Guia Rock Content de formatação de textos para web

Guia Rock Content de formatação de textos para web

Descubra como a Rock Content padroniza os seus posts incríveis! :)
Torne-se um especialista em produção de conteúdo!Powered by Rock Convert

O sucesso de uma campanha de Marketing de Conteúdo só é possível quando se conhece muito bem o público.

Sem entender as particularidades dos leitores, você pode escrever com um certo padrão de qualidade, mas nunca irá encantá-los. E, claro, esse é o objetivo aqui: convencer os leitores não somente a avançar na jornada de compra, mas também recomendar seu conteúdo para outras pessoas.

Assim, é interessante que cada período do seu texto seja calcado em fatos, dados e referências que justifiquem sua escrita. Dessa forma pode-se, aos poucos, alcançar a resposta preterida pelo leitor do conteúdo. Por exemplo, segundo dados da Fecomercio-RJ, em 2014, 70% dos brasileiros não leram um livro sequer.

Evidentemente, na internet essas estatísticas não têm a mesma proporção, mas certamente esse fato tem alguma correlação com o perfil dos leitores e, no fim das contas, influencia na construção da persona.

Tente comparar o hábito de ler livros com a leitura na internet: o conhecimento dessa estatística ajuda ou atrapalha o conteúdo web? Prender a atenção do leitor do começo ao fim de um post é um verdadeiro desafio, mas seguindo este checklist você vai mudar isso. Veja a seguir nossas dicas!

Planeje o texto antes de escrever

Antes de escrever, procure documentar aquilo que você precisa saber. Tenha em mente o que o post pretende alcançar e leia atentamente a pauta, inclusive os textos das referências. A partir disso, inicie sua pesquisa sobre o tema, fazendo um brainstorm de ideias.

Faça também uma pesquisa de palavras-chave para que você possa anotar os termos que você julgar valiosos. Claro, considerando também as keywords obrigatórias estabelecidas na pauta.

Esse método, embora simples, esclarece pontos essenciais de forma surpreendentemente, facilitando a formulação de ideias que poderão ser desenvolvidas ao longo do texto.

Coloque as ideias na tela

Depois do brainstorm é só usar os tópicos mais importantes que você anotou para desenvolver o conteúdo.

Lembre-se que todo o texto deve contar uma história, com começo, meio e fim. No Marketing Digital, esta história estrutura-se como introdução, desenvolvimento utilizando intertítulos, conclusão e um call to action (CTA).

Para a abertura, escreva uma introdução chamativa, com uma espécie de CTA para o próprio texto, prendendo o leitor para que ele continue lendo até a conclusão.

Na conclusão, não se esqueça de retomar o raciocínio que foi desenvolvido ao longo do texto. Assim, fica mais fácil para que o leitor acompanhe seu raciocínio e entenda aonde você chegou e como.

Por fim, o CTA deve levar o leitor a fazer alguma ação. Para conseguir isso, use verbos no imperativo (“clique”, “aproveite”, “conheça”, “comente”) ou, para ser mais sutil, deixe uma recomendação (“que tal”, “por que não” etc.).

Veja uma lista de conteúdos que irão ajudar você a estruturar seus textos! ✍️
Título de texto: aprenda a causar a melhor primeira impressão
Como fazer uma introdução perfeita: o guia definitivo
Como fazer uma conclusão perfeita!
Textos Argumentativos: veja como trabalhar seus argumentos da melhor maneira
O que é resenha e qual é a diferença para o resumo?
Como fazer uma resenha: o passo a passo definitivo para uma resenha perfeita
Descubra como fazer um resumo de qualidade em 7 passos

Revise tudo no final

Além da revisão ortográfica e gramatical, volte à pauta e faça uma checklist para ver se tudo que estava lá realmente foi colocado no post — palavras-chave, CTA correto, link building interno etc.

Lembre-se de que, na revisão de textos para web, outro ponto fundamental é a formatação. Problemas de formatação frequentemente são negligenciados. Algumas vezes, até mesmo pelos revisores, sub-aproveitando o conteúdo redigido.

Além disso, a estrutura não possui um padrão definitivo. À medida em que novas técnicas vão surgindo, frequentemente vão sendo adaptadas à formatação para melhorar o desempenho.

Logo, convém utilizar um padrão de formatação pré-definido, de preferência por uma autoridade em marketing de conteúdo. Por isso, aqui, adotaremos o padrão da Rock Content:

  • Corpo do texto: à esquerda;
  • Intertítulos: alinhados à esquerda;
  • Tamanho dos intertítulos: Título 2, com os subtítulos em Título 3, Título 4, sucessivamente;
  • Listas simples: são aquelas que não têm ordem e devem ser feitas por meio de bullet points, com cada tópico terminando em ponto final ou ponto e vírgula e um ponto final após o último bullet point;
  • Listas numeradas: nessas listas, a ordem dos fatores faz diferença, por isso devem ser feitas por meio da numeração automática, utilizando a pontuação igual à das listas simples;
  • Espaçamento entrelinhas: 1,15;
  • Espaçamento entre parágrafos: habilitar espaçamento entre parágrafos e itens de listas;
  • Links no texto: devem constar em forma de hiperlinks para que o usuário possa apenas clicar na palavra-chave e acessar a referência. Ou seja, deve-se evitar colar a URL no texto;
  • Divisão de parágrafos: prefira blocos de texto mais curtos, com no máximo 4 linhas. Considere, nesse caso, que há uma diferença de layout entre a escrita no editor de texto e a publicação no site. Sites e blogs podem ter um espaço menor para o post. Procure, antes de publicar, visualizar o seu texto e conferir se a exibição está correta em termos de escaneabilidade.

OBS: Nós já produzimos um infográfico de formatação de texto com todas estas especificações. Confira como aplicar todos esses quesitos em cada um de seus textos!

Avalie o texto após a revisão

O último passo é reler tudo mais uma vez, colocando-se no lugar da persona. Qual nota a persona daria para o texto em questão? E o cliente? Se você quer produzir textos que encantam, é melhor prestar atenção aos critérios de avaliação.

Afinal, a produção de um conteúdo não termina com a redação, e os melhores textos são aqueles que requerem pouco ou nenhum trabalho de revisão.

Quando isso acontece, significa que o redator é um copywriter experiente, cujo trabalho merece mais valor e destaque do que a média. Se o texto tiver for de fácil leitura, sobretudo para a persona, está no caminho certo.

Depois da parte verbal, você pode incrementar seu texto incluindo conteúdo visual como fotos, gifs, vídeos, gráficos e infográficos. Elementos gráficos podem fazer toda a diferença na hora de explicar uma ideia e, em geral, geram mais tráfego e engajamento do que redações que não têm.

Agora você está pronto não apenas para escrever ótimos textos, mas também revisar conteúdos de acordo com as boas práticas de formatação de textos para web.

Gostou? Montamos um material rico sobre como fazer um texto perfeito. Quer conferir? Veja aqui!

Guia definitivo do texto perfeitoPowered by Rock Convert