Por Gleice Sousa

Publicado em 13/08/2019. | Atualizado em 19/08/2019


Será que você tem todas as qualidades de um bom redator? Descubra agora algumas características desse profissional!

Muitas pessoas querem ter uma carreira bem-sucedida trabalhando como redatores para a internet. Entretanto, existem outras qualidades de uma boa escrita que podem fazer com que você seja um profissional de sucesso.

Neste texto, falamos sobre 7 características que um bom redator precisa ter para se destacar no mercado. E, caso ache que não tenha alguns dos tópicos apresentados, não se preocupe: com a prática, você poderá escrever produções completas e que convertam para seus clientes. Confira!

1. Saber antecipar as perguntas do leitor

Antes de escrever um texto, é preciso de perguntar quais as dúvidas que o leitor espera sanar com o seu conteúdo. Um bom conteúdo precisa ser completo, entender e conversar com a persona de forma que ela consiga encontrar o que estava buscando ao abrir o artigo.

Ao escrever um texto, é importante que o faça na perspectiva do leitor, e não na própria. Um exemplo claro é que alguns redatores costumam não explicar certos termos relacionados ao tema em que se está escrevendo por julgar que seja algo “óbvio demais”.

Entretanto, o leitor da sua produção pode ser uma pessoa iniciante naquele nicho e que não entende certas denominações ainda. Ao negligenciar esse fato, corre-se o risco de o leitor não entender o restante do texto, comprometendo a sua função.

2. Dar aulas por meio da escrita

Ainda seguindo o exemplo anterior de qualidades para uma boa escrita, um redator profissional precisa escrever como se estivesse dando aulas, sendo claro, sabendo explicar corretamente sobre o assunto. E não importa o tipo de texto: desde um e-book ou até mesmo uma descrição de produto, a mensagem precisa se passada de forma clara e fácil.

Uma dica para dar aulas por meio da escrita é tentar explicar sobre o assunto verbalmente, depois, comece a passar para o papel de que forma você explicaria para um amigo ou parente aquele assunto e então modifique-o para a linguagem escrita.

3. Escrever seus textos com base em dados

Uma ótima forma de dar maior credibilidade para um conteúdo é adicionar dados (e linká-los para a suas devidas fontes). É muito importante que essas informações sejam as mais atuais possíveis e que sejam linkadas para sites igualmente confiáveis.

Ao colocar um dado antigo, sem nenhum tipo de referência ou linkado para um site duvidoso, você passará a ideia de ser um site não confiável e entrará para a lista de Fake News dos leitores. Com isso, perderá público.

Você poderá usar dados vindos de sites governamentais, portais de notícias, pesquisas públicas ou realizadas por empresas privadas. Caso o texto queira mostrar algum dado especificamente seu ou da empresa para a qual você está escrevendo, é possível utilizar o Analytics do site ou dados passados pelas próprias redes sociais.

4. Saber contar histórias completas

Produções na forma storytelling estão ficando cada vez mais populares, isso porque eles conseguem prender a atenção do leitor por toda a narrativa e o coloca como principal personagem. Isso faz com que as chances dele continuar acessando o seu blog, assinar uma newsletter ou comprar um produto sejam maiores.

Mesmo que você não esteja fazendo um texto nesse estilo, é importante que o conteúdo tenha uma linha de raciocínio (introdução, meio e conclusão) assim o leitor conseguirá entender o que está sendo falado e não apenas receberá várias informações e palavras de uma vez.

Para aprender mais sobre Storytelling!
O que é Storytelling? Tudo sobre a arte de contar histórias inesquecíveis
5 técnicas de storytelling: melhore seus conteúdos contando histórias
Exemplos de Storytelling: 7 cases de sucesso de grandes marcas
Jornada do Herói: as 12 etapas de Joseph Campbell para uma boa história
O que é Storydoing? Aprenda agora a diferenciá-lo do Storytelling
Mini-curso de Storytelling: conquiste sua audiência contando boas histórias

Mini-curso de Storytelling: Conquiste sua audiência contando boas históriasPowered by Rock Convert

5. Não ter medo de reescrever um texto

Infelizmente, pode não ser possível escrever um bom conteúdo de primeira, tornando -se necessária a reescrita, situação que pode ser bem frustrante. Nem sempre estamos satisfeitos com o primeiro resultado do nosso texto e, entre escrever um conteúdo melhor e publicar um conteúdo não tão bom, a reescrita vale a pena.

Além disso, um dos principais truques para se tornar um bom redator é justamente escrever, e reescrever os seus textos é uma ótima forma de fazer isso. Essa atitude também fará com que você organize melhor os seus pensamentos ao redigir, fazendo com que as suas próximas produções sejam escritas de forma mais fluída e fácil.

6. Não se prender a conteúdos anteriores

Muitos redatores podem ter dúvidas sobre escrever sobre certos assuntos, pois acham que outros textos já publicados são completos, mas isso é um engano!

Um mesmo assunto pode ser escrito de várias perspectivas ou ter atualizações. Por exemplo: existem muitos conteúdos sobre marketing na internet, entretanto, essa é uma área que passa por atualizações constantes, além de vários profissionais terem sua própria forma de falar sobre ele.

Além disso, ao ler outros textos sobre o mesmo tema você poderá detectar informações que não foram falados ainda, então lembre-se: produções mais completas ranqueiam melhor no mecanismo de busca do Google.

Ao mesmo tempo, um bom redator também não pode se prender aos seus próprios textos antigos: todo conteúdo pode ser melhorado, seu estilo de escrita pode se aperfeiçoar e modificar conforme a sua mudança de visão de mundo.

7. Ler muito

Um bom redator é também um bom leitor. Procure ler livros (físicas ou online) dos assuntos nos quais você mais escreve, assim você poderá adquirir mais informações que poderão ser usadas nos seus próximos textos, ademais, caso seja um livro relevante, ele também poderá ser usado como fonte.

Mas não é preciso consumir apenas obas mais sérias: livros de fantasia, ficção, romances e outros temas também podem agregar muito a um redator. Você poderá conhecer novas palavras que poderão ser usadas como sinônimos, evitando a repetição excessiva, bem como terá uma noção melhor sobre storytelling.

Aqui também entram blogs, sites de notícias ou até mesmo produções antigas escritas por você (algum assunto ou informação dada em produções anteriores podem ser aproveitadas e melhoradas em seus novos textos).

E então, está preparado(a) para se tornar um bom redator? Ao aplicar essas dicas sobre as qualidades da boa escrita em seus próximos textos, você começará a ganhar prática, escreverá conteúdos mais explicativos e confiáveis, além de contar histórias envolventes para os seus leitores.

Quando finalizar as suas produções, é interessante que crie um portfólio para mostrá-los aos seus clientes. Quer saber como fazer isso? Então baixe o nosso material sobre como montar o seu portfólio como produtor de conteúdo!

Powered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto