ao papel corretivo e não funciona, de forma alguma, para otimizar o processo da produção de conteúdo.

No longo prazo isto pode ser um problema. Todos nós preferimos trabalhar com pessoas que fazem o possível para melhorar os seus ambientes de trabalho (ainda que eles sejam completamente virtuais) e um revisor que não sabe passar um bom feedback pode ser preterido para tarefas mais complexas.

Por isso, uma das coisas que você precisa aprender antes de ingressar nessa profissão é como conversar com os seus colegas de trabalho. E como fazer com que eles entendam que seus erros podem ser melhorados com um pouco de esforço.

Observo detalhes com muita atenção?

Chegamos, finalmente, ao ponto que muitos revisores de conteúdo levantam como o principal de suas profissões. A capacidade de observar e se ater a detalhes, notando o quanto eles podem influenciar o todo.

Você pode não ser a melhor pessoa para resolver jogos dos sete erros, mas isso não necessariamente significa que você é ruim em observar detalhes. Cada um de nós tem um tipo de memória diferente e algumas pessoas conseguem entregar um desempenho melhor do que as outras em atividades extremamente visuais.

Como revisor de conteúdos seu papel é outro. É ler e compreender um texto, em busca das partes que estão faltando (ou sobrando). E essa tarefa também exige muita atenção aos detalhes e a capacidade de tomar decisões rápidas, para resolver os problemas que se têm em mãos.

Se você é capaz de perceber mudanças sutis em um texto e como elas poderiam fazer uma grande diferença, realmente a revisão de conteúdos é a tarefa ideal para você. Nesta carreira, a habilidade de ser um grande observador sempre será útil.

Considero-me alguém com facilidade para trabalhar em equipe?

O que muita gente não considera ao optar por uma carreira na revisão de conteúdos é o tanto que essa profissão é social. A maioria de nós, por imaginar que trabalhará em sua própria casa e no seu próprio ritmo, acaba esquecendo que a revisão é apenas uma parte de um longo processo.

Existem, na produção de conteúdo, uma ampla gama de etapas que devem ser completas por seus respectivos responsáveis. O funcionamento ideal dessa máquina não é difícil de se compreender.

Nele, cada um pega uma etapa de uma tarefa maior e faz a sua parte, entregando o melhor desempenho possível para os responsáveis pela etapa posterior. Então, do mesmo modo que você gostaria que redatores aprendessem um pouco mais de gramática para tornar a sua tarefa mais fácil, é provável que exista alguém na cadeia que precisa que você performe seu trabalho com mais precisão.

Dá para entender onde queremos chegar, não é? Um revisor deve saber trabalhar em equipe, fazendo o máximo que estiver a seu alcance para otimizar suas entregas e ser uma peça eficiente da produção de conteúdo.

Sou organizado e consigo cumprir prazos?

Por último deixamos uma das perguntas fundamentais que definirão se você pode ou não se tornar um revisor de conteúdo. Nos referimos, é claro, ao compromisso que você tem com as suas tarefas.

Assim como qualquer outro profissional freelancer, o revisor de conteúdo precisa ter muita disciplina e isso não é novidade. Mas essa disciplina não pode ser observada apenas na manutenção de uma rotina de trabalho estável.

Ela está, na verdade, diretamente conectada com a probabilidade que um revisor tem de conseguir cumprir com a sua palavra. Fará uma diferença e tanto na sua carreira ser alguém que combina um prazo e consegue entregá-lo, que marca uma atividade com um cliente e não o deixa na mão e assim por diante.

Igualmente, sempre será um problema para o profissional que trabalha por conta própria não conseguir se organizar. Afinal, ele não tem com quem contar para gerenciar a sua rotina de trabalho e deve fazer isto sozinho.

Portanto, se você tem dificuldades para se organizar e não consegue nunca cumprir um compromisso no prazo acordado, provavelmente a revisão de conteúdo não é a carreira para você. Mas se essas coisas fazem parte da sua rotina como profissional você passou no teste e está pronto para ingressar numa profissão muito recompensadora.

Como com qualquer outro trabalho que é possível se fazer sem sair de casa, a revisão de conteúdo não é para qualquer um. Ela exige muita disciplina e a capacidade de dedicar uma quantia significativa do seu tempo às atividades profissionais, sem que ninguém o pressione para isso.

Conclusão

Se você estiver determinado a começar uma carreira como freelancer e acreditar que essa carreira pode estar na revisão de conteúdo é provável que conseguirá persegui-la com sucesso. Mas antes, leve em consideração todos os pontos que foram levantados ao longo deste texto.

Com dificuldade para superar essas adversidades e dúvidas sobre a sua capacidade de entregar bons resultados, sua carreira em revisão de conteúdo não irá a lugar nenhum. Por isso, tire um tempo para pensar antes de se comprometer com esse tipo de trabalho.

A partir do momento em que você decide trabalhar com revisão de conteúdo, sua vida mudará drasticamente. Seja este o seu trabalho em tempo integral ou algo que você faz nas horas vagas, a revisão de conteúdo pode exigir muito da sua mente.

Para ajudá-lo, a partir do momento em que você decidir trabalhar com revisão de conteúdo, preparamos um material especial. Confira a Checklist de Revisão de Conteúdo!

Checklist de Revisão de Conteúdos Web