editoração de uma revista

Design Editorial: saiba o que é e quais são as suas contribuições para a Produção de Conteúdo para Web!

O Design Editorial é um ramo do design em que mídias impressas e digitais caminham juntos. E, se você produz conteúdo, contém lições valiosíssimas!

Você publica conteúdo regularmente? Procura conciliar o visual do seu texto com uma diagramação criativa ou possui alguma estratégia para compartilhar essas produções com os seus leitores? Então provavelmente já conhece o design editorial sem perceber.

Isso porque o seu conceito está bem relacionado a uma série de princípios que os editores entendem bem:

  • a criação de layouts atraentes;
  • otimização de espaço em uma página;
  • escolha adequada de fontes;
  • boa integração de imagens com a escrita.

Neste post, você vai entender melhor o que é o design editorial e porque ele é tão importante para diversos tipos de projetos gráficos e digitais. Confira!

O que é o design editorial?

Não é preciso consultar um dicionário para saber que “editorial” é tudo aquilo que é relativo a “editor” ou “editora”. Sendo assim, esse campo do design trata-se do planejamento, criação e execução de projetos gráficos de editoração. Mas o que isso significa na prática?

O alinhamento adequado entre design e texto é essencial em qualquer projeto de conteúdo. Quanto melhor a informação for apresentada e organizada, mais o espaço de publicação é aproveitado de forma estratégica, facilitando o engajamento e compreensão do leitor.

Sendo assim, é importante que as marcas utilizem esses recursos para expressar seu próprio estilo e atrair a atenção visual de sua audiência de forma eficaz. Isso é possível por meio dos princípios do design editorial.

Aa revista digital lançada pelo Google, Think Quarterly, é uma referência que mostra isso muito bem, ao apresentar artigos funcionais que destacam imagens, texto bem espaçados e infografia descontínua.

No geral, os projetos que incluem o design editorial em sua execução (como essa abordagem do Google e muitos outros materiais) estão intimamente relacionados ao jornalismo.

Por esse motivo, o designer da vez (que pode ser um infografista, diagramador, diretor de arte, ilustrador etc.) está sempre envolvido em parceria com jornalistas ou repórteres.

Em que tipo de veículo o design editorial é utilizado?

Jornais, revistas, livros, cartilhas e periódicos costumavam ser os veículos protagonistas do design editorial, mas como você já deve saber, os tempos estão mudando, e é provável que nossos sucessores mal conheçam ou saibam o que é uma banca de revistas no futuro.

Já que a maioria desses materiais gráficos tendem a não possuir muitas representações populares em papel, a profissão do designer editorial passou por atualizações, assim como a realidade que o cerca. Esses especialistas ampliaram os processos e técnicas da publicação tradicional com o objetivo de criar experiências estéticas marcantes para os leitores do mundo digital.

Hoje em dia, os veículos que incluem as técnicas do design editorial em sua produção não são apenas impressos, mas também aplicativos, blogs, e-books, dispositivos móveis, sites de notícias e conteúdos digitais em geral.

Qual é a importância do design editorial na identidade visual de uma empresa?

A identidade visual de qualquer marca é um compilado de elementos criativos que a representa esteticamente. Sendo assim, esse conjunto deve consistir em muito mais do que apenas um logotipo bonito, mas ser uma representação das principais características da empresa. Para isso, deve estar alinhada aos objetivos da organização e o posicionamento desejado no mercado.

Uma identidade visual bem-feita agrega valor ao status de uma empresa e seus meios de comunicação, como site, redes sociais e materiais gráficos. É por isso que ela tem grande influência na forma como a marca é percebida pela sua persona, no seu engajamento e na sua decisão de compra.

Neste contexto, o design editorial ocupa grande destaque. Afinal é ele o responsável pela determinação da linguagem de comunicação da marca, que é o vínculo necessário para atração e fidelização do leitor.

Pense nisso: é o planejamento de design que definirá as características visuais de todas as representações gráficas da empresa. Sendo assim, os detalhes na elaboração desse projeto são capazes de definir o sucesso (ou fracasso) do produto/serviço oferecido em um mercado cada vez mais competitivo.

Pode-se dizer, em suma, que o design editorial é o principal elemento na construção da identidade visual de uma empresa.

Qual é a diferença do design editorial para o design gráfico?

Apesar de o campo de atuação do design editorial ser um dos maiores empregadores de designers gráficos no Brasil, nunca diga que ambas as áreas representam a mesma coisa. O primeiro conceito é apenas uma especialidade restrita, que está inserida dentro da imensidão de possibilidades do design gráfico.

Simplificando a explicação, é possível usar a analogia de que a criação de apenas uma página (seja de um livro, seja de um site) é representada pelos princípios do design gráfico enquanto a produção de um conjunto desse mesmo material pode ser interpretada por meio do design editorial.

Isso porque a imposição de padronizações e critérios voltados para o planejamento de peças múltiplas (capa, numeração de páginas, espaçamento entre colunas de texto, etc.) possuem um caráter tipicamente editorial, enquanto as produções únicas carecem de acabamentos utilizados no design gráfico.

Sendo assim, é possível afirmar que o profissional que segue carreira com o design editorial, é, antes de tudo, também um designer gráfico. A situação contrária é praticamente impossível de ser vista no mercado, já que os conceitos editoriais são indissociáveis da amplitude dos processos de comunicação contemplados pelo design gráfico.

Quem é o designer editorial?

Como você pode perceber, o designer editorial está desempenhando um papel muito importante em um cenário em que a informação é cada vez mais acessível, compartilhada, apresentada e compreendida em larga escala.

Produzir contéudo
está se tornando uma tarefa desafiadora, pois os veículos digitais estão assumindo o protagonismo da nossa comunicação e linguagem. Mas é nesse contexto que o design editorial cresce para ser mais produtivo, efica e engajador.

A web está dando exemplos de interessantes para os investidores que atualmente enfrentam a necessidade de inovar layouts e apresentar informações de uma maneira que seja funcional para vários tipos de navegadores.

E você, o que como enxerga o papel do design diante de tantas mudanças sociais e tecnológicas? Existe alguma informação que deixamos de apresentar neste artigo? Então deixe um comentário e compartilhe com a gente a sua opinião!