habilidades para currículo

7 habilidades imprescindíveis para o seu currículo (e carreira)

Quais são as competências mais requisitadas no mercado? Fizemos uma seleção com 7 qualidades e competências que você deve ter!

Há diversas habilidades para currículo que um profissional pode destacar. Muitas são específicas de cada profissão, como o domínio de alguns softwares é necessário para que alguém se torne um designer ou o pensamento crítico é fundamental para um jornalista. Todavia, há aquelas que servem a vários tipos de profissionais e farão toda a diferença na sua contratação.

Estamos falando aqui também (porém não exclusivamente) das soft skills, aquelas características que não podem ser quantificadas, mas representam bem o modo de trabalhar de alguém. Proatividade, boa comunicação e liderança são exemplos de soft skills.

Entretanto, há algumas vivências profissionais que também são bem-vindas em muitas carreiras, tais como a atuação como freelancer. Na lista abaixo você verá quais habilidades para currículo farão o seu CV se destacar entre os demais.

1. Proatividade

A proatividade é dessas características que jamais podem faltar a um profissional. Trata-se da habilidade de antecipar as demandas e anseios das pessoas ao seu redor e contemplá-los sempre que possível. Por isso, é tão bem-vista nos currículos.

Ser proativo significa que você é capaz de resolver problemas e conduzir projetos por conta própria, sem precisar de constante supervisão, o que é uma característica forte das profissões modernas.

Antigamente, os colaboradores tinham papéis muito bem definidos dentro de suas organizações, e deles não era esperado nada mais do que cumprir suas funções. Hoje, porém, é improvável que você seja contratado para fazer apenas a mesma coisa e não precise de criatividade e senso de prioridade para obter bons resultados.

Profissionais proativos reúnem ambas as características e dão conta do recado, mesmo que não exista alguém os pressionando constantemente. Por isso, na hora da contratação, os departamentos de RH colocam esse perfil no topo de suas listas.

2. Boa comunicação

Comunicar-se bem é outro princípio fundamental do mercado de trabalho atual — mas um que já vem de longa data. Saber colaborar com os demais membros da sua equipe e os profissionais de outros departamentos da empresa abrirá portas e fará com que as tarefas assumidas por você sejam mais simples de se completar. Exatamente por esse motivo, a boa comunicação é uma das soft skills favoritas dos recrutadores.

Você pode evidenciá-la logo no primeiro contato com a empresa para a qual deseja trabalhar. Um candidato que se comunica bem sabe redigir e-mails claros, consegue cumprir compromissos e deixa evidentes suas expectativas a respeito da vaga que está prestes a assumir.

Vender-se como um bom comunicador é, então, uma das primeiras tarefas que você assumirá no seu próximo emprego.

Nota do editor:
Aproveite para se preparar melhor para uma entrevista de emprego e confira a videoaula gratuita que contou com a participação das nossas especialistas do RH, Sara Cândido e Natália Dantas.

Como se preparar para uma entrevista de emprego

3. Relacionamento

A capacidade de se relacionar bem com as pessoas é uma habilidade para currículo tão importante que, muitas vezes, aparece como protagonista antes dele. É por meio de um bom relacionamento que desenvolvemos o networking e conseguimos encontrar oportunidades que tenham a ver com o nosso perfil, por exemplo. Portanto, dependendo de como você ficou sabendo de uma vaga ou por quem foi indicado, a sua capacidade de relacionamento já estará clara desde o início da conversa.

Caso esse não seja o seu caso, procure mostrar para o seu futuro chefe, nas suas próprias palavras, como você é bom para trabalhar em equipe. Até porque essa também é a melhor estratégia para nutrir essa característica ao longo do tempo.

4. Flexibilidade

Ser flexível é saber trabalhar com os recursos de que se dispõe e não apenas cumprir uma agenda que gira em torno dos momentos em que você é mais produtivo. Quem cursou uma universidade, provavelmente, já teve que investir nisso, seja porque tinha menos tempo do que imaginava para concluir um projeto, seja porque teve que improvisar com os materiais disponíveis.

O importante na busca por um emprego é deixar isso claro no seu CV ou portfólio. Por isso, seja o mais específico que puder dentro do espaço disponível e mostre os resultados que obteve quando a maré não estava para peixe.

5. Liderança

Liderança é uma daquelas características que não podem faltar. Mas como demonstrá-la em seu currículo e desenvolvê-la ao longo da vida profissional? Em geral, ser líder nos parece sinônimo de “mandar nos outros”, mas vai muito além disso.

Você pode ter assumido um papel de liderança quando coordenou uma equipe ou instruiu os membros do seu departamento na hora de lidar com uma nova tecnologia. E mesmo que não tenha associado essas atividades ao papel de líder, deverá lembrar-se delas para evidenciar essa característica em um currículo.

Caso nunca tenha tido alguma experiência do tipo, saiba que nunca é tarde para começar: desenvolva sua liderança investindo em um projeto pessoal e convidando algumas pessoas para participar dele, por exemplo. Esse projeto pode virar algo sério ou pelo menos ajudá-lo a construir um portfólio que impressionará futuros empregadores.

6. Experiência como freelancer

Essa é uma habilidade para currículo que consegue condensar várias das soft skills mencionadas até aqui. Isso porque freelancers, normalmente, têm controle completo sobre suas atividades. Eles precisam desenvolver bons relacionamentos, saber se adaptar a diferentes rotinas de trabalho e ter uma ótima comunicação interpessoal.

Apenas com essa adição em seu currículo, você já conquistou três pontos fundamentais da lista de habilidades que fizemos aqui!

Porém, não basta incluir a atuação profissional como freelancer para diferenciar-se entre tantos outros profissionais — que, provavelmente, já atuaram assim em algum ponto de suas carreiras. Você deve reforçar essa experiência no currículo com atividades desempenhadas, projetos realizados ou até a menção a alguns clientes satisfeitos.

Verificar que seu trabalho como freelancer foi bem executado fará com que um recrutador consiga ver claramente essas características em você.

Comunidade Rock Content - Faça parte da maior base de freelancers do BrasilPowered by Rock Convert

7. Autoconfiança

Por último, não poderíamos deixar de falar da autoconfiança. Um profissional que se apresenta seguro das próprias habilidades e como uma pessoa capaz de dar conta do recado é muito mais bem-sucedido do que aqueles que não o fazem. É claro que todos temos um pouco de insegurança, mas na carreira devemos fazer o possível para demonstrar que confiamos em nossos talentos e somos capazes de enfrentar desafios.

Pode ser difícil mostrar autoconfiança no começo, mas você entenderá, mais cedo ou mais tarde, que trata-se de uma habilidade que se pode treinar. Pense bem nas suas decisões e tente justificá-las com clareza. Quando vir, já estará fazendo isso como hábito e transparecendo muito mais autoconfiança do que imagina.

Algumas habilidades para currículo são imprescindíveis porque englobam as características que definem um bom profissional. Por isso, elas são comuns a todas as profissões e podem fazer com que você tenha uma carreira mais flexível e consiga atuar em múltiplas áreas sem precisar começar um treinamento do zero. Fique atento a essas habilidades e comece a desenvolvê-las, afinal, elas representarão um diferencial e tanto na sua jornada.

Agora que você conhece as habilidades para currículo que todo profissional deve ter, que tal aprender a fazer o seu? Veja os melhores modelos de currículo que vão ajudá-lo a completar essa tarefa com mais facilidade!