Por Samanta Jovana

Redatora da Comunidade Rock Content.

Publicado em 22/10/2017. | Atualizado em 25/10/2017


Os links podem ser elementos pouco compreendidos, mas são essenciais para qualquer estratégia de blog.

Você conhece o poder dos links? Linkagem interna e linkagem externa podem fazer muito por um conteúdo na web e tendem a melhorar seu posicionamento em motores de busca, como o Google. Mas você sabe o que cada uma delas significa?

A linkagem interna acontece quando uma pessoa faz links com o seu próprio conteúdo, ou seja, ao longo de uma postagem menciona materiais publicados anteriormente em seu próprio site ou blog. Já a linkagem externa ocorre quando alguém cita uma página de terceiros ao longo de uma publicação, a fim de contextualizar uma informação ou expandir um conteúdo.

Ambas linkagem interna e externa têm seu papel. A linkagem interna é importante porque serve para informar ao buscador que existem outras páginas em um website e que ele deveria indexá-las, pois elas contém conteúdo relevante e de autoridade. Já a linkagem externa é uma maneira de dar credibilidade a informação que você coloca à disposição dos seus leitores e de construir laços com outros websites da internet, na forma de backlinks.

Mas não é só isso que os hiperlinks podem fazer por um blog. Como mencionamos no início dessa postagem, o poder dos links está no seu papel no contexto do SEO e no seu impacto nos resultados de um website. Conheça agora outros 5 benefícios de linkar conteúdo nas suas páginas!

1. O poder dos links: eles constroem autoridade

O principal papel de um link em um website é o de construir autoridade. Mas o que é essa autoridade de que tanto falamos neste website e em nossas redes sociais?

A autoridade de uma página é um tipo de ranqueamento desenvolvido pelo Google para classificar o quão confiável é o conteúdo oriundo de uma determinada fonte. Quanto mais autoridade tem um domínio, maior é a sua capacidade de aparecer entre os primeiros resultados de busca dos principais mecanismos, porque mais relevantes são as suas postagens.

Mas como é construída a autoridade de uma página? Em geral, três são os critérios levados em consideração por Google, Bing e Yahoo! na hora de considerar uma página de grande autoridade em seu campo. O primeiro deles é a sua idade.

Quanto mais velha uma página é, mais provável é que o seu conteúdo seja genuíno. Obviamente, esse critério por si só não pode garantir a autoridade, por isso os buscadores também confiam em popularidade para distinguir o que é um bom conteúdo de um mau conteúdo.

A lógica é que os conteúdos mais acessados são mais úteis para os usuários e, portanto, tem maior autoridade. Entretanto, ainda assim, se deixarmos por conta desses dois fatores muitas páginas de baixa autoridade poderiam se passar por relevantes. Por isso há que se considerar também seu tamanho.

Um website precisa receber um nível considerável de tráfego para que seja considerada autoridade em sua área. Completados esses três critérios, pronto. A página que linka para o seu conteúdo tem tudo para conferir autoridade para ele.

Quanto mais links você conseguir obter de fontes consideradas de grande autoridade, melhor para o SEO do seu website. Porque esses links elevam a autoridade da sua própria página e podem torná-la mais relevante em seu campo, fazendo com que seu conteúdo seja percebido como melhor pelos motores de busca. Ser linkado por um jornal ou uma página do governo, por exemplo, é o sonho de qualquer blog.

Você saberia dizer por quê? É que páginas .gov e de grandes jornais, como a Folha de São Paulo têm muita autoridade e são bem vistas pelos buscadores. E se a autoridade é um fator de ranqueamento no SEO, você quer persegui-la para chegar aos topo dos resultados orgânicos de busca.

2. Links aumentam sua relevância

As ferramentas de busca não são como os seres humanos, que podem fazer perguntas para descobrir do que é que o seu site está falando. Então, elas precisam adivinhar de acordo com o contexto o que está acontecendo em sua página e tentar entender do que se trata o conteúdo que você posta. Para facilitar esse entendimento, existem recursos como palavras-chave e tags, mas nem sempre eles são o suficiente.

Os links podem ajudar a fazer com que buscadores compreendam de uma vez por todas em que nicho de mercado o seu negócio se encaixa e por que ele deveria direcionar tráfego para ele. Não está entendendo exatamente onde queremos chegar com isso? Calma, podemos explicar melhor.

Se eu visito o seu website, aleatoriamente, e não sei exatamente do que ele trata posso descobrir isso de várias maneiras. Inicialmente, lendo sua biografia e verificando que tipo de serviços você executa. Se isso não for o suficiente, posso visitar seu blog e tentar entender o que você vende para os seus usuários.

Caso ainda assim eu tenha dificuldades de compreender o que você está comercializando, não tem problema. Você provavelmente tem algum tipo de portfólio online que eu posso conferir, para ver o seu trabalho na prática. Se este não for o caso, há ainda a possibilidade de entrar em contato diretamente com você e descobrir que tipo de serviços você desempenha. Pronto, pendência resolvida.

Entretanto, o Google não pode fazer o mesmo procedimento. Seus crawlers (as ferramentas que indexam toda a internet, tornando-a disponível para pesquisa) podem apenas ler o que está disponível na sua página e tentar entender este conteúdo. É aí que os links que o seu site recebe e contém se tornam relevantes para a contextualização dos seus produtos e serviços.

Digamos que o Google tenha dificuldades de classificar o fato de que você é um eletricista, que presta serviços domésticos. Mas ele percebe que há muitos links de blogs dedicados a eletricistas que dão retorno para o seu website. Isso é o suficiente para que ele entenda a relevância da sua página nesse contexto e compreenda em que nicho ela se encaixa.

Por isso, se você quiser se certificar que buscadores sabem exatamente que tipo de serviço você presta, faça o seu dever de casa e consiga uns backlinks de sites relacionados com o seu conteúdo. Eles vão conferir relevância a sua página, o que o ajudará no futuro.

3. Links ajudam o seu site a ser indexado

Quer saber o que mais links podem fazer pelo seu site ou blog? Uma das primeiras lições que aprendemos ao conhecer SEO é a que você verá a seguir. Links ajudam a sua página a ser indexada.

Você pode estar se perguntando como isso acontece e nós já vamos explicar todo o processo. Lembra dos crawlers que mencionamos anteriormente? Eles funcionam de uma maneira curiosa.

Crawlers navegam pela internet buscando páginas a serem indexadas e fazendo isso, incessantemente. Mas como eles descobrem uma página após a outra? Graças aos links contidos nelas.

Os crawlers e os spiders, que são outros tipos de ferramentas de indexação utilizados por buscadores, são capazes de ler links e entendê-los como URLs que precisam fazer parte de seu trabalho. Assim que os detectam em uma página, seguem aquele endereço e passam a indexar todo o conteúdo que encontram no seu destino.

Isso significa que quanto mais links, internos e externos, uma página tem, melhor para que ela seja encontrada pelos buscadores. Afinal, os crawlers vão eventualmente esbarrar uma de suas páginas pela web e poderão, com ajuda desses links, encontrar todas as outras postagens em seu blog, uma por uma, porque você seguiu uma boa estratégia de link building.

Se você não acredita nisso, verifique como funciona o próprio Search Console da Google. Ali você pode fazer o upload de um sitemap e ver serem indexadas todas as páginas do seu blog em alguns instantes, graças ao fato de que o Google terá em mãos, de repente, todos os links para o seu conteúdo.

4. Links trazem tráfego para sua página

Não podemos, de forma alguma, nos esquecer de um dos principais benefícios dos links e do motivo pelo qual eles foram inventados. Links trazem tráfego para a sua página e podem aumentar a audiência dos seus posts consideravelmente, dependendo de onde eles aparecerem.

Você sabe que hoje, a maioria das visitas que as páginas recebem são originárias de sites de busca como o Google, o Bing, o Yahoo! ou de redes sociais como o Twitter e o Facebook, mas nem sempre este é o caso. Há ainda muita gente que visita novos sites porque os conheceu graças a uma recomendação de um blog que visita há alguns anos ou porque clicou em um link para conhecer mais informações ou checar uma referência.

Se o seu site tem informações importantes e está recheado de conteúdo que pode ser linkado por outras pessoas, ele com certeza vai atrair novos cliques e usuários diferentes diariamente. Esse tráfego pode ser constante, dependendo de onde os seus backlinks estiverem localizados e do quão popular for o site em que eles forem divulgados.

O tráfego de referência, que é como nos referimos aos cliques originários de links postados em outros sites e blogs, ainda é uma fonte muito grande de renda para páginas na internet e você não pode ignorá-lo se quer ver o seu website crescer. Quando fizer Guest Posts, por exemplo, nos blogs de terceiros, não se esqueça de linkar para o seu próprio conteúdo e aproveite a oportunidade para criar alguns backlinks para a sua página. Você poderá se surpreender com a quantidade de novos visitantes que receberá após este experimento.

O lado bom desse tipo de tráfego é que ele funciona mais ou menos como a publicidade pay-per-click, mas você não precisa desembolsar um centavo sequer. Afinal, você estará aparecendo em um blog de alto tráfego, receberá uma porção de cliques e visitas por causa disso e não precisará pagar pela promoção do seu conteúdo. A “publicidade” gratuita ficará online por tempo ilimitado e gerará tráfego para a sua página por muito tempo e esse tráfego sempre será de alta qualidade, composto por pessoas interessadas pelo seu conteúdo.

O poder dos links é inegável e tão grande que faz com que eles possam até mesmo competir com as formas mais tradicionais de mídia online.

5. Links divulgam sua marca

Quer você queira ou não, quando começou a publicar na internet desenvolveu uma marca para si mesmo e passou a ser obrigado a investir nela para obter retornos satisfatórios com o seu blog. Links são uma forma barata de fazer isso, aumentando a visibilidade da sua marca e o seu reconhecimento sem pesar no orçamento que você tem disponível para a divulgação da sua página.

Você já parou para pensar na quantidade de vezes que se tornou fã de uma página porque clicou em um link aleatório? Quando estamos lendo conteúdo, todos somos capazes de identificar de longe onde um link está localizado, porque fomos educados para isso. E quando um consumidor vê o seu nome ligado a um link ele automaticamente associa a sua empresa/marca pessoal a um tópico em particular, o que é muito bom para os negócios.

Pense só. Digamos que você queira estabelecer autoridade como produtor de conteúdo e esteja fazendo isso com o seu blog. Daí você é linkado aqui, na Comunidade Rock Content como um especialista em gramática!

Todas as pessoas que virem aquele post associarão o seu nome a gramática e provavelmente clicarão no link para entender melhor o porquê da citação. O link building é uma maneira certeira de divulgar o que você faz de melhor de uma maneira não invasiva e firmar o nome da sua marca como sinônimo de alguma coisa, o que pode ser determinante para o seu sucesso.

O foco de uma campanha de link building sempre será no SEO, mas isso não significa que ela precisa ficar limitada a fazer apenas isso. No artigo de hoje você viu que é possível fortalecer uma marca com o poder dos links, obter mais tráfego, ser melhor indexado pelas ferramentas de busca e também obter melhores resultados em Search Engine Optimization. O importante é saber usar este recurso para que ele entregue o máximo de performance e traga para o seu blog os melhores resultados.

Conhece o poder dos links e sabe o que eles conseguem fazer por um conteúdo? Então venha ser planejador freelancer da Rock Content. Precisamos de pessoas como você no nosso time!

Planejador de Conteúdo Rock Content

Posts populares com esse assunto