Por Gabriel Sacramento

Copywriter, músico e fã de ficção científica. Exatamente nessa ordem.

Publicado em 11/11/2020. | Atualizado em 09/11/2020


Um podcast é crucial para apresentar o conteúdo de um programa de uma forma atrativa e concisa para as pessoas. Mas antes, vamos a entender a importância do podcast e qual o caminho até chegar a um bom resumo.

Torne-se um especialista em produção de conteúdo!Powered by Rock Convert

A cada ano, o podcast se torna um formato de conteúdo mais forte. Seja para pessoas que buscam uma opção para se divertir e transmitir conhecimento, para empresas que querem atrair clientes, ou até mesmo para freelancers que buscam criar autoridade e educar o público. Diante disso, é preciso reconhecer a necessidade de começar um podcast e realmente aprender mais sobre como ele funciona para obter os melhores resultados.

Nesse sentido, é importante entender como fazer um bom resumo para podcast, de modo a saber como fazer uma boa divulgação. O bom resumo tem as características suficientes para gerar interesse e, ao mesmo tempo, traduzir o que foi discutido em áudio para o texto com poucas palavras.

Resumir não é uma tarefa fácil, por isso, vamos conceder algumas dicas para você a seguir. Assim, você poderá melhorar sua estratégia e conseguir mais clientes, com maior visibilidade. Boa leitura!

    Qual é a história dos podcasts?

    Por mais poderoso que seja agora, o podcast é um formato muito novo. Em 2003, foi lançada uma aplicação com a função de RSS, que seria um feed para agregar conteúdos personalizados para os usuários.

    Com a chegada desse novo tipo de canal, os usuários seriam notificados devidamente sempre que seus blogs publicassem novo conteúdo. Parte desses materiais já eram arquivos MP3. O RSS daquela época é o pai dos agregadores de podcast de hoje.

    Houve um boom na produção de podcasts quando, em 2005, o iPod anunciou um espaço específico para salvar os programas de áudio, dentro da seção de música.

    A ideia de podcasting era fazer uma rádio sob demanda, com programas disponíveis para que todos ouvissem quando quisessem. Em 2004, Danilo Medeiro criou o primeiríssimo podcast brasileiro, o “Digital Minds”. A partir disso, inúmeros outros sugiram.

    Atualmente, a prática de fazer podcasts é muito comum no Brasil. Estão nesse meio, sites de entretenimento, empresas, jornais tradicionais, emissoras de TV e pessoas que se unem a amigos. Abrange de produtores independentes a grandes máquinas de divulgação e distribuição, abordando uma variedade incrível de assuntos — como falar sobre filmes e música até as características da vida de freelancer.

    Como o podcast pode contribuir para o impulsionamento do meu blog?

    Usuários preferem essa mídia justamente pela sua praticidade na hora de ouvir. Eles podem consumir os programas enquanto trabalham, dirigem ou realizam afazeres domésticos. Diferentemente dos vídeos, ouvintes não precisam parar tudo o que estão fazendo para escutar, por isso, conseguem se dedicar bastante aos assuntos que gostam.

    Ademais, podcasts são extremamente práticos e divertidos de ouvir. Tendem a envolver conversas naturais e dinâmicas, em que o ouvinte realmente se sente parte daquilo. Por essa razão, muitas empresas têm percebido o poder do podcast para o Marketing de Conteúdo.

    Esse formato pode ser adaptado para tratar de assuntos mais técnicos envolvendo o tema de expertise da companhia, notícias da área e entrevistas com profissionais importantes do mercado. Da mesma forma, freelancers podem aproveitar esse poder para divulgar melhor seu trabalho.

    É possível educar o mercado acerca de algum assunto, alcançar maior visibilidade e aumentar a aquisição de clientes, bem como diversificar a estratégia de conteúdo que você já tem com os textos. Assim, você oferece mais opções para seus clientes e aumenta as chances de eles se engajarem com seu trabalho.

    Como fazer uma chamada criativa para o meu podcast?

    Uma vez que você entendeu a importância de criar o seu podcast e realmente quer engajar nesse tipo de mídia, é preciso entender como divulgar os seus programas. Para isso, é preciso ativar a sua criatividade na produção de chamadas para convidar as pessoas a conferirem o que você criou.

    Ora, isso não é nenhum obstáculo ou desafio impossível. Temos algumas dicas práticas.

    Pense em sua chamada como um call-to-action, com o qual você vai instigar o seu público à ação em poucas palavras. Considere quem é a sua persona e como ela se empolga com algo. Estude a linguagem e saiba bem como abordar as pessoas nos canais de comunicação.

    Recursos de copywriting

    Uma boa dica é utilizar os chamados gatilhos mentais e recursos de copywriting, de forma a gerar interesse de uma forma efetiva. Os gatilhos são como atalhos para a mente das pessoas, que ajudam a instigar a ação delas. Na psicologia do consumidor, são cruciais para gerar uma compra; no caso dos podcasts, podem atrair a atenção para a audição.

    Contudo, o ideal é não ficar preso a esquemas predefinidos sobre como fazer isso e adaptar essas estratégias de forma natural a esse tipo de formato.

    Por exemplo, você pode explorar o senso de urgência das pessoas com relação a um tema ou gerar autoridade e credibilidade na chamada. Falar sobre como aquele conteúdo é justamente o que a persona precisa para aquele instante é fundamental; expor os diferenciais da forma como o seu podcast aborda o assunto também.

    Uma recomendação nesse sentido é o uso de perguntas retóricas para instigar a reflexão. Contudo, lembre-se: o ideal é fugir dos clichês típicos e desenvolver um estilo único e personalizado para a sua persona.

    Estrutura APP

    Você também pode utilizar a estrutura APP, geralmente mencionada para o desenvolvimento de introduções de qualidade. Assim, o seu texto primeiro concorda com algum problema ou algo que a persona já sabe (Agree). Em seguida, promete algo que realmente vai trazer benefícios (Promise). Finalmente, realiza um preview do que vai ser discutido (Preview).

    Na parte de concordar, você estabelece um fato. Na promessa, diz o que vai acontecer se o leitor realmente ler o seu texto. Na previsão, detalha um pouco mais o que vai ser discutido no conteúdo.

    Quais as melhores táticas para resumir um podcast?

    A prática de detalhar o que vai ser discutido nos traz a este tópico. Quando for apresentar o seu podcast gravado, você precisará escrever um bom resumo para ele. Então, como fazer isso?

    Primeiramente, certifique-se de que o resumo está realmente sucinto, como a ideia de resumir presume. Não é interessante manter o ouvinte cansado enquanto ele descobre o que o programa vai abordar.

    Contudo, é preciso lapidar o seu texto para deixá-lo interessante e instigante de alguma forma. Mesmo em poucas palavras e parágrafos, o texto deve recuperar alguns pontos principais do conteúdo de forma que deixe algumas reticências na mente do leitor e crie a vontade de ouvir por completo.

    Se o podcast é sobre algumas maneiras de manter a criatividade, por exemplo, você pode mencionar algumas e deixar de citar outras. Dessa forma, você será capaz de escrever um texto que gere expectativa alta no ouvinte e prepare-o para o que vem a seguir.

    Além disso, é interessante descrever um pouco o perfil dos participantes da gravação, como com um breve currículo deles. Da mesma maneira, é bom falar um pouco sobre o veículo/empresa que permite a divulgação do programa.

    Lembre-se, contudo, de não entregar o ouro quando resumir: vai sempre existir algumas boas respostas do seu programa que não podem ser mencionadas, pois devem ser deixadas como surpresas para quem desejar conferir. Caso, isso seja apresentado no resumo, o ouvinte pode perder o interesse.

    Bom resumo vs. um resumo mediocre

    Essa é a grande questão: o que separa o bom resumo do mau resumo é a capacidade de instigar a ação para descobrir mais. Portanto, se o texto introdutório for bem escrito, seguindo as dicas que mencionamos aqui, a probabilidade é grande de que o seu leitor não vá desistir de conferir o material.

    Um bom resumo para podcast é uma grande estratégia para divulgação dos programas de áudio. Com a ajuda deles, você será capaz de gerar interesse no público e, inclusive, conquistá-lo diretamente, antes mesmo que eles comecem a ouvir o episódio em questão. Caso eles queiram saber mais, já vão ávidos tentar descobrir como o podcast se desenrola. Com as dicas que citamos, você conseguirá sucesso em sua estratégia de conteúdo na web.

    Gostou dessas dicas? Entendeu como fazer? Continue aprofundando seus conhecimentos em produção de conteúdo na web com este material rico que vai te ajudar muito.

    Guia Completo de Produção de ConteúdoPowered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *