pauta de infográfico

Pauta de Infográfico: afinal, o que ela tem de diferente?

Apesar do formato visual do infográfico ser o atrativo desse tipo de conteúdo, a combinação com informações relevantes em forma de texto é o que garante a alta performance. Por isso, um bom infográfico exige uma boa pauta. Entenda o que deve ser feito!

Já teve de fazer uma pauta de infográfico e ficou um pouco perdido? É verdade que esse tipo de tarefa tem suas especificidades e pode ser complicada no começo. Mas se você ficar atento a todas as dicas que daremos aqui, em pouco tempo conseguirá produzir uma pauta de infográfico com muita eficiência.

Você deve sempre pensar que uma pauta de infográfico não é como as outras. O redator que ficará responsável por ela terá de condensar muita informação em um só lugar, por isso, quanto mais específicas forem as suas orientações, melhor.

Um bom exercício é frequentar ambientes como o Behance e páginas como o Pictoline. Lá você encontrará uma série de infográficos e poderá se familiarizar com o estilo deles, tornando-se ainda melhor em produzir pautas desse tipo.

Agora, se você já fez isso e ainda continua com dúvidas, confira abaixo o que fazer para se aperfeiçoar.

Especifique a linguagem

O primeiro passo para um infográfico bem-sucedido é deixar bem claro a linguagem (ou estilo) que você gostaria que ele assumisse. É provável que você já tenha visto isso por aí, mas se não, essa é uma excelente oportunidade de aprender.

Já notou como nem todos os infográficos são um compilado de dados? É claro que estes existem e são o modelo mais comum de infografia praticado por aí, mas há muitas outras opções há se explorar.

Temos infográficos que seguem o formato de passo a passo e descrevem como é possível completar uma atividade. Temos também aqueles que contam uma história e evidenciam seus detalhes principais.

Além desses, existem outros tantos formatos de infográficos com que podemos trabalhar. Ou seja, nem sempre será necessário que você oriente um redator a encontrar tantas informações quanto possíveis a respeito de um assunto. Nem exigir que eles a coloquem em porcentagens, números e figuras.

Muitas vezes, para explicar o conteúdo de um infográfico, pode ser mais interessante explorar estes formatos alternativos. E isso varia de assunto para assunto, conforme o perfil do cliente e o objetivo da pauta.

É seu papel saber identificar a abordagem mais adequada e encontrar uma forma de explicá-la para o redator. Assim, suas pautas de infográfico serão um sucesso.

Defina bem o objetivo

Falando em objetivo, temos de frisar que cada infográfico pretende fazer uma coisa diferente. Alguns devem conscientizar o leitor a respeito de um assunto que é relevante para ele, enquanto outros tem alto valor como entretenimento e se tornam conteúdos “compartilháveis”.

Qual é o grande objetivo do infográfico que você está escrevendo agora? Responder a essa pergunta será fundamental para que a sua pauta de infográfico saia exatamente como desejado.

Em geral, indicações do objetivo do cliente estarão contidas no briefing de infográfico que você receberá. Ali será possível perceber o estágio do funil em que este infográfico se encontra, por exemplo, e deduzir qual função ele deve executar com maestria.

Explicite os tópicos a serem trabalhados

Todavia, para que um infográfico funcione de verdade é preciso que você oriente o redator a respeito dos tópicos que serão abordados. Enquanto isso é opcional em uma pauta de artigo, por exemplo, que pode ser muito mais livre, nas pautas de livros e infográficos é mandatório.

Você vai querer listar tantos tópicos quanto achar que devem ser abordados pelo redator. E em seguida, deverá explicar o que precisa estar contido neles.

Digamos que a pauta de infográfico que você está escrevendo agora é o mais tradicional possível. Seria legal então que você orientasse que tipo de dado é relevante para a persona e deve ser priorizado pelo redator.

Não se esqueça de pensar na quantidade de palavras

Quando você estiver definindo a quantidade de tópicos que a pauta de infográfico deve contemplar nunca se esqueça de uma coisa. Infográficos são formas de comunicação extremamente visuais e seus textos devem ser breves.

Por isso, não adianta colocar uma dezena de tópicos a serem abordados pelo seu redator se não há espaço para isso. Pensando em uma pauta de 250 a 300 palavras, por exemplo, algo em torno de cinco tópicos está de bom tamanho.

Mais do que isso vai forçar quem for redigir essa pauta a economizar muitas palavras nos tópicos e, consequentemente, omitir informações.

Dê uma orientação clara sobre a introdução

Todo infográfico precisa, como um texto convencional, vir acompanhado de uma introdução. E essa introdução faz parte dos 300 caracteres que compõe seu texto total.

Por isso, é uma boa ideia orientar o redator a respeito do que abordar nela. Dessa forma, há menos chances que ele desvie do assunto ou entregue informação demais antes da hora.

Uma introdução de infográfico deve chamar a atenção para o seu conteúdo e fazer com que as pessoas queiram lê-lo até o final. Deixe essa ideia bem claro para o redator ao explicar o que espera da introdução daquele conteúdo.

Escolha um CTA que faça sentido

Infográficos também precisam de um CTA, para incentivar que os leu a tomar um determinado curso de ação. Mas desenvolver o CTA de um infográfico não é tão fácil quanto fazer o mesmo para um artigo.

Além do espaço reduzido temos outro desafio: entender o que o seu leitor vai querer fazer ao terminar a leitura. Em geral, o compartilhamento é um CTA certeiro para infográficos porque esses materiais são curiosos o bastante para que as pessoas queiram dividi-los com os seus amigos.

Entretanto, você não deve ficar limitado a essa call to action. Seja criativo e, acima de tudo, condizente com o conteúdo que você produziu.

Selecione referências incríveis

Por último, um infográfico bem construído sempre precisará de referências incríveis. Então, se você quer que um redator aborde um determinado assunto, é preciso dar a ele material para fazer isso.

É claro que o redator sempre terá a opção de fazer uma busca por si só e encontrar novas informações para adicionar a uma pauta. Todavia, não é de bom tom fazer menção a um assunto e não ter nenhuma referência para dar sustentação a ela.

Da mesma forma como você procura referências confiáveis e autoritativas para incluir em pautas de artigo, você deve fazer o mesmo com pautas de infográfico. Isso pode ajudá-lo a definir os tópicos com mais clareza e, com certeza, há de acelerar o trabalho do redator.

E aí, gostou de entender como fazer uma pauta de infográfico perfeita? Esperamos que esse artigo tenha lhe ajudado.

Não se esqueça, porém, de conferir o nosso Checklist de Planejamento de Pauta. Lá você entenderá tudo que é preciso verificar antes de enviar uma tarefa desse tipo para o cliente!

Checklist de Planejamento de Conteúdo Web