Por Caroline Abrantes

Analista de Comunidade na Rock Content.

Publicado em 11/02/2021. | Atualizado em 10/02/2021


Descubra o que os talentos da Comunidade dizem sobre suas motivações e experiências trabalhando com a Rock Content.

Quem conhece a Rock Content sabe que um dos pilares da nossa cultura é construir parcerias reais. E é isso que buscamos todos os dias, atuando em conjunto com a nossa Rede de Talentos para entregar as melhores experiências de conteúdo do mercado.

Trabalhamos com freelancers que são nossos parceiros desde o início da empresa, em 2013, e isso nos enche de orgulho! De lá para cá, muita coisa mudou, mas os valores que norteiam nosso relacionamento, esses não mudaram: aprender, ensinar, resolver, crescer e colaborar.

No final do ano passado, a Karine Souza, redatora freelancer da Rock Content desde 2017, compartilhou a seguinte pergunta na nossa Comunidade:

Por que eu sou freelancer da Rock Content?

Nem sempre a motivação para começar é a mesma que faz os profissionais permanecerem ao longo do tempo. As respostas são variadas, mas todas passam por um senso de pertencimento à cultura Rock Content.

Vamos descobrir? Inspire-se nas respostas dos nossos talentos!

* Os comentários compartilhados aqui foram publicados originalmente no Community Space, e alguns deles foram adaptados para melhor entendimento.

“Pois bem, só criei este tópico porque tenho a minha resposta: estou na Rock por causa dos desafios!”

“Amo trabalhos sociais, mas, provavelmente, se a Rock Content fosse um programa de voluntários, nunca teria me candidatado. Afinal, mesmo que a gente não queira só comida, mas também diversão e arte, os boletos chegam direitinho no endereço, seja virtual ou físico.

“Entrei numa enrascada com uma tarefa outro dia e contei com o apoio de uma super analista da Rock Content para me ajudar, e foi aí que me veio o estalo. Estava pensando que o valor da tarefa não pagava o esforço em si, as refações e tudo mais.

“Descobri, de verdade, que é pelo desafio. Conseguir fazer o cliente perceber valor no que é entregue e ainda conseguir resultados com a estratégia: isso me alimenta!

“Desde que entrei para o time de freelancers da Rock Content, já passei por tantos outros projetos de vida que nem parece que estou aqui somente há três anos. Mas uma coisa é fato: poder me sentir desafiada e ainda com o direito de errar e refazer para acertar, ah, isso não tem preço!

“Neste momento de fim de festa, agradeço demais a todo mundo que a gente abraça mesmo não conhecendo porque o que importa é a esperança de um amanhã mais verde, com um céu mais azul e um sol dourado.

“Melhor ainda é quando esses abraços são direcionados a pessoas que sabemos, são nosso time. Ah, este senso de pertencimento, de comunidade… Aí a gente até chora!

“Me encontrar neste contexto foi tão precioso que eu fiquei curiosa: alguém pode compartilhar comigo por que é freela da Rock Content?”

Karine Souza

“Hoje eu sou freela da Rock porque gosto do que faço!”

“Comecei a ser freela da Rock porque precisava de um trabalho que me oferecesse uma boa remuneração e flexibilidade, só que isso mudou com o passar do tempo. Hoje continuo sendo freela da Rock por causa da satisfação que esse trabalho me traz.

“Como você falou, Karine, são muitos desafios que a gente enfrenta todos os dias. Eu aprendo demais na Rock, tanto produzindo os conteúdos quanto com os colegas e os analistas. Cresci muito como pessoa e como profissional. De quebra, continuo tendo uma boa remuneração, que já me possibilitou realizar muitas coisas.

“Gosto muito de trabalhar com todos os colegas porque, mesmo cada um estando no seu cantinho, a gente sente que todo mundo está junto.

“Esse sentimento de equipe faz toda a diferença para eu continuar executando um bom trabalho, e com vontade de crescer cada vez mais dentro dessa grande empresa.

“Enfim, hoje eu sou freela da Rock porque gosto do que faço!”

Aline Andrade

“Desde então, o que me mantém como freela da Rock não é o dinheiro e sim a vontade de aprender cada vez mais.”

“Sou freela da Rock porque preciso de dinheiro. Sim, essa é a minha primeira resposta porque foi esse o motivo que me fez chegar até aqui — eu estava desempregada e meu marido também. Já conhecia a Rock Content dos conteúdos no Facebook, e, então, vi por lá o anúncio para trabalhar escrevendo.

“Em novembro de 2017, fiz minha candidatura e fui reprovada. Em dezembro do mesmo ano, tentei novamente, e em janeiro de 2018 eu fui aceita. Foram dois meses de espera.

“Desde então, o que me mantém como freela da Rock não é o dinheiro, e sim a vontade de aprender cada vez mais. Essa é a minha segunda resposta porque eu acho que em tudo na vida existe mais de um lado, e também porque nem sempre o que nos leva até um lugar é o que nos faz permanecer nele.

Então, resumindo: eu vim para Rock atrás de dinheiro, mas estou aqui ainda porque quero conhecimento. Obviamente, aprender coisas enquanto sou paga por isso é ótimo, rs. Afinal de contas, em um mundo capitalista, não se vive apenas de boas ações.”

Orquídea Martins

“O que me move? Além do dinheiro, a ajuda mútua desta comunidade e o interesse da Rock em nos auxiliar em nosso desenvolvimento profissional.”

“Vim para a Rock porque estava buscando um trabalho na área de comunicação que não fosse jornal, revista, rádio, nem televisão, pois já passei por quase todos eles, menos pelo rádio. Estava cansada, até abri um salão de beleza com minha irmã, mas depois vi que realmente não era minha praia.

“Gosto de escrever, conversar com as pessoas, contar histórias e estar em contato com novos assuntos. Assim, vi aqui uma possibilidade e fui me apaixonando por essa empresa. Como diz a Orquídea, não é o que te traz que faz você permanecer. Também aprendi muito e, ainda, preciso aprimorar mais.

“O que me move? Além do dinheiro, a ajuda mútua desta comunidade e o interesse da Rock em nos auxiliar em nosso desenvolvimento profissional. E lá se vão dois anos…”

Carina Dragone

“Só tenho a agradecer a todo o time!”

“Cheguei aqui achando que seria só um meio de ter um dinheirinho a mais no final do mês. Mas eu estava enganada: a Rock me ensinou tudo o que sei hoje de marketing de conteúdo. Ela foi meu passaporte para largar o emprego CLT, pois passei a ganhar mais aqui, e me incentivou a ter minha própria empresa nessa área.

“Hoje continuo na Rock, mas com uma perspectiva diferente: de usar o que eu aprendi para empreender, buscando novos clientes. Só tenho a agradecer a todo o time!”

Patricia Piacentini

“Aprendi a sair da minha zona de conforto. Hoje, sinto que posso aprender sobre muitas coisas que não são da minha área de domínio, e está tudo bem.”

“Sou freela da Rock porque, bom, acho lindo demais poder acompanhar como foi o processo de evolução da empresa. Cheguei aqui em 2013. Lembro da primeira plataforma, ainda tão simples e tão diferente do dashboard atual.

“Fui aprendendo minha vida de freela por aqui. Com o suporte dos times de analistas, que sempre deram todo o apoio necessário. Vi sair e entrar pessoas incríveis que me ajudaram muito com feedbacks ou entendendo situações atípicas… Foi a empresa que me permitiu fazer meu mestrado, já que eu não tinha bolsa e precisava de flexibilidade para pagar as contas.

“Eu aprendi sobre Inbound Marketing com a Rock, numa época em que esse termo ainda era novidade. E aprendi muito com cada cliente. Lembro-me de uma amiga falando comigo ‘mas você sabe sobre cultura de caprinos!’. Pois é, aprendi com a Rock!

“Aprendi a sair da minha zona de conforto. Hoje eu sinto que posso aprender sobre muitas coisas que não são da minha área de domínio e está tudo bem. Me sinto desafiada todos os dias e é uma delícia.

“Obrigada, Rock! E que venham muitos anos de parceria ainda!”

Luciana Rodrigues

“Eu me tornei freela na Rock pra sair de um emprego CLT que não me fazia bem.”

“Alcancei meu objetivo e estou gostando muito da minha vida. Todo dia aprendo algo novo, seja no marketing, seja na área dos clientes. E o melhor: hoje eu ganho mais do que no emprego que tive, com muito mais saúde emocional.

“Estou muito feliz com o que alcancei com a ajuda da Rock.”

Mateus Pimenta

A Comunidade Rock Content é composta por talentos que criam experiências de conteúdo incríveis para a estratégia dos nossos clientes.

Quer conferir as oportunidades de crescimento que a Rock Content oferece a freelancers como você? Clique aqui e saiba mais!

Posts populares com esse assunto

Os comentários estão desativados.