Por André Oliveira

Publicado em 25/02/2019. | Atualizado em 23/05/2019


Aprenda como funciona o mercado de afiliados e como fazer para lucrar divulgando infoprodutos de outros produtores.

Um de nossos objetivos é mostrar que todos podem alcançar o sucesso como profissionais autônomos ou freelancers. Independente do seu perfil pessoal, área de atuação, escolaridade e outras características, saiba que é possível trabalhar e ganhar dinheiro por conta própria.

Por isso, queremos mostrar diversas alternativas que contribuem para que esse caminho seja percorrido por qualquer pessoa. Uma delas é através do programa de afiliados.

O programa de afiliados surgiu por meio da oportunidade que a internet criou e vem criando, que proporcionou uma maneira diferente de nos relacionarmos com vários aspectos da vida, desde nossas relações pessoais até a questão de aprendizado.

Essa maneira de empreender já faz sucesso há um bom tempo, além de que há muitos empreendedores que apostaram nisso e, depois de muito trabalho, estão se dando muito bem!

Quer saber mais sobre como o programa de afiliados funciona? Então, acompanhe o post conosco!

O que é o programa de afiliados?

Antes de mais nada, saiba que esse modelo de negócio tem sido considerado como uma das grandes alternativas de ganhar dinheiro, conquistar a independência financeira ou então empreender algo de valor por muitos brasileiros.

Pois bem, o programa de afiliados funciona como uma grande conexão, reunindo pessoas com interesses em comuns para que ambas se ajudem a crescer no ambiente da web. Essa conexão é feita entre 2 figuras: o produtor e o afiliado.

O produtor é quem elabora um produto que atuará no meio digital e possui a pretensão de comercializá-lo. Sendo assim, ele poderá produzir recursos de diversos formatos, que vão desde softwares, passando por ebooks, até videoaulas.

A grande sacada é que não existe regra para qual área ou mercado isso pode ser feito, ou seja, é possível criar algo cujo objetivo seja ensinar inglês para adultos até um curso de mecânica básica pela internet, por exemplo.

o afiliado trabalha de forma mais “comercial”, com o foco de utilizar a internet a seu favor para divulgar e vender esses produtos. Então, ele promove os produtos e, assim que realiza uma venda, ganha uma comissão sobre ela.

As razões de o produtor permitir que um afiliado venda seus produtos, pagando uma comissão generosa por isso, são basicamente duas:

  1. Ter mais pessoas comercializando seus produtos aumenta consideravelmente os seus lucros.
  2. O produtor, por muitas vezes, pode não conseguir fazer os seus produtos chegarem aos seus potenciais compradores, seja por falta de orçamento ou de know-how, gerando a necessidade de se ter afiliados para ajudar nessas questões.

Podemos dizer que existe uma grande parceria entre essas duas figuras, sendo que ela pode ocorrer de diversas maneiras. A mais comum delas é utilizando uma plataforma para fazer essa intermediação, para segurança de ambas as partes.

Como funciona o programa de afiliados?

O funcionamento dessa parceria é muito simples. Como dissemos anteriormente, o mais comum é utilizar as plataformas existentes por questões de segurança, mas também pelo fato delas concentrarem uma grande quantidade de produtores e afiliados.

Então, pesquise e escolha a que mais se encaixa com o seu perfil. Se você é um produtor, basta cadastrar o seu produto na plataforma e fazer as devidas divulgações para que consiga captar os afiliados, ou seja, as pessoas que vão promover o seu produto por lá.

Dependendo da plataforma, há também todo um suporte para que seja possível disponibilizar o produto online por ela mesmo.

Se você pretende entrar nesse mercado como afiliado, basta fazer diversas pesquisas dentro da plataforma sobre os produtos digitais disponíveis e encontrar os que tenha interesse em promover. Essa etapa é importante, então não perca o foco e escolha produtos que você acredita que teria mais facilidade de encontrar o público-alvo e vender para ele.

Quando o afiliado se associa a um produtor, ele ganha um link específico para fazer a divulgação do produto. Este link possui um cookie (um código) que irá dizer à plataforma de onde veio a venda e, de forma automática, toda a comissão já é direcionada para o afiliado sem necessitar prévia autorização do produtor.

É de interesse tanto dos produtores quanto dos seus afiliados vender o produto, correto? Então, é preciso que ambas as partes busquem maneiras de otimizar as vendas, uma delas é utilizando ferramentas de marketing para isso.

Por fim, quando um cliente adquire o produto por meio de um afiliado, este receberá sua comissão conforme as regras da plataforma. Já a responsabilidade do contato com o cliente para enviar os próximos passos após a compra do produto fica a cargo do produtor.

Quem pode participar de um programa de afiliados?

Qualquer pessoa pode participar de um programa de afiliados, principalmente as que possuem vontade de crescer e fazer as coisas acontecerem.

Geralmente, a única restrição que as plataformas exigem é ser maior de idade. Fora isso, não é preciso de investimento inicial, conhecimento técnico e muito menos ter um site.

O grande segredo do sucesso para quem trabalha como afiliado é fazer um bom trabalho para que o seu objetivo seja alcançado, que é buscar maneiras de vender cada vez mais os produtos. E, claro, saber escolher qual plataforma, produto e formas de divulgação adequadas.

Obviamente que isso demanda um certo estudo, pois como se trata de um ambiente dinâmico como a internet, é preciso estar sempre atualizado sobre a melhor maneira de chamar atenção do público e transmitir todo o valor que o produto possui para ele.

Como escolher a “melhor” plataforma de afiliados?

Existem diversas plataformas no mercado hoje, especialmente no Brasil. Quando pensamos nas mais conhecidas, temos a Hotmart, Monetizze e Eduzz. O segredo aqui não é procurar pela melhor plataforma, mas sim a que melhor se encaixa no seu estilo e conhecimento sobre o assunto. A inscrição em quaisquer das plataformas abaixo citadas é gratuita.

Hotmart

A Hotmart é a plataforma mais conhecida do mercado. É onde estão os maiores produtores e afiliados do mercado, com milhares de infoprodutos para serem vendidos, estando entre eles, os melhores.

Esta ferramenta possui um suporte ótimo, que auxilia muito produtores e afiliados, tanto pela própria plataforma, quanto pelo conteúdo criado por meio de suas redes sociais e blog.

Além disso, é a plataforma mais simples de se trabalhar hoje em dia. Portanto, caso você seja um afiliado de primeira viagem, nossa dica é mergulhar nos conteúdos da Hotmart e começar por esta plataforma antes de tentar partir para novas aventuras.

Monetizze

A Monetizze é uma plataforma um pouco mais nova com um suporte adequado e produtos de nichos diferentes dos da Hotmart. Além disso, a Monetizze também comercializa produtos físicos, característica esta que pode ser um diferencial dependendo do perfil que você deseja trabalhar.

Por ter produtos de nichos um pouco mais específicos, e também por ser uma plataforma menos conhecida, os produtos da Monetizze podem ser mais difíceis de ser vendidos, porém, há menos risco de saturação e competição, ou seja, você pode trabalhar com produtos livres de concorrência.

A Monetizze é uma plataforma adequada para quem já entende um pouco mais de mercado de afiliados e/ou estratégias de marketing digital, por ser um pouco mais complexa, ter menos suporte e produtos mais “nichados”.

Eduzz

Das plataformas que neste artigo citaremos, a Eduzz é a mais nova e, por isso, pouquíssima utilizada por produtores e afiliados, o que pode significar vantagens e desvantagens.

É a plataforma mais complicada de se trabalhar e, portanto, recomendamos que só trabalhe aqui caso você seja um afiliado mais experiente. Vale ressaltar que a Eduzz, assim como a Monetizze, também possui produtos físicos disponíveis em seu catálogo.

Na Eduzz estão produtos e afiliados em ascensão com produtos pouco disputados no mercado, o que pode trazer taxas de lucros bastante elevadas se trabalhados da maneira correta.

Como escolher o produto adequado para se afiliar?

São milhares de produtos disponíveis em cada uma das plataformas citadas acima. Diante deste mar de oportunidade, a questão é: a qual você deve se agarrar?

Escolher o infoproduto certo para divulgar não é tarefa fácil, portanto, você deve seguir algumas recomendações que irão te guiar:

  • preferencialmente, trabalhe com produtos de um nicho que você já tem afinidade e conhecimento;
  • se estiver começando, não escolha produtos com valores muito altos. Concentre-se em produtos com valores de até R$300;
  • procure por produtos com com comissões iguais ou superiores a 30%;
  • descubra se o produtor possui qualificações e se tem um suporte adequado para os seus afiliados (pode fazer toda a diferença);
  • só trabalhe com produtos que você acredita. Não tente vender qualquer coisa só para ter lucro;
  • ao escolher um produto, pense também na estratégia de divulgação que você terá de utilizar;
  • confira a página de vendas do produto. Ela deve estar adequada, passar a mensagem de forma limpa e sincera.

Ao escolher um produto para se afiliar lembre-se, principalmente, que o dinheiro que o comprador estará colocando naquele negócio vem da confiança que ele teve na sua indicação e na qualidade do produto exposta pela sua mensagem e da página de vendas.

Como divulgar os produtos como afiliado?

Existem diversas maneiras de divulgar os produtos, ganhar comissões e obter lucros como afiliado. Não existe melhor e nem pior, mas sim a mais adequada ao seu orçamento e conhecimentos.

Podemos dividir as formas de divulgação entre orgânica e paga. Na divulgação orgânica, você irá fazer com que os produtos cheguem até as pessoas de maneira natural, sem pagar por isso.

Já na divulgação paga, o segredo é utilizar as melhores ferramentas de mídia paga para divulgar os seus produtos de forma segmentada. A seguir, falaremos mais a respeito de cada uma delas.

Divulgação orgânica

Para divulgar um produto de forma orgânica existem basicamente três maneiras: blogs, YouTube e redes sociais.

Blogs e vídeos no YouTube podem ser utilizados para atrair tráfego vindo dos mecanismos de busca como o Google, por exemplo, e, por meio de CTAs, banners e pop-ups, os visitantes do blog ou dos vídeos podem ser levados a páginas de vendas de diversos produtos relacionados ao nicho do assunto daquele conteúdo.

A grande vantagem desta forma de divulgação para afiliados é a natureza sustentável do negócio, que pode render bons frutos a longo prazo. Já por outro lado, blogs e vídeos demoram para dar os resultados esperados e, portanto, podem não ser a melhor opção para quem precisa de frutos imediatos.

As redes sociais podem ser utilizadas para gerar vendas como afiliados também de forma orgânica, principalmente, se você já tem uma grande base de público que se interessa por um determinado assunto que você trabalha dentro do seu Instagram, Facebook, etc.

O Instagram, por exemplo, é uma ótima plataforma para vender infoprodutos com apelo visual como dietas, treinos, maquiagens, etc. O grande problema das redes sociais é que elas estão em constante mudanças e são espaços “alugados” que podem acabar e/ou piorar o alcance orgânico (como já acontece com o Facebook e Instagram) drasticamente, diminuindo seu potencial de venda.

Divulgação paga

A divulgação por meio de mídias pagas tem dois meios principais: Google Ads e Facebook Ads (entenda aqui que Facebook Ads também engloba Instagram Ads). Cada uma das estratégias possui suas peculiaridades que iremos expôr a seguir.

Google Ads

O Google Ads é uma plataforma fácil de se aprender a trabalhar e, por isso, ótima para iniciantes. Ela entrega os maiores ROI (retorno sobre investimento) e é fácil controlar o orçamento dentro da plataforma (mesmo que não se tome o cuidado necessário).

Suas grandes desvantagens são a falta de escalabilidade (potencial para gerar mais vendas e, consequentemente, mais lucros) e também o fato dela ser um pouco limitada pelo seu estilo de segmentação a partir de palavras-chave, o que quer dizer que nem todos os infoprodutos têm potencial de venda dentro do Google.

Facebook Ads

O Facebook Ads, por outro lado, tem um potencial enorme de escalabilidade e é onde ocorrem os maiores lucros!

Nesta plataforma, é possível vender praticamente todos os produtos (vale ressaltar que alguns infoprodutos fogem das políticas de publicidade do Facebook e não podem ser divulgados lá). Com um potencial de lucro “ilimitado”, por que o Facebook pode se tornar um vilão?

Para anunciar com destreza no Facebook é preciso MUITO treino e estudo. A plataforma tem inúmeras funcionalidades e, enquanto não se dominar todas elas, fica difícil ter lucros reais lá. É também fácil perder o controle sobre o orçamento e fazer lucros se tornarem prejuízos em dias.

Quais as vantagens do programa de afiliados?

Você já deve ter percebido que participar de um programa de afiliados pode gerar inúmeras vantagens somente pela descrição do seu conceito e de como ele funciona, não é mesmo?

Para enfatizar o quão vantajoso é essa maneira de empreender, separamos alguns pontos que mostram isso de forma mais objetiva. Veja:

  • o investimento para começar é zero, ou seja, é algo que possui um risco muito baixo;
  • não será preciso bater ponto, o que torna o afiliado o seu próprio patrão e também gera uma grande liberdade de fazer a própria rotina de trabalho;
  • a variedade de produtos para divulgar é enorme, podendo fazer testes com vários nichos de mercado até encontrar o que mais se encaixa com o seu perfil;
  • não há a necessidade de ter o seu próprio produto para começar a ganhar dinheiro pela internet;
  • a comunicação com o cliente é de responsabilidade do produtor, o que faz o afiliado focar somente nas vendas e promoções do produto;
  • há diversas possibilidades de lucrar, visto que os produtos possuem margens diferentes, então basta o afiliado escolher a que mais lhe agrada;
  • entrar nesse mercado não exige a necessidade de ter conhecimento técnico;
  • caso o afiliado opte por uma plataforma, a maioria delas oferece garantia de pagamento;
  • possibilidade de transformar dessa prática em um negócio conforme vai crescendo nesse mercado.

Saiba que por mais que essa alternativa de empreender seja um dos caminhos mais favoráveis para começar nos dias de hoje, não garante que o sucesso virá de forma fácil, pois, assim como qualquer tipo de trabalho, vai depender das suas ações para que consiga atingir seus objetivos.

Gostou de aprender mais sobre o mercado de afiliados? Ficou alguma dúvida? É só deixar um comentário para a gente dizendo! 🙂

Comunidade Rock Content - Faça parte da maior base de freelancers do BrasilPowered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto