Desenho de um microorganismo, representando o conteúdo viral

Quer fazer os seus posts se espalharem pela internet? Conheça 7 técnicas de redação para criar um conteúdo viral!

Um conteúdo viral é a soma de vários fatores bem coordenados ao mesmo tempo. Timing, gatilhos mentais, oferta de valor, formato... então, que tal entender mais como funciona a viralização de um post? Descubra agora!

Não existe fórmula mágica para criar um conteúdo viral. Na verdade, é quase impossível controlar quando e como uma postagem vai ser compartilhada nas redes sociais. Porém, o que podemos fazer é trabalhar o potencial de compartilhamento de um texto, ou seja, otimizá-lo para que os leitores tenham mais vontade de compartilhar aquela postagem em suas redes.

Quer bombar seus conteúdos? Então continue lendo o nosso artigo! Listamos 7 técnicas de redação que vão tornar seus textos mais irresistíveis para o seu público, confira:

1. Gatilhos mentais

Gatilhos mentais são expressões que têm efeito sobre os leitores e fazem com que eles cumpram alguma ação. São muito utilizados em textos de venda, nos quais é necessário guiar o leitor a tomar decisões de forma mais incisiva.

Existem vários tipos de gatilhos mentais que podem ajudar a criar um viral:

  • Um tom de desafio é ideal para motivar a leitura, e de quebra ainda pode incentiva o leitor a compartilhar o desafio com outros colegas: “Somente 30% dos leitores deste texto conseguiram colocar as dicas em prática e viralizar um conteúdo em seus blogs. Será que você consegue aumentar essa estatística?”
  • Autoridade na fala cria uma relação de confiança com o conteúdo, razão a mais para compartilhá-lo: “Já aplicamos as dicas deste post em vários conteúdos do nosso blog, e no último mês 4 postagens viralizaram em nossas redes sociais” .
  • Um texto em que o leitor se reconhece no que foi escrito é um conteúdo com alto potencial de compartilhamento: “Se você já compartilhou o mesmo meme com vários amigos, este artigo foi escrito especialmente para você!”.

2. Storytelling

A maior parte dos conteúdos virais contém elementos de storytelling, ou seja, conteúdo em forma de narrativa, contando uma pequena historinha para o leitor. Ela é popular porque realmente prende a atenção dos leitores, que ficam ansiosos para descobrir o final da história.

Textos virais se tornam populares porque deixam alguma marca em quem os lê. Utilizando técnicas de storytelling, é possível impactar o leitor de diversas maneiras, seja por meio de um final surpreendente, por uma narrativa inteligente ou por uma grande lição de moral por trás da história.

Seja como for, o storytelling faz com que os textos sejam mais fáceis de ler, já que é preciso seguir uma certa sequência para que ele dê certo. Primeiro, você introduz o assunto:

Nós, do Comunidade Rock Content, descobrimos a força do conteúdo viral para a divulgação do nosso blog. Trabalhamos dia e noite, noite e dia, incansáveis, em busca de uma fórmula para produzir um viral infalível.

Agora, o leitor já está preso no tema e precisa continuar lendo para saber mais da história:

Foram mais de 300 horas de dedicação e pesquisa. Testamos formatos, imagens, cores, formas… Nada parecia ser à prova de erros. Nada era tão incrível a ponto de nos dar a certeza de que aquele conteúdo ia viralizar, sem chance de erros.

Você pode até incluir um pequeno “plot-twist”, para deixar tudo mais emocionante:

Pensamos em desistir. Aceitar que a viralização era um tiro no escuro, que não era possível controlar esse fenômeno… Mas foi aí que tudo mudou. Encontramos uma luz no fim do túnel.

Nesse momento, o leitor já se envolveu emocionalmente com o texto e não vai parar de ler até chegar ao desfecho:

Percebemos que todo conteúdo viral tem alguns pontos comuns que parecem ter grande participação no sucesso deles pela rede. Então, nos debruçamos novamente sobre eles e decidimos registrar passo a passo dessa descoberta. Foi desse esforço que nasceram as dicas que você vai ler de agora em diante, para que você também seja capaz de produzir conteúdo viral como um grande mestre!

Ao final, feche o ciclo com um ensinamento importante e não se esqueça de incentivar o compartilhamento:

Agora você também está pronto para tentar viralizar conteúdo por aí. Por favor, não deixe esse guia se perder. Compartilhe este material com outros profissionais e ajude-os a desvendar o segredo do conteúdo viral!

Bem bacana, não é?

3. Temas relevantes

Além dos gatilhos mentais e do storytelling, outra técnica que costuma ajudar bastante na viralização é a temática do conteúdo. Alguns assuntos sempre são abordados em algumas épocas do ano, como a economia de água em época de poucas chuvas, o aumento de preço dos brinquedos no Dia das Crianças e o amor do brasileiro pelas comidas das festas juninas.

Produzir um conteúdo voltado para essas temáticas pode ser uma receita ideal para garantir muitos compartilhamentos instantâneos, uma vez que o assunto estará em alta. Ainda, também é possível pegar carona na fama de outros assuntos, como aproveitar memes e expressões da cultura pop do momento.

Você pode até usar esses conteúdos externos dentro do seu texto, como uma forma de link building. Conta bastante para o SEO da página!

4. Apelo emocional

Se o tema permitir, é sempre indicado encontrar um apelo emocional para o conteúdo. As pessoas tendem a compartilhar mais os textos que provocam emoções como indignação, raiva e incredulidade.

Apesar de elas gerarem mais compartilhamentos, não são só as reações negativas que constroem os conteúdos virais. Existem emoções boas que podem ser abordadas no texto, como esperança, alívio, felicidade e calma. Essas reações, ainda que menos intensas, costumam provocar bastante compartilhamento nas redes, principalmente por usuários mais positivos e de bem com a vida.

5. Utilidade

Um conteúdo viral nem sempre tem utilidade, às vezes ele é apenas engraçado. Entretanto, é uma dica importante tentar produzir conteúdos que sejam úteis de alguma maneira para os leitores. Como já dissemos por aqui, mesmo que seja apenas um ensinamento ao final do texto, não deixe de oferecer um propósito para aquele conteúdo.

Textos que têm um objetivo podem ser compartilhados por pessoas que querem dividir aquele aprendizado com seus pares. Aqui, o formato que mais faz sucesso são as listas, que têm leitura simples e podem virar infográficos, por exemplo. Assim, o conteúdo será sempre relevante, e poderá ser (re)compartilhado inúmeras vezes.

6. Humor

O humor não poderia faltar na nossa lista. A maioria esmagadora dos virais que você conhece só alcançaram esse status porque provocaram (e ainda provocam) riso entre os usuários das redes sociais. Por isso, aprenda com os profissionais e aposte no humor em seus textos!

Além de deixar a leitura mais leve e divertida, conteúdos engraçados são muito compartilhados entre amigos. Afinal, ninguém gosta de rir sozinho, preferimos juntar a galera para gargalhar juntos!

Essa é a lógica por trás de posts que são populares no Twitter e vão parar no Facebook, por exemplo. Eles são tão bem pensados ou engraçados que transcendem a barreira entre as redes e alcançam vários círculos e usuários diferentes.

7. Efeito chiclete

Você se lembra da música dos “pôneis malditos”? E da antiga propaganda do chocolate Batom, aquela do “compre Batom, o seu filho merece Batom”?

Alguns conteúdos grudam na nossa mente como chiclete e deixam uma marca quase eterna na memória. Você pode investir nessa técnica no seu texto de várias formas, como no exemplo:

No meio do caminho tinha uma pedra

Tinha uma pedra no meio do caminho

Tinha uma pedra

No meio do caminho tinha uma pedra

Carlos Drummond de Andrade não fazia ideia do que era conteúdo viral, mas foi pioneiro no assunto. O poema No meio do caminho é uma prova clara de que é possível escrever um texto chiclete. É claro que você não precisa exagerar, mas a repetição de palavras ou expressões pode ajudar a fixar o texto na memória do leitor e fazer com que ele compartilhe o conteúdo — nem que seja para provocar o mesmo efeito nos amigos.

E aí, que tal tentar produzir um conteúdo viral para o seu blog? Depois de seguir nossas dicas, não se esqueça de revisar bem o conteúdo e se certificar de que não há nenhum erro de português! Afinal, você não quer viralizar pela internet passando vergonha, não é? Para evitar isso, confira nossa lista dos 102 erros de português para você nunca mais cometer!