o que é copywriting

O que é Copywriting? Todas as técnicas e gatilhos para persuadir seus leitores como um copywriter profissional

Copywriting é um termo em inglês para definir a técnica de escrever textos persuasivos para Marketing e Vendas com o objetivo de levar o leitor a tomar uma ação específica, que pode ser clicar em um conteúdo, cadastrar o email ou comprar algo.

Um bom Copywriting envolve o domínio de várias técnicas e gatilhos, como urgência, escassez, clareza e contar boas histórias.

Neste post, vamos cobrir todos esses métodos para que seus conteúdos possam gerar mais resultados, que vêm da capacidade de persuadir o leitor.

Um conteúdo bem redigido é capaz de prender a atenção e engajar seu leitor, mas não é o suficiente para incentivá-lo a tomar uma decisão e dar o próximo passo.

Com o Copywriting, você consegue persuadir e convencer o leitor por meio de várias técnicas e estratégias que incluem desde gatilhos mentais, até a psicologia.

Antes de cobrirmos todos os principais métodos para criar uma boa copy — como é chamado o texto escrito por um copywriter —, é necessário esclarecer uma questão importante.

O que é Copywriting?

Copywriting é um termo em inglês para definir a técnica de escrever textos persuasivos para Marketing e Vendas com o objetivo de levar o leitor a tomar uma ação específica, que pode ser clicar em um conteúdo, cadastrar o email ou comprar algo.

Como fazer um bom Copywriting?

Agora que você já entendeu o conceito e o objetivo do Copywriting, podemos cobrir os princípios básicos para uma escrita persuasiva.

Ela se baseia em três regras de vendas:

  1. as pessoas não gostam da ideia de serem convencidas a comprar algo;
  2. elas compram por motivos emocionais, não racionais;
  3. após uma compra, elas precisam satisfazer sua vontade com a lógica.

Portanto, uma boa copy precisa ser natural ao dialogar com o leitor e oferecer uma solução para o seu problema de maneira que ele sinta que a decisão partiu dele.

Para isso, você precisa cobrir 6 passos.

1. Conheça o seu público-alvo

Antes de redigir qualquer linha de conteúdo, você precisa entender claramente para quem ele é destinado e, principalmente, quais são as dores, os conflitos e os desejos do seu público.

Assim, será muito mais fácil seguir os próximos passos.

2. Chame a atenção do leitor

Seja para o título de um conteúdo, para o anúncio ou para recomendar um ebook em uma chamada para ação, garantir a atenção do leitor é crucial para o Copywriting ser efetivo.

Então, faça uma proposta de valor que seja clara o bastante para o seu público ao mencionar diretamente uma dor ou desejo dele.

3. Identifique a dor do seu público

Agora é o momento de aprofundar e falar sobre os desafios e conflitos da sua audiência.

Foque realmente nas dores, dificuldades e emoções provocadas, de forma que o leitor consiga se enxergar em sua descrição.

4. Apresente a solução

Depois de mencionar a ferida do seu público, chegou o momento de apresentar o seu conteúdo, material ou produto como a solução.

5. Mostre por que sua solução é única

Apresentar o seu produto como a solução do problema do usuário não é segredo algum. Qualquer produtor de conteúdo ou infoprodutor segue essa metodologia e, por isso, você deve se perguntar:

  • O que você oferece de único?
  • O que seu material apresenta que sua concorrência não oferece?

Esse é o momento de deixar claro que, além de apresentar uma solução para a dor de sua audiência, você oferece um benefício único.

6. Chamada para a ação

Após seguir os passos anteriores, falta apenas dizer qual é a próxima ação de maneira clara e deixar que o leitor a tome. Veja alguns exemplos:

  • Deixe o seu email para assinar a Newsletter;
  • Clique aqui para garantir 30% de desconto;
  • Baixe o ebook para aprender mais.

Assim, você já será capaz de produzir uma copy bem efetiva e, para aprimorá-la ainda mais, é necessário compreender como usar os elementos a seguir.

11 elementos e gatilhos mais importantes no Copywriting

Não é necessário que todos estejam presentes no texto. Para que isso fique claro, vejamos como funciona cada um deles dentro da copy.

1. Urgência

É comum as pessoas procrastinarem uma decisão, a não ser que ela tenha de ser feita com urgência. Por isso, um texto deve não apenas chamar a atenção do visitante e envolvê-lo até o final, mas também fazer com que ele tome uma atitude rápida que gere a conversão.

Para isso, algumas palavras e termos que causam a sensação de urgência podem funcionar. Vejamos alguns exemplos:

  • Quer descobrir como montar uma estratégia de marketing? Confira agora o post que escrevemos sobre o assunto.
  • Quer se tornar um freelancer de sucesso hoje mesmo? Clique aqui e saiba mais!
  • Até hoje ninguém havia contado este segredo de como aumentar as vendas. Leia o post e descubra!

2. Conexão

Alguns leitores podem se sentir distantes dos produtores de conteúdo, por isso, usar elementos de conexão torna os dois lados mais próximos e isso é fundamental no Copywriting voltado para a conversão.

Dessa forma, o leitor deixa de ver você como alguém que está tentando vender uma ideia ou produto para ele, passando a enxergar um aliado para seu sucesso.

Alguns exemplos que mostram como a conexão pode ser aplicada no texto são:

  • Você vai descobrir neste post como fazer textos incríveis!
  • Veja como pessoas comuns se tornaram freelancers de muito sucesso!
  • Confira este passo a passo para ter um blog de sucesso, mesmo que você nunca tenha tido um.

3. Especificidade

Outro elemento do Copywriting voltado para conversão é a especificidade. Ou seja, é preciso que as chamadas do texto definam o prazo ou os próximos passos que o visitante deve dar para executar a ação. Alguns exemplos:

  • Aprenda as 7 dicas para você escrever o texto perfeito!
  • Conheça as 13 técnicas para otimização de texto para SEO!
  • Saiba mais sobre o curso que ensina a fazer Copywriting em até 2 semanas!

4. Transformação

O que trouxe você até este artigo é o interesse em saber mais sobre Copywriting e como escrever textos que convertem, certo? O mesmo ocorre com todas as pessoas; quando alguém consome um conteúdo, ele espera que alguma coisa mude após a leitura.

Logo, o texto precisa deixar claro desde o título que ele causará uma transformação na vida de quem o lê. Seguem alguns exemplos:

  • Descubra agora como se tornar o profissional de marketing mais desejado do mercado!
  • Aprenda a criar um blog de sucesso do zero!
  • 9 passos para você mudar a sua vida de freelancer agora mesmo.

5. Exclusividade

Uma coisa é certa: a web está cheia de conteúdo! Seja qual for o assunto, não é difícil encontrar blogs e redes sociais que falem a respeito, trazendo muitas informações e dicas.

Por conta disso, dificilmente alguém gostaria de ler conteúdos que são “mais do mesmo”, certo? Por isso, seus textos precisam apresentar uma exclusividade.

Vamos, como exemplo, mostrar chamadas para artigos que falem sobre Instagram e que tenham nada de exclusivo:

  • O que é o Instagram? Saiba agora.
  • Como criar uma conta no Instagram.
  • Qual é o formato de imagens no Instagram?

Sem graça, não é mesmo? Agora veja como os exemplos abaixo chamam muito mais a atenção e entregam exclusividade:

  • O que é o Instagram? Saiba a opinião dos maiores especialistas dessa rede social!
  • 7 passos de como criar uma conta no Instagram e ter muitos seguidores!
  • Qual é o formato de imagens no Instagram usado pelos influenciadores de sucesso? Saiba agora!

Muito melhor, certo?

De acordo com Robert Cialdini, autor do livro As Armas da Persuasão, o ser humano se comporta de acordo com seis princípios psicológicos que o leva a tomar uma decisão de forma quase automática, que são os próximos elementos.

6. Reciprocidade

Esse princípio aponta que o ser humano tem uma tendência natural a responder ações positivas com outras ações positivas.

Forneça informações valiosas e relevantes ao seu leitor para cultivar nele o interesse em te procurar no futuro — como um favor prestado de bom grado.

Por esse motivo, várias empresas têm lançado manuais, ebooks gratuitos e blog posts instrutivos. Tendo ou não relação com o produto/serviço prestado por você, a tendência é ser útil primeiro, conquistar a confiança do público e, só então, vender.

7. Aprovação social

Esse gatilho aponta que somos influenciados por outros em nossas tomadas de decisão, de forma que, quanto maior for o número de pessoas que aprova algo, cada vez mais pessoas ficam tentadas a fazer o mesmo.

Por isso, é comum utilizarmos depoimentos e comentários de compradores.

8. Afeição ou afinidade

Esse princípio mostra que as pessoas tendem a se conectar com quem é parecido com elas, seja emocionalmente, historicamente, ou por características e habilidades.

9. Autoridade

O ser humano, por uma questão de respeito, tem a tendência de obedecer a quem considera superior. Para transmitir credibilidade no texto, procure se especializar no tema e selecione referências de qualidade em sua redação.

10. Compromisso e coerência

Quando alguém se compromete com alguma coisa, ele sentirá uma pressão de se comportar de modo a cumprir o seu compromisso.

No texto, o princípio de compromisso e coerência é fundamental para conquistar a confiança do leitor, pois ninguém gosta de textos falaciosos.

Portanto, não prometa o que você não pode cumprir, como soluções absurdas. Ser coerente na escrita persuasiva significa produzir um texto com sequências lógicas de ideias e conexões entre os parágrafos.

11. Escassez

Temos uma terrível inclinação para valorizar aquilo que perdemos ou estamos prestes a perder. Visando explorar esse instinto, a escassez também pode ser colocada em prática no texto.

Entenda que persuadir não é manipular

Ao falar sobre Copywriting e gatilhos mentais, esse é um tema que não pode ser deixado de lado.

Não há nada pior para uma marca, pessoal ou empresarial, do que manipular um visitante a tomar uma ação e ele descobrir que foi iludido.

Essa é uma das maiores garantias que você pode ter de que alguém não vai mais fechar negócios com você e pior: vai influenciar outras pessoas a fazer o mesmo.

Portanto, fale dos benefícios que você oferece e utilize os elementos e gatilhos que fizerem sentido — sem manipular o leitor. Se não existe escassez ou urgência em sua oferta, não invente um valor limite de cupons ou um horário limite.

Escolha outros elementos para trabalhar, ou aposte na clareza da sua mensagem para transmitir a proposta.

“Na minha experiência, a principal chave para a persuasão é se comunicar de forma verdadeira. Se fizer isso bem, você terá pelo menos uma chance de se envolver e persuadir o leitor. Se você não fizer isso bem, no entanto, nenhuma técnica extravagante vai te ajudar”. (Steve Slaunwhite)

10 técnicas para melhorar o seu Copywriting

Agora que vimos o conceito de Copywriting e quais são os caminhos que o fazem gerar conversões, vejamos as principais práticas para que você possa aprimorar ainda mais os seus textos.

1. Seja claro e objetivo

“Enquanto muita publicidade é vaga e genérica, ser específico em seu texto o diferencia de outros anúncios e cria interesse”. (Bob Bly)

Zele pela objetividade e clareza das informações. É preciso ter em mente que a leitura do conteúdo deve ser uma experiência agradável, fluida e tranquila.

“Se você não pode explicar de maneira simples, você não entende o suficiente”. (Albert Einstein)

2. Use verbos de ação

Além de ir direto ao ponto, use verbos no infinitivo para facilitar a compreensão da mensagem e ajudar o leitor a entender o que ele deve fazer.

3. Faça perguntas que obterão respostas positivas

“Em um texto publicitário, eu vou jogar uma pergunta aqui e ali, mas frequentemente vou colocá-la como uma declaração — você sabe, uma daquelas afirmações que faz com que os leitores balancem a cabeça em concordância”. (Parris Lampropoulos)

Ao fazer uma pergunta, estruture-a para que ela também seja uma afirmação. Assim, o leitor sentirá que, ao concordar com o que você está dizendo, estará reforçando uma verdade indiscutível.

4. Crie uma conexão com o leitor

Sabe quando você tem a sensação de ter um vínculo com alguém? Isso significa que vocês se conectaram, que têm muito em comum e que conseguem entender a dor e a alegria um do outro. Você precisa criar uma conexão com seu potencial cliente.

Além disso, o diálogo é uma via de mão dupla, logo, você não é o único que fala. Deixe seu público se comunicar com você. Assim, você consegue entender o que ele pensa e deseja e, dessa forma, criam um elo emocional. Por isso, peça opinião ou feedback e crie um canal para demonstrar que se interessa pelo ponto de vista dele.

Outra maneira bem eficiente de se conectar com o leitor em um nível emocional é a próxima técnica.

5. Conte boas histórias

Storytelling é uma técnica que utiliza a contação de histórias para transmitir uma ideia de maneira única ao se conectar emocionalmente com o leitor. No Copywriting, ela pode ser utilizada para fazer com que o leitor tome uma ação.

A técnica é muito eficiente quando bem usada pois quase sempre a persona se identifica com o cenário ou personagem, e sente que os resultados ou as lições também podem acontecer com ela se fizer o que o texto está induzindo.

Para aprender mais sobre Storytelling!
O que é Storytelling? Tudo sobre a arte de contar histórias inesquecíveis
5 técnicas de storytelling: melhore seus conteúdos contando histórias
Jornada do Herói: as 12 etapas de Joseph Campbell para uma boa história
Storytelling para Vendas: aprenda a fechar negócios contando boas histórias
Mini-curso de Storytelling: conquiste sua audiência contando boas histórias

Mini-curso de Storytelling: Conquiste sua audiência contando boas históriasPowered by Rock Convert

6. Escreva como você fala

Pense bem, se você escrever de maneira parecida com a que fala, acontece um fenômeno interessante: o texto fica bem mais natural, permite sua aproximação do leitor, ajuda a contar histórias e ainda facilita a leitura.

Ah! Outro ponto importante é que, pela naturalidade, não parece que você está prestes a anunciar uma venda, mas sim que está recomendando algo — como um amigo mesmo.

E essa é uma abordagem bem mais efetiva, não acha?

7. Use números e dados

O uso de números contribui de maneira direta para atrair a atenção do leitor. Você vai perceber que “10 passos para emagrecer sem sofrimento” fará muito mais efeito do que “O que fazer para emagrecer”, pois já promete ao leitor um número certo de soluções que são garantidas.

Já se a sua intenção é comprovar o que você está afirmando e embasar o seu texto, não hesite em usar dados e pesquisas. No entanto, não use jamais “Especialistas afirmam que…” se você não linkar uma pesquisa nesse trecho do texto. Isso pode levar o leitor a achar que esse dado foi inventado.

8. Dê ênfase ao principal tópico do texto

“Acerte o assunto de destaque uma vez. Depois, volte e bata nele novamente. Em seguida, acerte-o uma terceira vez, dando uma ‘tremenda pancada’”. (Richard Perry)

Metáforas esportivas à parte, o que essa frase quer dizer é que todo texto tem a introdução, o desenvolvimento das ideias e a conclusão. Por isso, reforçar o assunto principal em todo o seu conteúdo é muito importante.

Vamos supor que você precise falar sobre os benefícios do chá verde para a saúde. Nesse caso, o ideal é que você apresente o chá verde na introdução, desenvolva ao longo do texto quais são os benefícios dele para a saúde e reforce a importância do produto na conclusão.

9. Venda os benefícios e a experiência

Mais importante do que falar sobre as características é explicar sobre os benefícios e a experiência que o cliente está prestes a adquirir.

Lembra das regras de vendas que falamos logo após definirmos o conceito de Copywriting? Nós não gostamos da ideia de sermos convencidos a comprar algo e, quando o fazemos, é por razões emocionais, não racionais.

Listando as características do seu produto, conteúdo ou material, você apela apenas para o lado racional.

Porém, focando em descrever os benefícios e a experiência, a conexão é emocional e o próximo passo se torna algo mais natural.

10. Otimize seus textos

Com um texto otimizado você garante uma boa experiência do usuário ao navegar pela página. Logo, a leitura torna-se prazerosa e natural.

Para criar um texto de Copywriting com técnicas otimizadas, é preciso considerar alguns pontos, tais como:

  • parágrafos e textos curtos para facilitar o entendimento do leitor;
  • uso adequado das palavras-chave e das técnicas de SEO para favorecer o rankeamento;
  • escaneabilidade para tornar a leitura dinâmica;
  • link building para complementar o conteúdo e comprovar dados.
Para aprender mais sobre e dominar as técnicas de Escaneabilidade e SEO, confira:Escaneabilidade: como conseguir os melhores resultados com seus textos!
Técnicas de SEO para Redatores

Principais erros no Copywriting

1. Apostar apenas em clichês

Copywriting não é um assunto novo, principalmente quando se trata de gatilhos mentais e armas da persuasão. Várias estratégias se tornaram conhecidas e foram exploradas à exaustão.

Isso significa que o público entende claramente que ideias como escassez, urgência e exclusividade são discursos de venda.

Assim, em vez de funcionar como escrita persuasiva, o efeito acaba sendo o contrário e afasta o leitor.

2. Exagerar nos benefícios

Fale dos benefícios sem hesitar, mas também sem exagerar. E jamais prometa algo que não será entregue, ou você compromete todo o seu trabalho bem-feito.

Isto é, não prometa transformar o leitor em milionário ou mudar radicalmente sua vida se o produto for incapaz de fazê-lo. Afinal, após a compra chega o momento de satisfazer o cliente racionalmente, certo?

Além disso, apostar em promessas exageradas não é Copywriting. É propaganda enganosa mesmo.

3. Não revisar o material

Crie o hábito de ler e reler o seu material antes de finalizá-lo e, sempre que possível, escreva o texto com certa antecedência e dê um tempo para fazer a revisão.

Dessa forma, você evita comprometer a sua credibilidade ao identificar possíveis erros de digitação, de uso da vírgula ou de concordância que talvez poderiam passar despercebidos.

Pronto! Agora você acabou de ler aproximadamente 3 mil palavras sobre Copywriting e já é perfeitamente capaz de produzir uma copy impecável capaz de instigar o seu público-alvo e incentivá-lo a tomar a ação necessária.

Caso tenha se interessado pelo assunto e queira se aprofundar ainda mais, confira nosso ebook ABC do Copywriting para se tornar ainda mais persuasivo.

Powered by Rock Convert