Por Vitória Mansur

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 02/03/2018. | Atualizado em 10/06/2020


Entenda como entrar no mundo dos freelancer e aprenda a encontrar seu próprio mercado.

Liberdade. Talvez essa seja a melhor palavra para definir o que é ser freelancer, certo? Ao escolher essa carreira, você ganha flexibilidade para fazer o seu horário de trabalho, pode desenvolver as tarefas com mais autonomia e até receber a mais por isso.

Mas, nem tudo são flores. Encontrar os primeiros clientes e conseguir projetos que se tornem frequentes é uma tarefa árdua. Além disso, controlar a ansiedade que surge todo final de mês quando sabemos não ter o salário definido na conta é desafiador.

O que fazer nessa situação? Não desanimar! O processo é longo e exige dedicação diária, no entanto, é possível viver só de freelas e conquistar a independência da CLT. Para isso, separamos 7 passos para você seguir, conquistar oportunidades como freelancer e se destacar nessa carreira. Confira!

1. Crie um cadastro em plataformas para freelancers

A primeira oportunidade de estabelecer contato com clientes é em plataformas específicas para freelancers. O objetivo desse serviço é conectar empresas com uma rede de profissionais qualificados em diferentes segmentos, como produção de texto, design, desenvolvimento web, entre outros.

As etapas para entrar no time de freelancers variam de acordo com as plataformas. De maneira geral, é solicitado os dados pessoais, uma breve explicação sobre sua formação e experiência profissional. Também é comum que as empresas solicitem um teste para avaliar suas habilidades e alguns certificados para validar o seu conhecimento.

A dica aqui é pesquisar no mercado como cada sistema funciona e opte pela que melhor se encaixe ao seu perfil profissional. Além de poder começar projetos com mais segurança, você pode aprender dicas valiosas de como se relacionar com o cliente e melhorar seu trabalho.

2. Monte um portfólio

O portfólio é uma forma de mostrar ao cliente a qualidade do seu trabalho. Para isso, reúna os seus melhores projetos e descreva, de maneira clara e objetiva, os resultados alcançados.

Para facilitar a interação com o cliente e a divulgação desse material, crie um portfólio online. Existem várias ferramentas grátis, com recursos simples de usar e design atraente que podem ajudá-lo nessa tarefa. Experimente o Behance, Carbonmade e até mesmo WordPress!

Aproveite para incluir no portfólio links de seus perfis de redes sociais e outras formas de contato, como email e telefone. É uma boa estratégia para estreitar o relacionamento. E, claro, lembre-se de manter todas as informações atualizadas!

3. Estabeleça networking nas redes sociais

No mundo de freelas, quem não é visto, não é lembrado. Então, seja ativo nas redes sociais. Facebook, Instagram, Linkedin, são ferramentas essenciais para divulgar o seu trabalho.

Entre em grupos de freelancers da sua área, compartilhe projetos realizados com antigos clientes, siga pessoas influentes do seu segmento. O importante é interagir, pois uma publicação simples pode se transformar em um job!

Outra estratégia interessante é investir em marketing de conteúdo. Faça uma conta no Medium, crie um blog ou até mesmo publique artigos no Linkedin Pulse. Conte sobre suas experiências, forneça dicas sobre o mercado. Aos poucos, você vai se tornando referência em sua área de atuação e fortalecendo a sua presença online. Temos certeza que, depois, você agradecerá pelos resultados!

4. Faça parcerias com outros profissionais

Gosta de animais de estimação? Então, pesquise uma ONG sobre o assunto, ofereça uma parceria e desenvolva um projeto para eles! Essas entidades sempre possuem demandas em vários segmentos. Portanto, crie oportunidades como freelancer reais e mostre o seu trabalho.

Outra dica é tentar se unir a profissionais que prestam serviços complementares ao seu segmento de atuação. Por exemplo, se você produz textos para a web e tem um amigo designer, que tal captarem juntos novos clientes? Assim, você agrega valor ao seu negócio, pois, além de entregar conteúdo de qualidade, desenvolve uma identidade visual adequada para o cliente.

Mesmo que a parceria não gere retorno financeiro inicialmente, é possível ter benefícios. Você começa a desenvolver uma rede de networking, adquire novas peças para incluir no seu portfólio, ganha experiência no relacionamento com o cliente e pode render indicações para outros projetos.

Tenha em mente que essa situação não deve ser recorrente e nem duradoura. Com o tempo, você conseguirá melhorar a remuneração por seus projetos.

5. Aprenda a negociar com o cliente

É comum o cliente questionar preço, pedir ajustes e até discordar das suas opiniões. Dessa forma, saber conversar é imprescindível para dar continuidade ao desenvolvimento do projeto.

Invista em cursos que ajudem a melhorar a sua inteligência emocional e suas técnicas de negociação. Se posicione como um agente do sucesso do cliente e mostre a ele que vocês estão jogando no mesmo time.

O processo é desafiador, exige mudança de postura e mindset. Mas persista! Seja paciente para lidar com as situações de conflito, saiba ouvir, mantenha um discurso positivo e flexível. Contudo, tenha em mente que há situações que é necessário dizer não, ok?

6. Ofereça diferentes formas de pagamentos

Há diversas opções de receber pelos seus serviços: à vista, transferência bancária eletrônica, depósito, cheque, entre outros. Escolha a operação mais simples, tanto para você quanto para o cliente.

Outra dica é usar as carteiras eletrônicas, que permitem o recebimento via cartão de crédito, como o PagSeguro, Moip e Paypal. Elas facilitam o pagamento e ainda podem ser um diferencial competitivo no mercado de freelas.

Claro, você ainda pode contar com as plataformas de freelas. Elas fazem a intermediação entre o cliente e o prestador de serviço, permitindo uma transação segura, transparente e confiável.

7. Seja organizado

Não adianta ter projetos bons e recorrentes, se você atrasa as entregas e não consegue gerenciar todas as demandas, certo? Sendo assim, manter-se organizado é pré-requisito para ter sucesso com os clientes. Veja algumas práticas que podem ajudá-lo:

  • estabeleça uma rotina: monte um cronograma claro de suas atividades, incluindo desde a prospecção de clientes até a entrega do seu trabalho;
  • crie uma tabela de preços: saber cobrar pelo seu serviço é essencial para se planejar financeiramente. Use o arquivo sempre como referência na hora de passar seu orçamento;
  • segmente seus clientes: a vantagem de ser freela é poder escolher com quem trabalhar. Defina os perfis do seu público-alvo para entender as suas demandas e conseguir entregar soluções cada vez mais especializadas.

No mais, a hora de investir nessa carreira é agora! O mercado está aquecido e cada vez mais competitivo. Mesmo sendo desafiador, batalhe pelo seu espaço e, em breve, verá os resultados.

Agora que você já sabe os principais passos para conquistar oportunidades como freelancer, que tal aprender mais sobre a profissão? Baixe agora nosso e-book e comece uma nova carreira!

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *