Por Renato Ribeiro

Nômade digital e produtor de conteúdo online.

Publicado em 11/07/2018. | Atualizado em 28/08/2018


Está pensando em viajar mas não sabe por onde começar a se organizar? Confira aqui dicas para tirar férias e ter tudo sob controle na volta!

Imersão Freelancer - maior curso online gratuito do BrasilPowered by Rock Convert

Um dos momentos que costumam ser bem celebrados por quem trabalha em empresas são as férias. Afinal, quem é que não gosta de descansar e tirar uns dias para viajar, recarregar as baterias e voltar ao serviço cheio de energia e entusiasmo?

Mas e no caso dos profissionais que não têm esse privilégio, como os freelancers? Será que é possível tirar férias? Claro que não é a mesma coisa. Por não existir aquela obrigação de tirar uma folga a cada 12 meses, pode até ser mais difícil. No entanto, é algo totalmente possível.

Para que tudo aconteça de forma tranquila, basta se planejar. Converse com outros profissionais que trabalham de forma autônoma, pesquise sobre o assunto e coloque o objetivo de tirar férias em prática.

Neste texto, reunimos alguns passos para você tirar férias freelancer sem estresse.

Dividimos o texto em duas partes: primeiramente, falamos daquele freelancer que quer se desligar totalmente; depois, destacamos o profissional que prefere conciliar trabalho e diversão. Acompanhe!

Defina o período da viagem antecipadamente

Você, que trabalha por conta própria, não pode sair de férias sem se organizar de forma bastante cuidadosa, principalmente se você atua em projetos de médio e longo prazo. O ideal é que os dias de folga sejam tirados nos períodos em que sua demanda está mais baixa. No entanto, como isso pode coincidir com os meses mais caros para viajar, nem sempre será sua melhor opção.

Nesse contexto, uma boa ideia é fazer viagens mais curtas, de 10 a 15 dias. Dessa forma, você não ficará muito tempo afastado dos projetos. Mas claro que isso não precisa ser feito uma vez por ano. Podem ser dois ou três períodos, por exemplo.

O importante é que você se organize antecipadamente e defina as datas em que aproveitará para descansar. Outra ideia é tentar conciliar suas férias com as etapas dos projetos dos seus clientes. Esse é o cenário ideal para nunca deixar seu cliente na mão.

Deixe seus clientes avisados

Os clientes precisam ser avisados com antecedência de que você terá uns dias de descanso. Você pode se organizar para adiantar o trabalho ou até mesmo combinar uma pequena pausa no projeto. Dependerá muito de cada tipo de cliente.

Com os clientes fixos, por exemplo, você pode deixar claro desde o momento da contratação que entrará em recesso a cada 12 meses. Dessa forma, eles são conscientizados para antecipar eventuais demandas. Em geral, é difícil que você tenha algum tipo de problema. Mas, caso exista algum contratempo, você já se precaveu da melhor forma possível e poderá resolver a situação de forma simples e rápida.

Em relação aos clientes sob demanda, é preciso tomar muito cuidado para não se comprometer com projetos às vésperas da sua viagem. Portanto, é muito importante que você analise todo o cenário de produção pré-férias.

A grande questão é que novos projetos não podem comprometer a qualidade da entrega, nem os trabalhos dos clientes fixos. Ou seja, só aceite um trabalho se você realmente conseguir entregá-lo com excelência.

relacionamento-com-o-cliente-as-melhores-dicas-de-fidelizacao-para-freelancers

Adiante suas tarefas para compensar as férias

Como um profissional freelancer, é indispensável que você adiante as suas tarefas para cobrir os gastos gerados em um período de férias. Para compensar o dinheiro que você não ganhará, siga algumas dicas práticas e simples:

  • peça mais trabalhos para os seus clientes: se você já tem abertura com seus clientes, escreva para eles e verifique a possibilidade de adiantar algumas tarefas;
  • discipline seus horários: para que você realmente adiante seu trabalho, é essencial redobrar a disciplina. Faça com que seus horários sejam mais rígidos, principalmente nos dias que antecedem a viagem. Tenha consciência de que podem surgir vários imprevistos, como arrumação de malas e o tempo de planejamento do passeio;
  • faça além do planejado: estabeleça uma meta pessoal nos dias de preparo para a viagem e sempre tente bater essa meta — se possível, ultrapasse-a. Isso evita adversidades financeiras e assegura uma viagem mais tranquila;
  • tenha atenção especial às tarefas: como você viajará, pode ser que fique ansioso e entregue um serviço de menor qualidade. Evite esse tipo de situação, pois você pode ter tarefas rejeitadas ou o cliente pode solicitar ajustes complexos;
  • opte por tarefas de maior valor: se você tiver essa opção, escolha as tarefas que pagam mais. Apesar de elas terem uma maior complexidade, é uma forma de aumentar seus rendimentos.

Conte com parceiros

Uma ótima forma de não deixar os clientes na mão enquanto você estiver viajando, principalmente para projetos que demandam disponibilidade, é contar com parceiros que atuam na mesma área. Tenha sempre contato com outros freelancers de confiança que podem ajudar em uma situação de emergência.

Nesse caso, não precisa ficar com medo de perder o cliente para o seu parceiro. Se você realmente entrega um trabalho de excelência, é muito provável que seu cliente fique ainda mais satisfeito com seu comprometimento.

Organize suas finanças

Essa talvez seja a parte mais complicada para todos os freelancers. Como o freela vive com renda variável, é possível que tenha que fazer alguns trabalhos extras para viajar sem que o orçamento entre no vermelho. Afinal, necessariamente, a renda diminui quando você para de trabalhar por algum motivo. Portanto, é muito importante que você consiga se organizar para sempre manter uma reserva de dinheiro para as férias.

Uma ótima ideia é fazer uma caixinha para pagar a viagem; assim, você não ficará tão descoberto com relação às finanças. Você pode, por exemplo, economizar em alguns itens, como deixar de jantar no restaurante. Além disso, lembre-se de que os seus custos fixos também permanecerão neste período.

Inclusive, pensando na organização financeira e no planejamento para situações como férias, montamos uma planilha de controle financeiro, especialmente para freelancers! Para garantir a sua versão é só acessar aqui!

Mantenha contato com seus clientes

Não é porque você está de férias que deve estar totalmente ilhado dos seus clientes. Nesse caso, é preciso ter cautela e bom senso. O importante é que você se mostre disponível, mas deixe claro que você gostaria de ser contatado somente em casos urgentes, em que sua participação é estritamente indispensável.

Aproveite as férias de verdade

Mesmo que você deixe um aviso para que os clientes possam contatá-lo em caso de emergência, é importante que você tenha em mente que sua viagem é para descansar e recarregar as baterias. Portanto, esforce-se ao máximo para realmente se desligar das demandas do trabalho.

Não fique checando e-mails de uma em uma hora e atenda os clientes apenas se for realmente uma prioridade. Na grande maioria dos casos, o mundo não acabará se você ficar ausente por 10 dias ou um pouco mais. Portanto, lembre-se de desligar as notificações do e-mail no celular e ser feliz.

Se você realmente seguir todos esses passos sugeridos, terá a tranquilidade de saber que as contas e as coisas ficarão em ordem depois da sua viagem.

Faça um calendário para o retorno das férias

Caso todos os trabalhos não estejam concluídos ao voltar do período de férias, prepare um calendário para que você possa entregar todos os serviços em datas previamente combinadas. O segredo é sempre se precaver para não deixar as coisas acumularem.

Trabalho x diversão

Até o momento, falamos de pessoas que realmente querem desfrutar das férias, sem nenhum tipo de trabalho. No entanto, existem pessoas que conciliam diversão e freelas numa boa. Não por acaso, a carreira de nômade digital é cada vez mais comum no país e no mundo. Sendo assim, se você é um freelancer e quer se dividir entre trabalho e lazer, fique atento às quatro dicas abaixo.

1. Mude seu escritório de local

No trabalho em casa, é comum que em algum momento você se pegue sentado e se canse do seu ambiente. Os objetos no mesmo lugar causam um certo tédio e a paisagem da janela já não é tão atraente assim. Esse é o momento ideal para você pegar suas coisas, colocá-las em uma mochila e buscar um novo ambiente para renovar as energias. Afinal, grande parte dos trabalhos freelancers exigem apenas um laptop e uma boa conexão à internet.

Dessa maneira, você pode trabalhar em restaurantes, bares, cafeterias, espaços de convivência e coworkings, variando seu local de trabalho. Entregar tarefas sob o céu aberto e próximo à natureza pode fazer verdadeiros milagres pelo seu bem-estar e produtividade.

Também vale dizer que nada impede que você viaje por algum período e aproveite para relaxar e trabalhar. Já pensou na ideia de fazer as suas reuniões em um espaço arejado e bonito, até mesmo em frente ao mar?

Se você é um escritor ou redator freelancer, por exemplo, não necessariamente precisa sair com seu notebook sempre. Pode simplesmente dar uma volta na natureza ou sentar na areia em frente ao mar, com bloco de papel e uma caneta, para ter excelentes inspirações para os seus projetos.

2. Viaje para se divertir e trabalhar

Como destacamos acima, é totalmente possível conciliar diversão e trabalho. Ou seja, é possível virar um mochileiro enquanto você entrega tarefas. Apesar disso, é preciso ter um certo grau de planejamento. Independentemente de estar sozinho ou acompanhado, uma das primeiras regras é ter disciplina e criar um cronograma de atividades.

Isso quer dizer que é essencial definir os horários certos para trabalhar e se divertir. Determine quantas horas você quer trabalhar durante a viagem e quanto quer ganhar por dia, por exemplo.

Trabalhar demais, por 9 ou 10 horas, não é algo interessante nessa situação. Sendo assim, você precisa definir quais são os projetos que efetivamente merecem o seu foco total. É justamente dessa maneira que você conseguirá criar um equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

3. Redefina seus horários e aumente seu tempo de diversão

Você pode considerar a possibilidade de redefinir seus horários de trabalho. Se você tem costume de trabalhar de manhã e à tarde, por exemplo, pode começar a pegar os projetos no início da tarde para aproveitar o sol da manhã. É importante dizer que, nessas mudanças, você pode descobrir novos hábitos de sucesso.

Uma das grandes vantagens de trabalhar como freelancer é a flexibilidade, e você pode aproveitá-la da melhor forma possível. Tenha em mente que somente ficar na frente do computador trabalhando e apenas ver filmes ou séries nas horas vagas, apesar de ser algo ótimo, pode trazer algum tipo de estresse.

4. Faça exercícios

Manter-se em plena atividade é essencial para que o seu trabalho como freelancer renda de forma efetiva. A atividade física é essencial principalmente para pessoas que trabalham por muitas horas na frente do computador.

À medida que você se exercita, ganha muito mais motivação e entusiasmo para realizar seus projetos e entregar trabalhos cada vez mais excelentes. Além disso, ao praticar esportes, você também interage com outras pessoas.

Lembre-se de que, muitas vezes, a atividade do freelancer é um pouco solitária. Por isso, tome o devido cuidado de ter conversas inteligentes e agradáveis com pessoas que têm afinidades com você.

Conclusão

O trabalho de freelancer está cada vez mais em alta porque, entre outras questões, muitas pessoas já não se adaptam mais ao modelo tradicional de bater ponto e cumprir 8 horas por dia, de segunda a sexta. Quando você se organiza de forma antecipada, é totalmente possível aproveitar todas as vantagens e as flexibilidades que esse modelo de trabalho proporciona, como a possibilidade de viajar.

Com essas dicas sobre férias freelancer em mãos, acreditamos que não há mais nenhuma desculpa para realizar seu trabalho e, ao mesmo tempo, descansar ou se divertir. Como mostramos, é possível aproveitar totalmente o descanso ou conciliá-lo com o trabalho. Isso é algo totalmente particular e depende do seu perfil.

O mais importante de tudo é que você aproveite suas férias e não prejudique seu trabalho de freelancer. Lembre-se de que o intuito é que você se sinta mais confortável e mais à vontade, de forma que possa manter o equilíbrio entre a vida pessoal e a vida profissional.

Nesse contexto, é imprescindível se conhecer. Trabalhe para desenvolver uma noção exata dos seus pontos fortes e de melhoria, o que será essencial para aproveitar os freelas e os momentos de descanso e diversão.

Para te ajudar nessa tarefa, temos uma ótima ideia: baixe agora mesmo a ferramenta Roda da Vida. Trata-se de um instrumento que mede o índice de satisfação em todas as áreas da sua vida, incluindo os âmbitos pessoal, profissional, de qualidade de vida e de relacionamentos.

Posts populares com esse assunto