Por Autor Convidado

pelo blog da Comunidade Rock Content.

Publicado em 31/10/2019. | Atualizado em 29/10/2019


Quer empreender, mas não tem experiência na área? Leia este post e confira as dicas que preparamos para você!

Ser dono do próprio negócio é o sonho de muitas pessoas que buscam novos rumos e oportunidades para a carreira. Mas uma dúvida comum é: será que é possível empreender sem experiência profissional?

Começar um negócio sem prática pode parecer arriscado, mas é importante encarar seus medos e inseguranças para impedir que eles atrapalhem o seu desenvolvimento. Afinal, empreender exige muita responsabilidade e você passará a gerenciar seu próprio tempo, terá poder de decisão e precisará administrar melhor os recursos financeiros.

Por isso, prepare-se bem, seja persistente, mantenha o foco e confira os nossos passos para empreender sem experiência profissional — e, é claro, ter sucesso nessa nova empreitada!

Afinal, vale a pena empreender?

O empreendedorismo está em alta no mercado, especialmente pelo período de recessão econômica que enfrentamos. Nessas épocas, é comum que as pessoas busquem novas formas de trabalhar — e empreender é uma tendência forte não apenas no Brasil, como em todo o mundo.

Os Estados Unidos, por exemplo, têm uma forte cultura empreendedora, que serve de exemplo e inspiração para as demais nações. Já os alemães são mais focados e tendem a empreender menos. Por isso, iniciar um negócio nesse país é mais complicado que em outros, e os imigrantes são quem mais empreendem e têm vontade de prosperar.

A China é outro local que está estimulando empreendedores, especialmente na área de tecnologia. Esses profissionais estão em busca do sucesso e dispostos a fazer grandes sacrifícios. Por isso, as startups chinesas crescem cada vez mais rápido.

Já o Brasil tem crescido na área, graças a incentivos governamentais e de investidores internacionais. Porém, empreender aqui ainda apresenta algumas dificuldades, como alta burocracia para abrir uma empresa. Antes, é importante se informar a respeito do programa Startup Brasil, do Simples Nacional e da Lei do Microempreendedor Individual.

Como começar a empreender sem experiência profissional?

Não existe uma fórmula pronta para empreender sem experiência profissional, mas você pode seguir alguns passos que facilitam o processo. Veja a seguir!

1. Criar um plano de negócios

Fazer um plano de negócios bem-elaborado é o primeiro passo para o sucesso do empreendimento. O projeto ajuda a definir todos os passos do seu negócio e garante que não haverá erros nem falta de recursos, tanto no financeiro quanto na atuação, desde o primeiro instante até os anos seguintes de trabalho.

Faça uma análise detalhada da sua situação inicial, avalie a viabilidade da sua ideia de negócio e entenda aonde você quer chegar. A falta de planejamento pode gerar grandes problemas no futuro, principalmente para quem não tem experiência como gestor.

2. Trabalhar como voluntário para adquirir experiência

Sabemos que conseguir um emprego em época de crise não é nada fácil, não é mesmo? Por isso, o trabalho voluntário pode ser uma excelente opção para quem não tem experiência profissional e quer conhecer a dinâmica do mercado antes de empreender.

Além de aumentar o seu networking, o voluntariado faz você ganhar confiança e experiência. Essa oportunidade também permite que você conheça seus pontos fortes e fracos e possa aperfeiçoá-los.

3. Aprender a encarar orçamentos apertados

É fundamental ter em mente que, provavelmente, você passará por problemas nas finanças pessoais ao empreender. Mesmo que já tenha um bom dinheiro guardado, nem sempre é possível saber quando o verdadeiro retorno do seu trabalho chegará. Por isso, é importante aprender a viver com menos do que está acostumado.

No início, é muito comum que os empreendedores fiquem sem salário para garantir que a empresa continuará a crescer. Portanto, reconheça essa possibilidade e saiba lidar com orçamentos reduzidos para não desanimar ou atrapalhar o bem-estar do seu negócio.

Powered by Rock Convert

4. Explorar áreas que você tem facilidade

Ter familiaridade com o serviço ou produto que está vendendo é uma vantagem importante para o empreendedor. Isso dá tranquilidade mesmo para quem quer começar a empreender sem experiência profissional.

Por exemplo, quem gosta de cozinhar pode apostar no caminho do food truck. Caso a sua ideia de negócio já tenha concorrentes no mercado, procure estudar e entender a sua concorrência e busque opções para se diferenciar. Para isso, opte por produtos que resolvam a necessidade de um certo grupo, o que garante um número bom de clientes.

5. Conhecer o público com o qual você deseja se relacionar

Falando em público-alvo, é essencial conhecê-lo bem para oferecer o serviço ou produto que encaixe nas suas urgências. Afinal, você não quer vender o que ninguém se interessa em comprar, certo? Por isso, faça uma boa análise do mercado para entender quais são os pontos de escassez.

Uma alternativa é usar as redes sociais para fazer pesquisas sobre o que as pessoas gostariam de adquirir que ainda não é vendido na região. Com o resultado, tente criar algo inovador. Depois de decidir o produto a ser vendido, tenha foco e determinação para colocar a ideia em prática.

6. Ter uma reserva financeira

Agora que você já criou um plano de negócios, analisou o mercado e definiu uma ideia, é hora de começar a fazer uma reserva financeira. Isso vai permitir que seus sonhos sejam realizados em pouco tempo.

Afinal, é preciso ter dinheiro para empreender. E, para isso, é necessário se organizar financeiramente. Quanto mais preparado você estiver, maiores são as chances de o seu negócio progredir no futuro e gerar lucros.

Para conseguir juntar mais dinheiro, você pode:

  • fazer uma planilha de despesas;
  • estabelecer metas financeiras;
  • separar os gastos pessoais dos dedicados aos negócios;
  • reavaliar o plano mensalmente.
Planilha de Controle FinanceiroPowered by Rock Convert

7. Não misturar as contas pessoais com as do negócio

Talvez, o maior desafio que você terá ao empreender sem experiência profissional é saber controlar o dinheiro. Muitos empresários misturam a parte pessoal com a profissional, pois não conseguem entender a importância da divisão.

Para evitar que isso aconteça, o rendimento da empresa deve ser analisado de acordo com seus gastos fixos e variáveis. O que sobrar desse cálculo — ou seja, o lucro — é a remuneração do empreendedor.

Mesmo que você seja inexperiente, a ideia de se tornar um empreendedor é muito atrativa. Por mais que a insegurança seja um sentimento comum, empreender sem experiência profissional é possível se você souber analisar o mercado e as possibilidades do negócio. Por isso, faça um bom planejamento e não se esqueça de investir em capacitação para se manter sempre atualizado!

Gostou das dicas e está pronto para se tornar um empreendedor de sucesso? Então, assine a nossa newsletter para receber outros conteúdos incríveis!

Conteúdo produzido em parceria com a equipe da UniCesumar.

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *