Por Camila Morais

Redatora freelancer, louca por gatos, queijo e Desperate Housewives.

Publicado em 11/11/2019. | Atualizado em 08/11/2019


Precisando de inspiração e motivação? Confira a nossa lista com 22 filmes para empreendedores com lições de negócios e de vida!

Empreendedorismo, pipoca e sofá. Essas palavras parecem não ter nada a ver umas com as outras, não é? Mas tem sim! Existem diversos filmes para empreendedores que são fontes, muitas vezes biográficas, para buscar inspiração, motivação e muito aprendizado.

Para empreender é preciso ter coragem e, principalmente, vontade. Então, nada melhor do que aprender com grandes nomes reais e fictícios que nos mostram como não desistir de nossas ideias e a tirá-las do papel.

Que tal unir o útil ao agradável? Prepare a TV e confira a nossa lista com 22 filmes com histórias empreendedoras e de superação para se inspirar.

1. Fome de Poder (2017)

Grande parte dos filmes para empreendedores são baseados em histórias reais de pequenos e simples funcionários que se transformaram em grandes empresários. Fome de Poder é um deles.

O longa, que está disponível na Netflix, retrata a história de como o vendedor Ray Kroc transformou (e tomou posse) a pequena lanchonete dos irmãos McDonald em uma das maiores redes de fast food do mundo, por meio de estratégias que podem ser questionadas em âmbito moral. O Big Mac que comemos tem mais história do que imaginamos!

2. À Procura da Felicidade (2006)

Baseado em uma história real, À Procura da Felicidade é sobre Chris Gardner, um pai solteiro que passa por uma turbulência em sua vida e enormes problemas financeiros. Devendo aluguel, correndo risco de ser despejado, deixado pela esposa e dando banho em seu filho no banheiro de uma estação de metrô, Christopher utiliza suas habilidades e competências como vendedor para tentar comercializar equipamentos médicos.

Sem sucesso, e após passar grandes dificuldades, ele consegue um estágio em uma corretora de ações. Mesmo não sendo remunerado, Chris dá o seu melhor todos os dias no trabalho para alcançar a contratação. Esse é um filme sobre empreender, mas, antes de tudo, é sobre estudar, aprender, inovar, se destacar e sobre superar os próprios bloqueios. Como diz Christopher Gardner: “Você nunca alcançará 100% se contentando com 99%”.

3. Walt Antes do Mickey (2015)

Muito mais do que somente um canal ou programa infantil, a Walt Disney se tornou um império de impacto mundial. Em Walt Antes do Mickey, vemos como o ratinho mais famoso da televisão foi criado e como ele se tornou o rosto da marca.

Entretanto, nada foi do dia para a noite. Walt era muito criativo e sonhador desde criança, mas, muitas vezes, era repreendido por seus pais que acham os desenhos uma grande perda de tempo. Esse longa é um dos filmes para empreendedores que nos inspiram a acreditar em nossas capacidades, idealizações e talentos, mesmo que pessoas próximas a nós não acreditem.

4. O Jogo da Imitação (2014)

Também baseado em uma história real, O Jogo da Imitação é uma obra sobre o matemático britânico Alan Turing, interpretado por Benedict Cumberbatch (o nosso Dr. Estranho).

No cenário da Segunda Guerra Mundial, Alan tem 18 horas para decifrar mensagens criptografadas vindas da Alemanha. Com extremas dificuldades de trabalhar em equipe, solitário, totalmente arrogante, mas muito persistente e um verdadeiro gênio, o matemático era visto como anormal por sua homossexualidade.

A lição que pode ser tirada disso e levada para os negócios é sobre liderança, a importância de acreditarmos em nossos projetos e de trabalharmos em equipe, mesmo com toda a negatividade alheia e barreiras que encontramos no meio empresarial.

5. Jobs (2013)

Chega a ser contraditório falar sobre filmes para empreendedores e não citar Steve Jobs, o dono da maçã mais famosa do mundo. O longa revela os momentos decisivos na vida de um dos empreendedores mais conceituados, desde o seu primeiro Macintosh, feito um uma garagem, até o iMac.

Se formos falar de todas as lições empreendedoras desse CEO que não tinha nem o ensino superior completo, precisaríamos de mais alguns dias. Porém, o que ele nos deixou de mais valioso foram os ensinamentos de que não precisamos ser os primeiros no que fazemos, mas temos que ser os melhores.

Então, se você pensa em tirar uma ideia do papel, mas acha que o mercado já está cheio dela, busque alternativas de fazer o que os outros não fazem.

6. A Inveja Mata (2004)

Para descontrair um pouco a nossa lista de filmes para empreendedores temos uma dupla implacável: Ben Stiller e Jack Black. O enredo se dá entre dois vizinhos que também são grandes amigos e trabalham juntos.

Com tudo caminhando de maneira linda e harmoniosa, a amizade começa a ser abalada quando Nick (Jack Black) convida Tim (Ben Stiller) para se tornar seu sócio em um negócio bem estranho, sobre o desenvolvimento de um vaporizador que transforma dejetos, como fezes de cachorros, em vapor.

Tim nega o convite, mas precisa aturar o grande sucesso que o amigo começa a fazer e engolir a inveja. A lição desse filme não é sobre vaporizar fezes de doguinhos, mas de aproveitar as oportunidades que aparecem e de incentivar e acreditar nos projetos de amigos, já que eles podem valer uma boa grana.

7. Julie & Julia (2009)

Você já parou para pensar em quantos negócios surgem sem nenhuma pretensão? São hobbies, interesses e curiosidades que revelam grandes empreendedores.

Ao experimentar um prato que mudou sua vida, Julia Child (Meryl Streep), que já está na casa dos 40 anos, decide entrar para uma das maiores escolas de culinária, a Le Cordon Bleu, na França.

O sucesso foi tanto que Julia se tornou especialista e autora de diversos livros de receita. Anos mais tarde, Julie (Amy Adams) decide fazer todos os 524 pratos de um famoso livro de Julie e os publicar em um blog. Apesar nunca terem se encontrado pessoalmente, as duas começam a trocar experiências, dificuldades e muita manteiga. 

8. O Lobo de Wall Street (2013)

Os fins realmente justificam os meios? O Lobo de Wall Street é pautado em exageros e na premissa de: faça o que for preciso para se destacar, mesmo que isso signifique o fracasso de outros investidores.

No longa, um corretor da Bolsa de Valores, que não tem escrúpulos, deseja enriquecer sem se importar com as consequências, mesmo que isso signifique ser um criminoso.

O melhor disso (ou pior), é que essa é uma história baseada na biografia de Jordan Belfort, acusado de lavagem de dinheiro e uso de drogas. Então, muitos dos filmes para empreendedores nos ensinam o que não fazer nos negócios.

9. Wall Street — Poder e Cobiça (1987)

Falando em Wall Street e os podres do mercado financeiro, esse filme mostra como o ambicioso Bud Fox (Charlie Sheen), um corretor de ações, que não tem a ética no dicionário, se tornou bilionário após descobrir informações valiosas sobre uma companhia que tinha o capital aberto.

Daí vemos, na prática, a importância da gestão de dados e informações para evitar o vazamento de assuntos valiosos e sigilosos nos negócios e como a “Lei do mais forte” pode colocar valores éticos em cheque.

10. Ctrl + Alt + Compete (2011)

Esse não é bem um filme e sim um documentário produzido pela Microsoft. O enredo é sobre a visão de cinco fundadores de startups, que mostram como superaram os seus desafios, obstáculos e transformaram realidades em empreendedorismo digital.

A obra nos deixa claro que, além de planejamento, superação e inovação, é preciso um pouco de sanidade para ter uma startup no mercado da tecnologia.

11. Startup.com (2001)

Startup.com revela detalhes desde a inauguração até a falência da empresa govWorks, responsável por desenvolver um software utilizado pelo governo para rastrear fusões e contratos de compra.

Apesar do rápido crescimento e um plano de negócios que, teoricamente, era bem estruturado, algumas coisas fizeram o negócio desmoronar e a startup fechou suas portas por uma coisa muito comum de se encontrar: um site.

A reflexão deixada é, principalmente, sobre a necessidade de estudos de mercado, pois, nem sempre, o que parece ser uma oportunidade de crescimento é uma opção satisfatória para o seu empreendimento.

12. Coco, Antes de Chanel (2009)

Em décadas passadas, era praticamente afronta uma mulher querer estar à frente dos negócios. Porém, Gabrielle Chanel, que levava uma vida pobre, vai em contramão a isso e tenta buscar o seu sustento como costureira.

Coco, Antes de Chanel é sobre não deixar críticas intimidarem o seu trabalho, já que ela se inspirou em modelos masculinos para desenvolver peças femininas. Plano esse que a fez um exemplo de empreendedorismo feminino. 

13. Uma Mente Brilhante (2001)

Os filmes para empreendedores são fontes não só de inspiração, mas de motivação para superar e lidar com os nossos limites. Nesse sentido, a trajetória de John Nash originou o longa Uma Mente Brilhante. 

O matemático, que sofria de esquizofrenia, não deixou esse diagnóstico o afastar de seus objetivos. Mesmo passando por intermináveis e devastadores tratamentos para a condição mental, John conseguiu controlar os sintomas e desenvolveu uma importante teoria sobre jogos, que o fez levar o Prêmio Nobel da Economia, em 1994. E aí, o que impede você?

14. A Rede Social (2010)

O Facebook sempre está presente em estratégias de marketing digital e como a porta de entrada para muitos negócios. Isso é graças ao estudante Mark Zuckerberg, fundador de uma das maiores empresas de tecnologia.

A lição deixada pelo longa é clara: se você não fizer, alguém vai fazer. Muitos contestam a originalidade e habilidades de Zuckerberg que já foi taxado de oportunista, já que houve conflitos entre os sócios que participaram do desenvolvimento da rede.

15. A Grande Aposta (2016)

Indicado ao Oscar, A Grande Aposta se passa na crise econômica que explodiu nos Estados Unidos em 2008. Não só um filme para empreendedores, mas, principalmente, para os investidores que precisam ter o pé no chão, já que ignorar fatos e se ligar na dúvida é algo prejudicial para os negócios e para sua rentabilidade.

16. De Porta em Porta (2002)

Também sobre vencer deficiências e dificuldades no trabalho, De Porta em Porta é baseado na biografia de Bill Porter, diagnosticado com paralisia cerebral. O filme mostra diversos cenários em que essa condição influencia em seus relacionamentos interpessoais, principalmente ao enfrentar uma entrevista de emprego.

Sua perseverança e vontade de superar a si mesmo, o fez conquistar uma vaga de vendedor e de apresentar excelentes resultados, mas que não foram alcançados do dia para a noite.

17. A Corrente do Bem (2000)

Tem um projeto que não teve coragem para tirar do papel? Se sim, esse é um dos filmes para empreendedores que precisa assistir. Um pequeno menino decidiu mudar o mundo a partir do seu negócio, que surgiu como uma ideia em sua sala de aula: um jogo em que você retribui a outras três pessoas o que você ganhar.

Por muitas vezes, nos menosprezamos e ficamos na zona de conforto por acreditarmos que somos frágeis. O caminho do empreendedorismo inicia na geração de valor que, mesmo de maneira indireta, muda a vida de pessoas.

18. Joy: O Nome do Sucesso (2015)

Um dos melhores caminhos para empreender e ter sucesso é investindo em áreas que domina. Foi exatamente isso Joy Mangano fez. O filme é a história real de como o famoso esfregão Mop foi desenvolvido.

Joy era dona de casa e sempre tinha dificuldades em limpar alguns locais. Somente isso foi o necessário para ela se tornar uma empreendedora que inspira homens e mulheres.

19. Estrelas Além do Tempo (2017)

Apesar de ocultado, o preconceito racial ainda é presente e um fator que ofusca o talento de muitas pessoas. Além de um filme para empreendedores, Estrelas Além do Tempo nos inspira a superar barreiras por meio da história de um grupo de funcionárias negras da NASA que precisa provar sua competência em plena Guerra Fria.

20. Mestre dos Mares — O Lado Mais Distante do Mundo (2003)

Esse é mais um longa-metragem sobre como situações de adversidade podem se transformar em grandes negócios. Nele conhecerá a história de um capitão de navio, que precisa desenvolver estratégias de liderança e interceptação de embarcações do exército inimigo.

Assim como uma batalha, o ambiente empresarial e da gestão de negócios é marcado por concorrentes, ego e situações desfavoráveis que precisam ser superadas.

21. Cidadão Kane (1941)

Há quem diga que interesses pessoais e profissionais são como água e óleo. O filme é sobre a história de William Randolph Hearst, fundador da corporação Hearst que era proprietária de 28 jornais, inclusive o The New York Journal.

Protagonizado por Charles Foster Kane, sua última palavra em leito de morte foi “Rosebud”, que intrigou um jornalista e o levou a decifrar o termo e descobrir um emaranhado de problemas, pobreza e ambição do magnata Kane.

22. Piratas da Informática (2007)

Por último, mas não menos importante, Piratas da Informática, que foi produzido em forma de documentário, retrata a rivalidade de dois Impérios: Microsoft e Apple. O filme é uma espécie de bastidores entre a batalha para ocupar o primeiro lugar no mercado da informática.

Por meio de artimanhas e muita inspiração, o longa nos faz pensar sobre a competitividade e de como se manter atualizado sobre as tecnologias é fator decisivo para o sucesso.

Baseados em histórias reais ou não, os filmes para empreendedores podem ser aquele “start” que falta para superarmos nossas barreiras, bloqueios pessoais e, principalmente, de acreditarmos nas nossas capacidades para sairmos da zona de conforto.

Quer mais inspiração? Confira a nossa lista com 20 filmes para freelances para se inspirar e aprimorar o seu amor pela escrita!

Posts populares com esse assunto