conteúdo confiável

Conteúdo confiável: o que é preciso para identificar um?

Encontrar bons conteúdos por aí não é fácil, ainda mais com o tanto de conteúdos não confiáveis publicados. Entenda aqui como identificar um!
Torne-se um especialista em produção de conteúdo!Powered by Rock Convert

Já se perguntou o que exatamente é um conteúdo confiável? Utilizamos essa expressão para nos referir aqueles textos na internet que tem informação de fato valiosa. Os conteúdos confiáveis são aqueles que trazem dados relevantes, explicações contundentes e análises nas quais podemos nos basear para entender melhor sobre um determinado assunto.

Como você pode imaginar encontrar conteúdo confiável não é fácil. Na era das “fake news” aprendemos, dia após dia, que determinar se um conteúdo é verdadeiro já é muito difícil e identificar se ele trata com isonomia um assunto pode ser ainda mais. Por isso listamos para você as sete virtudes de um conteúdo confiável e o ajudamos a identificá-las nos textos para a web.

Conteúdo confiável cita suas fontes

Essa é uma das premissas fundamentais do conteúdo e não só o confiável. Sempre que ele deriva de outro tipo de material, como um livro ou uma matéria de jornal, ele não tem problemas em citar as suas fontes. É muito comum que ao longo de textos de blogs você encontre links para notícias e até referências ao Google Books.

São traços como esses que identificam que é possível depositar a nossa credibilidade naqueles materiais. Quando um autor não quer revelar no que se inspirou para compor seu trabalho há duas grandes possibilidades: o plágio e a mentira. No primeiro caso é claro que ninguém vai citar a peça original, sob pena de sofrer as consequências.

Já no segundo as coisas podem ser mais complicadas. Um texto mentiroso pode, muitas vezes, ser convincente. Trata-se do exato problema das “fake news” que citamos no começo deste artigo. Para decidir no que confiar busque referências externas que endossem uma determinada informação.

É possível conferir os dados de um conteúdo confiável

Um dos recursos que temos ao escrever para a web é o de citar dados para corroborar uma ideia. Por isso muitas vezes você vê nos textos aqui do blog informações de pesquisas e análises feitas por terceiros. Todos esses dados servem para que você possa conferir, pessoalmente, se a ideia que está sendo passada em uma redação é verdadeira ou falsa.

Quando um conteúdo diz que “muitas pesquisas” ou “várias autoridades” informam uma coisa, mas falha em referenciar esses dados, você tem um bom motivo para desconfiar dele.

Há conteúdo similar por aí

Note que aqui não estamos falando de plágio. E sim do fato de que toda vez que um conteúdo é verdadeiro ele não permanece inédito por muito tempo. Pode ser que a primeira referência do Google a respeito de um assunto seja a única, mas é muito mais provável que utilizando termos similares você encontre aquela informação repetida em outras fontes.

Quando fazemos a leitura de algo absurdo e queremos verificar a sua confiabilidade buscamos imediatamente outras menções ao assunto. Isso acontece porque é natural que precisemos de uma segunda opinião e encontrá-la nos assegura sua veracidade.

A origem do conteúdo é confiável

Nem sempre você conseguirá encontrar informações sobre um tema nos blogs que costuma ler. Todavia, é muito mais fácil dizer que algo trata-se de um conteúdo confiável se temos alguma noção de onde esse algo se origina. Portanto, é um dos preceitos do conteúdo confiável a autoridade do site em que ele se hospeda.

Aqui, a regra é mais ou menos parecida com a das fontes. Porque já conhecemos a origem de uma informação temos mais facilidade em acreditar que ela é verdadeira. E estamos certos em assumir isso.

Quando um veículo de mídia ganha autoridade ele ganha também credibilidade. Lembre-se disso ao procurar conteúdo confiável por aí.

Ele é bem escrito

Não nos leve a mal. Há muitos sites por aí que se especializam em escrever bem notícias e conteúdos falsos, como O Sensacionalista — no caso, o interesse deles é justamente isso. Porém é muito fácil entender que tratam-se de sites de humor e há sempre algum lugar na página em que isso fica evidente.

É possível que um conteúdo seja mentiroso e ao mesmo tempo bem escrito. Todavia, na maioria das vezes eles incorrerão em falhas lógicas. Farão coisas como confundir causalidade e correlação e fundamentarão seus argumentos em premissas falsas.

Todos esses são indicativos de um conteúdo pouco confiável. Uma linguagem inadequada para o tema também pode ser o suficiente para fazê-lo desconfiar de um material encontrado na web.

Conteúdo confiável não é exagerado

Sabe aqueles textos que, periodicamente, insistem que você precisa confiar em uma determinada informação? O uso de “acredite em mim” ou termos similares é uma boa indicação de que um conteúdo não é confiável. Caso contrário, ele citaria fontes e usaria argumentos melhores do que esses.

Toda vez que o interlocutor tentar lhe convencer repetidas vezes de que ele é a única autoridade em um determinado tema não se considere estranho por duvidar disso.

O recurso, junto com a insistência em informar uma fonte desconhecida ou citar um conhecimento que não pode ser comprovado factualmente, é uma das maneiras mais comuns que sites pouco confiáveis utilizam para simular autoridade. Manchetes exageradas também são outro motivo para não levar muito a sério uma pauta.

Sites caça cliques geralmente não tem muito compromisso com a verdade. Sempre que possível evite dar exposição a essas páginas e busque informação em outros locais.

Conteúdo confiável promete e cumpre

Quer outra evidência de que o link em que você clicou não é exatamente o ideal para lhe passar informação sobre um assunto? Verifique como o texto é construído e o quanto ele se atém a premissa colocada em seu título.

No geral, quando um texto, site ou veículo é confiável ele se preza por entregar todas as informações que promete. Então se a introdução para uma matéria diz que vai suprir dúvidas sobre um tema, levantar questionamentos e mostrar para você que X é verdade, mas não consegue fazer isso, eis um bom motivo para desconfiar.

O conteúdo confiável é um dos pilares da internet. Precisamos, cada vez mais, que a informação que lemos online seja verdadeira e possa suportar nossas decisões. Afinal, não há nenhum canal que seja mais utilizado do que a internet hoje para se informar e construir um ambiente em que conseguimos distinguir verdades e mentiras e não somos enganados é um papel de todos nós.

Não compartilhe conteúdo que não é confiável. E faça o possível para averiguar se as informações que você lê são verdadeiras. Somos nós que promovemos e penalizamos as páginas da web e se manter vigilante é fundamental.

Uma das características do conteúdo confiável é que ele é persuasivo. Quer aprender como é possível produzir textos assim? Confira o nosso Guia Definitivo do Texto Perfeito!

Ebook sobre Texto Perfeito