Por Samanta Jovana

Redatora da Comunidade Rock Content.

Publicado em 31/12/2017. | Atualizado em 06/03/2018


Facebook Ads é uma das plataformas de publicidade mais usadas e está em uma das redes sociais mais acessadas do mundo. Imagine o resultado disso para qualquer empresa! Saiba aqui como montar sua estratégia e aproveitar essa ferramenta!

Nem sempre uma boa estratégia de marketing é aquela que se dedica apenas aos resultados orgânicos. É verdade que eles têm uma importância muito grande em nossos trabalhos, mas utilizar recursos como o Facebook Ads para acelerar seus conteúdos pode ser muito bem-vindo. Como já falamos tantas vezes aqui no blog, a melhor forma de divulgar o seu trabalho nem sempre é a mais difícil.

Pode parecer que apenas os resultados orgânicos são realmente importantes para um blog ou website. Nós nos convencemos disso diariamente, afinal, quando as pessoas de fato procuram por nossos produtos ou serviços é realmente mais fácil convencê-las a adquiri-los.

Entretanto, isso não significa que conhecemos exatamente todas as formas por meio das quais os clientes fazem isso. O que estamos querendo dizer é que as redes sociais têm um grande impacto na maneira como as pessoas navegam na internet. E, por isso mesmo, devem sempre ser consideradas na sua estratégia digital, sob pena dela ser relegada ao ostracismo.

Você já deve ter visto por aí muitos profissionais de marketing online especificando o quanto é importante fazer partes de mídias sociais. Facebook, Twitter, LinkedIn, Youtube e Instagram são exemplos das redes sociais que recebem um número massivo de acessos todos os dias. Não seria muito esperto da sua parte ignorar este aspecto ao construir uma jornada do cliente.

Mas a verdade é que todos estes locais tem uma particularidade que nem sempre levamos em consideração. Por se tratarem de espaços privados na web, eles podem criar as suas próprias regras. E muitos produtores de conteúdo acabam sofrendo em consequência disso, por não conseguirem se adaptar a elas.

Pense, por exemplo, na recente mudança de algoritmo feita pelo Instagram. Ela foi criada para priorizar posts que poderiam ser do interesse de seus visitantes, mas ao mesmo tempo foi recebida com pedras na mão por muitos estrategistas.

O motivo? É que uma linha do tempo baseada em algoritmos não é tão simples de se domar quanto uma tradicional, que segue à risca a definição de “linha do tempo”. Quando todos os seus clientes são impactados da mesma forma, por ordem de chegada, é mais fácil entender seus hábitos e se conformar a eles.

Marketing Online

Isso é muito bom para quem trabalha com marketing online porque significa que podemos entrar na mente do consumidor. A partir do momento em que percebemos, por exemplo, que ele costuma ficar online numa faixa de horário específica concentramos os nossos esforços nela. E direcionamos a nossa atividade digital para que ela tenha maior impacto nessas pessoas.

Com uma linha do tempo baseada em algoritmos as coisas são um pouco diferentes. E este é o caso, hoje, de Facebook, Twitter e Instagram respectivamente. Todos esses websites mudaram a forma como mostram conteúdo para as pessoas que os acessam com o passar do tempo e exigiram que profissionais de marketing digital criassem novas estratégias para obter resultados.

O Facebook foi um dos primeiros a fazer isso e há muito tempo implementa e aperfeiçoa os algoritmos que regem sua timeline. E, de maneira polêmica, tende a diminuir o alcance orgânico da maioria de suas páginas em detrimento do Facebook Ads.

Podemos entender isso como a maneira que a rede social encontrou de promover suas próprias ferramentas. Portanto, para entregar o melhor resultado possível aos nossos clientes devemos nos adequar a essa realidade. E entender que nem sempre a atração orgânica será o suficiente para manter o interesse das pessoas no que você publica.

Afinal, se elas sequer têm acesso a esse conteúdo em suas timeline fica muito difícil garantir que ele as consiga conquistar pela qualidade ou relevância. Lutar contra isso pode ser um exercício improdutivo, que prejudica seus números e afeta a maneira como desempenha seu trabalho.

Considerando tudo isso não podemos esquecer que todas essas redes sociais utilizam ferramentas como o sistema de anúncios para levar seu conteúdo ao público ideal. Não podemos negar que Instagram, Twitter e Facebook conhecem seus usuários como ninguém. E exatamente por isso incluir no seu arsenal digital recursos como o Facebook Ads pode ser extremamente positivo.

Assim como você utiliza técnicas de SEO para atrair as pessoas com mais chances de se converterem em cliente para a sua página também faz o Facebook. A rede social nunca direciona o conteúdo promovido pelas suas páginas para pessoas que possam não ter interesse nele. Seus filtros e pré-definições são muito bem ajustados para obter o máximo de performance de uma campanha de marketing.

Por causa disso, criar anúncios para impulsionar o seu conteúdo é uma das maneiras mais interessantes de fazer com que ele chegue às pessoas que importam: seus clientes em potencial. Ao longo do artigo de hoje, você entenderá como criar o seu primeiro anúncio do zero e conhecerá algumas dicas para obter os melhores resultados já em sua primeira tentativa.

Determine como você prefere editar suas campanhas

Um dos grandes diferenciais de anunciar no Facebook Ads é que a plataforma oferece alguns recursos diferenciados para editar o seu conteúdo. Enquanto ao criar anúncios para o Google uma pessoa tem um limite de coisas que pode editar, como a área geográfica que deseja atingir ou as palavras-chave principais do seu conteúdo, no Facebook essa liberdade é um pouco maior.

Você pode, por exemplo, usar ferramentas diferentes já no momento de criar a sua primeira publicidade. Isso significa que utilizar tanto o recurso do Ads Manager quanto o Power Editor conseguirá conduzi-lo aos mesmos resultados. Você deve, portanto, escolher aquele com que está mais confortável.

O ideal é pensar inicialmente no tamanho da sua empresa e nos tipos de anúncios que ela deseja realizar. Enquanto o Ads Manager é a melhor opção para a maioria dos negócios, o Power Editor funciona muito melhor para quem precisa administrar uma quantidade maior de anúncios simultaneamente.

Como o Ads Manager é a ferramenta mais comum, porém, leve em consideração que ela será abordada prioritariamente ao longo deste artigo. Entretanto, se for o seu caso e você desejar aprender um pouco mais sobre o Power Editor, pode fazer isso acessando as próprias páginas de ajuda do Facebook.

Crie o objetivo da sua estratégia

O primeiro passo para começar uma campanha remunerada no Facebook é definir o objetivo da sua estratégia. Isso não pode ser feito ao criar conteúdo orgânico, o que faz com que seja extremamente importante prestar atenção neste aspecto ao criar conteúdo pago.

Afinal, a grande diferença desse tipo de conteúdo é que ele é construído levando em consideração os objetivos que a sua empresa têm em mente. Por isso, ele pode atingir mais pessoas de uma maneira ágil e precisa. Mas para que isso aconteça é imprescindível defini-lo de forma apropriada.

O Facebook lhe apresentará, inicialmente, uma extensa lista com os objetivos mais comuns que seus anunciantes contemplam ao postar um anúncio na plataforma. Coisas como enviar pessoas para o seu website, aumentar suas conversões, tornar seus posts mais populares e até entrar em contato com consumidores em potencial na sua área estarão listadas ali. Escolha com atenção qual é o objetivo específico da campanha em questão.

Toda vez que você for construir um anúncio será apresentado com essas opções, portanto, não precisa se preocupar em alterar estes dados no futuro. Entretanto, se cometer algum erro ou precisar fazê-lo para a campanha atual saiba que isso sempre será possível, por meio do próprio Ads Manager.

Escolha sua audiência

Para que o exemplo dado ao longo deste texto fique mais palpável, vamos considerar que você escolheu na tela anterior “promover um post em sua página”. Assim que fizer essa escolha você será conduzido a página que permite que defina sua audiência. E este será o seu maior desafio ao construir anúncios para o Facebook.

Isso porque todo o sucesso da sua campanha reside em uma escolha bem-sucedida aqui. São as opções de targeting que o Facebook oferece que tornam anunciar nessa rede social uma grande vantagem para a maioria dos negócios. Você verá que a rede social lhe permite atingir um número extenso de pessoas, mas que quanto mais específica for a sua busca por um determinado tipo de usuário melhores serão os seus resultados.

Nessa hora, vale a pena ter definido uma persona para a sua estratégia de marketing. Usar as informações que você conhece a respeito dela facilitará muito as coisas nessa etapa. Definir, por exemplo, sua idade e interesses principais é uma das estratégias usadas pelo próprio Facebook para fazer o targeting dos seus usuários.

Uma ferramenta muito útil disponibilizada pela plataforma neste momento é um medidor de alcance. Este medidor de alcance faz uma coisa pelas suas campanhas que é dar uma dimensão do seu impacto real antes que elas entrem no ar. Com ele é possível ver que o seu targeting em específico direciona seus anúncios para 1.000 ou 10.000.000 de pessoas e refinar as suas opções de acordo.

Caso você esteja ponderando se é melhor escolher uma audiência maior ou menor, leve em consideração os objetivos da sua campanha em específico. Considerando que você quer divulgar um dos posts na sua página, talvez um público mais amplo (mas que tem interesses em comum com aquilo que você aborda) seja mais interessante. Agora quando for fazer campanhas voltadas para a venda de um produto ou promoção de um serviço você poderá perceber que é mais negócio filtrar seus usuários tanto quanto possível.

Essa é a maneira mais fácil de começar a construir leads qualificados. E ela gerará um impacto direto nos resultados da sua iniciativa.

Defina o orçamento da campanha

Em seguida, você terá a opção de decidir quanto dinheiro deseja gastar com a sua campanha no Facebook. Este é um aspecto muito importante do seu planejamento e deve levar em consideração coisas como aquela previsão que a rede social oferece com relação ao público que você poderá atingir.

Há duas maneiras principais de definir o orçamento de uma campanha de Facebook e elas são: orçamento diário e orçamento total. Caso você opte por um orçamento diário conseguirá garantir que ao decorrer da sua campanha o Facebook não passará daqueles valores ao anunciar todos os dias. Já ao optar por um orçamento total deixa o controle sobre este aspecto da sua publicidade nas mãos da plataforma.

Com um orçamento total é o Facebook que define quando são os melhores horários, dias e situações nos quais ele deve oferecer a sua publicidade. A sua maior limitação sempre será não ultrapassar o limite total da campanha.

Agende sua publicidade

Outro diferencial de anunciar no Facebook é que você pode escolher um intervalo de tempo em que sua publicidade estará ativa. Depois de definir seu orçamento essa será a sua principal tarefa. Escolha por quantos dias, meses ou anos deseja rodar um determinado anúncio e ajuste essa informação quando necessário.

Crie o seu anúncio

Em seguida, tudo que estará faltando é criar o seu anúncio em si. Escolha como ele deve aparecer para os usuários, que imagem terá destaque na sua formatação e defina um texto e call to action.

Pronto! Você pode clicar em publicar e começar a analisar a performance dos seus anúncios.

Agora que você já sabe que Facebook Ads podem ser uma alternativa interessante para incluir na sua estratégia de conteúdo basta colocar essas dicas em prática. Garantimos que você ficará impressionado com os resultados obtidos e verá que, nem sempre, apostar apenas em conteúdo orgânico é a única coisa que você pode fazer pelos seus clientes.

O uso de ferramentas como o Facebook Ads é tão amplo no mercado por um motivo muito simples: em geral, a estratégia funciona. Você consegue superar limitações, como o alcance da sua página ter sido reduzido por mudanças no algoritmo da plataforma e, ao mesmo tempo, promove seu conteúdo apenas para pessoas que querem vê-lo.

Embora isso possa aumentar o orçamento necessário para fazer uma campanha de marketing online decolar, na maioria dos casos, é a maneira mais direta de chegar ao seu cliente em potencial. Considere, por exemplo, que boa parte das pessoas investe pelo menos parte do seu dia navegando no Facebook. Este fato somado às estimativas que colocam os usuários da rede social na casa dos bilhões é o bastante para tornar os Facebook Ads uma aposta interessante.

Experimente com os Facebook Ads na sua próxima campanha de marketing ou em algum projeto de cunho pessoal. Assim você conseguirá entender melhor a ferramenta, aprimorar seu uso dela e se familiarizar com algumas das particularidades que enumeramos acima.

Quer se tornar um profissional criativo ainda melhor? Junte o que acabou de aprender sobre Facebook Ads com o conhecimento contido no kit Conteúdos Incríveis e maximize sua eficiência. Baixe agora!

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *