Por Julyana Andrade

Apaixonada por praia, tatuagens, séries e home office. Meio nerd. Mãe de gato e calopsitas.

Publicado em 10/08/2020. | Atualizado em 19/06/2020


Mudar de trabalho não implica, necessariamente, uma mudança de carreira. É possível ir em busca de oportunidades melhores sem ter que sacrificar a profissão dos seus sonhos!

Antes de tomar qualquer decisão que pode mudar o rumo da sua vida profissional, é importante identificar os motivos pelos quais você está questionando o seu trabalho. Pode ser uma questão um pouco mais simples, como uma sobrecarga, ou bem complexa, como a frustração com a escolha profissional.

No primeiro caso, fica mais fácil se organizar e saber quais passos você deve tomar para ter um trabalho que traga mais realização, sem que tenha que fazer uma mudança de carreira mais drástica.

É sobre isso que este artigo vai tratar. Quer entender como ter novas perspectivas profissionais? Então, continue a leitura e saiba mais agora mesmo!

1. Pare de focar nas perdas

Uma das maiores armadilhas que as pessoas podem criar para si mesmas é se deixar levar pelas preocupações com o futuro e sofrer pensando se a decisão a ser tomada é a mais correta. Afinal, isso torna a saída da zona de conforto mais difícil do que deveria ser.

Essa condição é conhecida como “viés de custo irreparável”, que nada mais é do que um sistema de defesa contra as possíveis perdas que podem ocorrer durante um processo de mudança. Nessas horas, as pessoas ponderam o que conquistaram durante o tempo e questionam se não seria desperdício desistir dessas conquistas, mesmo que elas já não correspondam às suas expectativas.

Levando isso para o âmbito profissional, as consequências podem ser bem ruins. Isso porque se manter em um emprego que não traz felicidade apenas por receio de perder o pouco que tem pode causar um desgaste emocional considerável ao longo do tempo.

Portanto, rechace esse tipo de ideia e, se tem alguma outra carreira que te faça realmente se sentir uma pessoa realizada, passe a focar nos benefícios que você terá e no quanto ganhará nessa nova trajetória, tornando mais fácil a decisão pela mudança e prazerosa transição.

2. Dê atenção às suas necessidades

Você pode ter escolhido a sua profissão por prestígio, por afinidade, pelo salário ou por qualquer outro motivo que já não faça mais sentido. Tente entender por qual razão você pensa em mudar de trabalho e veja qual é a raiz do problema.

Pode ser que você apenas não consiga encontrar motivação na empresa atual. Nesse caso, é possível encontrar oportunidades mais satisfatórias sem ter que fazer uma mudança de carreira mais radical.

Assim, procure novos clientes, mude de área de atuação ou encontre outras saídas que ajudem a atender as suas necessidades, ao mesmo tempo em que deixam você um pouco mais feliz profissionalmente.

3. Tenha inteligência emocional

Quando se chega a uma condição em que seu trabalho te deixa infeliz e com aquela sensação de esgotamento físico e emocional, a primeira coisa a fazer é sair da rotina e buscar os pontos positivos da carreira, direcionando sua mentalidade para o crescimento.

Com isso, será possível enxergar novas possibilidades, deixando para trás os becos sem saída em que você estava inserido. É aí que a inteligência emocional se mostra ainda mais importante — e você precisa aprender a cultivá-la.

Uma boa dica para diminuir essa sobrecarga emocional e lidar melhor com as dúvidas sobre sua capacidade de gerenciar as mudanças é se colocar no lugar de um mentor, imaginando como você ajudaria um amigo que estivesse com os mesmos questionamentos que você. Que conselhos daria a ele?

Se o seu trabalho chegou ao ponto de esgotar suas energias, sair da rotina da carreira e voltar para um lugar positivo é a primeira tarefa que você precisa executar. Por isso, vale a pena começar um novo planejamento.

Com isso, as respostas que estão dentro de você vão começar a fluir, mostrando por onde você deve começar e as direções que deve seguir para que tudo saia como planejado.

4. Busque o autoconhecimento

Como dito, as respostas estão dentro de você, basta fazer as perguntas certas. Para isso, você deve explorar de maneira honesta seu interior, deixando claro o que você deseja para uma carreira e, a partir daí, começando a explorar seus pontos fortes para usá-los como motivação e superar as adversidades que possam aparecer.

Algumas das perguntas que podem ser feitas para auxiliar nessa autoavaliação são:

  • Qual minha preferência para investimento de tempo e energia?
  • Qual meu objetivo pessoal?
  • Quais meus principais valores?
  • Quais experiências me tornaram o que sou hoje?
  • O que me impede de mudar?
  • Quais pontos fortes posso explorar durante a transição?

Com esse autoconhecimento, você começará a provocar seus pensamentos criativos, abrindo-se para novas perspectivas e conseguindo enxergar com mais clareza as ideias que o levarão ao sucesso durante a transição — mesmo que isso não aconteça da noite para o dia.

5. Não dê atenção a todos os conselhos que recebe

Quando estamos perdidos profissionalmente, é natural que comecemos a ouvir conselhos de pessoas próximas para tentar encontrar o melhor caminho a ser seguido. Inclusive, amigos e familiares opinando nessas horas é o que não falta.

Porém, deve-se ter muito cuidado na hora de escolher o que seguir e o que descartar. É certo que algumas ideias podem ajudar, porém, é preciso levar em consideração que as pessoas aconselham baseadas nas próprias experiências e nos que elas gostariam para si, não no seu ponto de vista.

Isso acaba impedindo que você faça o que realmente quer, para priorizar o que outra pessoa acharia certo para ela. Com isso, você vive um cenário de incertezas ainda maiores, que pode travar o seu crescimento profissional.

Portanto, junte os conselhos que recebeu, passe-os por uma peneira e, depois de selecionar os melhores, pense em como moldá-los às suas ideias, permitindo que você consiga seguir seus planos à sua maneira e tirando proveito do que for útil vindo de outras pessoas.

Apostar na mudança de carreira logo de uma vez pode ser algo muito radical. Às vezes, você só precisa de novos ares e atividades mais interessantes. É por isso que mudar de trabalho é uma excelente opção e pode ser exatamente o que você busca para ter mais realização profissional — em alguns casos, basta migrar para outra área ou setor.

O que achou dessas dicas? Que tal aproveitar para entender melhor como você equilibra as demais áreas da sua vida com o trabalho? Então, baixe agora mesmo a roda da vida e veja se existem mudanças que podem ser feitas para melhorar o seu bem-estar!

Roda da VidaPowered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *