Por Kellison Ferreira

Publicado em 25/12/2020. | Atualizado em 23/12/2020


Os links podem ser elementos pouco compreendidos, mas são essenciais para qualquer estratégia de blog. Veja no post seus aspectos mais técnicos

Você conhece a importância dos links? Eles podem ser decisivos em um cenário em que a concorrência para ganhar as primeiras posições da SERP é cada vez maior. O Google impõe uma série de fatores importantes que definem o rankeamento, e um deles são os links. É preciso saber usá-los de forma técnica, considerando a estratégia de SEO.

Fazer um link building eficiente é, talvez, o principal desafio em relação a esse assunto. Selecionar redirecionamentos não se trata apenas de escolhas, já que, entre links internos e externos, há questões estratégicas envolvidas. Seja para gerar tráfego inteiro, seja para aproveitar a credibilidade de outros sites, saber usar esses links faz toda diferença.

Neste post detalharemos a importância dos links e todos os aspectos técnicos que envolvem o assunto. O conteúdo aborda os seguintes tópicos:

    Continue a leitura e entenda melhor!

    As diferenças entre links internos e externos

    Para entender a importância dos links é necessário passar por um conceito fundamental e básico. Você já deve ter se perguntado a diferença entre os internos e externos, já que eles sempre são classificados dessa forma. É simples e começaremos a nossa conceituação pelos links internos, que são todos aqueles que redirecionam para outras páginas de dentro do próprio site.

    Links internos

    Vamos supor que você é um e-commerce que vende artigos esportivos e, no seu blog, há um post sobre melhores práticas para a corrida. Nesse conteúdo, você recomenda o uso de um tênis apropriado, e então faz uma linkagem para um calçado que vende na sua loja online, ou seja, um link interno.

    A linkagem interna é importante porque serve para informar ao buscador que existem outras páginas em um website e que ele deveria indexá-las, pois elas têm conteúdo relevante e de autoridade. Além disso, esse trabalho gera maior tráfego, fazendo com que o leitor visite outras páginas do seu site ou blog.

    Links externos

    Já a linkagem externa, como o nome sugere, leva o leitor a links de outros sites, geralmente, aqueles que têm grande autoridade. Isso é importante para que parte dessa autoridade seja transmitida para o seu conteúdo. O uso acontece da mesma forma como ilustrada no exemplo dos links internos, no entanto, em vez de indicar algo do seu site, é necessário linkar para um artigo ou produto externo.

    A linkagem externa é uma maneira de dar credibilidade à informação que você coloca à disposição dos seus leitores. Essa prática também é importante para criar laços com outras empresas do segmento, e então possibilitar uma estratégia de backlinks. Se trata do fornecimento de links entre empresas parceiras, ajudando a divulgar umas a outras e a compartilhar autoridade

    As diferenças entre backlinks benéficos e backlinks tóxicos

    O uso de backlinks é uma prática permitida pelo Google, desde que seja feita de maneira orgânica, em forma de parceria. É importante entender também que a eficácia dos backlinks só é concreta quando se tratam de empresas do mesmo segmento trocando links.

    O redirecionamento para uma página externa só faz sentido ao leitor se o link em questão tem relação com o que ele está consumindo na página de origem. Do contrário, o Google pode penalizar o rankeamento. Além dessa questão, há outro importante tema a ser considerado, que são os backlinks tóxicos.

    Se tratam de links que redirecionam a sites que apresentam alguns problemas principais. Eles podem ser não indexados, sites falsos, apenas para gerar backlinks, conterem vírus, entre outras possibilidades. Quando você usa um link em sua página, o Google faz esse caminho de redirecionamento e, se ele verificar algum problema, identificará o link como tóxico.

    A partir dessa checagem, os algoritmos podem aplicar penalizações na página de origem, ou seja, a sua página. Isso significa que, se você usar um link tóxico em seus conteúdos, há grandes riscos de sua página cair muitas posições no ranking do Google.

    Backlinks benéficos devem ser o foco

    Para ter a garantia de que sua estratégia de backlinks traz os resultados esperados, é fundamental prezar pelo uso de links seguros. Se há alguma dúvida sobre a integridade de algum deles, evite a qualquer custo. Por mais que você tenha as melhores intenções, os algoritmos do Google analisam a situação e aplicam as penalizações sem viés interpretativo.

    A importância dos links é muito valorizada pelo Google, que trata os backlinks com grande rigor. Por isso, confie apenas naqueles em que o site de destino é conhecido, ou um parceiro de longa data que tem firmado bons trabalhos com sua empresa. Assim, você elimina qualquer risco de usar um backlink tóxico.

    Identifique backlinks tóxicos

    Para isso é necessário realizar uma auditoria de backlinks. Essa atividade ajudará a identificar todos os links que estão sendo utilizados no seu site atualmente. Uma boa forma de começar esse trabalho é avaliando, primeiramente, quais links seus concorrentes que rankeiam bem estão utilizando. Para isso, analise esses sites utilizando a ferramenta Majestic.

    Com essa base importante, é hora de fazer a auditoria no seu próprio site. Há duas maneiras de realizar esse trabalho: manual e automatizada. Se quiser, você pode checar página por página, link por link, para verificar se eles parecem benéficos e identificar os tóxicos. No entanto, o processo pode ser mais produtivo e eficaz com a ajuda de uma ferramenta, como a Backlink Audit, da SEMrush.

    A importância de ter URLs amigáveis

    URLs são nada menos do que o endereço de páginas na web, em formas de links. Agora mesmo, você pode visualizar na barra de endereços do seu navegador a URL deste conteúdo que está lendo. Por mais que pareça algo básico e corriqueiro, a URL tem papel decisivo nas estratégias de posicionamento de sites na web.

    URLs estão espalhadas por toda web e, por isso, algoritmos estão o tempo todo em contato com elas para realizar as indexações e entender o link building que páginas fazem. Entre os vários parâmetros considerados em uma URL, um dos mais importantes é a complexidade deles. É fundamental que sejam amigáveis, ou seja, otimizadas para SEO.

    Novamente, cheque a URL desta página em que está. Após o endereço do site, você consegue identificar exatamente sobre o que se trata o conteúdo da página, certo? URLs amigáveis são assim: reduzidas, claras e, de preferência, contêm a palavra-chave utilizada em todo o conteúdo. Quando a URL conta com essas características, suas chances de rankear bem crescem.

    Otimização é necessária e possível

    O ponto positivo quando se trata de URLs é que elas podem ser editadas, o que mostra a importância dos links em estratégias de SEO. Ao personalizá-las, você pode cumprir com os requisitos de rankeamento mais importantes, as tornando amigáveis e com melhores chances de posicionar a página no topo da SERP.

    Um bom exemplo de URL amigável no Blog da Rock Content

    Entre os parâmetros principais que uma URL amigável tem, podemos selecionar:

  • incluir a palavra-chave;
  • ter tamanho reduzido;
  • usar hífens para separar palavras;
  • usar letras minúsculas;
  • evitar datas;
  • excluir caracteres especiais;
  • padronizar todas as URLs do seu site.

O uso de links patrocinados no planejamento

É impossível tratar da importância dos links e não citar o uso cada vez maior dos links patrocinados em estratégias de Marketing Digital. Impulsionar páginas no Google é uma prática comum e isso pode trazer bons resultados, desde que haja um planejamento sólido e técnico. Investir em links patrocinados só fará sentido se a estratégia estiver focada no público-alvo.

Esses links figuram sempre no topo da SERP do Google, e você já deve estar familiarizado com eles. Em cada página de resultados de pesquisa, há primeiramente os links patrocinados, e só então começa a listagem daqueles que são orgânicos, ou seja, chegaram ali sem investimento financeiro.

Links patrocinados

Por mais que sua estratégia possa conseguir bons resultados de forma orgânica, com boas práticas de Inbound, mesclar esse trabalho com links patrocinados gera resultados de destaque. A razão principal é que eles utilizam palavras-chave para rankear conteúdos em determinados termos de pesquisa. Isso significa que, utilizar boas práticas de SEO alinhadas com o impulsionamento é uma ótima forma de ganhar visibilidade na SERP.

As categorias de links patrocinados

Há quatro categorias principais de links patrocinados:

  • custo por clique (CPC) – o anunciante é cobrado a cada clique que o link recebe;
  • custo por mil impressões (CPM) – o anunciante é cobrado a cada mil visualizações que o link recebe;
  • custo por ação (CPA) – o anunciante é cobrado apenas quando um usuário realiza alguma ação dentro do seu site;
  • custo por visualização (CPV) – o anunciante é cobrado para cada usuário que visualiza o anúncio.

Os benefícios dos links patrocinados

O imenso volume de uso de links patrocinados atualmente pode ser explicado. Há muitos benefícios em impulsionar publicidade na página de resultados do Google, e eles vão além da simples exposição. Entre os principais, podemos relacionar:

  • campanhas de anúncios podem ser potencializadas a qualquer momento, com aumentos de investimentos da maneira que o usuário quiser;
  • toda interação, visualização e qualquer métrica relacionada aos links patrocinados podem ser facilmente mensuradas;
  • os relatórios de monitoramento são completos e dão suporte à otimização da estratégia;
  • é possível segmentar com amplo detalhamento, o que garante que os links patrocinados irão aparecer para quem realmente pode se interessar por eles.

As vantagens de um link building estratégico

A importância dos links só é percebida, de fato, quando analisamos do ponto de vista estratégico. Eles podem gerar ganhos amplos a sites e conteúdos que passam por uma aplicação de link building pensada em resultados. Confira a seguir quais são os benefícios desse trabalho!

Construir autoridade

Um dos principais papéis de um link em um website é o de construir autoridade. Esse conceito se trata de um tipo de ranqueamento desenvolvido pelo Google para classificar o quão confiável é o conteúdo oriundo de uma determinada fonte.

Quanto mais autoridade tem um domínio, maior é a sua capacidade de aparecer entre os primeiros resultados de busca dos principais mecanismos, porque mais relevantes são as suas postagens.

Em geral, três são os critérios levados em consideração por Google, Bing e Yahoo! na hora de considerar uma página de grande autoridade em seu campo. O primeiro deles é a sua idade.

Quanto mais antiga uma página, mais provável que o seu conteúdo seja genuíno. Obviamente, esse critério por si só não pode garantir a autoridade, por isso os buscadores também confiam em popularidade para distinguir o que é um bom conteúdo de um mau conteúdo.

A lógica é que os conteúdos mais acessados são mais úteis para os usuários e, portanto, tem maior autoridade. Ainda assim, se deixarmos por conta desses dois fatores, muitas páginas de baixa autoridade poderiam se passar por relevantes. Por isso há que se considerar também seu tamanho.

Um website precisa receber um nível considerável de tráfego para que seja considerada autoridade em sua área. Completados esses três critérios, pronto: a página que linka para o seu conteúdo tem tudo para conferir autoridade para ele.

Autoridade na prática

Quanto mais links você conseguir obter de fontes consideradas de grande autoridade, melhor para o SEO do seu website. Esses links levam seus relevâncias para o seu site, e você pode conquistar autoridade mais rapidamente, fazendo com que seu conteúdo seja percebido como melhor pelos motores de busca.

Ser linkado por um jornal ou uma página do governo, por exemplo, é o sonho de qualquer blog. Sites “.gov” e de grandes jornais, como a Folha de São Paulo têm grande autoridade e são bem vistas pelos buscadores. Esse é um bom caminho para chegar ao topo da SERP.

Aumentar a relevância de páginas e conteúdos

As ferramentas de busca não são como os seres humanos, que podem fazer perguntas para descobrir do que é que o seu site está falando. Então, elas precisam adivinhar de acordo com o contexto o que está acontecendo em sua página e tentar entender do que se trata o conteúdo que você posta. Para facilitar esse entendimento, existem recursos como palavras-chave e tags, mas nem sempre eles são o suficiente.

A importância dos links nesse cenário é clara, já que eles podem ajudar a fazer com que buscadores compreendam de uma vez por todas em que nicho de mercado o seu negócio se encaixa e por que ele deveria direcionar tráfego para ele.

Se um usuário visita o seu website, aleatoriamente, e não sabe exatamente do que ele trata, ele consegue descobrir isso de várias maneiras. Inicialmente, lendo sua biografia e verificando que tipo de serviços sua empresa executa. Se isso não for o suficiente, ele pode visitar seu blog e tentar entender o que você vende para os seus usuários.

Crawlers

Entretanto, o Google não pode fazer o mesmo procedimento. Seus crawlers (ferramentas que indexam toda a internet, tornando-a disponível para pesquisa) podem apenas ler o que está disponível na sua página e tentar entender este conteúdo. É aí que os links que o seu site recebe e contém se tornam relevantes para a contextualização dos seus produtos e serviços.

Digamos que o Google tenha dificuldades de classificar o fato de que você é um eletricista que presta serviços domésticos. No entanto, ele percebe que há muitos links de blogs dedicados a eletricistas que dão retorno para o seu website. Isso é o suficiente para que ele entenda a relevância da sua página nesse contexto e compreenda em que nicho ela se encaixa.

Por isso, se você quiser se certificar que buscadores sabem exatamente que tipo de serviço você presta, é essencial conseguir backlinks de sites relacionados com o seu conteúdo. Eles vão conferir relevância a sua página, o que o ajudará no futuro.

Otimizar a indexação

A importância dos links também se estende à indexação, e nessa questão, os crawlers são decisivos no processo. Eles navegam pela web buscando páginas a serem indexadas, fazendo isso incessantemente. É justamente por meio dos links presentes nessas páginas que os crawlers conseguem ter um processo de identificação eficaz.

Os crawlers e os spiders, que são outros tipos de ferramentas de indexação utilizados por buscadores, são capazes de ler links e entendê-los como URLs que precisam fazer parte de seu trabalho. Assim que os detectam em uma página, seguem aquele endereço e passam a indexar todo o conteúdo que encontram no seu destino.

Isso significa que, quanto mais links uma página tem, sejam eles internos ou externos, melhor para que ela seja encontrada pelos buscadores. Afinal, os crawlers vão eventualmente chegar a uma de suas páginas pela web e poderão, com ajuda desses links, encontrar todas as outras postagens em seu blog, uma por uma, porque você seguiu uma boa estratégia de link building.

Se você não acredita nisso, verifique como funciona o próprio Search Console do Google. Ali você pode fazer o upload de um sitemap e ver serem indexadas todas as páginas do seu blog em alguns instantes, graças ao fato de que o Google terá em mãos, de repente, todos os links para o seu conteúdo.

Gerar tráfego para a página

Não podemos, de forma alguma, nos esquecer de um dos principais benefícios dos links e do motivo pelo qual eles foram inventados. Eles trazem tráfego para a sua página e podem aumentar a audiência dos seus posts consideravelmente, dependendo de onde eles aparecerem.

Você sabe que hoje, a maioria das visitas que as páginas recebem são originárias de sites de busca como o Google, o Bing, o Yahoo! ou de redes sociais como o Twitter e o Facebook, mas nem sempre este é o caso. Há ainda muita gente que visita novos sites porque os conheceu graças a uma recomendação de um blog que visita há alguns anos ou porque clicou em um link para conhecer mais informações ou checar uma referência.

Se o seu site tem informações importantes e está recheado de conteúdo que pode ser linkado por outras pessoas, ele com certeza vai atrair novos cliques e usuários diferentes diariamente. Esse tráfego pode ser constante, dependendo de onde os seus backlinks estiverem localizados e do quão popular for o site em que eles forem divulgados.

O tráfego de referência, que é como nos referimos aos cliques originários de links postados em outros sites e blogs, ainda é uma fonte muito grande de renda para páginas na internet e você não pode ignorá-lo se quer ver o seu website crescer. 

Guest posting

Quando fizer Guest Posts, por exemplo, nos blogs de terceiros, não se esqueça de linkar para o seu próprio conteúdo e aproveite a oportunidade para criar alguns backlinks para a sua página. Você poderá se surpreender com a quantidade de novos visitantes que receberá após este experimento.

O lado bom desse tipo de tráfego é que ele funciona mais ou menos como a publicidade pay-per-click (PPC), mas você não precisa desembolsar um centavo sequer. Afinal, você estará aparecendo em um blog de alto tráfego, receberá uma porção de cliques e visitas por causa disso e não precisará pagar pela promoção do seu conteúdo.

A “publicidade” gratuita ficará online por tempo ilimitado e gerará tráfego para a sua página por muito tempo e esse tráfego sempre será de alta qualidade, composto por pessoas interessadas pelo seu conteúdo. A importância dos links é inegável e tão grande que faz com que eles possam até mesmo competir com as formas mais tradicionais de mídia online.

Divulgar marcas

Divulgar marca é algo praticamente automático. Uma vez que sua empresa está na web, esse trabalho é feito naturalmente. Os links são uma forma barata de fazer isso, aumentando a visibilidade da sua marca e o seu reconhecimento sem pesar no orçamento disponível.

Você já parou para pensar na quantidade de vezes que se tornou fã de uma página porque clicou em um link aleatório? Quando estamos lendo conteúdo, todos somos capazes de identificar de longe onde um link está localizado, porque fomos educados para isso. Quando um consumidor vê o seu nome ligado a um link, ele automaticamente associa a sua empresa a um tópico em particular, o que é muito bom para os negócios.

Imagine uma situação em que você queira estabelecer sua autoridade como produtor de conteúdo e, para isso, use seu blog como forma de divulgação. A partir disso, conseguir ser linkado para um post como este aqui, do Comunidade Rock Content, sendo considerado um especialista em gramática pode ser decisivo para a sua carreira!

Todas as pessoas que lerem o post associarão o seu nome à gramática e provavelmente clicarão no link para entender melhor o motivo da citação. O link building é maneira certeira de divulgar o que você faz de melhor de uma modo não invasivo, firmando o nome da sua marca como sinônimo de algo, como seu segmento, o que pode ser determinante para o seu sucesso.

O poder dos links em imagens e vídeos

Seus vídeos e imagens utilizados nos conteúdos podem ter grande impacto para que links cheguem aos primeiros resultados da SERP. Nem todo mundo sabe desse potencial, já que se trata de um trabalho bem técnico, mas que não chega a ser tão complexo. Pequenos ajustes de SEO fazem com que esses conteúdos de mídia gerem maior visibilidade e tráfego aos links.

Em imagens

Imagens recebem grande volume de buscas no Google, por isso é importante usá-las em suas páginas, independentemente de qual for a proposta desse conteúdo. Para que essas imagens sejam capazes de captar tráfego, você precisa fazer a seguintes otimizações:

  • utilizar descrições Alt Text em cada imagem presente no link;
  • aplicar palavras-chaves nas descrições e legendas;
  • use títulos precisos nas imagens, retratando de forma clara e resumida, em palavras, o que ela transmite;
  • utilize imagens de qualidade, mas comprimidas, já que assim elas não afetarão o tempo de carregamento das páginas.

Em vídeos

Nos últimos anos, pesquisas apontaram que vídeos seriam 82% de todo tráfego da web até 2020. Esse número talvez tenha sido superado, mas o certo mesmo é que ele foi alcançado. Vídeos nunca estiveram tão em alta como atualmente, e por isso, tê-los em suas páginas é aproveitar todo esse tráfego, trazendo mais pessoas para seus conteúdos.

Para que os vídeos dos seus links sejam capazes de levá-lo até o topo dos resultados do Google, é fundamental buscar otimizações como:

  • usar títulos que incluam a palavra-chave;
  • criar descrições detalhadas aplicando técnicas de copywriting e de SEO, como o uso de palavras-chaves;
  • incluir tags;
  • utilizar imagens miniaturas de preview personalizadas e chamativas.

A importância dos links pode ser facilmente percebida ao longo deste conteúdo. Eles são fundamentais às estratégias de Marketing Digital e, se tratados de maneira técnica, têm alta capacidade de gerar resultados de destaque.

Curtiu este conteúdo? Que tal conhecer mais sobre o assunto com este guia definitivo da SERP do Google?

Posts populares com esse assunto

Os comentários estão desativados.