Por Amanda Gusmão

Amante do homeoffice, geek old school e mãe de dois pequenos padawans.

Publicado em 10/04/2018. | Atualizado em 08/02/2019


O que é preciso para ser um redator mais produtivo? Você já deve ter feito essa pergunta, por isso, escolhemos algumas das melhores dicas para que você possa aumentar a sua produção — sem deixar a qualidade de lado!

Imersão Freelancer - maior curso online gratuito do BrasilPowered by Rock Convert

O segredo do redator produtivo não está no alto consumo de café. Bom, na verdade, ele pode até ajudar quando é preciso dar um boost na concentração, mas para o volume de conteúdos criados com qualidade, não existe nenhum milagre ou bebida turbinada que faça milagres.

Mas calma, não desanima, nem joga seu estoque de café fora porque aqui no blog da Comunidade Rock Content trabalhamos com ótimas soluções para seu desenvolvimento profissional.

Se seu objetivo é ficar mais produtivo, neste post você vai encontrar uma fórmula mágica. Uma mistura que, quando bem realizada, otimiza seu método de criação, revisão, e claro, seus lucros. E se é mágico, funciona, não é mesmo? Dá um confere aqui.

Estabeleça uma meta diária

Se estamos falando de performance, precisamos estabelecer parâmetros para medir a produtividade, não é mesmo? Quem te garante que você já não é o redator mais produtivo que conhece?

Mas sua conta bancária e seus sonhos de consumo clamam por mais investimentos, então, sempre dá para melhorar.

E para dar um up na sua performance, é preciso entrar um pouco na matemática da coisa e estabelecer boas metas. Para começar, responda as seguintes perguntas:

  • Quanto ganho atualmente no final de 30 dias?
  • Quanto gostaria ou precisaria ganhar?
  • Quanto tempo tenho disponível para escrever na semana?
  • Quantas palavras escrevo por dia?

Com essas respostas na mão, fica fácil saber o que precisa ser melhorado. Se você ganha R$1.000,00, mas precisaria dobrar seus recebimentos, é hora de mexer na gestão do tempo, por exemplo.

Se tem 5 horas de dedicação em todos os dias úteis da semana para escrever, temos:

Tempo trabalhado no mês: 5 horas x 21 dias úteis = 105 horas úteis

Juntando uma ponta na outra, sua performance atual é de 105 horas trabalhadas para lucrar R$1.000,00. Então, cada hora trabalhada equivale a R$9,52.

Você pode comparar esses valores com o volume de palavras escritas, que é outro parâmetro importante para sua produtividade e performance.

Então, nas 105 horas trabalhadas no mês, você produziu 20.000 palavras, em média 40 textos que totalizaram os R$1.000,00. Se você não pode aumentar sua disponibilidade de tempo para suas redações, então deve otimizar o tempo (e como dá para fazer isso, viu?! Continua lendo para ver).

Com esses parâmetros e um pequeno plano estratégico, é possível estabelecer uma meta para aumentar o volume de escrita para 50, 60 ou 80 textos.

Bingo! Habemus meta!

Padronize seu processo produtivo

Com a meta estabelecida, você saberá onde está e onde quer chegar. Mas, e o caminho? É a criação de um processo de escrita padronizado.

Antes que você pire, a ideia não é fazer uma produção em série de textos concretados sem vida ou criatividade, muito longe disso.

Padronizar a forma de produzir seus textos ajudará na organização do trabalho, e isso sim vai tornar você uma máquina de redação, mas com alma e criatividade livres para desenvolver conteúdos incríveis.

Então, mapear a forma como você produz o texto é o primeiro passo. Cronometrar o tempo gasto nas etapas também ajudará a identificar pontos de melhoria. Normalmente um processo de redação web é resumido em:

  • estudo da pauta;
  • estudo da persona;
  • leitura das referências;
  • criação de uma estrutura para o texto;
  • definição de hiperlinks;
  • desenvolvimento do conteúdo;
  • revisão; e
  • envio.

Alguns redatores preferem ler as referências ao mesmo tempo que elaboram a estrutura do texto, enquanto outros mandam bem ao iniciar o processo pelo esqueleto do que será sua redação para, posteriormente, fazer suas pesquisas.

Sabendo disso, você poderá testar novos formatos de processo e identificar em qual deles você tem uma performance melhor.

Estude técnicas de redação regularmente

Estudar nunca é demais, ainda mais quando se tratam de técnicas de redação, estilos de escrita e outras ferramentas para aumentar a qualidade do seu conteúdo.

Quando você já está familiarizado com o que está sendo pedido em determinada pauta, desenvolve o conteúdo de forma muito mais natural e fluida, ao contrário daqueles que precisam pesquisar do que se trata, e sem nenhuma experiência prévia, se lançam na tentativa do acerto.

Um cliente pode solicitar um texto narrativo, jornalístico, de opinião, ou ainda, demandar que técnicas de storytelling sejam utilizadas para enriquecer o texto.

Estudar previamente tais técnicas permite que você exercite e corrija as falhas no treino, e não quando o jogo está valendo sua autoridade como redator, e claro, a satisfação do seu cliente.

Uma boa dica é estratificar seus estudos. Dedique um tempo para resumir textos, melhorar frases que encontrar pela web, criar diálogos entre personagens, desenvolver metáforas etc.

Desenvolva sua criatividade

Talvez você não saiba, mas sua criatividade pode ser tão incrível como a da J.K. Rowling, autora de Harry Potter, musa, rainha, absoluta da escrita. Na dúvida, trabalhe essa habilidade como uma “pedra filosofal” bruta que precisa de doses diárias de incentivo.

Nesse ponto, vale quase tudo. Ler sobre temas variados, sobre sua especialidade, escrever um blog de opinião, fazer aula de dança e movimento, conversar com especialistas, inventar histórias para seus filhos, cozinhar e uma lista infindável de ações.

E por quê essa amplitude de possibilidades? Porque desde que você esteja atento aos incentivos que aquela ação esteja oferecendo, sua criatividade estará em desenvolvimento.

Assim, em algumas situações o desenvolvimento da criatividade será direcionado para algo específico, como ampliar seu vocabulário e conhecimento ao ler um livro sobre inovações tecnológicas, para outras, o objetivo será justamente de alongar suas ideias, testar combinações de palavras e encontrar novos caminhos para sua escrita.

Dê adeus para a preguiça e a procrastinação

Depois de percorrer as maravilhas do desenvolvimento da criatividade, é preciso colocar o pé no chão. Sim, porque até mesmo a Netflix pode ser uma ótima fonte para isso, mas se não houver limites, você se perderá entre a preguiça e a procrastinação.

Aliás, freelancers nunca ouviram tanto uma palavra como procrastinação, essa mesmo pro-cras-ti-na-ção. Ela é um dos fantasmas de suas rotinas, principalmente aqueles que se dedicam integralmente a atividade.

Como estão livres dos chefes, que, aliás, não sentimos saudades nenhuma, têm controle de seus horários e podem fazer seus projetos da forma que quiserem, certo? Não, não é bem assim.

Lembra da meta? Da sua conta bancária? Daquela viagem que está planejando? Da mensalidade da faculdade que precisa pagar? Todas essas obrigações chamam a responsabilidade do redator, mas principalmente, seu compromisso com o cliente.

Então, nesse cenário, é preciso ter um controle do tempo produtivo, fazer com que ele se torne sagrado. Usar aplicativos com timers, por exemplo, é uma ótima dica.

Eles fazem com que aquelas 5 horas que você estabeleceu para produção de textos sejam cumpridas rigorosamente.

Administre interrupções

Já que estávamos falando de aplicativos no tópico anterior, abordar as interrupções é muito importante. Eles não só podem ser utilizados para cronometrar seu tempo total de trabalho, como também administrar intervalos de atenção.

A técnica Pomodoro é conhecida por muitos e se baseia no intervalo de 5 minutos a cada 25 minutos de trabalho para que o ciclo de atenção seja mais bem aproveitado. Até aí, tudo bem. São interrupções saudáveis e necessárias para a qualidade e produtividade.

As paradas que atrapalham mesmo são aquelas para dar uma olhadinha no Facebook, se inscrever em milhares de sorteios fakes no Instagram e bater papo no Whatsapp, porque, além de roubarem seu tempo útil precioso, te desconectam totalmente do foco em que estava.

Lembra que falamos que dava para aumentar e muito a produtividade de sua hora trabalhada? Então, eliminar interrupções vazias é uma das maneiras.

Duas boas dicas para isso é pensar que você terá outras 11 horas restantes no dia para fazer estes contatos, e que deixar que eles infiltrem suas horas úteis de trabalho é o mesmo que aumentar seu custo de produção, diminuir seus lucros.

Peça dicas para um redator produtivo

Por fim, invista no networking com outros redatores e troque informações. Muitas vezes o conhecimento de um pode complementar o do outro e fazer com que os dois otimizem suas linhas produtivas e conquistem melhores resultados e ganhos financeiros.

A Comunidade de freelancers da Rock Content no Facebook está cheia de bons exemplos e de profissionais dispostos a compartilhar seus conhecimentos, e como vêm de áreas distintas, trazem consigo outras vivências que podem agregar ainda mais no controle de produtividade.

Não é incomum ver por lá engenheiros, administradores, farmacêuticos, designers, jornalistas, historiadores, comunicadores, publicitários e por aí vai. Já imaginou como essa mistura pode ser incrível para seu networking?

Já faz parte dela? Quer conhecer outros freelancers com foco em se tornar um redator produtivo? Então, sugiro que você se torne um freelancer de redação da Rock Content e se conecte com essa turma já.

banner levantada de mão redação

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *