empreendedorismo on-line

[GUEST POST] Empreendedorismo on-line: 6 dicas para começar no caminho certo!

Escrito por Fabio Duran, da Hubify, plataforma de marketing digital.

Escrito por Fabio Duran, da Hubify, plataforma de marketing digital.

A internet oferece diversas oportunidades para quem deseja iniciar um negócio próprio. De acordo com o Instituto Brasileiro de Marketing de Afiliação (IBMA), cerca de 20 mil novos empreendedores surgem todo mês no nosso país.

Além disso, grande parte desses brasileiros está apostando no empreendedorismo on-line como uma forma de criar empresas no campo digital.

A possibilidade de trabalhar em coworking e até mesmo no conforto da própria casa somada ao baixo investimento para criar um negócio on-line facilita o caminho de quem quer começar a empreender.

Descobrindo a internet como ambiente de negócios

Contudo, não basta apenas estar on-line para que o seu negócio conquiste clientes e seja bem-sucedido.

Mesmo na internet, não há uma fórmula mágica para criar o negócio perfeito. Porém, há atitudes que podem ser tomadas com o intuito de diminuir os riscos e, assim, aumentar as chances de êxito!

É essencial saber por onde começar, além do trajeto a seguir para atingir as metas e os objetivos do seu empreendimento.

Sem um planejamento básico e um conhecimento prévio sobre o empreendedorismo on-line, você provavelmente ficará perdido.

E para ajudá-lo a seguir por essa via, separamos 6 dicas essenciais para quem está apostando no empreendedorismo on-line para criar o negócio próprio. Confira!

1. Tenha certeza que a internet é o seu lugar

É preciso se certificar se, neste momento, a internet é realmente o lugar para você e a sua ideia de negócio. Essa é a pesquisa a ser feita com o intuito de descobrir se há uma demanda virtual para o seu produto ou serviço.

O empreendedor deverá pensar como o seu consumidor e se questionar se o seu futuro cliente gostaria de comprar algo ou contratar serviços por meio da internet.

Uma forma de descobrir a viabilidade da sua ideia e verificar se o seu público está presente na web é realizando uma pesquisa de mercado. Você pode criar formulários de pesquisa, distribuí-los em grupos relacionados ao seu negócio e obter os feedbacks.

2. Pense na necessidade, e não no produto

Muitos empreendedores começam um negócio pensando exclusivamente no produto ou no serviço em si, mas nem sempre na necessidade do cliente. É importante pensar nos anseios e desejos dos seus futuros consumidores, ou seja, saber quais são as dores deles. Assim, é possível oferecer algo que realmente agregue valor para as pessoas — e entender que valor é totalmente diferente de preço!

Uma forma de identificar necessidades é estudando o perfil do seu público-alvo. Busque entender as necessidades, os hábitos de compra, as características socioeconômicas e regionais.

É essencial destacar todos os diferenciais do seu produto ou serviço e se questionar: o que será determinante para as pessoas escolherem a minha oferta e não a da concorrência?

3. Conheça a sua persona

Identificar quem serão os seus futuros consumidores é essencial para otimizar o seu negócio. Como o público pode ser bem amplo, é preciso criar personas para que as estratégias da sua empresa sejam mais efetivas. Uma persona é uma pessoa ficcional que representa o perfil do seu comprador ideal.

O perfil da persona certa para o seu negócio tem que possuir informações importantes sobre comportamento, trabalho, problemas enfrentados, dados pessoais, sonhos etc.

Por meio disso, é possível chegar perto do seu público-alvo real, aumentando as chances do seu negócio atingir, com sucesso, os resultados pretendidos.

Há diversas ferramentas, gratuitas e pagas, que oferecem o serviço de criação de personas para o seu negócio. Crie diversos perfis e veja quais são os mais indicados para a realidade do seu empreendimento digital.

4. Seja uma referência em conteúdo

Ofereça mais do que artigos genéricos e rápidos. Uma ótima forma de começar no empreendedorismo on-line, em qualquer negócio, é alimentar o seu público-alvo com conteúdo de qualidade e relevante para as pessoas.

É possível solucionar dúvidas, esclarecer pontos importantes sobre os seus produtos e serviços, oferecer ajuda e ainda conquistar clientes por meio de redes sociais ou de buscadores — como o Google e o Bing.

O conteúdo é muito presente em estratégias que visam atrair e educar o público-alvo de uma empresa. Por isso, é utilizado em artigos de blogs, vídeos do YouTube, postagens relevantes das redes sociais e em campanhas inteligentes de e-mail marketing. Veja quais são as ferramentas mais indicadas para o seu negócio e comece a usá-las!

criação de conteúdo de qualidade fará com que o seu negócio se torne uma referência no assunto, aumentando a exposição, a autoridade e, consequentemente, o número de vendas.

5. Estude e esteja sempre aprendendo

Antes de iniciar o seu empreendimento on-line, estude e saiba usar todas as ferramentas e tecnologias que serão aplicadas no seu negócio.

Mesmo que você não se torne um especialista, é essencial entender o mínimo e-commerce, os conceitos básicos de marketing de conteúdo e marketing para web, como:

Portanto, leia materiais que tratam sobre o assunto, acompanhe os vídeos de quem já está no ramo há algum tempo, conheça os principais blogs da comunidade e faça cursos para criar uma base.

Lembre-se: assim como você, diversos outros empreendedores estão abrindo os seus negócios também. Se você não estudar e evoluir constantemente, o seu negócio será passado para trás em algum momento. Não deixe isso acontecer!

6. Busque ajuda com quem entende

Contar com um mentor ou até mesmo com o auxílio de outros empreendedores digitais mais experientes é uma excelente forma de começar. Há algumas organizações, como o SEBRAE, que oferecem guias, aulas e dicas para empreendedores digitais — especialmente para aqueles que estão começando.

Comprar livros de pessoas realmente bem-sucedidas também vai proporcionar uma base realista sobre o empreendedorismo on-line.

Fuja das “fórmulas mágicas”, que prometem milhares de reais em apenas dois dias de trabalho. Isso só funciona para quem vende e nunca para quem compra. Não caia em armadilhas e busque por uma ajuda que realmente agregará conhecimento para o início da sua jornada.

Mesmo com todos os riscos, tirar as ideias do papel e empreender on-line é uma excelente forma de crescer e lucrar. Apesar de ser um ambiente que proporciona mais facilidade para trabalhar e fazer negócios, a internet requer esforço, paciência e muita estratégia.

E você, já sabe em qual segmento digital vai empreender? Deixe um comentário e compartilhe a sua experiência com a gente!

Ainda sem comentários

Cancelar