Por Autor Convidado

pelo blog da Comunidade Rock Content.

Publicado em 01/10/2017. | Atualizado em 02/10/2017


Quer impressionar os seus clientes? Aprenda um método rápido para criar propostas profissionais sem muito trabalho!

Imersão Freelancer - maior curso online gratuito do BrasilPowered by Rock Convert

1210Artigo produzido por Sabrina Idalêncio, redatora do Vitamina Publicitária.

Como é bom ser um expert no Photoshop, Ilustrator e InDesign. Dar asas à imaginação e criar o que você quer com ferramentas incríveis é uma dádiva para quem é criativo empreendedor ou designer freelancer.

Mas a praticalidade é fundamental, e às vezes não é necessário usar a suite da Adobe ou outros programas profissionais para criar artes de alta qualidade.

Se você é profissional, sabe que a ferramenta é apenas um meio de expressão da sua arte, e os conceitos e experiência valem muito mais do que qualquer programa.

Então, se você quer impressionar os seus clientes e criar propostas irrecusáveis, este artigo será útil do começo ao fim. Confira!

Escolhendo um app para criar propostas

Aliado à necessidade de produzir cada vez mais em menos tempo, vamos indicar uma ferramenta que pode te ajudar a criar propostas de design sem precisar investir muito tempo cada vez que você precisa enviar um orçamento.

A prestação de um bom serviço passa por um excelente atendimento, formalizar o seu negócio, saber colocar um preço justo, além de realizar o trabalho dentro do prazo e com dedicação.

canva-home

Se você já tem uma estratégia de marketing para o seu negócio e precisa elaborar uma proposta comercial, o Canva é uma ótima solução.

Você sabe o quanto a apresentação visual é importante para transmitir profissionalismo e credibilidade, e essa característica também deve integrar a sua proposta comercial.

Atualmente, uma ferramenta muito interessante para criar diversos modelos de design é o Canva. Mesmo que você não seja um designer freelancer ou criativo empreendedor, pode contar com layout profissional e surpreendente.

O Canva é uma plataforma 100% online que permite ao usuário criar diversos tipos de design.

Ele tem elementos pré-configurados para todos os formatos:

  • post para blog;
  • Facebook;
  • Twitter;
  • Instagram;
  • e muitos outros!

Além de templates de diversos tipos, de infográficos a logotipos. Aqui, vamos falar sobre uma proposta comercial.

A versão gratuita oferece diversas possibilidades e, se adquirir o plano Premium, pode carregar fontes e exportar em .png com fundo transparente, além de montar a sua equipe para trabalhar na plataforma.

Alguns itens de design como imagens e outros elementos também são liberados, mas caso seja urgente você pode pagar por eles separadamente.

Nossa recomendação é conhecer o funcionamento da ferramenta e esgotar as possibilidades antes de refletir sobre os benefícios de pagar pelo upgrade.

Ah, e fazer uma proposta comercial é totalmente gratuito por meio do Canva. Vamos aprender?

Orientações gerais

Seja rápido

Envie a sua proposta o quanto antes para o cliente, e garanta que você entendeu a necessidade e especificidades do projeto. Se puder enviar em até cinco dias após a conversa com o cliente, é o ideal. Isso demonstra real interesse em resolver o problema de quem solicitou o seu serviço.

A proposta comercial deve ser mais extensa e detalhada que um simples e-mail explicativo. Deixe claro todos os detalhes possíveis, assim que o combinado não sai caro.

No entanto, para ter sucesso na negociação, o recomendável é que não ultrapasse cinco páginas. Não se preocupe com o número exato, mas seja conciso e não enrole. Às vezes a simplicidade ganha, e como designer freelancer, você sabe que menos é mais.

“A perfeição não é alcançada quando já não há mais nada para adicionar, mas quando já não há mais nada que se possa retirar.” – Antoine de Saint-Exupéry

Conteúdo é a alma do negócio

Fale sobre sua formação, experiência e seu diferencial. Conteúdo é a alma do negócio, portanto se tiver um blog, deixe claro na proposta que o cliente pode conhecer mais sobre você e seu trabalho lá.

Use neuromarketing

Seja claro em relação às suas competências, suas possibilidades, preços e prazos. Finalize colocando-se à disposição para esclarecer dúvidas e manter contato. Você pode também usar técnicas de neuromarketing em sua proposta. Já pensou nisso?

Seja persuasivo

Use o seu poder de persuasão. Convença o cliente que você é a pessoa certa para o projeto dele. Elabore uma proposta personalizada para demonstrar seu interesse pelo trabalho.

Vá além do briefing. Adeque o projeto gráfico, os parágrafos e títulos conforme o gosto do cliente, e a maneira como ele quer ser tratado. Veremos o quanto o Canva pode nos ajudar nesse sentido.

Seja profissional

A linguagem deve ser clara e objetiva. Vá direto ao ponto.

Qual a sua contribuição para o projeto? Quais resultados ele vai alcançar? Vai chamar a atenção de adolescentes para a marca devido ao layout descontraído e diferenciado? Escreva tudo isso.

É importante que você mostre profissionalismo, e por isso formalizar o seu trabalho como microempreendedor individual pode ser um grande diferencial.

Use um título interessante

O mesmo vale para o título. Seja sucinto. Algo como “Reposicionamento da marca” ou “Criação de uma conta no Pinterest” não traz ambiguidades.

O prazo é fundamental

Coloque um prazo de validade na proposta comercial. Deixe claro até qual data as condições e os valores são válidos. Assim, caso o cliente volte a conversar sobre a proposta após algum reajuste, você terá argumentos para colocar seus novos preços.

Criando uma proposta comercial no Canva

Em primeiro lugar, você precisa logar no site. Pode fazer um cadastro rápido com seus dados ou, se preferir, dê permissão para entrar com a conta do Google ou do Facebook.

Essa etapa é importante porque o Canva salva seus projetos e seus uploads para usar ou retomar algum trabalho que fique por lá a qualquer momento, mesmo que você acesse em outro computador. Essa é uma das vantagens em usar uma ferramenta on-line, além de não pesar no seu computador e deixar a sua máquina lenta.

Feito isso, basta começar a criar as suas propostas comerciais. No topo da tela você encontra diversas opções de design prontas. Se alguma te agradar, você pode mudar o texto e utilizar, sem nenhum problema. No entanto, veremos como é fácil mexer no projeto gráfico e aí, dificilmente, você vai querer usar da forma como está disponível.

canva-design

Antes de escolher os elementos da interface, é recomendável ir até a guia “Uploads” e subir alguns elementos gráficos que integram a identidade da sua empresa. Fotos, logo e outros elementos podem ser adicionados à proposta.

Para uma proposta comercial, você pode usar templates como A4, apresentação e até usar o modelo de capa de revista para criar a primeira página da sua proposta. Você pode mixar templates, e aí a coisa começa a ficar bem interessante.

canva-proposta-comercial-design

Depois é só personalizar a proposta comercial conforme o seu trabalho, seu cliente e toda a sua experiência como designer.

O projeto de layout do Canva é 100% aberto, servindo como direcionamento para posicionar os elementos. Para trocar a imagem, basta clicar na opção desejada e arrastar até o espaço em que estará colocada.

Da mesma forma, o texto pode ser substituído facilmente clicando no campo destinado a títulos e parágrafos. O próprio Canva oferece cerca de 130 fontes diferentes para você personalizar o seu projeto. Tamanhos e cores também são ajustáveis.

As cores podem ser alteradas em qualquer lugar, desde o texto até os elementos gráficos. Basta selecioná-lo e ir até a área de cor, na parte superior do editor, e clicar em cima.

Aí, vão aparecer algumas opções de cor que já existem no seu projeto e também uma paleta com as cores tradicionais. Ou você clica em um botão de símbolo “+” e personaliza a sua cor, na tonalidade e intensidade desejada.

Se você utilizar as cores que já fazem parte da sua logo, ou da identidade visual da sua empresa, sua proposta comercial vai ficar mais profissional.

canva-marca

As novidades não param por aí. Todos os itens podem ser substituídos, incluindo fundos, formas e linhas. Vá até a guia “elementos” e descubra. Dá até para inserir gráficos, caso vá agregar valor ao seu projeto.

Você pode editar todo e qualquer item do seu documento. Na parte superior, a transparência é totalmente regulável, bem como é possível enviar elementos para frente ou para trás. Por exemplo: a hierarquia imagem, elemento gráfico e texto.

Além da capa atrativa, trabalhe firme a disposição de textos e imagens dentro das páginas. Embora a recomendação é que não fique muito extenso, disponha harmoniosamente as caixas de texto com imagens, gráficos, linhas e tabelas, para tornar a leitura da sua proposta ainda mais agradável.

Outra prática interessante é usar o Canva em conjunto com a Suite Adobe seus programas mais profissionais, digamos assim. Você pode usar elementos exportados do Canva no Photoshop, Ilustrator e até em vídeos no Adobe Premiere ou Final Cut X.

Eu posso criar um projeto do zero no Canva?

A ferramenta foi criada especialmente para quem tem pouca intimidade com a construção de layouts profissionais, no entanto, se você é designer e já tem conhecimentos sobre identidade e apresentação visual, o Canva também será muito útil para o seu trabalho.

Assim você pode deixar o pacote Adobe para trabalhar no projeto do seu cliente. O Canva é muito simples de usar e não tem problemas com travamento. Você vai economizar muito tempo estruturando projetos pessoais aqui.

Para salvar seu documento, você pode selecionar entre os formatos .jpg, .png, .pdf padrão e .pdf para impressão.

Escolha o tamanho adequado para a sua proposta comercial e mãos à obra! A diversidade de opções de criação desse app é um verdadeiro parque de diversões para designers. Navegue entre tudo que é oferecido e reflita sobre o quanto o Canva pode te ajudar no cotidiano, para atender às suas necessidades.

O Canva armazena todas as imagens salvas na plataforma. Sempre que você logar, o seu trabalho estará lá, da forma como você deixou.

Recomendamos personalizar cada proposta comercial, afinal, os clientes não são os mesmos. No entanto, nada impede que você siga um padrão, tal como realiza nos trabalhos com editores de imagem profissionais.

Integrando a proposta à sua rotina produtiva

Agora que você já domina a parte operacional da criação de uma proposta, cuide para que ela seja realista e atenda às necessidades e expectativas do cliente.

proposable

Outra maneira de criar e gerenciar propostas comerciais é o Proposable. Muito indicado para equipes de todos os tamanhos, esta ferramenta auxilia na elaboração da proposta muito além do layout. Considera diversos formatos diferentes de proposta, como criação de aplicativos, softwares, construção e muito mais.

Pode ser integrado a aplicações como Salesforce, Zapier, Insightly, e alguns outros. Você pode aderir ao Proposable por US$ 39 por mês, por usuário. Faça um teste grátis e veja se é bom para o seu negócio!

E se você é um criativo freelancer e ama design, acompanhe os blogs desta coleção extraordinária com 27 Blogs que Todo Designer Deve Conhecer e assine o Vitamina!

 

Posts populares com esse assunto