Por Redator Rock Content

um dos freelancers da Comunidade. Seja também um redator!

Publicado em 13/04/2017. | Atualizado em 19/05/2020


Supreendentemente, o mercado de Marketing Digital tem oferecido oportunidades crescentes, mesmo em períodos de crise econômica.

Estabilidade financeira e crise são duas palavras que parecem não combinar muito, não é mesmo? Mas há quem diga que é nos tempos difíceis que as grandes oportunidades aparecem.

A necessidade de cortar gastos e se adaptar aos novos tempos estimula a flexibilidade nas contratações. Tanto que, hoje, nem sempre as empresas priorizam os empregados full time.

Essa realidade abre portas para diversos profissionais autônomos, que precisam pensar em novas formas de se destacar no mercado e participar de projetos lucrativos.

Nesse post, quem é freelancer em tempos de crise poderá descobrir o que fazer para superar essa fase e se manter superior em relação à concorrência. Confira.

Não subestime o poder do marketing pessoal

Acredite: manter o queixo para cima é mais importante do que nunca nos tempos difíceis.

A melhor forma de diferenciar sua imagem não é reduzir drasticamente o preço de seus serviços, mas agregar valor ao próprio trabalho. Só assim é possível conquistar a plena confiança de seu cliente.

Lembre-se de que muitas empresas têm receio de contratar freelancers, por isso, mostre que você é capaz de oferecer garantias contra riscos.

Demonstrar interesse pelo objetivo do cliente, fazer as perguntas certas, ser cortês e se mostrar disponível para feedbacks são excelentes estratégias de marketing pessoal. Proatividade é uma qualidade que pode ajudar qualquer freelancer em tempos de crise.

Priorize a qualidade em vez da quantidade

Qual é o profissional freelancer que não deseja um grande quantidade de clientes? Afinal, mais jobs são sinônimo de mais dinheiro para sua carteira, não é verdade?

O único problema dessa hipótese é que a construção de um conteúdo aprofundado e original exige tempo. E como dedicar horas de trabalho para uma única tarefa, quando você tem tantas outras na agenda? Vale a pena deixar a qualidade a desejar em nome de uma maior remuneração?

Nessas horas, é importante lembrar que satisfazer o desejo do cliente não é suficiente quando você trabalha como freelancer. É preciso encantá-lo. E um trabalho de qualidade superior tem a capacidade de fazer você ser lembrado, além de te dar a liberdade para cobrar mais por isso.

Sendo assim, é muito melhor receber um preço justo por um conteúdo de qualidade do que se desgastar trabalhando demais e ganhando menos em cada tarefa feita.

Seja transparente

Antes de confirmar a prestação de algum serviço, é comum que seu haja ao menos um briefing. O cliente precisa conversar com o freelancer para explicar o que deve ser feito, conhecer melhor suas habilidades e combinar um valor a ser pago pelo seu trabalho.

Tão importante quanto saber quanto cobrar, é apresentar seus resultados de forma clara e objetiva. Isso é fundamental para que o cliente entenda qual é o tipo de retorno que você é capaz de providenciar.

Nesse momento, não se comprometa com o que não tem certeza que pode cumprir. Então, não assuma deadlines apertados e nem arrisque sua reputação por causa de uma falha na comunicação. Não tenha medo de expor suas necessidades e condições para quem precisa de você.

Às vezes, também é preciso ter jogo de cintura e muita polidez para negociar. Se o preço oferecido estiver abaixo do que você considera justo, não aceite a proposta. Lembre-se: a crise econômica nunca deve ser uma justificativa para desvalorizar o seu trabalho.

Quem reduz essas incertezas sobre a qualidade do serviço e do preço cobrado, aumentará a própria credibilidade. Portanto, esse é o caminho para agregar valor ao próprio trabalho e conquistar novos clientes. Tudo isso sem trabalhar um minuto a mais, apenas em virtude de seu profissionalismo.

Invista no seu networking

Uma das coisas mais poderosas, com as quais o freelancer em tempos de crise pode contar, é uma forte rede de contatos. Essa rede garantirá que as oportunidades não desapareçam em virtude dos altos e baixos da economia.

Algumas atitudes simples, porém eficazes para um networking incomparável são:

  • compartilhar conteúdo útil e relevante em suas redes sociais;
  • indicar outros freelancers ao descobrir que alguém precisa dos serviços que eles oferecem;
  • pedir feedback sobre seu trabalho para clientes anteriores;
  • convidar seus colegas de trabalho mais próximos para um café ou happy hour;
  • elogiar (com sinceridade) os projetos de seus colegas ou clientes;
  • realizar ou participar de um podcast;
  • comparecer a eventos, encontros e congressos da sua área;
  • procurar comunidades e grupos online para divulgar seu trabalho;
  • trocar informações e dicas sobre o mercado com outros freelancers.

Essas são apenas algumas das diversas maneiras de construir conexões mais fortes com pessoas que podem te ajudar no futuro. Mas lembre-se de manter o contato constantemente, e não apenas nos momentos de crise.

Ninguém gosta de gente que só aparece para pedir favor, não é mesmo?

Não tenha medo de inovar

O serviço do freelancer é bem diferente daquele que o trabalhador tradicional desempenha. Quem opta por essa autonomia possui mais flexibilidade, mas também várias incertezas sobre o futuro.

Por isso, esse tipo profissional deve ter paixão por desafios, e não ter medo de se arriscar. Em tempos de crise, essas características são ainda mais importantes para que ele consiga se manter no mercado de trabalho.

Além disso, as situações de instabilidade podem forçar o trabalhador a pensar fora da caixa e ter mais sucesso com uma abordagem criativa, que seja realmente única e original. Qual cliente não gostaria de contratar um profissional com essas qualidades?

Sendo assim, não deixe de conhecer o que outros freelancers da sua área estão fazendo, nem tenha medo de explorar o que ninguém ainda não tentou. O mercado muda o tempo todo, e assim deve ser a sua perspectiva profissional.

Com essas informações, fica bem mais fácil trabalhar como freelancer em tempos de crise e manter as finanças sob controle. Ao seguir essas orientações, aproveite os privilégios que essa forma de trabalhar te proporciona, e não deixe o pessimismo atrapalhar sua presença no mercado.

Gostou do post? Quer mais uma dica para fazer sua renda crescer? Então não deixe de se cadastrar na Plataforma Rock Content. Você só precisa se candidatar para escrever sobre os assuntos que domina e pronto! Agora você pode encontrar diversos clientes em busca de produção de conteúdo.

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *