Nômades Digitais

Quem são os nômades digitais? Descubra neste post!

Grande parte dos profissionais que opta por trabalhar como freelancer escolhe a profissão pela flexibilidade de horários, para fugir do trânsito caótico das cidades e pela oportunidade de trabalhar com aquilo que realmente gosta. No entanto, pouca gente sabe que essa rotina pode ser ainda mais divertida e prazerosa.

Grande parte dos profissionais que opta por trabalhar como freelancer escolhe a profissão pela flexibilidade de horários, para fugir do trânsito caótico das cidades e pela oportunidade de trabalhar com aquilo que realmente gosta. No entanto, pouca gente sabe que essa rotina pode ser ainda mais divertida e prazerosa.

Já imaginou, após a leitura desse texto, escrever um artigo ouvindo os barulhos das ondas do mar e o canto dos passarinhos ou contemplando a Torre Eiffel, em Paris?

Pare de sonhar! Essa realidade é possível. Muitas pessoas, inclusive, devem ir para alguns desses lugares em poucos minutos.

Elas são denominadas de nômades digitais. Sem moradia fixa, trabalham em várias partes do mundo enquanto entregam as demandas para os seus clientes. Mas, se você pensa que o trabalho é só diversão, está muito enganado. É necessário comprometimento, agilidade e criatividade.

Quer saber mais curiosidades acerca dos nômades digitais? Então, continue acompanhando esse artigo!

Quem são os nômades digitais?

Eles fazem parte de uma comunidade na qual seus membros usam a tecnologia e a internet para desenvolverem seu trabalho em qualquer parte do mundo. Não possuem residência fixa e, claro, precisam do acesso à internet para enviar os trabalhos para os seus clientes.

No Brasil, o grupo ainda é uma novidade. Assim como os brasileiros, poucos sul-americanos conhecem os nômades digitais. Afinal, eles estão mais presentes na europa, nos Estados Unidos e em alguns lugares da Austrália.

Por que ser um nômade digital?

Equilibrar o trabalho com a oportunidade de conhecer vários países é um dos motivos pelos quais a vida de um nômade é bastante atrativa. Nem se você ficasse de férias por 30 dias iria ter tempo e orçamento disponível para conhecer países como Itália, Holanda e Portugal. Além disso, tem ainda a oportunidade de melhorar o seu networking, pois conhece outros nômades na estrada.

A flexibilidade do horário é mais um benefício importante. Fica mais fácil para definir as suas tarefas diárias e a sua rotina de viagem. Pode, por exemplo, trabalhar bastante em um determinado período e conhecer outros lugares enquanto estiver de folga no trabalho.

Ao contrário do que muita gente imagina, o custo de vida de um nômade é menor se comparado com os habitantes de uma cidade grande.

Geralmente, quando um nômade define qual será a cidade em que irá morar durante um determinado período, ele não escolhe a melhor localização, apartamento de dois ou três quartos e outros artigos de luxo.

Ele opta por uma residência temporária onde possa ser o suficiente para suprir as suas necessidades básicas.

Posso ser um nômade digital?

Se você já está animado para fazer parte do grupo dos nômades digitais, temos uma boa notícia: todos têm condição de viver uma vida semelhantes a dos nômades europeus, americanos e dos australianos. O  trabalho pode ser iniciado de cinco formas como:

  1. Iniciar um blog no WordPress e começar a trabalhar com marketing digital;
  2. Escrever materiais ricos como artigos e e-books para blogs especializados no mercado de turismo;
  3. Criar uma loja virtual para vender produtos pela internet;
  4. Ser um profissional freelancer. Hoje, o mercado possui vários oportunidades para designers gráficos, programadores, escritores, fotógrafos, jornalistas, blogueiros, consultores e coachings, por exemplo. Como você já sabe, a Rock Content oferece diversas oportunidades para freelancers.
  5. Criar um portfólio online para vender as belíssimas fotografias que você tirar pelo mundo.

Após conhecer os caminhos para se tornar um nômade digital, acreditamos que você já está escolhendo qual será o seu primeiro país de destino. No entanto, é importante ter em mente que, assim como em outras profissões, essa também possui os seus desafios.  Continue lendo esse artigo para conhecê-los.

Quais são os desafios de um nômade digital?

Primeiro, você precisa saber que nômades não são turistas. É necessário trabalhar duro, especialmente nos primeiros meses para ter a oportunidade de conhecer outras culturas e fazer novos amigos.

Antes de mergulhar nas belíssimas praias da Austrália ou visitar os cassinos de Las Vegas, foque em entregar suas demandas dentro do prazo. Caso contrário, perderá clientes.

Problemas com internet

A falta de conexão com à internet ou a velocidade reduzida do serviço são problemas recorrentes que os nômades digitais enfrentam durante o seu trabalho.

Dependendo do local onde você está, é necessário andar muito até encontrar uma boa conexão. Devido a esse fator, tenha sempre em mãos um mapa impresso da região para você não ficar perdido.

Saudades de casa

Por mais que você se acostume com as mudanças constantes de residência, provavelmente, sentirá falta de um lugar só seu, que seja seguro e confortável.

A distância da família é outro obstáculo na vida de um nômade digital. Mesmo que você se relacione com amigos e familiares pela internet, um contato mais próximo fará falta no futuro. A solidão é ainda maior em razão da dificuldade de se manter um relacionamento estável, pois é difícil encontrar alguém disposto a viver esse estilo de vida.

Desapegar de um país apaixonante

Quando conhecemos um novo país, é comum se apaixonar pela sua cultura, estrutura e seu povo. Todavia, o desapego deve ser característica inerente ao nômade digital. Isso porque, os vistos duram aproximadamente entre 1, 3 e 6 meses, o que impossibilitaria que você permaneça em um país por muito tempo.

Mesmo que você sonhe em continuar em seu país predileto, busque outras rotas para continuar sua aventura.  Adquirir vistos com prazos maiores ou residência é um investimento muito caro e burocrático. É uma atitude que não compensa, pois poderia prejudicar o orçamento que você tem disponível.

Como ser um nômade digital de sucesso?

Assim como qualquer trabalho, o nômade digital precisa seguir algumas dicas para conquistar novos clientes. Caso contrário, a falta de trabalho pode prejudicar o seus projetos. Pensando nisso, separamos aqui cinco dicas para que você tenha muitas demandas durante a sua jornada.

  1. Faça cursos gratuitos online para aperfeiçoar o seu trabalho;
  2. Tenha atenção com os prazos das tarefas para não perder a confiança dos clientes;
  3. Saiba lidar com feedbacks;
  4. Resolva os problemas e solucione as dúvidas dos seus clientes com agilidade;
  5. Desenvolva conteúdos épicos e não faça plágios.

Para que você tenha sucesso como um nômade digital, é fundamental saber lidar com as adversidades. Dessa forma, poderá desfrutar dos benefícios que esse fascinante trabalho possui.

Antes de organizar a sua mala e traçar o seu roteiro de viagem, veja se você está preparado para essa aventura. Analise os prós e os contras. Peça a opinião de outros nômades.

Se estiver preparado, boa viagem e aproveite!

Agora que você já sabe tudo sobre os nômades digitais, curta a nossa página no Facebook e fique por dentro das últimas novidades do mercado!