Por que cobrar mais caro

Por que cobrar mais caro: 6 motivos para aumentar o seu preço!

Muito além de aumentar a sua receita. Entenda por que aumentar seu preço pode valorizar o seu trabalho!
Imersão Freelancer - maior curso online gratuito do BrasilPowered by Rock Convert

Um dos assuntos mais delicados no mercado freelancer está na precificação dos serviços, visto que muitos profissionais ainda têm dúvidas em relação a como chegar no preço ideal. Portanto, hoje, vamos falar sobre algo importante nesse sentido: por que cobrar mais caro pelos seus serviços!

A ideia desse post é lhe mostrar alguns motivos para aumentar o preço dos seus serviços, principalmente quando o objetivo é valorizar o seu nome e o seu próprio trabalho. Ou seja, vamos trazer razões que indicam que você pode aumentar o seu preço sem dor nenhuma na consciência.

E então? Ficou curioso para saber mais sobre o que vamos falar? Confira as 6 dicas que preparamos para você entender por que cobrar mais caro pelos seus serviços.

1. Melhora o seu poder de negociação

O primeiro motivo que vamos listar para você entender por que cobrar mais caro pelos seus serviços é algo muito simples: um preço um pouco mais alto sempre ajuda na melhoria do seu poder de negociação. Afinal, todo bom cliente sempre chora um descontinho, não é mesmo?

Então, tenha em mente que, antes de mais nada, é preciso colocar uma margem no seu preço, para que você possa mostrar para o cliente que consegue negociar um valor que seja bom para ele também. Entendeu? Aliás, essa dinâmica da negociação é muita boa para você entender se o seu preço está justo ou não.

Afinal, se boa parte dos seus clientes estão aceitando o seu preço sem reclamar ou querer negociar, é porque você não está cobrando o suficiente. Pense nisso!

2. Ajuda a lidar com os “nãos”

Ainda na perspectiva de receber “nãos” como resposta para as suas propostas, aumentar o seu preço de forma consciente e saudável ajudará a lidar com essas respostas de forma muito mais leve e tranquila.

A nossa proposta é que você tenha um novo olhar para situações como essa: quando recebemos um não, há um indício de que o preço que colocamos não está nem um pouco abaixo do mercado.

Pode parecer um pouco confuso, mas isso dará mais tranquilidade para que você possa ter menos ansiedade e lidar com essas respostas negativas de maneira saudável, sem ficar com o sentimento de culpa.

Muitas pessoas acham que estão pecando em algo quando recebem um não. Mas na realidade não é bem isso que está acontecendo, por isso, aumentar o preço ajuda a lidar com essas situações de forma mais tranquila.

Confira um compilado de dicas e leituras para seguir crescendo na carreira freelancer! 🚀
Marketing Pessoal: o que é e como trabalhar sua imagem profissional
Como criar um blog grátis personalizado: veja as 9 melhores opções!
Personal Branding: a importância de estabelecer sua marca pessoal
Trabalho Remoto: 8 sites e 10 dicas para ganhar dinheiro sem sair de casa
Como criar um portfólio de redator impressionante!
O que colocar em um currículo freelancer: tiramos todas as suas dúvidas!
As 13 melhores opções de trabalho de fim de semana!
Nômade digital: o que é, como se tornar um e as principais vantagens

3. Valoriza as suas horas de trabalho

Entenda que quando algum cliente contrata os seus serviços por um certo tempo, ele não está contratando apenas algumas horas de trabalho, que é o tempo que você se dedica de fato para o seu projeto.

Além desse tempo de dedicação, há muitos outros custos e fatores que precisam ser incluídos na sua precificação, como: o valor gasto com energia elétrica, os custos da internet, as refeições que você faz durante o trabalho, se você aluga um espaço ou utiliza um coworking, há também a mensalidade, dentre outras coisas.

Para quem trabalha com viagens também é preciso colocar os custos das viagens que são realizadas. Tenha em mente que é preciso também fornecer manutenção ou trocar de equipamentos de trabalho de tempos em tempos. É importante não se esquecer disso!

Deu para perceber que a sua “hora” de trabalho precisa ser valorizada financeiramente, não é mesmo? Esse é um bom motivo do por que cobrar mais caro pelos seus serviços.

4. Adaptar o seu serviço à dinâmica do mercado

Outro ponto muito importante é que é preciso incluir cada vez mais o seu preço na dinâmica do mercado atual. Explicando melhor, vivemos em uma realidade em que, a cada dia que passa, o preço dos produtos e serviços só aumenta.

Ou seja, a cada dia, o custo de vida se torna mais caro, o preço dos alimentos aumenta, o valor das taxas de serviços também cresce, sem contar a inflação que sempre está ali influenciando para que as coisas fiquem um pouco mais difíceis.

Então, é preciso se precaver e também levar em consideração essa dinâmica do mercado. Por isso, é importante pelo menos corrigir o seu preço anualmente conforme o valor da inflação ou alguma outra taxa que faça sentido.

Tenha em mente que trabalhar dessa maneira é algo que precisa ser bem analisado, os ajustes precisam ser coerentes. Não é muito viável ficar aumentando o preço toda vez que algum produto no supermercado aumenta o preço, por exemplo. Então, estude bem antes de fazer qualquer alteração baseada nisso.

5. Aumenta a motivação para fazer um bom trabalho

O questionamento do por que cobrar mais caro também pode ter uma resposta bem simples e óbvia: aumentar a sua motivação enquanto realiza o seu trabalho. Quantas vezes você já não se pegou notando que está desmotivado porque não está sendo bem remunerado pelo serviço prestado?

Pois bem, então, não tem argumento melhor do criar uma motivação para fazer um trabalho bem feito do que aumentar o seu preço, não é mesmo? Dessa maneira, todos só têm a ganhar, tanto você quanto o seu cliente.

A lógica é simples: quando trabalhamos mais motivados, a tendência é que as nossas entregas sejam feitas com muito mais atenção e cuidado, o que deixará o cliente satisfeito e com mais vontade de contratar os seus serviços, bem como indicar para outros consumidores.

6. Ajuda a realizar testes em relação à precificação

Por fim, trazemos aqui que aumentar o preço ajuda também a encontrar a precificação correta para os seus serviços. Essa é uma das maneiras mais fáceis de fazer testes relacionados ao preço para o seu trabalho. Obviamente que estamos falando em fazer testes com um certo embasamento.

Este pode ser em relação aos diversos componentes que formam o seu preço final: as horas trabalhadas, os custos de manutenção do seu projeto, a complexidade do trabalho, dentre outras coisas.

Por exemplo, se o seu preço é composto pelo valor das suas horas trabalhadas mais uma taxa mensal de manutenção dos seus equipamentos, você pode testar aumentando somente o valor das horas trabalhadas, ou então, acrescer um valor a mais nessa taxa de manutenção, dentre outros componentes que compõem o seu valor final.

Dessa forma, será possível testar quais desses componentes fazem mais sentidos serem mexidos do que outros, ok? Portanto, ajustar o preço de diversas maneiras é uma boa maneira de testar o preço ideal para os seus serviços.

Esperamos que você tenha encontrado bons motivos para responder a pergunta: por que cobrar mais caro pelos meus serviços. Isso tudo vai ajudar a fortalecer o mercado freelancer, sendo benéfico para todos.

Descubra agora, como calcular o seu preço de Freela na nossa Calculadora de Preços para Freelancers!

Quanto cobrar pelo freela? Descubra na Calculadora de Preços para FreelancersPowered by Rock Convert