Por Livio Santos

Administrador pós-graduado em logística que se encontrou na escrita.

Publicado em 13/07/2020. | Atualizado em 13/07/2020


O bom planejamento financeiro pessoal é um ponto crucial para quem pretende trocar de carreira, já que ele proporciona mais segurança e garantias nessa transição. Além disso, pode até abrir novas oportunidades para você. Confira as dicas! 

Pensando em mudar de carreira? Então, antes de mais nada, faça um planejamento financeiro pessoal! Afinal, esse processo de transição requer tempo — muitas vezes indefinido —, dedicação e, claro, metas e objetivos bem desenhados. Para que isso se transforme em resultados positivos, inevitavelmente, você precisará se organizar, fazer algumas mudanças na rotina e até mesmo ter que se reinventar, se for preciso. 

E aí? Disposto a encarar o desafio e finalmente conquistar aquela tão sonhada posição profissional que você sempre quis? Então, preste bem atenção nessas dicas e conselhos sobre planejamento financeiro pessoal que preparamos com todos os detalhes e cuidados para uma transição de carreira perfeita. Vamos conferir? 

Afinal, para que serve um planejamento financeiro pessoal na mudança de carreira? 

Quando pensamos em mudar de profissão, quase sempre somos incentivados por dois fatores principais: encontrar algo que realmente gostamos de fazer e ter uma independência financeira melhor. Porém, o grande desafio disso tudo não é conquistar esses objetivos, mas sim o caminho que você precisará trilhar para alcançá-los. 

Afinal, nem sempre essa transição profissional se dá por meio de oportunidades ou convites. Em muitos casos, ela depende exclusivamente da força de vontade, da dedicação e dos sonhos de cada um. Portanto, o planejamento financeiro pessoal é um fator indispensável para esse processo. Sem ele, esse “caminho” para o sucesso pode se tornar um pouco mais longo e difícil. 

Como fazer um bom planejamento financeiro pessoal? 

A ideia de ter um planejamento financeiro durante a mudança de carreira é justamente garantir mais tranquilidade e facilidade na elaboração de seus planos, objetivos e tomadas de decisões. Como bem resumimos, a transição profissional pode demandar tempo e trabalho e, portanto, é fundamental ter flexibilidade e segurança para construir uma meta mais estruturada e focada em seus ideais. 

A fim de simplificar esse processo, destacamos 7 dicas indispensáveis para fazer um planejamento financeiro pessoal realmente eficiente na hora de mudar de carreira. Confere aí! 

1. Veja onde dá pra enxugar ou cortar 

Os custos são alguns dos grandes “vilões” de um planejamento financeiro pessoal. Assim, saber controlá-los corretamente — ou melhor, estrategicamente — pode ser o principal segredo para o sucesso de sua transição profissional. Aliás, isso pode envolver mudanças de hábitos de consumo, redução de gastos supérfluos e até mesmo cortes necessários no orçamento mensal. 

Não há uma receita pronta para fazer isso, e cabe a cada um de nós sabermos o que é ou não fundamental dentro de nosso planejamento financeiro. Porém, como dica, busque listar e acompanhar todos os seus custos rotineiros e os mensure em uma planilha detalhada, em que seja possível enxergar com clareza tudo aquilo que sai do seu bolso, mês a mês. 

Faça isso antes mesmo de iniciar a sua transição de carreira, para que nada se torne uma surpresa em seus planos! 

2. Organize bem os custos variáveis e fixos 

Aproveitando o gancho da dica anterior, uma das estratégias mais eficazes para o planejamento financeiro pessoal é saber diferenciar custos fixos e variáveis, já que ambos têm um certo peso e podem ser tratados de formas diferentes em seu orçamento. Ainda não ficou claro? Então, vamos a um exemplo prático! 

O aluguel de sua casa é um custo fixo, no qual você já tem a certeza de um valor único ao longo de seu contrato. Portanto, fica difícil mexer nele enquanto você permanecer nesse local, correto? Já os gastos com combustível de seu carro, o pagamento de seu Imposto de Renda ou aquele computador novo que precisa comprar são considerados custos variáveis, pois não são rotineiros ou simplesmente podem ser alterados mediante alguma decisão ou planejamento prévio. 

Por isso, é fundamental separá-los em seu planejamento financeiro pessoal, a fim de permitir uma organização mais clara e flexível de seus gastos. 

Planilha de Controle de Gastos MensaisPowered by Rock Convert

3. Se possível, economize e guarde 

Ter aquele dinheirinho do lado sempre pode ser útil, ainda mais durante a transição de carreira. No entanto, essa não é uma realidade viável para todos, em especial, para aqueles que não se planejam com a devida antecedência. 

Ou seja, se você ainda está pensando na possibilidade de mudar de carreira, a hora de guardar é essa! Busque todo mês separar uma quantia fixa em algum tipo de poupança pessoal e evite mexer ou retirar o dinheiro, a não ser em casos realmente inevitáveis. 

Você pode, inclusive, criar uma meta de quanto juntar em um determinado período! Isso funciona bem! 

Porém, se você já está em uma fase mais avançada e com a transição de carreira em andamento, pode tentar aproveitar as dicas anteriores para conseguir economizar e guardar dinheiro também. Ou seja, tudo aquilo que era considerado custo, ao cortar, você pode transformar em economia e investimento futuro, entendeu? 

4. Corra atrás de novas fontes de renda 

A flexibilidade dos trabalhos freelancers pode ser uma estratégia perfeita para conseguir levantar um extra durante a sua transição profissional e, quem sabe, até abrir novas portas para a sua carreira. O fato é que esse tipo de job permite manter o planejamento financeiro pessoal em dia e até prolongar os seus planos. 

Busque por mais capacitação, atualize-se sobre tendências do mercado, inscreva-se em plataformas e sites específicos para conseguir trabalho, faça networking e, literalmente, corra atrás de freelas que garantam a sua satisfação e uma grana extra no final do mês. 

5. Crie metas específicas 

Sua ideia é sair de um trabalho e construir uma carreira do zero? Então, saiba bem quanto você tem guardado, o que terá que fazer e o que será preciso para investir em seu sonho! Além disso, de quanto tempo você precisará para conseguir colocar em prática suas ações e começar a gerar dinheiro com seu plano? 

Enfim, todas essas perguntas precisam ter respostas embasadas em valores e períodos certos, justamente para que você tenha um planejamento melhor e com resultados mais garantidos. Portanto, papel e caneta na mão para estipular metas reais e viáveis! 

Use a metodologia OKR para alcançar suas metas!Powered by Rock Convert

6. Abra mão de certas coisas 

Fazer um planejamento financeiro pessoal pode refletir em mudanças de hábitos. Inclusive, você pode até mesmo ter que abrir mão de certos gostos e costumes, pelo menos até conseguir se estabelecer na nova carreira. Todas as dicas anteriores podem contribuir para esse objetivo, desde o corte de custos supérfluos até o alinhamento correto das metas e planos profissionais. 

Portanto, não se prenda a velhas rotinas, busque alternativas menos onerosas para suas atividades, procure novidades e reinvente-se sempre que necessário. 

7. Tente não olhar pra trás 

Já falamos algumas vezes, mas é sempre bom reforçar: a transição de carreira nem sempre é fácil e rápida como achamos! Porém, desistir do sonho é algo fora de cogitação, ok? Para isso, uma dica essencial é olhar pra frente e focar nos objetivos, mesmo que eles precisem ser alterados ao longo da trajetória. 

É muito comum ver profissionais, em especial aqueles que encontram dificuldades no caminho, fazendo comparações com a antiga profissão ou com os ganhos anteriores. Isso pode ser um erro crucial!  

Acredite em seus sonhos, em sua capacidade, dê tempo ao tempo, corra atrás e, principalmente, não tente voltar atrás, pois isso pode significar um atraso irreversível. 

Enfim, essas são algumas dicas para você realizar uma transição de carreira com sucesso e sem grandes turbulências. O objetivo do planejamento financeiro pessoal nesse processo é justamente proporcionar as garantias e seguranças que você precisa para conquistar seus sonhos. Portanto, ele é um fator indispensável em suas metas. 

Quer mais dicas sobre como se planejar financeiramente? Então, não deixe de conferir o nosso guia completo de finanças pessoais

Powered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto