Por Renan Araújo

Publicado em 07/07/2020. | Atualizado em 07/07/2020


O portfólio online é essencial para um motion designer, pois vai permitir com que ele se torne mais reconhecido enquanto profissional, além de atingir a sua audiência de forma mais efetiva. Para isso, é preciso entender as principais dicas para que elabore um que atraia os olhares de qualquer audiência!

Para que um freelancer possa obter resultados mais atrativos, existe a necessidade de buscar estratégias para que as pessoas conheçam o seu trabalho. Nesse sentido, a divulgação torna-se o ponto mais importante, uma vez que, por meio dela, você terá a possibilidade de apresentar os seus diferenciais, de educar o mercado em relação à sua área de atuação, além de construir uma imagem positiva para os seus clientes. Por isso, quem trabalha com motion graphics deve atentar, acima de tudo, com o seu portfólio online.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para que você entenda a importância que ele tem para o seu marketing pessoal, bem como conferir algumas dicas do que deve ser levado em consideração na sua elaboração. Boa leitura!

Kit do Marketing Pessoal no LinkedInPowered by Rock Convert

Qual a importância do portfólio para o seu marketing pessoal?

Conforme abordado, é fundamental que você estabeleça estratégias de divulgação para que as pessoas conheçam os detalhes de seu trabalho, saibam quais são seus diferenciais, além de entender o seu perfil enquanto profissional, de modo que seja convencida a contratá-lo enquanto motion graphic.

É por meio dele que você vai criar valor para os trabalhos já efetuados, além de agregar valor à sua imagem para a carreira profissional. É como se fosse um currículo, que vai contar um pouco sobre a sua jornada, além de trazer aspectos visuais sobre as suas particularidades e a qualidade do que é feito.

Aliado a outras ações de divulgação, como redes sociais ou ainda produção de conteúdo para blog, certamente essa será uma importante ferramenta para conquistar a sua audiência em relação às qualidades de seu ofício.

Como criar um portfólio de motion graphics?

Agora que você já sabe sobre a importância do portfólio para a sua carreira profissional, chegou o momento de apresentarmos algumas dicas para que você crie o seu de forma eficaz e aumente as possibilidades de fechar um contrato de prestação de serviços. Confira!

1. Mostre os melhores trabalhos

Sabe aquele projeto que você tem o maior orgulho de ter feito? Seja pelo apelo emocional, seja pela qualidade do serviço oferecido, é uma peça das que você considera um dos trabalhos de maior impacto feitos até hoje. Então, ele não pode ficar de fora, não é verdade?

Por essa razão, selecione aqueles materiais que de alguma forma apresentam qualidades técnicas que chamarão a atenção de outras pessoas para colocar em seu portfólio online. Não se esqueça de fazer uma breve apresentação sobre o contexto daquele desenvolvimento, quais foram os objetivos, o que foi solicitado na conversa com o cliente e quais foram os caminhos encontrados por você para que atingisse aquele objetivo.

2. Demonstre a sua criatividade

Quem trabalha com motion graphic precisa ser bem criativo — essa é uma verdade inquestionável. Mas para que você atinja o sucesso pretendido na carreira, é preciso que as pessoas conheçam o seu talento. Por essa razão, demonstre a criatividade não apenas nas suas peças, como também na criação de seu portfólio.

Quem deseja atingir esse objetivo de forma mais precisa, busca por referências do mercado que são tidas como uma das mais relevantes, tanto pelo talento demonstrado para apresentar o seu trabalho quanto para as suas próprias peças.

Além disso, elabore seu portfólio em um momento tranquilo, sem pressa, para que possa pensar com carinho em todos os materiais a serem colocados, bem como apresente-os de forma mais “vendedora”. Quem é freela sabe de cor as necessidades para que o trabalho flua, como um espaço aconchegante, com boa iluminação e que seja silencioso.

3. Conte uma história sobre o projeto

Caso o projeto tenha sido feito para um cliente, conte quais eram as intenções que o levaram a procurar você. Comente brevemente sobre as conversas iniciais, sobre os conceitos que foram passados para que você usasse como referência, além dos objetivos que ele tinha com aquele material.

Se for de um projeto pessoal, também é interessante que você transcreva algumas informações sobre ele. Use a sua criatividade para instigar o leitor a imaginar como seria aquela peça antes de ver o resultado final. Assim, você consegue transmitir não apenas a sua criatividade, como também o caminho percorrido para que chegasse àquele produto final.

Mini-curso de Storytelling: Conquiste sua audiência contando boas históriasPowered by Rock Convert

4. Aposte na interface de seu site

É preciso preocupar-se não apenas com a qualidade do trabalho desenvolvido para o seu portfólio, como também na interface de seu site. Por meio dela, você tem a possibilidade de trazer ao seu cliente soluções amigáveis e intuitivas, de modo que ele se sinta motivado a navegar pelo seu endereço e a descobrir mais curiosidades sobre a sua vida profissional e as peças executadas, além de aumentar as possibilidades de um bom relacionamento a longo prazo.

Lembe-se sempre de que a interface deve ser projetada para manter a sua audiência dentro de seu canal, de modo que navegue também pelas dicas oferecidas pelo seu blog, pelos vídeos — caso tenha — , o que contribui para que você se torne um profissional com autoridade nesse assunto em questão.

5. Deixe seu contato à vista

Se você elaborou um portfólio com todo carinho, selecionou aqueles trabalhos incríveis e também se preocupou com a usabilidade de seu site, certamente tem como um único objetivo: tornar o seu trabalho reconhecido pelas pessoas que chegaram até ali e permitir com que entrem em contato você, de modo que faça um orçamento e possa fechar parcerias incríveis de trabalhos que futuramente estarão nesse espaço.

Nesse sentido, o contato precisa estar à vista, não é verdade? Coloque as informações mais importantes sobre você, como telefone, e-mail, LinkedIn, entre outros dados que serão úteis para aquele visitante. É recomendável, também, que deixe uma caixa de contato, para que o interessado possa deixar seu nome, e-mail e uma breve descrição sobre o orçamento desejado. Assim, facilita o processo e a primeira conversa se tornará mais produtiva.

Neste conteúdo, recebeu algumas dicas para que um motion graphic possa criar seu portfólio online de forma mais eficaz. Por meio dele, você tem a possibilidade de gerar grandes oportunidades em sua carreira, tornando-se um profissional mais reconhecido e possibilitando projetos incríveis que incrementarão significativamente o seu currículo.

Deseja aprender mais e se tornar um freelancer ainda mais reconhecido pelo mercado? Então conheça o banco de talentos da Rock Content e se destaque!

Comunidade Rock Content - Faça parte da maior base de freelancers do BrasilPowered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto