Por Lucas Amaral

Publicado em 27/10/2020. | Atualizado em 16/10/2020


Planejar e tocar uma estratégia de produção de conteúdo não é uma das tarefas mais simples. Por isso, ferramentas de planejamento são essenciais para descomplicar sua rotina! Confira aqui a lista!

Sabemos que a produção de conteúdo é o grande vilão das estratégias de marketing na atualidade. Entre as várias etapas que a compõem, o planejamento é uma das mais importantes.

Nessa fase, são definidos diversos fatores que servirão de alicerce para a composição dos materiais, como artigos, e-books, infográficos e vídeos. Alguns dos elementos principais são:

  • palavras-chave;
  • títulos;
  • links de referência;
  • orientações específicas;
  • chamada para a ação;
  • objetivos do conteúdo;
  • canais de divulgação.

Não adianta: se você quer que as ações alcancem os resultados esperados, precisa antever cada uma delas. Por isso, é importante o uso de ferramentas de planejamento específicas para tornar o seu trabalho cada vez mais ágil e eficiente. A boa notícia é que, para auxiliar aqueles que trabalham com a elaboração de pautas, existem diversos recursos disponíveis na web.

Neste artigo, você conhecerá algumas das principais ferramentas de planejamento e saberá quais são suas funcionalidades. Acompanhe o texto a seguir e descubra!

Conheça 12 ferramentas e recursos de planejamento

Separamos algumas das ferramentas de planejamento essenciais para realizar tanto as análises quanto a produção e mensuração do seu conteúdo. Obviamente, quando usadas sozinhas elas são apenas instrumentos, mas ao entender suas funcionalidades é possível obter resultados interessantes. A seguir, você vai conhecer como cada uma funciona!

    1. Planejador de palavras-chave do Google

    Geralmente, quando se fala em SEO, tratamos sobre o Google. Então nada mais indicado que usar a ferramenta oficial do buscador na elaboração de palavras-chave para ranqueamento, não é mesmo?

    O Google Keyword Planner é a ferramenta do buscador para procurar os termos concorridos. Com ela, é possível obter dados referentes ao volume de buscas, insights de expressões de busca em cauda longa e novas ideias de pesquisas relacionadas. Ela verifica, a partir do termo utilizado por você, quais são as palavras-chave relacionadas mais procuradas.

    Para ter acesso a essa ferramenta é preciso ter uma conta no Google Adwords. Antigamente até era possível acessá-la sem a necessidade de se registrar, mas as diretrizes mudaram.

    Uma dica muito válida para conseguir utilizar o Keyword Planner é preencher os campos e, ao final, selecionar boleto bancário. Dessa forma você pode acessar sem se comprometer com o pagamento. 

    2. SemRush

    O SemRush é uma das maiores autoridades em SEO do mundo digital. Além de auxiliar na escolha das palavras-chave, ele monitora canais de redes sociais, performance de sites e links patrocinados. Permitindo uma análise criteriosa sobre a concorrência.

    Entre um dos recursos mais interessantes dessa ferramenta estão o Topic Research. Nele é possível procurar temas e utilizá-los para ter ideias tanto de posts quanto de títulos. A grande vantagem dessa plataforma está no fato de que não é necessário ser um grande conhecedor da tecnologia big data — a funcionalidade automaticamente faz o serviço pesado.

    Outra ferramenta bastante útil é a Keyword Overview ou visão geral das palavras-chave. Nela, o usuário consegue ter uma análise rápida de todos os aspectos do termo escolhido, com uma visão geral sobre o volume, CPC, concorrência etc.

    Alguns recursos são gratuitos, mas é necessário o pagamento de uma quantia para usar todas as suas funcionalidades.

    3. Keyword Tool

    De modo similar ao SemRush, o Keyword Tool tem recursos gratuitos e pagos, caso você queira uma gama maior de artifícios. De utilização bastante simples, ele descreve todas as informações relacionadas a um termo de pesquisa.

    Esse é um ótimo meio de saber se determinadas palavras-chave são realmente relevantes para a sua persona. Nele você encontra mais de 750 variações e planeja da maneira correta a sua estratégia de conteúdo.

    Ele é bastante amplo, conseguindo buscar termos não só do Google, mas de outros sites como o YouTube, Instagram, Amazon, Twitter etc. Além das palavras-chave, também sugere hashtags e possíveis itens de preenchimento automático.

    Vale destacar que esse é um dos grandes diferenciais da ferramenta. Afinal, as sugestões que aparecem automaticamente assim que escrevemos algo na seção de busca estão relacionadas ao que é mais procurado no buscador. É interessante utilizar esses insights para desenvolver melhor a sua estratégia.

    4. Autocomplete e pesquisas relacionadas

    Muita gente não sabe, mas a própria interface do Google oferece alguns recursos valiosos para planejadores. O autocomplete, por exemplo, permite descobrir termos que são muito buscados. Para utilizá-lo, basta inserir uma palavra-chave no buscador e esperar que o próprio bot faça alguma sugestão.

    Já as pesquisas relacionadas encontram-se ao final da página de resultados e entregam alguns resultados semelhantes em formato de lista.

    5. Google Drive

    Existem diversas funcionalidades diferentes e gratuitas disponíveis no Google Drive. Entre elas estão o Docs e o Sheets, essenciais para a etapa do planejamento de conteúdo. O primeiro pode auxiliá-lo a criar modelos de pautas e alterá-las de maneira simples e intuitiva, além de armazenar os arquivos em nuvem e permitir o compartilhamento com clientes e parceiros.

    Ele também é um ótimo editor de texto, com bastante funcionalidades parecidas com o Word, como a escolha de fontes, estilos, parágrafos e numeradores. Além disso, é possível instalar add-ons que personalizam o uso e melhoram o desempenho da ferramenta. Também, há a possibilidade de fazer uma pesquisa integrada com o buscador do Google.

    Já o segundo, possibilita a criação de planilhas, o que pode ser muito útil para dispor as informações do planejamento. Mais do que isso, há uma série de funções na ferramenta, como fórmulas, gráficos, converter medidas, gerar QR Code e muitas outras. 

    6. Máquina de títulos

    Sabemos que o título de uma publicação é um ponto muito importante para o sucesso de alcance. Afinal, ele é o primeiro contato com o texto e, muitas vezes, define se o indivíduo clicará ou não no post. Então, é necessário que sejam bem feitos e criativos para gerar atrações em um ritmo consistente.

    Essa ferramenta é uma das que podem auxiliar a criatividade dos planejadores de conteúdo. Afinal, a inspiração nem sempre está presente, então é ótimo contar com a ajuda de um software para dar um boost nas ideias.

    Basta digitar três termos que você quer que apareçam no seu título e a plataforma traz algumas sugestões. É claro que sua utilização não é uma regra e há a possibilidade de alterar tudo da maneira que quiser, além de poder usar o que é sugerido para ter outros insights.

    7. Page Title Tester

    Essa ferramenta também pode ser muito útil na hora de criar títulos. Ela verifica como ele ficará nos mecanismos de buscas, ou seja, se estourará o limite e não aparecerá por completo no Google.

    É bom saber que ela faz parte da plataforma Moz, que é uma ferramenta SEO bem semelhante ao SemRush. Nela, é possível analisar as palavras-chave, ver a performance do termo no SERP, assim como fazer buscas. Ela também tem mecanismos para avaliar o seu site ou as páginas do seu blog, mostrando diversos detalhes do desempenho. 

    8. Google Trends

    Quando se cria um conteúdo, muitas vezes, é necessário observar as tendências do momento. Afinal, isso pode aumentar o número de acessos, não é mesmo?

    Para saber quais são os temas mais quentes, o Google Trends é um poderoso aliado. Criado em 2006, é uma ferramenta que ajuda a acompanhar a evolução do volume de buscas e quais são os assuntos em alta no ambiente digital.

    Ela fornece, inclusive, um mapa da região e informações sobre quantas pessoas de cada estado procuraram por aquele termo. Também apresenta alguns assuntos relacionados e a possibilidade de fazer consultas. 

    Claro que não é uma busca muito aprofundada sobre os termos, mas pode ajudar muito a complementar a pesquisa SEO — serve, inclusive, para ter ideia sobre os temas dos conteúdos que serão desenvolvidos de acordo com o que é mais pesquisado.

    9. Mapa da Jornada Digital

    O Mapa da Jornada Digital é uma ferramenta de automação gratuita que facilitará a composição de guias para nortear as suas ações em uma estratégia de conteúdo. Para isso, o planejador deverá responder a algumas perguntas pré-definidas e o próprio software gerará relatórios com infográficos e estatísticas.

    O arquivo pode ser acessado por URL ou PDF e é gerado de acordo com a estratégia de Inbound Marketing, com todos os aspectos dessa metodologia, como posicionamento, geração leads e funil de vendas. 

    As perguntas feitas são desde quais são os produtos e serviços oferecidos até quais são as metas e objetivos, a persona da empresa, a rotina de marketing de conteúdo e das redes sociais. Esse recurso é excelente para apresentar o planejamento para outras pessoas, já que é possível, inclusive, personalizar os documentos.

    10. Gerador de personas

    A persona é um dos elementos mais importantes em uma estratégia de marketing digital. Basicamente, é um personagem semifictício utilizado para segmentar a comunicação de um negócio.

    Com ela, é possível saber qual é o perfil do seu cliente ideal e manter os esforços focados apenas em pessoas que podem se tornar clientes. Isso reduz o desperdício de recursos e otimiza o tempo dos colaboradores.

    O gerador de personas é um sistema de utilização simplificada, em que é necessário responder apenas a algumas questões para elaboração desses personagens e com a geração de um PDF automático ao final do processo. Ideal para aquelas empresas ou produtores de conteúdo que não sabem qual é a sua e precisam ter uma base para criá-las. 

    Não se engane pensando que essa é uma ferramenta só para iniciantes: mesmo alguém que já está nesse ramo de produção pode se beneficiar.

    11. Pocket

    Qualquer profissional de planejamento precisa se manter bem-informado, concorda? O Pocket é uma aplicação desenvolvida para guardar links. Ou seja, você pode separá-los para ler mais tarde ou apenas salvá-lo para ter acesso quando necessário. Além disso, a plataforma também recomenda artigos relacionados.

    Ele também tem uma ampla capacidade de captura, guardando artigos de qualquer lugar, além de ser capaz de salvar vídeos e áudios. Há uma opção gratuita em que é possível fazer o básico — guardar links — e a versão paga, que garante acesso aos conteúdos off-line, além da possibilidade de criar sua biblioteca. O usuário consegue manter suas cópias permanentemente.

    Essa plataforma é uma ótima fonte de inspiração para planejadores por relacionar os links a outros textos da internet. É também muito útil na hora de procurar referências.

    12. Google Analytics

    Por último, mas não menos importante, temos o Google Analytics. Um bom planejador deve saber quais são os números do site, quais são as palavras-chave que geram mais tráfego e outros parâmetros relevantes.

    Essa informação é muito relevante, pois permite observar outros termos de pesquisa semelhantes ou aproveitar-se de palavras-chave ainda mais específicas para conquistar novos visitantes.

    O Marketing Digital é uma estratégia que depende dos dados e o Analytics é a ferramenta para análises mais completa. Além de ser totalmente gratuita, ela tem uma série de funcionalidades que ajudam o usuário a entender o comportamento dos visitantes do seu site.

    Sua alta capacidade de processar as informações e formar relatórios personalizados garante ao planejador uma oportunidade de saber coisas como:

  • o número de pessoas que visitaram o seu site, se são visitantes únicos ou que retornaram;
  • o comportamento das pessoas enquanto navegam pela sua página;
  • por onde encontraram o seu site, seja diretamente, pesquisando ou por outro site;
  • é possível traçar metas e taxas de conversão, e saber se foram atingidas;
  • quais foram os acessos pelas redes sociais;
  • qual é o desempenho da sua loja virtual.

Agora você já sabe quais são as ferramentas de planejamento essenciais para aplicar em sua estratégia de marketing!

Se este artigo foi útil para você, provavelmente está em busca de mais recursos para ajudar nas em suas ações, certo? Então, aqui vai mais uma!

Confira o infográfico sobre tipos de conteúdo e etapas do funil de conversão. Este material vai te ajudar a definir os melhores formatos de conteúdo de acordo com a jornada de consumo da persona. Baixe agora mesmo para consultá-lo sempre que precisar!

banner infográfico funil de vendasPowered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto