estresse no trabalho

Estresse no trabalho: quais podem ser os danos para você?

Confira como identificar situações de estresse, quais são os fatores mais comuns e o que você pode mudar no dia a dia!

Parece muito esquisito contradizer o conhecimento popular, mas o estresse no trabalho não é de todo mal. Na verdade, doses saudáveis conscientemente ministradas na rotina nos fazem progredir tanto na vida pessoal como profissional.

Obviamente que quem se diz ansioso e estressado sabe muito bem que ter controle e consciência do volume de estresse no corpo não são objetivos e condições tão simples de serem alcançadas, não é mesmo? Mas existem bons motivos para tentar, e não são poucos.

Aliás, se você é uma pessoa estressada e ansiosa, ao ler que existem bons motivos para administrar seus sentimentos já deve ter sentido o coração disparar, uma sensação de calafrio e urgência, não é?

Relaxa, todos nós experimentamos isso na vida. Mas, neste post, vamos propor um exercício para identificar as atitudes que desencadeiam esses sentimentos, e então, trabalhar preventivamente para evitá-las. Parece interessante? Então vem!

3 principais fontes de estresse no trabalho

Para entender as principais causa do estresse no ambiente de trabalho é preciso considerar que ele se resume em: você, a empresa e sua função. Ou seja, a primeira questão é que esses três elementos devem estar em sintonia para que exista prazer na realização. Mas analisemos individualmente cada uma dessas fontes:

1. Você

Talvez não seja agradável ler isso, mas uma das fontes mais ricas para o estresse no trabalho é você mesmo.

Seja por hábitos adquiridos ou por interferências e pressões externas, suas ações dentro do ambiente de trabalho são influenciadas por seus sentimentos e personalidade.

Assim, conflitos pessoais, brigas com amigos, problemas financeiros, preocupações e, claro, condições de saúde podem ser a fonte do estresse vivido. Isso acontece porque muitas vezes não se sabe a origem deles nem como resolvê-los.

Um problema financeiro pode tirar seu sono, por exemplo, e seu nível de atenção será prejudicado em decorrência do cansaço. Da mesma forma, estar preocupado com a saúde de um familiar tira sua concentração daquilo que está sendo executado.

Esses comportamentos farão com que seu desempenho caia e a cobrança, pessoal e da empresa, aumentem. Lidar com a cobrança e autocrítica, por sua vez, desencadeará a ansiedade e o sentimento de frustração. Ao avaliar a situação nesse ponto, você só pensará nos resultados abaixo do esperado, quando na verdade, a situação foi desencadeada lá nas contas que se acumularam.

Por isso, é preciso refletir sobre as causas e maneiras de solucioná-las ou suavizá-las. A própria atitude de tentar solucionar interromperá o fluxo de estresse vivido e causará uma satisfação que contagiará todos os campos da vida, inclusive o profissional.

2. A empresa

É claro que a empresa pode ser um fator de estresse, seja porque você não compartilha da mesma filosofia de trabalho, seja porque seu gestor é um chefe que não te faz sentir nenhum prazer na rotina de trabalho.

Salário, condições de trabalho e até turno de trabalho podem ser fatores de estresse. Além de não atenderem suas necessidades primárias, ainda podem estar interferindo em suas sensações de reconhecimento e evolução.

São fontes críticas de estresse e nem sempre fáceis de serem combatidas. Mas é preciso avaliar com racionalidade e buscar soluções, como uma boa conversa para trocar de turno ou trabalhar parte da carga horária em esquema de home office.

Se nada mais der certo, procurar outras oportunidades de trabalho no mercado pode ser outra solução. No Rock Jobs, por exemplo, é possível buscar ofertas de empregos de diversas modalidades.

2. A função exercida

Se você é apaixonado por sua profissão ou está cursando a graduação dos seus sonhos, existe uma grande expectativa para colocar seu conhecimento na prática. No entanto, nem sempre isso acontece e é preciso iniciar a carreira em áreas totalmente distintas.

O mesmo acontece também quando as orientações do gestor entram em conflito com seus valores éticos e morais, longas jornadas são impostas, existe um excesso de burocracias que impedem de avançar ou a pressão por metas e resultados consomem toda sua energia.

Pressão por metas, aliás, é uma das fontes de estresse que as pessoas mais reclamam, não é mesmo? Acontece que alguns profissionais se adaptam melhor a essa realidade enquanto outros precisam de mais liberdade para contribuírem igualmente para o crescimento da empresa.

Por isso, mesmo que seja necessário abrir mão do emprego formal, é preciso considerar que a fonte de estresse pode, com o tempo, virar a raiz para doenças e problemas de saúde crônicos.

Efeitos da ansiedade e estresse no seu organismo

Para conseguir entender a dimensão do estresse no organismo e seus efeitos no desempenho profissional basta relembrar uma grande conquista no trabalho. Como foi a situação, o sentimento vivenciado durante o processo e principalmente, a satisfação com o resultado.

Fatalmente quando recordamos momentos assim damos um leve sorriso, não é mesmo? Agora, se você fizer o mesmo exercício de reflexão e lembrar de um momento de decepção, concordará que na maioria deles não estava em seu melhor momento.

Acontece que quando falamos em estresse pensamos nos momentos mais críticos e alarmantes, mas ele está presente diariamente nos nossos dias. Como falado antes, em doses saudáveis, ele nos movimenta, serve como combustível, mas além disso, prejudica consideravelmente nossos resultados.

Desânimos, procrastinação, falta de atenção, pouca ou nenhuma criatividade são alguns de seus efeitos no nosso desempenho do profissional, que na sequência, podem desenvolver quadros de ansiedade e depressão.

Aos poucos, o profissional fica resistente com a ida ao trabalho, não valoriza suas contribuições para o processo e desenvolve um sentimento ruim em relação a empresa e as pessoas que trabalha. Ele deixa de sentir prazer e realização com suas funções, o que para o indivíduo, é essencial para sua saúde mental.

Materiais e leituras que recomendamos para você:
Como eu li 100 livros em um ano (e como você pode fazer o mesmo)
Freelas da Rock: o engenheiro que contornou a crise e viajou para a Europa
Aprenda como aliviar o estresse usando sua inteligência emocional
Nômade digital: o que significa e como se tornar um?
[Ebook] Trabalho Freelancer: Todos os segredos desvendados!

Atitudes e maus hábitos para cortar da sua agenda diária

Para evitar entrar nesse ciclo negativo, o profissional precisa trabalhar as três fontes de estresse que mencionamentos, ou seja: ele mesmo, a empresa que trabalha e suas funções, especialmente a primeira.

O autoconhecimento é fundamental para que ele possa se fortalecer e pensar estrategicamente como lidar com os desafios que os outros âmbitos oferecem. Assim, ele conseguirá ter uma visão mais clara e objetiva do que pode ser feito para mudar a situação atual ou partir para outra.

Em outras palavras, ao saber lidar com seus sentimentos, organizar suas ações e tomar atitudes para solucionar as fontes de estresse, o profissional pode ter mais controle e autoestima, o que por consequência, fará com que ele consiga tomar decisões mais corretas para seus desenvolvimento profissional.

Consequências que o estresse pode causar na sua carreira

Sem esse controle, dificilmente haverá um progresso na carreira, e muitas vezes o questionamento sobre suas capacidades e até mesmo escolhas fará com que o profissional fique cada vez mais inseguro.

Ter prazer no trabalho é fundamental para que aja um crescimento real. O controle emocional e a relação com os desafios do cotidiano deixará você muito mais preparado e bem visto no ambiente de trabalho.

Ou seja, um profissional seguro e organizado não deixa que o estresse no trabalho domine suas ações e resultados, e sim utiliza como combustível para progredir cada vez mais.

Essa também é uma verdade absoluta para quem divide suas atenções entre faculdade e trabalho. Aliás, o desafio só aumenta e é preciso montar uma verdadeira artilharia para combater atitudes e comportamentos que boicotam seus resultados.

Inclusive, se você está precisando de artilharia pesada, precisa fazer a leitura do ebook da Rock Content sobre como conciliar estudos e trabalho. Um clássico como “A arte da Guerra” para quem está precisando brilhar nessas duas áreas tão importantes da vida.