Por Gustavo Grossi

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 10/06/2017. | Atualizado em 16/06/2017


Criar conteúdos para públicos específicos é um excelente método de encontrar clientes que se encantarão pelo seu trabalho. Mas, antes, é preciso se especializar no tema que eles abordam.

Cada vez mais redatores estão buscando se especializar em alguns temas, principalmente para atender a mercados exigentes e demandas cada vez mais direcionadas. Se tornar um redator especialista não é tarefa fácil, mas é um desafio que vale todo o esforço. Afinal, esses profissionais podem ganhar muito mais do que redatores leigos, pela maior dedicação envolvida no trabalho.

Se você já é um especialista em um assunto, que tal aprender a faturar com esse conhecimento? Quer se tornar um redator especialista e ter uma nova opção de renda para a sua carreira? Então continue lendo!

Por que os especialistas fazem artigos melhores?

Ao receber uma pauta para produzir, a primeira ação do redator é buscar por referências. Como o próprio nome diz, elas existem para situar o redator nas particularidades do assunto, ajudá-lo a entender melhor um tema para que ele possa escrever um conteúdo relevante sobre o assunto.

Sem referências para embasar a escrita, o artigo se torna um produto inútil, que não agrega nada para o leitor e pode até criar dúvidas sobre a temática.

Entretanto, mesmo com as melhores referências, um redator leigo consegue aprender apenas até um certo nível. A dedicação necessária para dominar um assunto é incompatível com a disposição de tempo de um redator freelancer, ainda mais se o objetivo dele não é se especializar.

Por outro lado, um redator especialista produz conteúdos de nível bastante superior em termos de qualidade e eficiência. O domínio da temática, a compreensão de detalhes do mercado e até mesmo a intimidade com o público-alvo do setor são qualificações que explicam essa diferença. Na realidade, muitas empresas têm o hábito de terceirizar a produção de conteúdos de atração, mais rasos, e manter profissionais no quadro interno produzindo materiais de direcionamento aprofundado.

O redator especialista consegue produzir conteúdos de forma mais didática, pois é capaz de destrinchar os assuntos com riqueza de detalhes. Há, atualmente, um déficit de conteúdos produzidos por especialistas na web, o que resulta em uma oferta de aprendizado superficial aos públicos.

Por esse motivo, as plataformas de escrita e os clientes costumam valorizar mais a produção especializada, em comparação com o trabalho de um redator leigo, pela garantia de um conteúdo mais rico. Assim, se tornar um redator especialista pode ser não apenas uma opção de trabalho, como também uma alternativa viável para multiplicar a sua renda.

Quais setores precisam de redatores especialistas?

Todos os setores têm demandas por um redator especialista. Entretanto, alguns nichos estão mais em alta com estratégias de marketing de conteúdo e podem ser ótimas áreas para se especializar. Nesses mercado, ainda há poucos profissionais desse tipo, e estar na vanguarda do movimento é uma grande vantagem competitiva.

O setor agrícola, por exemplo, tem conhecimentos muito específicos envolvidos. É um mercado com muitas possibilidades para especialização, assim como conteúdos sobre direito, economia e finanças. Esses temas costumam ser evitados pelos redatores leigos, pelo alto nível de detalhes necessários para criar um conteúdo relevante nessas áreas.

Como ser um redator especialista?

A melhor forma de se tornar um especialista é por meio de muito estudo.

Para começar, escolha um tema para se aprofundar. Encontre as empresas que são referência no assunto e os profissionais que mais falam publicamente sobre ele. Tome notas sobre os tópicos que surgem com maior frequência e pesquise sobre eles. Se estão na boca dos profissionais, são relevantes para produzir conteúdo.

Como um redator especialista, você precisará, por vezes, falar com públicos pouco ou nada amplos. Para isso, procure analisar como o consumidor do mercado que você escolheu para atuar se comporta.

Por exemplo, se você escolheu se especializar em arquitetura e percebeu que a maioria das empresas escreve para clientes totalmente leigos, imagine o que você, como leigo, gostaria de saber sobre arquitetura.

Vá tirando suas dúvidas em blogs com conteúdos produzidos pelas empresas e preste atenção na forma como a linguagem foi utilizada. Esse trabalho de análise pode parecer esforço demais, mas existem alguns detalhes que fazem toda a diferença na comunicação entre empresa e cliente.

Pronomes de tratamento, linguagem informal, pouco uso de terminologias específicas da área, tudo isso constrói a imagem da empresa e a posiciona diante de seus potenciais clientes de uma forma ou de outra.

Como conseguir bons trabalhos?

Uma boa dica para encontrar as melhores oportunidades é procurar dentro dos mercados. Não espere que as empresas cheguem até você, vá até os clientes! Procure saber quem são os grandes influenciadores da área, quais são as empresas referência do mercado, e ofereça a eles uma prova dos seus conteúdos.

Você pode escolher temas relacionados à atividade principal das empresas e criar conteúdos sobre eles. Assim, você mantém sua prática em dia, ganha experiência escrevendo sobre o assunto e ainda constrói um bom portfólio de conteúdo para apresentar. Com isso, você mesmo cria as oportunidades de que precisa para começar a faturar como redator especialista!

Além disso, você pode se cadastrar em plataformas de escrita, que costumam trabalhar com clientes das mais diferentes áreas de negócio. Com certeza você encontrará demandas para o setor em que escolheu se aprofundar!

Conclusão

Você se lembra de que no começo desse texto nós dissemos que as empresas, no geral, costumam manter a produção de conteúdo especializado como uma demanda interna? Pois bem, como um especialista você pode virar esse jogo!

Acumulando conhecimento sobre uma editoria, você será capaz de produzir conteúdos de fundo de funil, por exemplo, com extrema facilidade. Essa habilidade é muito valiosa para as empresas!

Entretanto, apenas focar em um tema não é suficiente para ter sucesso como redator especialista. É preciso aliar todo o conhecimento sobre redação às particularidades de cada mercado. Você precisa ser bom para escrever sobre o seu tema de preferência, mas precisa ser impecável quando o assunto for redação web.

Isso envolve não apenas gramática e estrutura textual, mas também (e principalmente) copywriting, estratégias de escaneabilidade, funil de vendas e marketing de conteúdo.

E aí, se sente preparado para começar sua carreira como redator especialista? Lembre-se de estudar bastante sobre o assunto que escolher e não deixe de aprofundar seus conhecimentos em redação web. Assim, seus clientes terão em você uma verdadeira referência de produção de conteúdo de qualidade e alta relevância!

Para te ajudar a começar nesse caminho, confira nosso artigo com todas as dicas essenciais de como fazer uma redação!

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *