Por Matheus Boscariol

Publicado em 27/05/2019. | Atualizado em 17/05/2019


Os elementos da narrativa são: enredo, narrador (que pode ser personagem, observador ou onisciente), personagens (protagonista e os demais), tempo e espaço.

O texto narrativo é a redação de uma história que é construída com base em uma sequência de fatos estruturados conforme os elementos da narrativa.

Uma das dúvidas mais comuns é saber quais são os elementos da narrativa que existem e devem ser levados em conta no momento da confecção da história que será contada ou descrita.

Portanto, para que tudo isso possa funcionar bem, é essencial contar justamente com os elementos da narrativa que comentamos logo acima.

A fim de sanar qualquer dúvida em relação a esses elementos, preparamos este conteúdo que explica cada um deles em mais detalhes. Continue acompanhando a leitura conosco!

Enredo

O enredo nada mais é do que o tema da história ou o assunto do texto a ser escrito. Entrando mais a fundo, podemos dizer que é o grande guia para as ações e reações dos personagens no decorrer da história.

Um ponto interessante é que essa história pode ser contada de maneira linear ou não linear. Além disso, há a possibilidade do enredo ser mais psicológico do que concreto, ou seja, focado no pensamento dos personagens ao longo da história.

Sendo assim, há diversas possibilidades de narração da história e a mais comum delas é: seguir a ocorrência de acontecimentos de maneira cronológica.

Narrador

Sem dúvida, um dos elementos da narrativa mais importantes é o narrador. Afinal, estamos falando de quem é responsável por dar a voz necessária para contar a história. O mais incrível é que esse elemento tem um papel-chave que pode relatar os acontecimentos de diferentes perspectivas.

Isso pode parecer um detalhe, mas acaba tendo grande influência na história, visto que o narrador pode ser um personagem, um observador ou simplesmente ser alguém onisciente.

Vamos apresentar abaixo um pouco mais dos detalhes de cada uma dessas possibilidades de narrador.

Narrador-personagem

O narrador-personagem é aquele que, além de contar a história, acaba participando dela também. O ponto positivo desse tipo de narrador é que ele traz ao leitor uma maior proximidade da história.

Por esse motivo, o texto é escrito em primeira pessoa, sendo assim, é comum que o texto contenha termos como “eu” e “nós” ao longo da sua narrativa.

Narrador-observador

Claro que também existe a possibilidade do narrador não participar da história. Então, o seu papel é apenas de relatar o que está ocorrendo, atuando como se fosse um observador de fora.

Por isso, é natural que esse tipo de texto seja escrito em terceira pessoa. Os termos “ele”, “ela”, “eles”, “elas” são muito comuns nesse tipo de narrativa.

Narrador-onisciente

Já o narrador-onisciente tem um papel ainda mais importante em uma narrativa, pois sabe de todos os fatos que acontecem na história, mesmo que não participe dela. Em um primeiro momento, pode parecer pouca coisa, mas histórias que têm esse tipo de narrador são muito mais completas.

Por isso, a sua compreensão vai além dos acontecimentos, sendo possível narrar até os sentimentos e pensamentos dos personagens.

Para aprender mais sobre Storytelling!
O que é Storytelling? Tudo sobre a arte de contar histórias inesquecíveis
5 técnicas de storytelling: melhore seus conteúdos contando histórias
Jornada do Herói: as 12 etapas de Joseph Campbell para uma boa história

Personagens

Dentre os elementos da narrativa, destacamos também a presença de personagens, que fazem toda a mágica acontecer — afinal, são os atores que dão vida à história. Nesse sentido, há também uma divisão entre os tipos de personagens: os principais e os secundários.

Personagem principal

O personagem principal é mais do que importante para a história acontecer. Geralmente, o narrador conta a história centrado nele e, claro, pode haver mais de um desses personagens em uma história.

Muitos chamam esse tipo de personagem de protagonista, dada a sua importância para que a história possa se desenrolar de maneira interessante.

Personagem secundário

Claro que uma história não é contada somente com base nos personagens principais. Por isso, existem também os personagens secundários, que não são o destaque da história, mas também têm um papel importante para que ela possa acontecer de maneira fluida.

Esses personagens podem ser chamados também de coadjuvantes. É muito comum que as histórias tenham pelo menos 1 personagem coadjuvante, além dos personagens principais.

Tempo

Saiba que toda narrativa conta com um tempo que é determinante para definir o período em que a história se passou ou está se passando. Esse tempo pode ser cronológico ou psicológico.

Quando se trata do tempo cronológico, quer dizer que está seguindo uma ordem de acontecimentos.

Já quando é psicológico, não segue uma linearidade dos fatos. É como se fosse um tempo interior que ocorre na mente dos personagens, misturando passado, presente e futuro. Podemos resumir isso definindo-o como um tempo interior que ocorre nas suas respectivas mentes.

Espaço

Por fim, trazemos aqui o espaço, que nada mais é do que o local onde a narrativa se desenvolve. Perceba que ele pode ser tanto físico quanto psicológico. Quando é um local físico, pode ser qualquer espaço que estamos habituados a frequentar ou que simplesmente conhecemos.

Estamos falando de uma cidade, uma praia, uma casa, dentre outros. Esses ainda podem ser classificados em espaços abertos (ruas, cidades, bairros) ou fechados (casas, quarto, lojas, hospitais, dentre outros).

Já o espaço psicológico é um ambiente que é interior ao personagem. É como se a história invadisse um fluxo de sentimentos e pensamentos, dessa forma, não é possível saber se está se passando em um local físico ou não.

Destacamos também que o tempo e o espaço, juntos, representam o contexto da história, sendo elementos importantes para a sua compreensão.

Deu para notar o quanto os elementos da narrativa são importantes para que a história esteja muito bem estruturada, não é mesmo? Afinal, vivemos em tempos em que é preciso conquistar o leitor, então, esses elementos ajudam muito nessa questão!

Se você gostou de aprender sobre os elementos da narrativa, faça o nosso mini-curso Storytelling: conquiste sua audiência contando boas histórias e continue aprendendo!

Mini-curso de Storytelling: Conquiste sua audiência contando boas históriasPowered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto