Por Isabela Sartor

Psicóloga por formação. Perita em Hogwarts por diversão.

Publicado em 27/03/2020. | Atualizado em 14/02/2020


O LinkedIn Pulse é uma ferramenta que permite a criação de conteúdos dentro dessa rede social. Publicar por lá é uma ótima forma de impulsionar a carreira profissional, principalmente para redatores e escritores! 

Seu sonho é ser procurado por muitos clientes, mas não tem tempo de respondê-los, porque está ocupado demais, calculando o lucro que os últimos jobs geraram?

Para chegar a esse tão desejado dia, primeiro é necessário investir na própria carreira profissional. É como dizem: “nada vem de graça”, e cair do céu só a chuva mesmo. Por sorte, existem formas práticas de conseguir com que pessoas importantes enxerguem aquele talento escondido em você! Uma delas é usar o LinkedIn Pulse.

Muito mais do que apenas “um local de criar currículos online”, a rede ajuda a gerar visibilidade, transformar-se em autoridade e ganhar reconhecimento. Um tanto interessante, não acha?

Então, atenção nas seguintes linhas, que daremos as melhores dicas da Internet para você usar, com sucesso, a plataforma!

O que é o LinkedIn Pulse

O LinkedIn Pulse é um aplicativo dentro do LinkedIn, que permite a criação de conteúdos. Em outras palavras, é como se fosse um blog dentro dessa rede social. Por meio dele, podemos publicar textos, em diferentes estilos, para:

  • Demonstrar o quanto dominamos determinado assunto;
  • Ajudar nossos seguidores, com dicas ou reflexões;
  • Ensinar algo ao público;
  • Atrair futuros clientes;
  • Reunir publicações de nossa autoria.

Alguns exemplos de artigos que você encontrará são: “dicas para ler mais livros”, “saiba como escolher sua pós-graduação!” ou “como fazer e-mail marketing”. Também é possível se deparar com textos mais intimistas, do modelo: “como EU alcancei a coisa tal, fazendo X”.

Ou seja, são vários tipos de artigos, que podem seguir uma linguagem mais coloquial ou informal, dependendo dos objetivos do autor. Todos vêm, ainda, com título, imagens, links, parágrafo e o texto formatado.

Como criar conteúdos por lá

A plataforma é pensada para facilitar nossa vida. Sendo assim, criar conteúdo nela é bem simples! Veja os seguintes passos:

  • Na página inicial do LinkedIn, clique em “escreva um artigo”. Você será direcionado a uma página de rascunho;

  • No sinal de “+”, adicione uma foto para a capa;

  • O próximo passo é criar um título. É uma das etapas mais importantes, pois ele será capaz de atrair ou causar indiferenças aos leitores. Então, capriche, viu!;

  • Logo abaixo, em “escreva aqui”, você começa a criar seu texto. Assim como o título, a introdução deve ser bacana, de modo a gerar aquela vontade de continuar a leitura;
  • Repare que a plataforma permite opções de edição, como negrito, itálico, título 1, título 2, bullet points, aspas. Use isso a seu favor, para tornar o conteúdo mais escaneável;
  • Você pode inserir imagens, vídeos e links, ao longo do texto. Porém, gifs ainda não são permitidos;
  • Ao finalizar, você poderá publicar o artigo. É só ir ao menu das ferramentas de edição;

  • Por último, para ajudar no engajamento, escolha boas hashtags e crie uma chamada instigante. Defina se prefere deixar a publicação visível a todos, ou apenas para sua rede de amigos. Depois, é só clicar em “publicar”.

Qual a importância da rede na vida profissional

Adiantamos algumas das vantagens na introdução, mas as veja, agora, de maneira mais profunda!

Ser referência

Um redator freelancer ou escritor pode gerar mais credibilidade com a publicação de bons textos. A ação tem o poder de tornar o profissional mais conhecido, a ponto de se transformar em uma referência no mercado. 

O próprio LinkedIn, inclusive, tem meios de prestigiar os usuários que geram um grande nível de engajamento. São os chamados Top Voices, considerados influencers da rede, pela notoriedade em determinada categoria.

Gerar oportunidades para si

Imagina só: criar conteúdos interessantes, a ponto de gerarem visibilidade e atrair clientes interessados em contratar você! Percebeu a situação? Em vez de você procurar por jobs, eles correm atrás de você!

O status alcançado pelo Pulse é muito mais que um mero alimento ao ego, então. Essa boa aceitação do público gera o aumento na quantidade de trabalho, dando-nos mais experiência na atividade. Com a prática, melhoramos nossas habilidades e temos a chance de ajustar o valor de nossas produções ($$).

Sem contar, ainda, a possibilidade de construir uma rede de networking, com a capacidade de gerar oportunidades inimagináveis. Sabe a história do Fulano, que conhece Sicrano e foi apresentado a Beltrano, em um contexto aleatório, mas que rendeu um sucesso extraordinário na carreira? Pois ela só se torna possível ao conhecer as pessoas certas.

Treinar a escrita

Aquilo feito repetidamente se torna um hábito. Já ouviu isso antes? Escrever com frequência é uma forma de treinar a escrita e a organização dos pensamentos no papel. Com o tempo, a atividade fica mais fácil, a ponto de favorecer ainda mais a produtividade.

Além disso, como os artigos do LinkedIn Pulse aceitam um estilo mais informal, isso se torna uma via para estimular a criatividade, de modo a expandir o cérebro para demais criações.

Empreender na carreira

Aquela mentalidade de esperar, passivamente, que batam à porta e ofereçam um projeto imperdível não dá certo na vida de um freelancer. Veja bem, se você se denomina como tal, está subentendido que adotou mais independência para a profissão!

Com isso vem a necessidade de tomar as rédeas do próprio destino e fazer por onde, para, um dia, alcançar o sucesso. Não precisa ser um heavy user da plataforma, mas se deseja receber boas propostas, é importante ter uma postura mais ativa.

Ter material para o portfólio

Se você já deu uma stalkeada em grupos de redatores no Facebook, ou se já tentou trabalhar para clientes por fora de plataformas, deve ter se deparado com um questionamento parecido: “você tem portfólio?”.

Nada fora do comum, viu! Afinal, o contratante precisa se assegurar de estar trabalhando com alguém capacitado para a entrega solicitada.

Porém, existem dúvidas frequentes sobre o assunto. Por exemplo, como um freelancer sem experiência pode mostrar seus textos? Ou, o que fazer no caso de um ghostwriter, que não pode divulgar os artigos já criados?

Uma boa solução é usar o Pulse. Em todos os cenários profissionais, da inexperiência ao vasto know-how, existem vantagens em publicar textos autoriais na plataforma, por ser um meio de ter provas sobre a capacidade na escrita.

Dicas e práticas para tirar maior proveito do LinkedIn Pulse

Bem, agora vamos seguir com as dicas para usufruir plenamente o que o LinkedIn é capaz de proporcionar?

Não seja mais do mesmo

Sabe aquele tipo de conteúdo tão repetitivo e existente em qualquer esquina da Internet? Apostar nisso, provavelmente, será perda de tempo. Em vez disso, crie algo relevante, diferente. Você até pode abordar o mesmo assunto falado por aí, mas tente mostrar um novo ângulo dele. Aprofunde. Coloque sua vivência. Fale sobre coisas pouco mencionadas. Coloque a criatividade para funcionar.

Fortaleça sua imagem profissional

Já ouviu falar em trabalhar o marketing profissional? É uma prática para fortalecer a imagem e a reputação na área. Para um freelancer, isso é superimportante, por ser um ótimo caminho de ganhar notoriedade.

A publicação de um artigo no Pulse é apenas o começo para que seu objetivo de se tornar mais valorizado se concretize. Além disso, compartilhe o texto em grupos específicos da plataforma ou fora dela. Ainda, participe das publicações de colegas, acrescentando um ponto de vista ou informação interessante.

Mas fica a dica para investir na rede: procure oferecer algo significativo, de modo que isso se torne uma relação de troca, não focada apenas em obter alguma coisa, combinado?

Não se esqueça, também, de preencher seu perfil. Isso abre mais portas para que você seja encontrado pelas pessoas certas! Insira habilidades, experiência profissional, cursos realizados, boas palavras-chave e não deixe de escrever um pequeno resumo sobre você.

Seja consistente

Imagina só. Você está ali, em alta concentração na sua produção, de repente recebe a mensagem: “oi, sumido rs”. É o LinkedIn sentindo sua falta, querendo saber o motivo das suas postagens no Pulse terem parado.

Brincadeiras à parte, não dê uma de Mestre dos Magos, sumindo após ter publicado algo bastante engajador. Ainda que você gere visibilidade com apenas 1 artigo, o maior reconhecimento vem quando você é lembrado. Para isso, seja constante.

O jeito mais fácil de atingir essa meta é se organizar com antecedência. Defina a periodicidade e o tema das publicações. Está com a vida corrida e não sabe se conseguirá se dedicar a isso? Que tal começar com objetivos curtos, como escrevendo a cada 2 semanas?

Tenha atenção com os assuntos do momento

Já ouviu falar em buzz content? São espécies de conteúdos momentâneos, com o intuito de gerar um grande buzz (ruído, barulho). Ao contrário de conteúdo evergreen (aquele que é perene), o buzz content tende a dar enorme engajamento por pouco tempo.

Mas por que isso seria interessante? O pulo do gato aqui é a capacidade de chamar a atenção para algo bastante discutido. Se der sorte, você ainda consegue tornar o conteúdo viral. Falar sobre séries atuais ou sobre um grande acontecimento no esporte são alguns exemplos a serem usados. Para a estratégia dar certo, abuse da imaginação: crie associações inusuais, utilize uma pitada de humor, coloque um ponto de vista.

Assim, não deixe de ter atenção a todos os acontecimentos e novidades. Assista a filmes lançados, leia livros novos, observe o que tem sido compartilhado nas redes sociais. Acompanhar os Trending Topics do Twitter também é uma boa!

Use storytelling

Contar histórias, atrair, engajar e ensinar algo relevante ao mesmo tempo. Essa técnica é queridinha de muitos profissionais de marketing, pelo poder de cativar e inspirar pessoas. Pode ser usada para diversos objetivos, como:

  • Apresentar um novo serviço;
  • Contar sua trajetória profissional;
  • Comunicar uma mensagem;
  • Relatar um acontecimento do passado ou do presente;
  • Refletir sobre aspectos da vida, gerando aproximação com quem se identifica;
  • Fazer publicidade de um produto.

A Jornada do Herói é um dos recursos mais utilizados nas narrativas. Porém, existem outros capazes de envolver os leitores. Mas tenha atenção ao seguinte: apesar de ser uma boa ideia usar o storytelling a seu favor…

Não dê uma de Pinóquio

O que isso quer dizer? Ao relatar um fato seu, por exemplo, seja honesto. Criar histórias mentirosas, com o objetivo de provocar piedade de uma audiência ou de chamar atenção é um tanto arriscado. Sabe aquela premissa que mentira tem perna curta? Dificilmente, alguém se sustenta muito tempo ao adotar esse tipo de prática. E ao ser desmascarado, o efeito para sua profissão será inverso do pretendido.

Aposte na boa escrita

Olhe para seu computador agora. Quantas abas estão abertas? Ou, caso esteja no celular, quantas distrações existem por perto, nesse momento?

Um texto na Internet compete com vários outros estímulos. Se ele não for gostosinho de ler, facilmente a pessoa desiste e parte para outra atividade. Você não vai querer gastar neurônios, dedicando várias horas da semana, para, no fim, não ter um bom resultado, certo?

Então, não deixe de investir naqueles recursos mais básicos de produção de conteúdo para a Internet:

  • Escaneabilidade;
  • Frases diretas e não muito longas;
  • Escrita fluida;
  • Bullet points;
  • Negrito;
  • Boa gramática etc.

Não tenha medo de testar

Não adianta! Em algum momento, você precisará se expor. Será preciso correr riscos e testar algumas ideias, de modo a analisar a receptividade do seu público.

Tenha em mente que escrever não precisa ser receita de bolo! Pelo contrário. Fazer algo original fará com que você se diferencie no meio e seja notado. Então, adote formatos de escrita diferentes ou ousados, por exemplo.

E se a inibição é um grande empecilho, considere comportamentos mais sutis e pegue algumas dicas de marketing para introvertidos. Só não deixe essa característica atrapalhar sua carreira, beleza?

Mostre seus conhecimentos

Uma das formas mais fáceis de criar um texto legal é abordar um assunto do seu domínio. Pode ser um tópico relacionado à sua graduação, o assunto da sua monografia ou mesmo um tema muito lido por você. O importante é que seu conhecimento seja o suficiente, a ponto de dar mais segurança em compartilhar seus pensamentos.

Essa ainda por ser uma boa estratégia se você deseja ser um freelancer especialista em uma área, em vez de generalista, já que é um jeito de alcançar mais rápido a notoriedade.

Bem, como você viu, o LinkedIn Pulse é uma ótima plataforma para crescer na carreira. Não estranhe caso se sinta meio perdido no começo. Os primeiros passos são meio no escuro, mesmo. Com o tempo, você pega o jeito e vira mais expert nas interações. Quem sabe, até, você se torna o próximo Top Voice!?

E então, se interessou em gerar mais visibilidade e ter influência na rede? Não perca tempo e baixe, logo, nosso ebook Guia de Networking! Nele você aprenderá a manter seus contatinhos profissionais!

Posts populares com esse assunto