Engenharia 4.0

Engenharia 4.0: o que o mercado espera do novo engenheiro?

Com as mudanças trazidas pela indústria 4.0 para os processos de produção nas fábricas, na fabricação e também na operação de máquinas e outros equipamentos, surge também o conceito da Engenharia 4.0.

Você já ouviu falar na Engenharia 4.0? Esse novo conceito chegou para transformar não apenas a rotina das fábricas, mas também o dia a dia dos profissionais, principalmente da Engenharia Civil, Mecânica, Química e da Computação.

Ficar atento a essas mudanças e saber como se adaptar a elas, investindo em novos conhecimentos e fazendo uso das novas tecnologias, são fatores que vão fazer a diferença para quem quer conquistar o seu lugar de destaque na carreira.

Por isso, vamos falar neste artigo um pouco mais sobre a indústria 4.0, como ela influencia o universo da Engenharia e, por fim, as características que o mercado busca no perfil do engenheiro do futuro. Boa leitura!

Afinal, o que é a indústria 4.0?

Ao longo de mais de 20 séculos, o mundo já atravessou 3 grandes Revoluções Industriais que trouxeram diversas transformações para o mercado como um todo, trazendo novas formas de fazer negócios, de produzir mercadorias e atender às necessidades dos diferentes públicos.

Por fim, com a chegada do século XXI e o desenvolvimento crescente de novas tecnologias, alcançamos um novo patamar: a indústria 4.0, que promete elevar a eficiência dos sistemas de produção ao torná-los cada vez mais autônomos, inteligentes e customizáveis. Para isso, ela se baseia em três pilares:

Internet das Coisas

Também conhecida como IoT — abreviação do termo original em inglês Internet of Things —, a Internet das Coisas chegou para revolucionar o mercado ao utilizar dispositivos eletrônicos embarcados para realizar conexões de rede em ambientes e objetos como eletrodomésticos, máquinas e veículos.

Big Data Analytics

Com o avanço na internet e das redes, um número cada vez maior de informações é gerado, compartilhado e armazenado. Nesse cenário, a tecnologia de Big Data entra em ação para promover a captura e o gerenciamento desses dados de forma estratégica, tornando-se imprescindível às empresas dos mais diversos segmentos.

Segurança

Por fim, com tantos importantes em rede, a segurança passa a ser primordial para garantir a proteção dos sistemas de informação, evitando que haja vazamentos, invasões ou mesmo falhas operacionais que prejudiquem o bom funcionamento dos equipamentos.

Dessa forma, é possível desenvolver fábricas com um potencial para prever falhas nos processos, atualizar os sistemas de acordo com a demanda da produção e apontar a necessidade de manutenção dos equipamentos com autonomia e precisão.

E a Engenharia 4.0?

Com as mudanças trazidas pela indústria 4.0 para os processos de produção nas fábricas, na fabricação e também na operação de máquinas e outros equipamentos, surge também o conceito da Engenharia 4.0.

Também conhecida como manufatura avançada, essa nova era da Engenharia vem para atender às necessidades de um mercado cada vez mais dinâmico, que exige mais rapidez e eficiência em todos os processos.

Do chão de fábrica à gestão de projetos, novas ferramentas passam a fazer parte do cotidiano da Engenharia, como:

  • aplicativos que ajudam a listar e organizar rotinas de trabalho;
  • softwares e plataformas que contribuem para o planejamento e a gestão de projetos;
  • programas de desenho técnico e construção de modelos 3D;
  • robôs que auxiliam o trabalho nas linhas de produção.

Essas novas tendências têm impacto direto na atuação dos engenheiros, demandando profissionais mais qualificados que sejam capazes de lidar com os novos aparatos tecnológicos, deixando de executar tarefas repetitivas para atuar em áreas mais estratégicas.

Esse cenário, na contramão do pensamento que enxerga a substituição de funcionários por máquinas — principalmente nas linhas de produção —, aponta para um futuro com boas oportunidades de crescimento no campo da Engenharia, principalmente nas áreas de mecânica e tecnologia da informação.

Mas quais serão as competências necessárias para se tornar um engenheiro de sucesso? A seguir, vamos listar algumas das habilidades mais valorizadas pelo mercado atual. Continue a leitura!

Quais são as características mais buscadas no engenheiro do futuro?

Em um mercado que valoriza cada vez mais a alta qualificação dos profissionais, buscando mão de obra especializada, existem algumas características que fazem a diferença na hora de conquistar uma oportunidade de trabalho e, neste tópico, vamos listar as principais. Veja a seguir!

Atualização constante

Investir em novos conhecimentos é imprescindível para qualquer profissional que deseja se adaptar às mudanças trazidas pela indústria 4.0. Por isso, é muito importante ir além da graduação e investir em novos cursos de especialização de acordo com as demandas do mercado de trabalho em Engenharia Civil.

Dessa forma, você se mantém sempre atualizado, amplia o networking ao interagir com professores e outros alunos e ainda adquire um perfil multidisciplinar, altamente valorizado pelas empresas.

Boa comunicação interpessoal

Transmitir orientações aos colaboradores forma clara e objetiva, fornecer feedbacks construtivos ou saber como apresentar sugestões aos superiores é um fator de suma importância que contribui com o aumento da produtividade e a excelência na realização das atividades diárias.

Essa habilidade de comunicação também contribui para o estabelecimento de um bom relacionamento com toda a equipe, ajudando a manter um clima corporativo mais harmonioso e saudável.

Visão analítica

Ter um olhar aguçado para captar e analisar as tendências não só da Engenharia, mas do mercado corporativo como um todo, é essencial para o crescimento do profissional atual, fazendo com que ele se adapte às mudanças de forma mais ágil e tranquila.

Além disso, essa capacidade de avaliar as transformações da indústria também é extremamente importante para as empresas, ampliando o seu potencial competitivo diante da concorrência.

Planejamento estratégico

Outra habilidade bastante valorizada é a capacidade de construir um planejamento bem estruturado e colocá-lo em prática com sucesso a partir de um cronograma preestabelecido e de acordo com os objetivos que a empresa deseja conquistar.

Para isso, é importante que o profissional saiba aplicar as competências de comunicação e visão analítica que mencionamos anteriormente, junto à interpretação de dados, gráficos e tabelas para realizar um estudo do perfil do mercado e alinhar os projetos às tendências mais atuais.

Como você percebeu, o futuro da Engenharia está chegando com tudo para transformar o mercado, trazendo novos desafios e tecnologias para as indústrias dos mais diversos segmentos. Do ponto de vista profissional, essa evolução pode trazer excelentes oportunidades de atuação. Basta ficar de olho nas tendências e investir em capacitação constante.

E então, gostou de saber mais sobre a Engenharia 4.0? Então, assine a newsletter para receber conteúdos imperdíveis que vão dar aquela força na sua carreira como engenheiro!

Nota do editor:
O mercado de trabalho mudou. Várias profissões consideradas fundamentais até pouco tempo já deixaram de existir e, em breve, outras deixarão. A melhor forma de garantir o seu sucesso é se preparar e conhecer as profissões do futuro!
Quais serão as profissões do futuro?Powered by Rock Convert