5 motivos para você trocar o escritório tradicional pelo coworking

5 motivos para você trocar o escritório tradicional pelo coworking

Conheça os principais motivos para trocar o seu escritória tradicional por um Espaço de Coworking e como essa troca pode melhorar a sua rotina!
Imersão Freelancer - maior curso online gratuito do BrasilPowered by Rock Convert

Você pensa em trocar o escritório tradicional pelo coworking, mas ainda não está seguro dessa decisão? Essa é uma preocupação bastante comum, afinal esse modelo de compartilhar espaços de trabalho é relativamente novo no Brasil.

Por isso, trouxemos neste artigo 5 motivos que indicam que essa mudança vai trazer muito mais benefícios para a sua carreira do que você está imaginando. Então, aproveite a leitura!

1. Capacidade em focar nas atividades

A primeira coisa que muita gente imagina quando o assunto é coworking é que trata-se de um lugar cheio de gente falando ao mesmo tempo, como em uma sala de aula do ensino fundamental, mas não é assim.

Os coworkings, antes de tudo, são espaços de trabalho, com profissionais que estão ali para exercer suas atividades, como se estivessem em um escritório tradicional.

A diferença é que à sua volta não estão os seus colegas, mas sim pessoas desconhecidas. Vamos entender melhor observando dois pontos de vistas distintos.

Coworking versus escritório na empresa

Ao longo da sua carreira, quantas vezes alguém lhe interrompeu para falar da partida de futebol do dia anterior ou para questionar alguma coisa de trabalho que não estava em seus planos naquele dia?

Em relação ao ambiente de uma empresa tradicional, a vantagem do coworking está na redução dessas interrupções. Depois de algum tempo trabalhando juntas, as pessoas naturalmente criam uma relação mais íntima e querem discutir assuntos pessoais e amenidades no decorrer do dia.

O problema é que nem sempre essas conversas acontecem em uma hora apropriada. O pior é que tem pessoas que se sentem ofendidas caso você diga que não pode dar atenção em um determinado momento. Então, é preciso administrar o próprio tempo e ainda contar com pausas improdutivas.

Coworking versus escritório em casa

Para quem tem um escritório em casa, as distrações são ainda maiores. São filhos, irmãos, pais, cachorro, gato, televisão. Enfim, uma lista interminável! A cada parada, existe uma perda na continuidade da linha de raciocínio e isso afeta a produtividade.

Algumas atividades, como analisar relatórios, escrever artigos e programar, por exemplo, demandam uma concentração maior. Nesses casos, as interrupções são ainda mais graves, pois dificilmente a pessoa consegue retomar do ponto onde parou, gastando ainda mais tempo para recobrar o que já foi feito e dar sequência.

Sem contar que as pausas para lanches e cafés tendem a ser maiores. Em primeiro lugar, porque geralmente é preciso preparar as refeições. Em segundo, porque, ao sair do escritório e passar pelas dependências da casa, inevitavelmente surgem tarefas domésticas.

Um copo que foi esquecido na sala, uma lixeira que precisa ser esvaziada, meia dúzia de vasilhas na pia a serem lavadas. Quando somadas, essas pequenas tarefas acabam tomando boa parte do dia.

2. Melhoria das habilidades sociais

Não é porque as pessoas não se conhecem que elas não conversam entre si. Muito pelo contrário, no coworking existe muita interação e troca de experiências entre os profissionais e tudo isso acontece de forma natural.

Ao chegar no ambiente, é natural que você tenha que cumprimentar os presentes, pois é uma questão de educação. Mesmo as pessoas mais tímidas acabam puxando assunto em algum momento depois de frequentar um coworking.

Na medida em que se tem contato com pessoas e lugares diferentes, as habilidades sociais são trabalhadas e aprimoradas. Fica mais fácil interagir com outras pessoas, estabelecer conversas mais interessantes e adequadas para aquele meio.

3. Infraestrutura completa

O investimento em infraestrutura é o ponto mais crítico quando pensamos em um escritório próprio. Mesa, cadeira, computador e internet fazem parte do pacote básico e indispensável. No dia a dia, percebemos que são necessárias muitas outras coisas.

Se a sua intenção é montar um escritório tradicional em um endereço comercial, é preciso pagar aluguel, mobiliário, materiais de escritório, talvez alguns profissionais de apoio para a recepção e limpeza.

Para quem tem um espaço dentro de casa, a vantagem está na redução dos custos, mas fica muito mais difícil fazer reuniões com clientes e controlar os horários entre os afazeres domésticos e as tarefas de trabalho.

No coworking, o profissional conta com uma infraestrutura completa, com salas de reunião, recepcionista, café o dia todo, serviço de impressão entre outras facilidades. Por ser um ambiente compartilhado, os custos são muito menores e os benefícios muito maiores.

No caso da rede BeerOrCoffee, por exemplo, ainda existe a facilidade de ter mais de 700 espaços de coworkings espalhados pelo Brasil. Logo, você pode escolher a unidade que vai atender melhor a demanda daquele dia específico. Ela pode estar próximo ao consultório do seu médico, em uma região de acesso mais fácil para reunir com um cliente, entre outras situações.

4. Criatividade e inovação

Muitas pessoas gostam de manter uma rotina mais rígida por anos. No entanto, essa prática prejudica fortemente a capacidade criativa, pois a criatividade precisa de elementos novos para ser estimulada.

Nesse contexto, vale dizer que os coworkings, normalmente, trabalham esses estímulos em sua identidade visual. São locais coloridos, com ambientes diversificados e espaços para interação entre os usuários. Tudo isso faz com que as idéias surjam de forma mais fácil e eficaz.

Até mesmo os locais mais sérios, com decoração tradicional, promovem estímulos forma de pensar das pessoas. A mudança de ambiente obriga a nossa mente a se adaptar a coisas desconhecidas e a buscar soluções para novos problemas.

Coisas simples, como ir ao banheiro, trabalham a capacidade de se localizar, de procurar por informações de interpretar placas e avisos. Isso faz com que o seu cérebro saia do modo automático e se torne mais ativo.

5. Encontros inesperados

O principal benefício que o coworking oferece e que um escritório tradicional não tem é a capacidade de unir pessoas. Em casa ou em uma empresa, você tem contato todos os dias com as mesmas pessoas. No máximo uma visita de um cliente ou fornecedor.

No coworking, cada dia é diferente do outro. Tem profissionais que passam períodos mais longos e outros que vão apenas em um dia. Cada um deles carregam consigo experiências diversas a serem compartilhadas.

Hoje, você pode conhecer alguém que já passou pelo mesmo problema que está tirando o seu sono e tem uma ideia que vai lhe ajudar.

Amanhã, é você quem pode ajudar alguém. Sem contar que são pessoas de diversas áreas de atuação em uma troca multidisciplinar de conhecimento. Não são raras as parcerias de negócios e inovações que surgem de encontros inesperados em um coworking.

Depois de conhecer esses motivos, ficou bem mais fácil entender por que tantos profissionais têm optado por trocar o escritório pelo coworking, não é mesmo? Então, não perca mais tempo e mude você também. Você merece ter uma carreira de sucesso e esse é melhor caminho para alcançá-la.
Se você gostou deste conteúdo, aproveite para conferir 5 tendências do mercado de coworkings para 2019.

Networking para freelancersPowered by Rock Convert