pauta de artigo passo a passo

Pauta de Artigo: os primeiros passos para um post de alta performance!

Atrás de qualquer post de qualidade, existe uma pauta com informações básicas e bons direcionamentos para a construção do texto. Quer saber o que fazer para conquistar uma boa pauta de artigo? Confira!

Quer ser um freela de pauta na Plataforma Rock Content? Então temos uma ótima notícia para você! Pauta de artigo não é algo que uma pessoa nasce sabendo fazer, ou seja: você pode aprender e dominar essa prática se fizer um esforço para isso.

Exatamente por esse motivo construímos o artigo que você lerá hoje. Aqui estão todas as coisas que você precisa saber para fazer a pauta de artigo e criar as orientações perfeitas para um post de alta performance.

Os exemplos a seguir são melhor compreendidos se você puder pensar na pauta de um texto de blog, como o que está lendo agora. E, se você tem experiência como redator freelancer, não terá dificuldade de identificar como cada um deles aparece no briefing das suas pautas.

Pronto para começar a aprender? Fique atento aos tópicos a seguir.

Faça a escolha do tema de sua pauta de artigo

Um artigo não funciona necessariamente como outras peças de literatura com que você está habituado. Por isso, a primeira etapa de sua construção é definir o exato tema da pauta.

Você pode pensar que um livro funciona mais ou menos do mesmo jeito, mas na prática isso não é verdade. Um artigo é um universo muito menor, que exige que você vá direto ao ponto e aborde um número limitado de assuntos.

Isso não quer dizer que você não possa produzir uma série deles. Mas, de forma geral, artigos precisam se sustentar sozinhos e ter início, meio e fim.

Conteúdos em série não são peças tão comuns quanto você imagina. Então entender o negócio do cliente, compreender as dúvidas da persona e estar antenado às novidades mais recentes de uma determinada área pode ajudá-lo a se tornar um produtor de pautas melhor.

Quando você receber um job desse tipo será orientado a respeito de que assunto deve escrever, geralmente com a indicação de um nicho que precisa ser atingido. Ou seja, o cliente (ou atendimento responsável por sua conta) lhe dirá qual o escopo do seu blog e a sua pesquisa começa a partir daí.

Há, porém, muita liberdade criativa no processo. Você poderá escolher exatamente como abordar um assunto e definir que tipo de material é mais interessante para a sua persona, seja ele uma lista ou um artigo explicativo. E terá liberdade em propor temas específicos, como “feiras de design” que são relevantes para o leitor ou “um passo a passo para montar seu próprio negócio”.

Selecione a palavra-chave

A escolha da palavra-chave, porém, é outro desafio que enfrentam os freelancers de pauta. Há várias maneiras de se abordar um assunto e, sem experiência com SEO é muito provável que você não escolha a melhor delas.

Por isso, aprender e entender o que Search Engine Optimization significa, além de se familiarizar com ferramentas como o Google Keyword Planner, fará toda a diferença.

Defina o título ideal

Logo após definir o seu tema é hora de pensar num título que consiga, ao mesmo tempo, convencer as pessoas a clicarem na sua postagem, informar exatamente o que está contido nela e conter a sua palavra-chave foco.

Pode parecer que essa tarefa é bastante complicada, mas com a prática (e ferramentas como o Avaliador de Títulos) você verá que não se trata de coisa tão complexa assim.

Um bom título não pode ser simplesmente definido em um artigo de orientação porque depende muito do tema abordado e do tipo de blog que o seu cliente tem. Há páginas que focalizam a sua estratégia de conteúdo em compartilhar conhecimentos específicos de sua área com os leitores, enquanto outras falam sempre de assuntos adjacentes à sua atuação.

Provavelmente o aspecto mais importante na composição de um título, porém, é nunca fazê-lo mentir para as pessoas. Se um usuário clica num texto que promete coisas específicas e não as recebe ele nunca mais visitará aquele website.

 

Crie as orientações sobre o texto

Depois de escolhidos título e tema é hora de mostrar para o redator que enfoque você gostaria de dar um determinado conteúdo. Isso é feito por meio das orientações sobre o texto.

Ali você determina o que deverá ser mencionado ou não e delimita as abordagens possíveis. É com uma boa descrição a respeito do seu texto que você garante que quem escreverá aquela pauta o fará de acordo com o que você imaginou (e é mais interessante para o cliente).

Então essa é a hora de ser o mais específico possível. Se você estiver fazendo a pauta de um artigo sobre “feiras de design”, por exemplo, citar algumas delas que devem ser contempladas ao longo do texto pode ser uma boa ideia.

Conteúdos mais específicos pedem orientações mais detalhadas, assim como conteúdos mais simples podem ficar a cargo do entendimento do redator. Um texto que define o que é uma feira de design não precisa de uma descrição extensa, enquanto que um sobre como fazer uma feira de design deve especificar aspectos mais relacionados à área de atuação do cliente.

Determine as especificidades do objetivo da pauta

Determinar as especificidades do objetivo da pauta é escolher como ela será formalmente. Se você quiser uma lista deve mencionar isso, agora se preferir ver um artigo explicativo tem de incluir este fato na sua pauta.

É por meio dessas informações que o redator responsável por ela descobrirá como pode encontrar as demandas do cliente.

Escolha referências incríveis para uma pauta completa

Terminado todo o processo de construção da pauta é hora de listar as referências que você utilizou para que o redator possa entender melhor o enfoque dado ao assunto. Talvez essa seja a parte de construir uma pauta que parece mais simples, mas de fato está longe disso.

As referências que você escolhe devem ser completas, de fontes de alta reputação e, preferencialmente, devem estar no idioma nativo do redator. Um bom conjunto delas é a garantia de um bom conteúdo.

Fazer a pauta de artigo é desempenhar uma função altamente especializada, que exigirá que você esteja atento a temas recentes e também tenha as habilidades de um bom leitor.

Afinal, todas as pautas devem ser inéditas e nenhuma delas pode ser compartilhada por clientes diferentes. Isso significa que você terá de passar algum tempo nos seus blogs entendendo o tipo de conteúdo que ali é publicado.

Fazer a pauta de artigo fica menos desafiador se você tiver em mãos os recursos certos com que contar. Confira nossa Checklist de Planejamento de Pauta para arrasar nas suas tarefas!

Checklist de Planejamento de Conteúdo Web