Por Redator Rock Content

um dos freelancers da Comunidade. Seja também um redator!

Publicado em 20/05/2015. | Atualizado em 02/05/2018


Você já fugiu do pitch? Não se preocupe! Mais cedo ou mais tarde, todo redator web está sujeito a acidentalmente viajar rumo ao lado obscuro da pauta — e muitas vezes para  bem longe do enredo e das referências propostos no pitch do cliente. No entanto, ao final das contas, não tem mistério nenhum: é […]

Você já fugiu do pitch? Não se preocupe! Mais cedo ou mais tarde, todo redator web está sujeito a acidentalmente viajar rumo ao lado obscuro da pauta — e muitas vezes para  bem longe do enredo e das referências propostos no pitch do cliente.

No entanto, ao final das contas, não tem mistério nenhum: é tudo uma questão de disciplina, ou seja, de entender e responder estritamente aquilo que está sendo pedido pelo cliente, como se fosse uma prova de redação.

E já que esse tema tem tudo a ver com escola, o que acha de aproveitar as comemorações dos 50 anos da Rede Globo e tomar umas lições — sobre o que não fazer — com os campeões de fuga ao pitch da Escolinha do Professor Raimundo? Então veeeeenha!

Captando a vossa mensagem com Rolando Lero

“Captei! Captei a vossa mensagem, amado mestre!”. Com esse bordão memorável, o personagem de Rogério Cardoso dava início a um discurso que era pura enrolação, pois ele não entendia bulhufas sobre o que o professor Raimundo havia lhe perguntado.

Ora, se você não é familiarizado com o assunto do pitch, não adianta apostar somente na prosa bonita para convencer seu revisor e se dar bem como o Rolando Lero. Trate de pesquisar o tema, ou, no final, você já sabe o que acontece: nota zero!

rolando lero

Só pensando “naquilo” com a Dona Bela

A eterna Dona Bela de Zezé Macedo era aquela que levava a mal tudo o que o professor perguntava — e ainda fazia juízo de valor! O redator excessivamente autoconfiante lê o pitch rapidamente e pensa que já sabe o que é preciso fazer.

Dessa forma, dispara a escrever e, na hora da conclusão, ainda aproveita para deixar aquela velha liçãozinha de moral. Só que, quando o revisor vai corrigir, descobre que o redator escreveu um artigo sobre parques de diversão quando o tema era a “importância do lazer”. E tome mais zero!

donabela

Sendo chato como Ptolomeu

Com seu perfil de sabichão engomado, Seu Ptolomeu adorava corrigir os colegas, com longas e enfadonhas explicações. Sua participação quebrava o clímax da turma e, vamos ser bem sinceros, acabava entediando os telespectadores.

Igualzinho aos redatores web que, quando se esquecem de checar as personas do cliente e a linguagem requisitada no pitch, querem doutrinar especialistas no assunto ou usam uma linguagem erudita para leitores que curtem algo mais despojado.

ptolomeu

Mantendo (quase) tudo na ponta da língua com Sandoval Quaresma

Sandoval Quaresma era o senhor que começava respondendo tudo certo, mas, no final, acabava se complicando. O redator que não presta atenção ao pitch pode deixar passar instruções importantes sobre o CTA.

Aí, o que acontece? Ele até baseia o texto na persona e etapa do funil, mas faz um CTA vago, sem qualquer conexão com uma campanha que, segundo o pitch, é preciso divulgar. Resultado: o texto inteiro acaba reprovado por não atingir os objetivos do cliente.

sandoval quaresma

Seduzindo todo mundo com Marina da Glória

“Chamô, Chamô?”… Era com esse bordão sensual que a gostosona da turma se levantava languidamente da carteira e respondia à pergunta de um incontido professor Raimundo. Marina da Glória tinha tanto poder de sedução que o mestre nem ligava para o fato de que ela não sabia absolutamente nada sobre o que estava respondendo.

Depois de receberem muitos elogios por tarefas anteriores, há redatores que passam a se achar bons demais para se submeterem às instruções do pitch e começam a entregar textos superficiais, certos de que serão aprovados.

Imagine a surpresa quando os pedidos de revisão começam a lotar a caixa de entrada: garanto que não é nada bonito.

marinadagloria

Repetindo “Beijinho, Beijinho, Pau, Pau” com Dona Cacilda

A engraçadíssima Cacilda, o estereótipo da Xuxa fora do peso, só falava em sexo 24 horas por dia. Tudo era pretexto para ela soltar trocadilhos relacionados a sexo. Assim também se comportam os redatores que ignoram as referências do pitch e se baseiam exclusivamente naquilo que já sabem.

Muitas vezes não percebem que elaboram um texto de discurso pronto e repetitivo, sendo que a consulta a fontes diferenciadas poderia deixar o conteúdo muito mais rico e menos monótono.

claudiajimenez

Agora que matou a saudade de 6 dos mais hilários alunos da Escolinha, que tal pensar com mais carinho no sofrido professor Raimundo?

No caso, revisores e clientes que diariamente têm o grande cuidado de preparar um pitch completo para você — incluindo observações sobre linguagem, personas e links bacanas que têm a ver com o tema.

De uma coisa, você pode ter certeza: a frustração de receber um texto em que o redator ignorou o pitch e fez o que veio à cabeça só não é pior do que o salário do professor Raimundo no fim do mês!

E então, você se identificou com algum dos personagens? Qual?

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *