Por Bianca Lopes

Redatora da Comunidade Rock Content. Jornalista, publicitária, freelancer, ensimesmada e desafiadora compulsiva do bom senso.

Publicado em 26/11/2017. | Atualizado em 08/01/2020


Quando pensamos em carreira, ser bem-sucedido naquela que escolhemos é uma das melhores coisas, certo? Selecionamos os segredos de um freelancer de sucesso. Confira!

A vida de freelancer tem suas vantagens. A flexibilidade de horários, o maior equilíbrio entre a vida profissional e pessoal e a economia de tempo ao dispensar a locomoção diária para o escritório são algumas das razões que podem causar em inveja em muitos empregados. Tudo é ainda melhor para o freelancer de sucesso.

No entanto, nem tudo é cor-de-rosa. Um dos maiores enganos que as pessoas cometem sobre freelancing é imaginar que as demandas de trabalho simplesmente vem até você, enquanto está em casa. A realidade é que é preciso lutar (e muito!) por elas.

Neste post, você vai ter acesso a alguns segredos para se dar bem nessa luta e aprender a se tornar um freelancer de sucesso por meio da valorização pelo mercado de trabalho.

1. Entrar em contato com todas as pessoas que conhece

O início da carreira pode ser tortuoso para a maioria dos profissionais autônomos. Por isso, não deixe de informar a todos que você conhece sobre a sua decisão de trabalhar de forma independente.

Deixe claro qual é a sua área de atuação, o que você fará e que tipo de clientes podem se beneficiar com seus serviços, sem se esquecer é claro, de se mostrar disponível e mais do que satisfeito em ajudar seus conhecidos com o andamento de qualquer projeto que esteja ao seu alcance.

Essa disponibilidade é importante para que você possa conquistar experiência, contatos e indicações/referências futuras. Conforme você desenvolve esses três fatores, mais fácil será sua consolidação e renome em um mercado de trabalho cada vez mais concorrido.

Ainda que você não seja um freelancer novato, é importante ter em mente que fazer networking e encontrar boas oportunidades de trabalho são dois lados da mesma moeda. Por isso, nunca é tarde demais para conhecer pessoas e expandir a sua rede de contatos.

Para tal, você pode começar a frequentar espaços de coworking, marcar presença em eventos, palestras ou congressos importantes na sua área de atuação, produzir conteúdo relevante para seus seguidores engajados nas redes sociais e conversar com outros profissionais de seu setor.

Procure também desenvolver relacionamentos de longo prazo com outros freelancers para trocar informações sobre o mercado, criarem parcerias e até dividirem projetos multidisciplinares. Qualquer interação, até mesmo com pessoas que não trabalham no seu ramo, pode ser valiosa.

2. Desenvolver e divulgar a sua marca pessoal

Ainda que você seja um profissional independente e não uma empresa, está vendendo a si próprio quando oferece seus serviços, seja como designer, produtor de conteúdo ou revisor.

Isso significa que sua marca nada mais é do que você mesmo. A sua postura perante os clientes e o mercado pode ser determinante para seu sucesso ou fracasso. Sua imagem e personalidade podem indicar profissionalismo ou falta de preparo. Se o seu público não gostar de você, dificilmente irá contratá-lo para fazer qualquer tipo de serviço.

Isso não quer dizer que você terá que desenvolver um nome fantasia, logo ou site para os seus serviços (embora nada o impeça de fazer isso), mas que você entenda a importância do marketing pessoal para elaborar sua estratégia de branding.

Para começar, defina quais são suas principais habilidades e objetivos, focando em suas especialidades. Não dispense a ajuda das redes sociais para cuidar e divulgar a sua imagem online. Todo freelancer de sucesso já conhece a importância de uma boa presença na web para que seu perfil seja visto e lembrado.

Acesse o seu LinkedIn, Facebook, Google + e todos os perfis que possuir (considere a criação de novos cadastros em canais nos quais ainda não está presente) e preencha todo o seu perfil com descrições que possam ser interessantes para sua persona. Não se esqueça também de detalhar todas as suas experiências nos campos destinados às informações profissionais.

Toda a exibição de marcas pessoais começa com um “sobre mim”, que evolui para um conteúdo próprio e até mesmo uma página pessoal. Não se esqueça de interagir com os seus contatos, participar de grupos e se mostrar disponível. Depois que sua personalidade já for conhecida no meio digital, você será fácil de ser encontrado e reconhecido como uma referência no seu campo de atuação.

3. Tratar a todos com profissionalismo

O freelancer de sucesso não se importa se estão conversando com um potencial cliente ou não, pois faz questão de tratar ambos de forma igualitária e profissional. Mas o que significa se dirigir ao outro com profissionalismo?

Ser profissional implica em deixar os outros saberem o que você é capaz de fazer, deixando claro quem e quando podem contar com sua ajuda. Esses tipos de pessoas sempre cumprem as suas promessas, independentemente dos obstáculos que possam enfrentar pelo caminho.

Com seus clientes, é preciso ser ético e comunicativo — isso vale tanto para o freelancer de sucesso quanto para os novatos. É preciso que eles saibam o que você é ou não capaz de fazer e se você tem capacidade de honrar seus compromissos. Ninguém gosta de ser enganado ou passado para trás com a contratação de qualquer tipo de serviço, especialmente quando pagam por assessoria profissional ou um trabalho de alta qualidade.

Sendo assim, deixe que a sinceridade protagonize as suas negociações ao lidar com os clientes e siga os seus princípios. É melhor perder uma oportunidade de trabalho do que se comprometer com a execução de um serviço sem a certeza de que pode cumpri-lo.

4. Ser organizado

Como freelancer de sucesso, você é seu próprio gestor em todos os sentidos. Ninguém administrará seus pagamentos, organizará a ordem de execução de seus projetos ou fará questão de conferir se todos os seus trabalhos são entregues dentro do prazo proposto.

Sendo assim, ter disciplina e organização é indispensável para manter sua produtividade em alta, cumprir suas tarefas e manter as finanças sob controle.

Faça cronogramas semanais

Quando seu nome já estiver consolidado no mercado e tiver muitos clientes, é possível que você se sinta sobrecarregado com tantas responsabilidades. Sendo assim, é preciso fazer cronogramas ou planilhas para planejar sua semana com antecedência e honrar todos os seus deadlines.

Uma ferramenta que pode te ajudar nesse processo é a calculadora de produtividade para redatores. Com ela, é possível listar todas as tarefas e se organizar melhor para conseguir trabalhar mais em menos tempo, sem perder o seu nível de qualidade.

Além disso, colocar todas as tarefas no papel é importante para definir quais são suas prioridades, focar em uma tarefa de cada vez e evitar o estresse.

Crie um plano de negócios

Um planejamento pessoal mais detalhado sobre sua marca é importante para te ajudar a definir seus objetivos, estabelecer metas financeiras e criar estratégias que possam impulsionar o alcance do que deseja. Essa tarefa também vai te ajudar a decidir como você deve se posicionar perante o mercado e manter a sua determinação alinhada aos seus planos.

Faça contratos

Redigir contratos para cada um de seus projetos é uma das decisões mais sábias a se tomar. Isso porque o documento garante que o cliente entenda melhor as expectativas do profissional e vice-versa. Além disso, os acordos estabelecem regras para todos os aspectos da negociação, protegendo o freelancer de abusos ou inadimplência por parte do contratante.

Certifique-se que cada contrato que você ou seu cliente assinam detalha todos os possíveis imprevistos e possíveis problemas futuros (quantas vezes o cliente pode pedir alterações, multas, condições de rescisão, entre outros) da negociação.

5. Conhecer seus próprios números e saber como cobrá-los

No início da carreira, é comum aceitar trabalhos por um pagamento abaixo da média do mercado ou até mesmo se envolver em projetos não-remunerados com o objetivo de construir um bom portfólio na sua área. No entanto, um freelancer de sucesso sabe qual é o valor de seu trabalho.

Estudar a precificação da sua área e ficar por dentro de valores cobrados por outros freelancers do mesmo ramo é importante, mas conhecer o limite mínimo que você pode cobrar é ainda mais essencial.

Mesmo que você veja os valores reduzidos como uma estratégia para se diferenciar da concorrência ou atrair clientes até em tempos de crise, a tática pode não funcionar e o resultado será muito trabalho e estresse e menos dinheiro.

Tenha em mente que a cobrança de um preço justo, que faça jus ao seu nível de profissionalismo, pode na verdade ser algo positivo para o seu branding. Muitos clientes não tendem a acreditar que possuirão retornos de qualidade quando o preço cobrado está abaixo do normal e tendem a se irritar caso o freelancer necessite fazer cobranças adicionais durante a execução do trabalho.

Por fim, lembre-se que a flexibilidade na negociação de preços é importante para o profissional freelancer, mas não deixe de valorizar seu tempo e esforço. Se o cliente insistir em pagar um preço injusto, pense no quanto você investiu em sua própria formação e passe a procurar jobs que realmente respeitem o seu trabalho.

6. Usar e abusar da disciplina

Com grandes poderes, vem grandes responsabilidades. Afinal, as delícias de não precisar acordar cedo, poder trabalhar de pijama e não ter um chefe no seu pé para monitorar sua produtividade têm seu preço.

Como freelancer, seus ganhos são diretamente proporcionais aos seus resultados, ou seja: se você não produz, não recebe. E ao trabalhar sem a rigidez de um ambiente formal, é preciso ter cuidado para que as distrações do dia a dia não te tirem da linha.

Defina metas diárias

Se você é um blogueiro, estabeleça um número mínimo de posts para postar por dia. Se produz conteúdo, defina quantas páginas ou tarefas são suficientes para te manter dentro do orçamento desejado, que deve ser estabelecido com antecedência nos seus planos de negócios.

A definição de metas realistas para alcançar em um dia é fundamental para que você não perca o controle sobre suas produções ou deixe a procrastinação te dominar. Se imprevistos acontecem em um dia, você pode usar o outro como compensação e não abrir mão de seus ganhos.

Faça pausas

Por mais contraditório que isso possa parecer, os intervalos durante a sua jornada de trabalho são importantes para que você mantenha sua produtividade em alta. Isso acontece porque, quando você descansa, sua mente recebe o tempo que precisa para tomar folego e focar melhor no volume de tarefas que você possui.

Desconecte-se do que te distrai

Desligar o telefone e se manter longe das redes sociais ou sites de entretenimento enquanto trabalha é uma boa estratégia para manter a concentração, mas é importante reservar um tempo para que você possa desfrutá-los, de preferência dentro da duração de seus intervalos.

Crie um sistema de recompensas para si mesmo

O freelancer de sucesso sabe que ninguém irá recompensá-lo com aumentos ou promoções pelo seu bom trabalho, e, por isso, toma a iniciativa de fazer isso por conta própria. Essa estratégia ajuda a mantê-lo motivado e focado em atingir os resultados que deseja.

7. Estar atento aos feedbacks

Positivos ou negativos, todos os feedbacks são valiosos para os freelancers porque o ajudam a reconhecer quais são os seus pontos fortes e também os incentivam a melhorar os fracos. É claro que, nestas situações, é preciso ter um pouco de maturidade para aprender a ouvir o que não lhe agrada.

Mostre-se disponível para saber qual é a opinião de seus clientes durante todo o tempo, principalmente após a entrega da sua demanda. Se não disserem nada, seja paciente e não tenha vergonha de perguntar. Muitas vezes, o próprio cliente não está acostumado a fornecer feedbacks claros ou construtivos.

Lembre-se que você (e todo freelancer de sucesso) terá de lidar com pessoas agradáveis e difíceis em qualquer tipo de profissão, e as falhas de comunicação sempre podem ocorrer. O ideal é sempre se colocar no lugar do cliente e não levar nenhuma crítica para o lado pessoal.

Por fim, nunca meça esforços para tratar todos os seus clientes com assertividade, ainda que não sejam simpáticos ou desaprovem seu trabalho. O freelancer de sucesso sempre procura passar uma impressão positiva para expressar autoconfiança e ser visto pelo seu público com mais credibilidade.

Se você gostou do post, aproveite para baixar nosso ebook sobre Trabalho Freelancer e desvendar mais segredos para se consolidar como um profissional autônomo de peso no mercado!

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *