Por Luiza Caetano

Publicado em 23/05/2017. | Atualizado em 09/01/2020


Quer conhecer métodos de concentração testados e aprovados por produtores de conteúdo? Encontrar prazer no trabalho mesmo nas horas mais tediosas? Este post foi feito para você.

Poder acordar sem despertador, tirar sonecas à vontade e entrar nas redes sociais no meio do expediente, sem aquele chefe mal-humorado bufando no seu cangote, é mesmo maravilhoso!

Só que, como “com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”, se você não tiver concentração e disciplina na hora de produzir, vai terminar lotado de trabalho nos momentos mais inoportunos — do final de semana à véspera de uma prova.

Pensando nisso, resolvemos dar uma de Lucius Fox (o cientista que faz os apetrechos de combate do Batman) e trazer alguns acessórios para aumentar seus poderes de produção.

Diga “oi” às suas novas armas contra a procrastinação e aproveite a vida de freela sem estresse!

1. Getting Things Done

Sabe quando você tem tanta coisa para fazer em uma semana que não tem nem ideia de por onde deveria começar? Pois o GTD foi criado justamente para isso.

Ele funciona assim:

  1. Sempre que pensar em algo como “não posso me esquecer de…”, você imediatamente anota isso.
  2. No final do dia (ou no intervalo do almoço, por exemplo), você revê tudo o que anotou e planeja suas próximas horas de trabalho.
  3. Durante esse planejamento, você agrupa tarefas similares para reduzir seu tempo de pesquisa, locomoção, etc., organizando-as por prioridade.

A ideia é usar as anotações e o planejamento como ferramenta para não precisar se preocupar com nada enquanto você estiver trabalhando.

Dessa forma, você se concentra em uma atividade por vez, fazendo mais em menos tempo.

2. Don’t break the chain

Pense em um dia no qual, contrariando todas as expectativas, você conseguiu cumprir com tudo o que tinha para fazer, apesar de ter muito mais trabalhos que normalmente.

Se lembra de ter sentido um boost de adrenalina e produtividade depois de terminar os primeiros itens e se dar conta de que conseguiria fazer a lista toda?

Pois o Don’t break the chain usa justamente essa satisfação do dever cumprido para impulsionar sua eficiência e acabar com a preguiça!

Nele, você usa uma cor para marcar, no calendário ou agenda, se conseguiu ou não atingir todos os objetivos para cada dia.

Depois de alguns dias consecutivos de sucesso, seu cérebro vai ficar louco para “manter a corrente” de produtividade, aumentando sua motivação e, consequentemente, sua capacidade de se concentrar para escrever!

3. Pomodoro

E quando você se dá conta de que já leu a mesma linha de uma referência 4 vezes, de que já leu a mesma linha de uma referência 4 vezes, de que já leu a mesma linha de uma referência 4 vezes, de que já leu a mesma linha de uma referência 4 vezes… epa! Hora de parar, não é?

Com a técnica do Pomodoro, você trabalha em ciclos de 5 minutos de intervalo para cada 25 minutos produzindo. Depois de 4 ciclos desses, você para por um pouco mais de tempo (15 ou 20 minutos).

O resultado é um período de produção mais focado depois de cada parada. Com o tempo, você pode personalizar a duração dos seus “Pomodoros” e ficar ainda melhor!

4. Respiração alternada

Essa é uma técnica para aquelas horas em que você está tão pilhado — talvez porque deixou uma tarefa para a última hora ou porque quer matar um cliente que pediu uma refação? — que não consegue nem começar a trabalhar.

Quando isso acontecer, experimente o seguinte:

  1. Sente-se com a coluna bem reta e tampe a narina direita com o polegar.
  2. Inspire lentamente, contando até 10.
  3. Expire na mesma velocidade, contando até 10 de novo.
  4. Agora troque o polegar para a narina esquerda e repita os passos 2 e 3.

Faça isso pelo menos 10 vezes com cada narina ou até se acalmar o suficiente para escrever.

5. Meditação Hong-sau

Ao contrário do que se imagina, meditação não precisa ter nada a ver com as suas crenças, não precisa durar horas nem requer que você consiga parar de pensar!

Esta aqui foi feita especialmente para aumentar sua concentração. Ela pode durar de 5 minutos a uma hora, dependendo da sua vontade e disponibilidade!

Acompanhe o passo a passo:

  1. Sente-se com a coluna reta em uma cadeira, no chão ou sobre um colchonete.
  2. Inspire lentamente, entoando na sua cabeça o mantra hong, como se fosse o barulho de um gongo.
  3. Expire entoando o mantra sau na sua mente, na mesma velocidade.
  4. Concentre-se no ar saindo e entrando dos seus pulmões.
  5. Quando estiver bem relaxado, leve sua atenção ao centro da testa e procure mantê-la ali, continuando os outros passos.

Use um relógio para controlar o tempo de meditação desejado. Esse exercício pode ser um bom jeito de recuperar suas forças entre um trabalho e outro!

6. Prazer na escrita

Relacionar-se com o que você está escrevendo também é essencial para entrar no estado de fluxo (falamos disso neste post). Nele, o tempo passa voando e o trabalho praticamente vira diversão. Já rolou isso na sua vida de freela?

Procure priorizar tarefas que têm a ver com seus interesses pessoais, mesmo que elas valham menos financeiramente. Como você conseguirá produzir mais e melhor, sua eficiência pode acabar compensando essa questão!

7. Horários personalizados

Poder definir seus próprios horários é uma das maiores vantagens de se trabalhar como freelancer. Então por que não observar em que momentos do dia você é mais produtivo?

Use a sua experiência para determinar as horas em que você sente que trabalha melhor — mesmo que sejam totalmente fora do padrão — e planeje seus intervalos para os períodos em que a preguiça costuma bater.

Se assistir séries depois do almoço e trabalhar até mais tarde à noite funciona para você, não tem motivo nenhum para não fazer disso uma rotina!

8. Música e ruídos

Ter rituais diários contribui para fazer sua mente aprender quando precisa se concentrar e quando pode se perder em devaneios. Um ótimo jeito de ensinar seu corpo a entrar no “modo de trabalho” é usando um estímulo sonoro.

Música instrumental, ruídos brancos (de chuva, estática, etc.) ou suas playlists favoritas podem ser o gatilho que estava faltando para se desligar das distrações e colocar todo o foco na escrita.

Experimente para saber que tipo de som melhor funciona para você!

Ferramenta gratuita: Kit completo de ferramentas para freelancers

9. Organização (ou caos!)

Por muito tempo, acreditou-se que concentração e produtividade estavam ligadas a um ambiente impecavelmente ordenado. Daqueles que mais parecem show room de loja de decoração.

Hoje em dia, no entanto, já se sabe que a coisa é um pouco mais complicada, e tem gente que fica muito mais criativo em meio à mais louca desordem.

Diante disso, quem somos nós para julgar a organização da sua escrivaninha ou a bagunça do seu home office?

Nossa dica, portanto, é apenas que você teste diferentes níveis de organização no seu ambiente de trabalho e se jogue naquele que o faz mais produtivo!

Curtiu nossas estratégias para aumentar seu poder de cumprir com todos os seus prazos sem ficar superestressado? Então você vai adorar nosso curso de hacks de produtividade para quem trabalha com conteúdo. Que tal dar uma olhadinha? É grátis!

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *