o que é logotipo

O que é logotipo e por que ele é importante para a construção de uma marca?

Tem curiosidade de saber como é o processo de criação de uma marca e de um logotipo? Confira aqui e saiba quais são as melhores dicas para montar um logo!

O logotipo é aquele desenho que representa uma marca, sendo essencial para a estratégia de marketing de toda empresa. Trata-se de um signo de identificação por meio do qual o público vai identificar seus produtos e serviços em meio a um mar de concorrentes.

Quando um logo conta com um suporte de texto, chamamos o símbolo completo de logotipo. Isso significa que ele é a integração de um logo e um texto. Por exemplo, isso fica muito claro no logo da Nike (quando não tem a palavra escrita) e em seu logotipo (quando há a união do símbolo com a palavra “Nike” escrita).

O que nem todo mundo sabe é que por trás de um logotipo existe um extenso trabalho de pesquisa, que envolve assuntos como design, cores, psicologia, composição, conceito, entre muitos outros, a fim de criar um símbolo bonito e funcional, que esteja totalmente alinhado com os clientes da empresa.

Neste texto, vamos explicar o que é logotipo e falar da importância de criar um ícone coerente com a marca e dar alguns exemplos. Acompanhe!

Entenda a diferença entre logotipo e logomarca

Para ficar bem claro, precisamos diferenciar esses dois conceitos. Embora muitas pessoas achem que são a mesma coisa, a maior parte dos logos conta com uma composição formada por dois itens:

  • uma parte escrita;
  • um desenho.

Para reforçar o exemplo, vamos lembrar da maçã mordida da Apple. Nesse caso, é importante destacar que:

  • o logotipo é a parte escrita — ou nome da marca — de maneira estilizada;
  • a logomarca, por sua vez, é o desenho, ícone ou símbolo que representa a marca de forma gráfica.

Isso não quer dizer, no entanto, que uma marca tem que ter, obrigatoriamente, ambos os conceitos na sua identidade visual.

Para citar outro caso, lembremos da Coca-Cola, que funciona por conta de três aspectos básicos:

  • nome incomum;
  • conceito que “pega”;
  • força da marca.

Já outras contam com uma logomarca tão forte que funcionam sem a necessidade do logotipo. A concha vermelha e amarela da Shell é um exemplo que representa isso bem.

Agora que você sabe a diferença entre os conceitos, vamos mostrar algumas ideias que demonstram como o logo é importante e como você pode criar um. Acompanhe!

Seja simples

O primeiro passo para criar um logo de sucesso é entender que ele deve ser simples. Como é uma representação gráfica da sua marca, ele deve ser sintetizado de forma que seja facilmente identificado pelo público que você pretende atingir. Por isso, elimine informações desnecessárias.

Quando os logotipos são cheios de enfeites, efeitos e elementos em excesso, eles acabam transmitindo um sentimento de desorganização. Obviamente, você não quer que a imagem da sua empresa tenha esse tipo de associação, não é verdade?

Como dissemos, o logotipo é composto em parte por um “desenho”, e a outra parte vem em texto. Em algumas situações, além do nome da marca, algum slogan ou texto de apoio é adicionado. Dessa forma, a simplicidade também deve ser mantida em todos os elementos.

No caso de exemplos como Coca-Cola, Disney e Adidas, todos os logos são simples e ao mesmo tempo marcantes, o que faz com que o público identifique seus produtos e serviços de prontidão.

Conheça sua persona

Também é muito importante que deixemos claro que públicos diferentes pedem logos distintos. Portanto, é interessante que você faça uma análise muito bem detalhada sobre a persona da sua empresa — para isso, compreender o que significa esse conceito é fundamental.

Assim, você deve pesquisar os logotipos das marcas com as quais o seu público mais se identifica. Você pode, por exemplo, fazer uma pesquisa e conversar com conhecidos que tenham a ver com seus produtos ou serviços. Além disso, você ainda pode fazer perguntas nas suas redes sociais, por meio de formulários.

A partir do momento em que você tem informações e dados estratégicos em mãos, você consegue direcionar um trabalho mais adequado para a sua necessidade.

Pesquise tendências

Outra ótima ideia para criar seu próprio logotipo é pesquisar tendências do que tem sido criado no universo do design, que é uma metodologia que está sempre mudando.

O que era feito nos anos 1990 é muito diferente daquilo que foi criado na primeira década dos anos 2000, por exemplo. Dessa forma, a partir do momento em que você sabe o que dá resultado nos dias atuais, passa a ter uma referência e pode evitar adotar algo que está ultrapassado ou que é antiquado.

Pode até ser tentador fazer algo que não esteja dentro de um padrão, mas é preciso tomar cuidado para não associar o seu logo a algo brega — em vez de valorizar, ele pode acabar desvalorizando a sua marca, o que é péssimo para as pretensões de crescimento da empresa.

Apesar disso, é válido lembrar que não existe apenas uma tendência em vigência. Afinal, as próprias tendências acabam se mesclando, se dividindo e coexistindo. Com cuidado, atenção e comprometimento, você encontrará um estilo que de fato representará a essência e os valores da sua organização.

Para dar um exemplo mais próximo — às vezes, você pode achar que um logo de gigantes como o Google ou Apple pode estar muito distante da sua realidade —, vamos explicar como trabalhamos com o logotipo da Rock Content.

O logo da Rock Content tem sua representação por meio de um tipo, com o nome da organização na cor cinza, ao lado de um ícone azul — que representa a produção de conteúdo, como se um papel estivesse sendo preenchido por linhas.

Para inspirá-lo ainda mais, abaixo separamos alguns sites com ótimas referências de design.

Lembre-se sempre de que as pessoas são visuais. É por isso que a identidade visual — que conta com o logotipo entre os seus elementos — é tão importante para a empresa. Entre outras questões, ela atua na construção da confiança entre marca e consumidores.

Sugestões do editor:
O que são vetores e como vetorizar uma imagem?
Descubra 15 opções de aplicativos para criar logos
Entenda como funciona a política de imagens para anúncios do Facebook
Derrubamos por terra 5 mitos sobre o conteúdo visual
Direitos autorais de imagem: tudo que você precisa saber!
Como escolher boas imagens para o conteúdo visual na internet?

Agora que você sabe o que é logotipo, entende sua importância e tem algumas ideias para criar o seu, esperamos que você avance nos trabalhos dessa área e faça a diferença no mercado.

Para que você fique ainda mais preparado para os novos desafios, separamos um documento no qual você terá acesso a 100 ferramentas e aplicativos para produtores de conteúdo.

ferramentas e aplicativos para produtores de conteúdo