Um homem pesquisando a definição de Frase, oração e período em uma gramática

Aprenda de uma vez por todas qual é a diferença entre frase, oração e período

Frase é um enunciado de sentido completo e pode ser formada por uma ou mais palavras; oração é uma frase que contenha um verbo (ou locução verbal); e período é uma frase formada por uma ou mais orações, podendo então ser simples ou composto.
Torne-se um especialista em produção de conteúdo!Powered by Rock Convert

O texto é uma situação de comunicação, que passa a existir dentro de um processo interacional (entre redator–mundo–leitor). Todo texto, seja escrito ou falado, é resultado de uma produção conjunta entre interlocutores, e o que distingue os dois tipos é a forma como essa produção se realiza.

No texto escrito, entender os conceitos de frase, oração e período é de extrema importância, pois a estrutura dos textos é formada por eles. Você sabe o que são cada um deles? Pois bem, neste post vamos explicar o que são e como você deve usá-los para escrever com cada vez mais clareza. Vamos lá?

O que é uma frase?

Frase é um emaranhado de palavras com sentido completo, que não necessariamente precisa ter um verbo para ter sentido. Por exemplo: “Socorro!” é uma frase com sentido completo, alguém precisa de ajuda, pede por socorro. Claro que existem frases com verbos, mas, quando isso ocorre, essa frase é constituída de orações.

O que é uma oração?

Oração é toda construção linguística que contém um verbo ou uma locução verbal. Opa! Mas não acabamos de dizer que a frase também pode conter verbos?

Pois bem, dentro de uma frase podemos ter uma ou mais orações. Por exemplo: “Socorro, eu preciso de ajuda!”. Nesta frase, temos uma oração: “Eu preciso de ajuda.” Ou seja, todas as vezes que tivermos um verbo dentro da frase, temos uma oração.

A questão aqui é que não necessariamente essa oração, sozinha, faz sentido. Muitas vezes, ela depende de outros elementos que se encontram dentro da frase para isso.

E quando pensamos num texto, muito facilmente teremos frases com muitos verbos, certo? É aí que temos um período.

O que é um período?

Período é uma frase que tem uma oração ou mais, por exemplo: “Assim que ela chegou, apresentou as novas ações a serem executadas.”. Note que há 3 verbos; portanto, temos mais de uma oração, formando, assim, um período composto. Inclusive, temos um caso de subordinação, que revela a dependência dos períodos e confirma que nem toda oração tem sentido sozinha.

Essa estrutura sintática, então, reúne orações e tem sentido completo. Os períodos se subdividem em simples e composto. O primeiro é formado por apenas uma oração, já o segundo por mais de uma.

Confira outros conteúdos sobre Português e Gramática que podem te interessar! 😉
Como falar corretamente: 15 palavras que você confunde!
102 erros de português: aprenda os mais comuns e não erre mais!
Simplificamos 7 regras do português para você entender de vez
Conjugação Verbal sem estresse? Conheça estas 7 dicas incríveis!
Aprenda de uma vez por todas a diferença entre número, numeral e algarismo
O que são pronomes? Tipos, exemplos e macetes para não errar!
O que é substantivo: TUDO sobre seus tipos e flexões com exemplos

Como frase, oração e período devem ser usados para compor um texto?

O texto precisa ser uma unidade com coesão e coerência. Esses dois conceitos são importantíssimos para todo conteúdo elaborado, pois são eles que garantem uma melhor compreensão do texto, fazendo com que ele tenha contiguidade. Saber usar a frase, a oração e o período de modo correto e estruturado no texto é essencial para garantir a coesão e a coerência.

A coesão trata das articulações gramaticais existentes entre as palavras, as orações e as frases para garantir uma boa sequência de eventos, ou seja, para o período ficar inteligível. A coerência, por sua vez, aborda a relação lógica entre ideias usando de mecanismos formais — elementos gramaticais ou lexicais e conhecimento compartilhado.

Como a frase deve ser usada?

Frases sem verbos ou compostas por apenas uma palavra são boas pedidas para títulos e intertítulos. Isso porque, como podem ter sentido completo apresentando uma estrutura bastante simples, elas passam ideias com a rapidez e a clareza que essas partes do texto exigem.

Vale ficar atento aos diversos tipos de frases que existe:

  • frases interrogativas: como o nome indica, tratam-se de frases que expressam uma pergunta, seja direta ou indiretamente. Por exemplo: “como perder peso?”;
  • frases imperativas: aqui entram as ordens, conselhos ou pedidos. O verbo vem no modo imperativo e elas podem ser afirmativas ou negativas, como: “Faça revisões constantes no seu carro!”;
  • frases exclamativas: são usadas para expressar uma emoção ou um estado afetivo. Como você pode ter deduzido pelo nome, normalmente essas frases são terminadas tem ponto de exclamação. Por exemplo: “A venda de milhas é a solução!”;
  • frases declarativas: trata-se da simples constatação de um fato, informando ou declarando alguma coisa. São uma boa ferramenta para iniciar um texto, mas é preciso ter em mente que a afirmação feita precisa ser sustentada por argumentos ao longo da redação. Por exemplo: “O excesso de ovo faz mal para a saúde.”;
  • frases optativas: são usadas para expressar um desejo ou uma vontade. Por exemplo: “Que a recompensa venha logo”.

Como a oração deve ser usada?

A oração deve ser usada sempre pensando no período, pois, muitas vezes, é dentro dele que ela fará sentido. Por isso, é importante ficar atento à coesão entre as orações e evitar usar muitas dentro de um mesmo período, para que o sentido não se perca. Lembre-se de que cada verbo marca uma nova oração.

Mas fique atento: ter uma oração não significa que você tenha um período!

Como o período deve ser usado?

O período deve ser usado para estruturar todo o texto e organizar as ideias dentro do objetivo da redação. Isso só é possível se as orações que o compõem estiverem bem “amarradas” entre si; por isso, é fundamental compreender a noção de coordenação e subordinação de orações.

De acordo com a função que exerce no período, a oração subordinada substantiva, por exemplo, pode ser subjetiva — ou seja, exercer a função sintática de substituição do sujeito do verbo da oração principal. Por exemplo, no período “É fundamental o seu comparecimento nas reuniões da empresa”, o trecho destacado é substituído por uma oração subordinada substantiva:“É fundamental que você compareça às reuniões da empresa”.

Dominando as relações de subordinação, você cria uma relação de dependência entre as orações e garante que seus períodos tenham sentido completo, acrescentando clareza ao texto. Já com as relações de coordenação, você consegue estabelecer ideais de adição, contiguidade, consequência, e causa dentro do período.

A estruturação dos períodos e a organização das orações são pontos que causam muitos tropeços. É muito comum, por exemplo, que o redator comece um período como uma oração subordinada — como “Considerando a crise econômica, o número de pequenos empreendedores vem crescendo exponencialmente”. No exemplo dado, parece que algo está faltando, não é? Isso acontece porque falta ali uma oração subordinada: “…e isso vai de encontro à crise econômica a que estamos submetidos”.

O que acontece muitas vezes é que o redator começa um raciocínio e não o termina, principalmente em períodos muito longos e com aposto — aquele termo que aparece para explicar melhor uma ideia que apareceu no texto, normalmente separado dos outros termos da oração por vírgula, dois-pontos ou travessão.

O conselho para evitar isso é sempre ler com muita calma e atenção. Ao terminar o texto, levante, tome um copo d’água, relaxe a cabeça. Só depois volte ao seu texto, fazendo essa leitura minuciosa e conferindo se realmente há conversa entre os períodos — ou seja, se há coesão e coerência.

Materiais e leituras recomendados para evitar pérolas gramaticais!
[Ebook] Guia de português e gramática atualizado
102 erros de português: aprenda os mais comuns e não erre mais!
11 armadilhas do Português que confundem até os melhores redatores
Saiba quais são os 10 Erros de Revisão mais comuns e como evitá-los!
102 erros de português: aprenda os mais comuns e não erre mais!

Resumindo, qual a diferença entre frase, oração e período?

Frase é um enunciado de sentido completo e pode ser formada por uma ou mais palavras; oração é uma frase que contenha um verbo (ou locução verbal); e período é uma frase formada por uma ou mais orações, podendo então ser simples ou composto.

Isto é, a frase dá o sentido geral para comunicação, por isso é interessante a sua utilização em títulos e intertítulos dos textos. A oração trabalha com as relações de todos os tipos que devem ser elaboradas dentro do texto para, assim, formar os períodos, que manifestam os sentidos específicos do texto.

Gostou desse conteúdo? Então aproveita para conferir 63 erros de escrita para nunca mais cometer!

63 erros para evitar na escritaPowered by Rock Convert